Abrir menu principal
"Trans-Europa Express"
Single de Kraftwerk
do álbum Trans-Europa Express
Lado B Franz Schubert
Lançamento março de 1977 (1977-03)
Formato(s) Single de 7"
Gravação 1976-1977, no Kling Klang Studio, Düsseldorf,  Alemanha
Gênero(s) Música eletrônica, música industrial
Duração 13:40 (suíte completa do álbum, com "Metall auf Metall" e "Abzug")
06:52 (versão do álbum, só seção "Trans-Europa Express")
04:00 (versão do single)
Gravadora(s) EMI Electrola, Kling Klang
Composição Ralf Hütter
Letrista(s) Ralf Hütter e Emil Schult
Produção Ralf Hütter, Florian Schneider
Cronologia de singles de Kraftwerk
"Radioaktivität"
(1975)
"Europa Endlos"
(1977)

"Trans-Europa Express" (na versão em inglês, "Trans-Europe Express") é a canção que dá nome ao álbum homónimo de 1977 dos Kraftwerk, Trans-Europa Express. Foi lançada em single de 7" na altura, e em CD-single em 1990. A música foi escrita por Ralf Hütter, e a letra é da autoria de Hütter e Emil Schult.[1] A canção tem como tema o sistema ferroviário Trans Europ Express, um tema comum na banda tal como a tecnologia e os transportes.

Esta canção influenciou vários músicos e géneros musicais como o hip hop através da sua interpolação, como em "Planet Rock" de Afrika Bambaataa (via Arthur Baker), a qual foi remisturada por diferentes artistas como Paul Oakenfold na banda sonora de Swordfish, e como várias bandas experimentalistas modernas de electroclash do início dos anos 2000.[2]

LançamentoEditar

Trans-Europe Express foi comercializado como single em 1977,[3] e atingiu a posição n.º67 da tabela Billboard Hot 100.[4] A música começou a aparecer nas tabelas do Reino Unido na década de 1970. Em relação ao álbum, este só surgiu nas tabelas em 6 de Fevereiro de 1982, onde permaneceu durante sete semanas, alcançando ao 49.º lugar.

Referências musicais e líricasEditar

O Allmusic descreve os elementos musicais da suíte como sendo assustadores, com um "canto inexpressivo do refrão da música" o qual é "lentamente acrescentado sobre aquela base rítmica, num modo muito semelhante ao do que o anterior Autobahn foi construído".[2] A letra da música faz referência ao álbum Station to Station e ao encontro com Iggy Pop e David Bowie.[5] Hütter e Schneider tinham-se encontrado com Bowie na Alemanha, e ficaram lisonjeados com a atenção que receberam do músico.[6] Ralf Hütter estava interessado no trabalho de Bowie pois este tinha estado a trabalhar com Iggy Pop, o ex-vocalista dos Stooges, uma das bandas preferidas de Hütter.[5]

FaixasEditar

7" vinilEditar

Lado A
N.º Título Duração
1. "Trans-Europe Express"   3:56
Lado B
N.º Título Duração
1. "Franz Schubert"   3:25

12" vinilEditar

Lado A
N.º Título Duração
1. "Trans-Europe Express"   6:35
Lado B
N.º Título Duração
1. "Metal on Metal"   6:31

CD singleEditar

N.º Título Duração
1. "Trans-Europe Express (album version)"   6:43
2. "Trans-Europe Express (single version)"   3:55
3. "Les Mannequins"   6:04
4. "Showroom Dummies"   6:02

Tabelas de vendasEditar

Referências

  1. Trans-Europe Express (Digital Remaster) (liner notes). Mute Records. 2009. CDSTUMM305 
  2. a b Mason, Stewart. «Song review: Trans-Europe Express». Allmusic. Consultado em 26 de Maio de 2016 
  3. Strong, 1998. p.454
  4. «Trans-Europe Express: Charts & Awards: Billboard Singles». Allmusic. Consultado em 26 de Maio de 2016 
  5. a b Bussy, 2004. p.85
  6. Bussy, 2004. p.84
  7. «Results - RPM - Library and Archives Canada». www.collectionscanada.gc.ca. Consultado em 26 de maio de 2016. Arquivado do original em 23 de outubro de 2012 
  8. «Tout les Titres par Artiste: K (select Kraftwerk on the list)». InfoDisc. Consultado em 26 de maio de 2016. Arquivado do original em 7 de outubro de 2014 
  9. «Indice per Interprete: K». www.hitparadeitalia.it (em Italian). Consultado em 26 de maio de 2016 
  10. Steffen Hung. «Discography Kraftwerk». swedishcharts.com. Consultado em 26 de maio de 2016 
  11. «Kraftwerk - Chart history». Billboard. 30 de junho de 2015. Consultado em 26 de maio de 2016 

BibliografiaEditar