Nota: Se procura pela organização criminosa, consulte Tríade (organização criminosa)

Em musicologia e teoria musical, a tríade, também chamado de acorde musical básico, é um conjunto harmônico formado por três notas musicais distintas de uma escala musical ou tonalidade;[1] contendo um espaço de um intervalo de terça entra cada nota (podendo ser maior ou menor). Onde cada nota do acorde, é chamada respectivamente de tônica (I grau), mediante (III grau) e, dominante (V grau), tendo a estrutura:[2][3]

Tônica (I) - terça (M ou m) - Mediante (III) - terça (M ou m) - Dominante (V)

À harmonia musical baseada em tríades dá-se o nome de Trifonia, sendo também comumente chamada de Harmonia Triádica ou Harmonia Trifônica.

TiposEditar

Existem seis tipos de Tríades:

  • Tríade Maior tem a estrutura: Tônica (I) - terça M (2T) - Mediante (III) - terça m (1T+1st) - Dominante (V); exemplo: acorde de Dó maior baseado na escala de Dó M temos Dó (I) + Mi (III) + Sol (V);
  • tríade menor tem a estrutura: Tônica (I) - terça m (1T+1st) - Mediante (III) - terça M (2T) - Dominante (V); exemplo: acorde de Dó menor baseado na escala de Dó m temos Dó (I) + Mib (III) + Sol (V);
  • Tríade Aumentada tem a estrutura: Tônica (I) - terça M (2T) - Mediante (III) - terça M (2T) - Dominante (V aumentada); exemplo: acorde de Dó A baseado na escala de Dó M temos Dó (I) + Mi (III) + Sol# (V);
  • Tríade Diminuta tem a estrutura: Tônica (I) - terça m (1T+1st) - Mediante (III) - terça m (1T+1st) - Dominante (V diminuta); exemplo: acorde de Dó d baseado na escala de Dó M temos Dó (I) + Mib (III) + Solb (V);
  • Tríade Sus 4, e;
  • Tríade Sus 2.

Outros tipos de acordesEditar

Além das tríades existem muitos outros tipos de acordes, como:

Basicamente a diferença entre cada tipo de acorde está na quantidade de notas e na distância entre os intervalos caracterizando sonoridades diferentes entre eles.

CaracterísticasEditar

Para se caracterizar como tríade, as três notas podem estar em qualquer ordem de frequência, no entanto, após definida a ordem, devem estar o mais próximo possível umas das outras. As Tríades podem ser executadas nas regiões médias e agudas dos instrumentos, sendo que nas regiões graves não soam apropriadamente.

As tríades sempre se caracterizam pela junção de duas terças, no caso da tríade menor, uma terça menor e uma maior, formando um intervalo de terça menor e um intervalo de quinta justa em relação à fundamental, ou tônica. Por exemplo: No caso de uma tríade de Dó menor, a fundamental ou tônica é a nota dó. Colocando-se um intervalo de terça menor, temos a nota mi bemol, e somando a essa terça menor uma terça maior, temos a nota Sol.

Assim, temos as notas DO, Mi bemol e Sol, que são respectivamente a fundamental, a terça menor e quinta justa.

Referências

  1. «Significado de tríade». Dicionário Caldas Aulete. 209 
  2. «3 Funções harmônicas dos acordes». Tablaturas e Cifras. 27 de junho de 2016. Consultado em 11 de março de 2022 
  3. Bertr, Leal (7 de dezembro de 2020). «Graus Musicais - Explicando as Notas dentro de uma Escala ⋆». Escola de Música On. Consultado em 11 de março de 2022 
  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.