Abrir menu principal

Tour de France Soundtracks

Tour de France Soundtracks
Álbum de estúdio de Kraftwerk
Lançamento 4 de agosto de 2003 (2003-08-04)
Gravação 2003, no Kling Klang Studio, Düsseldorf,  Alemanha
Gênero(s) Música eletrônica
Synthpop
Duração 55:51
Idioma(s) francês, exceto 6 (alemão) e 9 (inglês)
Formato(s) CD, LP (2009)
Gravadora(s) EMI
Produção Ralf Hütter e Florian Schneider
Cronologia de Kraftwerk
The Mix
(1991)
Minimum-Maximum
(2005)
Singles de Tour de France Soundtracks
  1. "Tour de France 2003"
    Lançamento: 7 de julho de 2003 (2003-07-07)
  2. "Elektro Kardiogramm"
    Lançamento: 2003 (2003)
  3. "Aéro Dynamik"
    Lançamento: 2004 (2004)
  4. "Aéro Dynamik / La Forme (Remixes)"
    Lançamento: 2004 (2004)
Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 73[1]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
All Music Guide 4 de 5 estrelas.[2]
Playlouder 3.5 de 4 estrelas.[3]
Pitchfork Media 7 de 10 estrelas.[4]

Tour de France Soundtracks é o décimo e mais recente álbum de estúdio do grupo eletrônico alemão Kraftwerk. O álbum foi gravado para o 100º aniversário do primeiro Tour de France. Foi o primeiro álbum de material novo de estúdio desde Electric Café, lançado há 17 anos, em 1986.[5]

Após Tour de France Soundtracks, o Kraftwerk lançou algumas compilações, coletâneas, álbuns de remixes e o álbum duplo ao vivo Minimum-Maximum. Também existem diversos bootlegs de apresentações disponíveis.

FaixasEditar

Lado A
  1. "Prologue" – 0:31
  2. "Tour de France Étape 1" – 4:27
  3. "Tour de France Étape 2" – 6:41
  4. "Tour de France Étape 3" – 3:56
  5. "Chrono" – 3:19
Lado B
  1. "Vitamin" – 8:09
Lado C
  1. "Aéro Dynamik" – 5:04
  2. "Titanium" – 3:21
  3. "Elektro Kardiogramm" – 5:16
Lado D
  1. "La Forme" – 8:41
  2. "Régéneration" – 1:16
  3. "Tour de France" – 5:12

CréditosEditar

  • Ralf Hütter – vocal, softwares e sintetizadores, sequenciadores.
  • Florian Schneider – vocal, softwares e sintetizadores, sequenciadores.
  • Fritz Hilpert – softwares e sintetizadores, sequenciadores, percussão eletrônica, engenharia de som.
  • Henning Schmitz – softwares e sintetizadores, percussão eletrônica.

Referências