Transmissões de Fórmula 1 para o Brasil

artigo de lista da Wikimedia

As transmissões de Fórmula 1 para o Brasil remetem à participação da imprensa esportiva especializada ao relatar os acontecimentos da categoria a partir de 1970. Nesse interregno, a presença da televisão ampliou a cobertura que outros meios de comunicação social dedicavam à modalidade. A transmissão contínua por quase meio século fomentou o interesse do Brasil segundo dados da Formula One Management: em 2013, não obstante o declínio de resultados, o país detinha a maior audiência da categoria em termos mundiais, com 77 milhões de telespectadores ou 17% do total.[1]

Transmissão pela TVEditar

A inauguração da Rede Tupi em 18 de setembro de 1950 aconteceu numa data posterior ao encerramento da primeira temporada da Fórmula 1, categoria que chegaria ao vídeo apenas vinte anos depois.[2] Em 18 de julho de 1970, graças ao satélite Intelsat III F-3, a TV Record de São Paulo e a TV Rio do Rio de Janeiro, integrantes da Rede de Emissoras Independentes, mostraram a estreia de Emerson Fittipaldi no Grande Prêmio da Grã-Bretanha em Brands Hatch,[3][4][nota 1] Apesar de um início promissor sob a narração de Wilson Fittipaldi, a rede teve atuação esparsa nas etapas seguintes – sequer transmitiu a primeira vitória do brasileiro em Watkins Glen no Grande Prêmio dos EUA, em 4 de outubro de 1970.[5] Entretanto, a Rede de Emissoras Independentes mostrou o Grande Prêmio da Itália de 1972, quando o Brasil conquistou seu primeiro título mundial.[6][nota 2]

No intervalo entre o retorno dos brasileiros à Fórmula 1 e a consagração de Emerson Fittipaldi, a televisão do país ignorou a existência da categoria, a exemplo do que ocorreu ao longo da temporada de 1971, quando a Record priorizou sua programação ao invés das corridas, daí a exibição de programas como Imóveis em Revista e Hélio Ansaldo Show. Além dessas atrações, foram levados ao ar filmes, seriados e desenhos animados.[nota 3][7] Quanto à Tupi, esta levou ao ar poucas provas da categoria: transmitiu as de Mônaco e Bélgica em 1972, em cadeia com a Rede Globo, situação idêntica à verificada em 1973 na Países Baixos e na Áustria. Sua última transmissão de Fórmula 1 foi o Grande Prêmio da Áustria de 1976, por aparente cessão de direitos pela Globo.

Também por obséquio da Rede Globo, a Rede Bandeirantes mostrou as corridas dos EUA (Watkins Glen) e do Canadá[8] referentes a 1978. Ao transmitir as 14 provas de 1980, a Band foi a primeira emissora de TV a exibir ao vivo e na íntegra um campeonato mundial de Fórmula 1 para o Brasil. Nesse ínterim, a TV Cultura chegou a transmitir sua única prova de Fórmula 1, o Grande Prêmio do Brasil de 1980, em cadeia com a Rede Bandeirantes.

Após transmitir em cores o Grande Prêmio do Brasil de 1972, prova extraoficial narrada por Tércio de Lima, realizada em 30 de março daquele ano,[9] a Rede Globo estreou na Fórmula 1 em Mônaco em 14 de maio de 1972.[10][11] Quase todos os casos de não transmissão correspondem às etapas realizadas na América do Norte, quando a Globo optou por manter sua programação habitual ou priorizar o futebol em caso de "choque de horários", fazendo com que a emissora não exiba uma temporada completa desde 2010. Em âmbito regional a TV Liberal, afiliada da Rede Globo em Belém, Pará, que não veicula provas da Fórmula 1 em sua área de cobertura para transmitir a procissão do Círio de Nazaré quando esta entra em conflito com alguma corrida realizada no segundo domingo de outubro. O caso mais recente foi durante o Grande Prêmio da Rússia de 2015.

NarraçõesEditar

Quando a Rede Globo adquiriu os direitos de transmissão o narrador era Júlio Delamare e os comentários ficavam a cargo de José Maria Ferreira, mais conhecido como Giu Ferreira.[12] Esse dueto foi mantido para o ano seguinte, mas com a morte de Júlio Delamare e Antônio Carlos Scavone no acidente do Voo Varig 820 em Paris, Ferreira narrou o Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1973 tendo Janos Lengyel, correspondente de O Globo, na função de comentarista.[13][14] Após essa corrida Luciano do Valle foi efetivado como narrador enquanto Giu Ferreira e Pedro Luís revezaram-se na função de comentarista,[13] posto depois ocupado por Ciro José[15] e finalmente Reginaldo Leme a partir do Grande Prêmio de Mônaco de 1978.[16]

Quanto a Galvão Bueno, este era funcionário da Rede Bandeirantes em 1980, ano em que a emissora paulista transmitiu a Fórmula 1.[17] No Grande Prêmio do Brasil daquele ano, por exemplo, a equipe do canal era formada por Galvão Bueno e Fernando Solera como narradores, Giu Ferreira nos comentários e Álvaro José dividindo as reportagens com Ana Aragão.[18]

Em 1981, quando a Fórmula 1 voltou à Rede Globo, foi Luciano do Valle quem narrou as provas. Ele seguiria narrando provas da categoria até a Copa do Mundo de 1982, quando foi contratado pela TV Record. A partir de então, Galvão Bueno assumiu de vez o posto de titular das “emoções do automobilismo”, como ele mesmo costuma dizer.[17] Foi com a locução de Galvão que os brasileiros viram pela Globo os maiores momentos da carreira de Ayrton Senna, assim como a trágica morte do ídolo das pistas em um acidente no Grande Prêmio de San Marino de 1994.[17] O primeiro GP narrado por Galvão Bueno na Globo foi na África do Sul, em 1982. Em 2013, Galvão contou que um erro na narração deste GP quase lhe custou o emprego:[19]

"Eu vou contar o dia em que (risadas)... que eu achei que tinha perdido o emprego. Estava começando a carreira e terminando no mesmo dia. Estréia na Globo na Fórmula-1, Grande Prêmio da África do Sul de 1982. Naquela época ninguém parava para abastecer e trocar pneus, quem parava para trocar um pneu furado estava fora da corrida. O Prost, que estava em primeiro lugar, entrou nos boxes trocou um pneu e foi embora... e na minha cabeça nunca mais ele iria se recuperar. Quando ele passou o Carlos Reutemann eu disse: "Tá tirando volta de atraso". Estava nada, Prost voltou na mesma volta e estava voltando para a primeira colocação. Narrei vitória de Carlos Reutemann. Fomos para o comercial, quando voltamos preparou-se o pódio e apareceu lá Alain Prost como vencedor. Me deu um desespero, vou pedir ajuda para quem? Para o Reginaldo Leme, que já tinha alguma história na televisão. Olhei para o Reginaldo do lado e fiz assim para ele: "E agora?" Ele olhou para mim e disse: "Não sei". Então nesse momento eu falei: acabou a minha carreira. Foram oito horas e meia de volta para o Rio de Janeiro certo que eu estava demitido. Graças a Deus o Boni, então diretor da TV Globo me deu uma chance, eu continuei e estou aí até hoje.[19]
Galvão Bueno, sobre sua primeira narração da Fórmula 1 pela Globo.

Desde então, há alguns poucos momentos que acabaram tirando Galvão das narrações da Fórmula 1, como jogos da seleção brasileira, Copas do Mundo, Jogos Olímpicos, entre outros. Coube a Álvaro José, Edson Mauro, Oliveira Andrade, Léo Batista e Carlos Valadares substituírem Galvão, quando o mesmo estava participando destes eventos.[17] Mesmo Reginaldo Leme narrou uma prova, o Grande Prêmio da Alemanha de 1982.[20]

Em 1992, quando Galvão deixou a Rede Globo para atuar em outra rede de televisão, a Rede OM (atual CNT), com sede no Paraná, foi a vez do locutor Luiz Alfredo narrar as provas da categoria.[17] Em 1993 houve o retorno de Galvão Bueno à Rede Globo como narrador titular da emissora. Seus substitutos eventuais, desde então, foram: Luis Roberto, Cléber Machado e Sérgio Maurício.[17]

Casos de não transmissãoEditar

Constam a seguir as provas válidas pelo campeonato mundial de Fórmula 1 não exibidas ou parcialmente exibidas pela Rede Globo, emissora que possui os direitos de transmissão em TV aberta para o Brasil. O horário nos verbetes é a hora oficial de Brasília.[nota 4] Numa contagem iniciada no Grande Prêmio da Argentina de 1972 e atualizada até o Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 2020, a Globo exibiu integralmente 720 provas.[21][nota 5]

Década de 1970Editar

Data Grande Prêmio Motivos da não transmissão Referências
23/01/1972   Argentina Realizado às 14h (Brasília e Buenos Aires têm o mesmo fuso horário) em Buenos Aires, ficou marcado pela estreia da Lotus preta e dourada patrocinada pela John Player Special num dia onde o ídolo local, Carlos Reutemann, iniciou sua carreira largando na pole position. Não há registros de sua transmissão pela TV. [22][23]
04/03/1972   África do Sul Realizado às 10h (15h locais) em Kyalami. Embora fosse a estreia de José Carlos Pace, não foi exibido pela TV.[24] Em 30 de março houve uma edição extraoficial do Grande Prêmio do Brasil, este transmitido pela Rede Globo.[12] [25][26]
01/05/1972   Espanha Realizado às 10h (14h locais) em Jarama. Transmitida pela Jovem Pan e pela Rádio Continental, foi a última prova de Fórmula 1 realizada numa segunda-feira. [27][28]
30/07/1972   Alemanha Realizado às 10h (14h locais) em Nürburgring, foi transmitido pela Jovem Pan e Rádio Nacional. [29]
24/09/1972   Canadá Realizado às 16h (14h locais) em Mosport Park. Por falta de acordo financeiro com a TV, somente o rádio transmitiu a prova. [30]
08/10/1972   EUA Realizado às 15h (13h locais) em Watkins Glen. Não houve referência à sua exibição pela TV. [31]
03/03/1973   África do Sul Realizado às 9h (14h locais) em Kyalami. Foi transmitido via rádio, pois não havia emissoras de TV na África do Sul. A Rede Globo gravou um videoteipe de 25 minutos, mas para que o material chegasse a tempo ao Brasil para exibição no dia seguinte, não incluiu o fim da prova. [32][33]
17/06/1973   Suécia Realizado às 10h (14h locais) em Anderstorp, foi transmitido pelo rádio. [34][35]
23/09/1973   Canadá Realizado às 16h (14h locais) em Mosport Park, foi transmitido pela Rádio Globo e também pela Rádio Excelsior. [36]
07/10/1973   EUA Realizado às 16h (14h locais) em Watkins Glen. Naquela que seria a despedida do britânico Jackie Stewart, a categoria presenciou a morte do francês François Cevert na véspera da prova e por isso, a Tyrrell não correu. A Rádio Globo transmitiu a prova enquanto a televisão homônima transmitia o Programa Sílvio Santos desde as onze e meia da manhã. [37]
30/03/1974   África do Sul Realizado às 9h (14h locais) em Kyalami, foi transmitido pela Rádio Globo, Rádio Excelsior e Jovem Pan. [38]
12/05/1974   Bélgica Realizado às 10h (14h locais) em Nivelles. Marcado por falhas na cronometragem, não foi transmitido pela TV. A desordem foi tamanha que cogitou-se reduzir de 85 para 80 o número de voltas da prova, o que não ocorreu. [39]
09/06/1974   Suécia Realizado às 10h (14h locais) em Anderstorp, não foi transmitido pela TV devido às taxas cobradas pelo governo da Suécia. As rádios Nacional, Excelsior e Jovem Pan transmitiram a prova. Por um acordo com a União Europeia de Radiodifusão, a Rede Globo exibiu um compacto no Fantástico. [40]
04/08/1974   Alemanha Realizado às 10h (14h locais) em Nürburgring, foi prejudicado pela falta de acordo entre a TV alemã e os promotores da corrida, sendo que a grande extensão da pista dificultou a transmissão via rádio. [41]
22/09/1974   Canadá Realizado às 16h (14h locais) em Mosport Park, foi transmitido para o Brasil pelas ondas do rádio via Rádio Globo, Rádio Excelsior e Jovem Pan. [42]
01/03/1975   África do Sul Realizado às 9h (14h locais) em Kyalami, foi transmitido pelas rádios Bandeirantes, Excelsior e Jovem Pan, enquanto a Rede Globo reprisou Amaral Netto, o Repórter. [43]
03/03/1975   Alemanha Realizado às 10h (14h locais) em Nürburgring, foi preterido em favor de Concertos para a Juventude e do Programa Silvio Santos. [44]
13/06/1976   Suécia Realizado às 10h (14h locais) em Anderstorp, não foi transmitido pela Rede Globo, cuja grade de programação só registra eventos a partir das 10h, sendo que o Programa Silvio Santos foi exibido após a prova. [45]
18/07/1976   Reino Unido Realizado às 11h (14h locais) em Brands Hatch, não foi transmitido pelas redes de TV devido a uma decisão da BBC que julgava de "mau gosto" a exibição dos patrocínios de Alan Jones (preservativos Durex) e Guy Edwards (revista Penthouse). [46]
01/08/1976   Alemanha Realizado às 10h (14h locais) em Nürburgring, dia do grave acidente de Niki Lauda. No horário da prova foram ao ar Concertos para a Juventude e Scooby-Doo. A Rede Globo destacou à aquele dia o fim das Olimpíadas de Montreal. [47][48]
03/10/1976   Canadá Realizado às 16h (14h locais) em Mosport Park, não foi transmitido pela Rede Globo que preferiu mostrar os programas Disneylândia e Moacyr TV.
10/10/1976   EUA Realizado às 16h (14h locais) em Watkins Glen. Teve a largada exibida pela Globo, mas foi interrompido para a exibição de Disneylândia e Moacyr TV e reexibido ao vivo próximo ao final. [49]
03/04/1977   EUA (Oeste) Realizado às 18h (13h locais) em Long Beach, foi transmitido pela Rádio Jovem Pan e pela Rádio Globo enquanto a televisão exibia 8 ou 800 e Os Trapalhões. [50]
19/06/1977   Suécia Realizado às 10h (14h locais) em Anderstorp, não foi transmitido pela Rede Globo, que mostrou em seu lugar o Concertos para a Juventude e desenhos animados. [51]
16/07/1977   Reino Unido Realizado às 11h (14h locais) em Silverstone, não foi transmitido pela TV graças a uma decisão da BBC e assim a programação da Rede Globo seguiu à base de Concertos para a Juventude e desenhos animados. [52]
31/07/1977   Alemanha Realizado às 11h (15h locais) em Hockenheim, não foi transmitido. Por coincidência, Emerson Fittipaldi não se classificou para o GP com seu Fittipaldi modelo F-5. [53]
14/08/1977   Áustria Realizado às 10h (14h locais) em Österreichring. As razões da não transmissão (confirmada pela grade de programação daquele dia) não foram reveladas. Na pista, Emerson Fittipaldi mantinha-se próximo ao último lugar. [54]
28/08/1977   Países Baixos Realizado às 10h (14h locais) em Zandvoort, foi exibido num compacto de 20 minutos dentro do Esporte Espetacular. [55]
11/09/1977   Itália Realizado às 10h (14h locais) em Monza, foi marcado por outra não classificação de Emerson Fittipaldi, justificativa plausível para que fosse exibido um compacto no Esporte Espetacular. [56]
02/10/1977   EUA Realizado às 15h15 (13h15 locais) em Watkins Glen. Sua exibição foi preterida em favor do programa Disneylândia e do filme Viagem Fantástica. [57]
09/10/1977   Canadá Realizado às 16h (14h locais) em Mosport Park, selou a estreia de Gilles Villeneuve na Ferrari, enquanto a Rede Globo exibia a série Mulher-Maravilha e o humorístico Praça da Alegria. [58]
23/10/1977   Japão Realizado às 02h (14h locais) em Shizuoka. A ausência de Emerson Fittipaldi levou a Globo a exibir o filme Phffft! (Abaixo o Divórcio). Um acidente entre o sueco Ronnie Peterson e o canadense Gilles Villeneuve causou duas mortes e deixou oito feridos. [59][60]
02/04/1978   EUA (Oeste) Realizado às 18h (13h locais) em Long Beach, não foi transmitido para o Brasil. Os melhores momentos da corrida foram exibidos no Fantástico, pois no horário destinado à prova foram ao ar os humorísticos Praça da Alegria e Os Trapalhões. [61]
21/05/1978   Bélgica Realizado às 10h (14h locais) em Heusden-Zolder. Para este dia, a Rede Globo exibiu os programas Concertos para a Juventude e Esporte Espetacular. [62]
04/06/1978   Espanha Realizado às 11h (15h locais) em Jarama, foi transmitido somente pelo rádio enquanto a TV mostrava o Esporte Espetacular, The Muppet Show e Dinamite, o Bionicão. Embora estivéssemos em plena Copa do Mundo, não houve jogos no dia da corrida. [63]
02/07/1878   França Realizado às 9h15 (13h15 locais) no Circuito Paul de Ricard, foi preterido pelo Concertos para a Juventude sendo exibido quase na íntegra as 11h no Esporte Espetacular. [64]
16/07/1978   Reino Unido Realizado às 11h (14h locais) em Brands Hatch, foi transmitido apenas pela Jovem Pan, pois a Globo manteve no ar o Esporte Espetacular e o Clube Hanna-Barbera. [65]
08/04/1979   EUA (Oeste) Realizado às 18h (13h locais) em Long Beach, foi visto num compacto de 45 minutos em torno das 22h por conta da exibição do filme If I'm Lucky (Se eu fosse feliz) e, depois, Os Trapalhões. [66]
30/09/1979   Canadá Realizado às 16h (14h locais) em Montreal. Sua transmissão não foi mencionada e no período em que seria exibida, a Rede Globo levou ao ar o filme Ama-me com Ternura e o seriado A Ilha da Fantasia.
07/10/1979   EUA Realizado às 16h (14h locais) em Watkins Glen. No horário destinado à prova foram exibidos o filme Marujo Intrépido e o seriado A Ilha da Fantasia.

Década de 1980Editar

Data Grande Prêmio Motivos da não transmissão Referências
15/03/1981   EUA (Oeste) Realizado às 19h (14h locais) em Long Beach. Em sua volta à categoria, a Rede Globo mostrou três boletins de 10 minutos intercalados entre a exibição de Os Trapalhões e do Fantástico. [67][68]
04/04/1982   EUA (Oeste) Realizado às 18h (13h locais) em Long Beach, não foi transmitido pela TV, cuja escolha recaiu sobre os programas Geração 80 e Os Trapalhões. [69]
13/06/1982   Canadá Realizado às 17h (15h locais) em Montreal logo após a abertura da Copa do Mundo, foi marcado pela morte do italiano Riccardo Paletti num acidente que paralisou a prova por duas horas. Nesse dia a Rede Globo cancelou Os Trapalhões, mas interrompeu o GP para exibir o Fantástico. [70]
12/06/1983   Canadá Realizado às 14h30 (12h30 locais) em Montreal, foi interrompido para a exibição do jogo entre Brasil e Tchecoslováquia pelas quartas de final do Mundial Sub-20 no México. Os informes sobre a prova aconteciam apenas por áudio e o restante da mesma foi gravado e levado ao ar após o futebol. [71]
24/06/1984   Detroit Realizado às 14h15 (12h15 locais) em Detroit. As últimas voltas não foram mostradas devido a um problema de sinal "via Embratel", ocasionado na geração das imagens pela CBS. [72]
22/06/1986   Detroit Realizado às 14h15 (12h15 locais) em Detroit, foi mostrado num compacto de cinco minutos próximo às 17h devido ao jogo entre Argentina e Inglaterra pela Copa do Mundo. [73][74]
24/09/1989   Portugal Realizado às 11h30 (14h30 locais) em Estoril. Esta é a única prova cuja exibição foi suspensa por força de lei. Interrompida às 13h, foi gravada e reexibida após o horário político.[nota 6] [75][76]

Década de 1990Editar

Data Grande Prêmio Motivos da não transmissão Referências
24/06/1990   México Realizado às 17h (14h locais) na Cidade do México, aconteceu após a derrota do Brasil contra a Argentina na Copa do Mundo e apareceu em flashes durante o segundo tempo da partida entre Alemanha Ocidental e Países Baixos. O restante da prova foi exibido depois da vitória alemã no tempo normal. [77][74]

Década de 2000Editar

Data Grande Prêmio Motivos da não transmissão Referências
29/08/2004   Bélgica Realizado às 09h (13h locais) em Spa-Francorchamps, foi exibido em videotape por conta da vitória do Brasil na final do vôlei masculino nas Olimpíadas de 2004, jogo que começou meia hora antes da prova. [78]
19/06/2005   EUA Realizado às 15h (13h locais) em Indianápolis, foi interrompido pelo jogo entre Brasil e México pela Copa das Confederações. Os informes da prova, disputada por apenas seis carros, surgiam em flashes. [79][80][81][82]
13/05/2007   Espanha Realizado às 09h (13h locais) em Barcelona, foi interrompido para a transmissão da visita de Bento XVI ao Brasil e após o fim de uma missa na Catedral de Aparecida, foi exibido um compacto. [83]

Década de 2010Editar

Data Grande Prêmio Motivos da não transmissão Referências
12/06/2011   Canadá Realizado às 14h (12h locais) em Montreal, foi interrompido devido às chuvas que atrasaram o desfecho do GP em duas horas. A Globo então optou pelo Brasileirão, alternando sua exibição com flashes da corrida. Após o término dos jogos, o canal exibiu as voltas finais da prova. [84]
18/11/2012   EUA Realizado às 16h (13h locais) na estreia do Circuito das Américas em Austin. Em função da transmissão da antepenúltima rodada do Brasileirão, o SporTV exibiu a prova pela primeira vez ao vivo. A Globo mostrou um videotape próximo à meia-noite. [85][86]
09/06/2013   Canadá Realizado às 15h (13h locais) em Montreal, deu lugar à transmissão do amistoso entre Brasil e França, último jogo da seleção brasileira antes da Copa das Confederações. A corrida foi exibida integralmente no site globo.com. Na TV aberta o restante do GP foi apresentado em videotape perto da meia-noite. [87]
28/07/2013   Hungria Realizado às 09h (13h locais) em Hungaroring, foi transmitido pelo SporTV enquanto a Rede Globo cobria o encerramento da Jornada Mundial da Juventude, e nela o Papa Francisco celebrava a missa de envio ao vivo. [88]
17/11/2013   EUA Realizado às 16h (13h locais) em Austin. Sua transmissão coube ao SporTV enquanto a Globo exibiu a prova na íntegra em videotape à meia-noite ao priorizar, anteriormente, seus compromissos com a transmissão de mais uma rodada do Brasileirão. [89]
02/11/2014   EUA Realizado às 17h (14h locais) em Austin. Foi exibido ao vivo pelo SporTV e num videotape após o Fantástico devido à transmissão do Brasileirão. [90]
25/10/2015   EUA Realizado às 16h (13h locais) em Austin, foi exibido na TV aberta em um compacto de 65 minutos próximo à meia-noite, pois a Globo deu preferência ao Brasileirão. O SporTV transmitiu na TV fechada. O britânico Lewis Hamilton venceu a prova e assegurou o tricampeonato. [91]
01/11/2015   México Realizado às 16h (13h locais) na Cidade do México. A Globo seguiu com o futebol e delegou a prova ao SporTV, a primeira da F1 no país em 23 anos. O GP foi exibido num compacto de 65 minutos perto da meia-noite. A Globo não deixava de exibir duas provas contínuas de F1 desde 1979. [92]
12/06/2016   Canadá Realizado às 15h (13h locais) em Montreal, foi "cedido" pela emissora ao SporTV2 enquanto a Globo exibiu o filme O Reino Proibido no horário destinado ao inicio da corrida no aguardo de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol. [93]
23/10/2016   EUA Realizado às 16h (13h locais) em Austin, foi preterido pelo futebol e entregue ao SporTV. Na TV aberta exibiu-se um compacto da prova após o Fantástico. [94]
30/10/2016   México Realizado às 16h (13h locais) na Cidade do México. Mesmo num domingo sem futebol, a Globo exibiu o Domingão do Faustão intercalando-o com boletins sobre o segundo turno das eleições em 57 cidades do país. A prova foi ao ar via SporTV e pela primeira vez em 37 anos, nenhum GP realizado na América do Norte foi ao ar na TV aberta brasileira. A Globo exibiu um compacto após o Fantástico. [95][96]
11/06/2017   Canadá Realizado às 15h (13h locais) em Montreal, foi "cedido" ao SporTV por conta do Campeonato Brasileiro de Futebol e antes deste foi ao ar o filme Jack: O Caçador de Gigantes. Houve um compacto após o Fantástico. [97]
22/10/2017   EUA Realizado às 16h (13h locais) em Austin, foi transmitido pelo SporTV2 devido à coincidência de horários em relação ao Campeonato Brasileiro de Futebol. Foi exibido um compacto da prova após o UFC Combate Especial, que por sua vez foi ao ar depois do Fantástico, e com isso, a Globo cancelou o Domingo Maior. [98]
29/10/2017   México Realizado às 16h (13h locais) na Cidade do México. Visando a audiência do futebol, a Globo delegou a transmissão para o SporTV2, não obstante o tetracampeonato de Lewis Hamilton. A emissora exibiu um compacto próximo à meia-noite após o Especial Cristiano Ronaldo: O Melhor do Mundo e tal como na semana anterior, o Domingo Maior foi cancelado. [99]
10/06/2018   Canadá Realizado às 15h10 (14h10 locais) em Montreal. Como em anos anteriores, deixou de ir ao ar na Globo para priorizar a transmissão da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol, sendo exibido na íntegra pelo SporTV2 na TV por assinatura. A Rede Globo exibiu um compacto da prova durante a madrugada, após o especial Vozes da Copa, antecedido pelo Fantástico. Para tanto, foi cancelado o Domingo Maior. [100]
24/06/2018   França Realizado às 11h10 (16h10 locais) em Circuito de Paul Ricard, na primeira prova de Fórmula 1 na França após 10 anos. Ao mesmo tempo, a Globo transmitiu os jogos entre Inglaterra x Panamá e Japão x Senegal, válidos pela fase de grupos da Copa do Mundo FIFA de 2018, delegando a exibição da corrida ao SporTV2 e ao globoesporte.com. Foi exibido um compacto da prova após o Domingo Maior. [101][102]
01/07/2018   Áustria Realizado às 10h10 (15h10 locais) em Spielberg. No mesmo dia, a Rede Globo transmitiu a partida entre Espanha x Rússia, válida pela fase oitavas de final da Copa do Mundo FIFA de 2018, com início às 11h00, quase à metade da corrida, cuja transmissão foi do SporTV2 na TV por assinatura e via internet pelo globoesporte.com. Assim como na etapa anterior, foi exibido um compacto da prova após o Domingo Maior. [101]
21/10/2018   EUA Realizado às 15h10 (12h10 locais) em Austin, foi exibido um compacto na TV aberta após o Domingo Maior, pois a Rede Globo deu preferência ao Brasileirão, exibindo antes deste a Temperatura Máxima e o Choque de Cultura. O SporTV2 transmitiu a prova ao vivo na TV por assinatura. [103]
28/10/2018   México Realizado às 16h10 (12h10 locais) na Cidade do México. No mesmo dia, a Rede Globo cobriu o segundo turno das eleições gerais para presidente e governador em quatorze estados e exibiu um compacto após o Domingo Maior, não transmitindo ao vivo o pentacampeonato de Lewis Hamilton. Pela primeira vez a TV aberta abdicou de cinco provas de Fórmula 1 numa mesma temporada, ou 24% do total. No presente caso, a etapa mexicana foi delegada ao SporTV2 na TV por assinatura. [104][105]
09/06/2019   Canadá Realizado às 15h10 (14h10 locais) em Montreal. Como em anos anteriores, deixou de ir ao ar na TV aberta para priorizar a transmissão do jogo amistoso entre Brasil x Honduras, preparatório à Copa América, sendo exibido na íntegra pelo SporTV2 na TV por assinatura e também via internet pelo globoesporte.com. A Rede Globo exibiu um compacto da prova após o Domingo Maior. [106]
27/10/2019   México Realizado às 16h10 (12h10 locais) na Cidade do México, foi exibido um compacto na TV aberta após o Domingo Maior, pois a Rede Globo deu preferência ao Brasileirão, exibindo antes deste a Temperatura Máxima e o Choque de Cultura. O SporTV2 transmitiu a prova ao vivo na TV por assinatura, bem como o globoesporte.com via internet. [107][108]
03/11/2019   EUA Realizado às 16h10 (12h10 locais) em Austin, sendo a corrida que deu o sexto título mundial ao piloto Lewis Hamilton. Foi exibido um compacto na TV aberta após o Domingo Maior, pois a Rede Globo deu preferência ao Brasileirão, exibindo antes deste a Temperatura Máxima e o Choque de Cultura. O SporTV2 transmitiu a prova ao vivo na TV por assinatura e o globoesporte.com fez o mesmo pela internet. [109]

Notas e referências

Notas

  1. Até então o último brasileiro a correr na categoria foi Fritz d'Orey no Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1959.
  2. Para efeitos desta página considera-se a Rede de Emissoras Independentes como detentora dos direitos de transmissão antes que Tupi e Globo assumissem tal encargo.
  3. Dentre os filmes, séries de TV e desenhos exibidos pela emissora nesse período estavam: Viagem Fantástica, Jeannie é um Gênio, Manda-Chuva, The Hardy Boys, Daniel Boone, Viagem ao Centro da Terra, Jonny Quest, Perdidos no Espaço e Os Três Patetas, dentre outros.
  4. Desconsiderando a adoção do horário de verão.
  5. Optamos por inserir o Grande Prêmio da Argentina como marco inicial das transmissões regulares de Fórmula 1 para o Brasil porque a referida prova abriu a temporada de 1972 e assim a contagem leva em conta apenas temporadas completas.
  6. Citamos especificamente o Art. 16 da Lei nº 7.773 de 8 de junho de 1989, que fixou o período de 15 de setembro à 12 de novembro à propaganda eleitoral gratuita referente ao primeiro turno da eleição presidencial.

Referências

  1. «Brasil tem a maior audiência da Fórmula 1. Jornal do Carro (estadao.com.br)». Consultado em 26 de abril de 2016 
  2. «Memória Globo: Fórmula 1 1972». Consultado em 17 de março de 2016 
  3. Emerson Fittipaldi estreia no mundial de pilotos (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 18/07/1970. Esporte, p. 20. Página visitada em 21 de março de 2016.
  4. Emerson faz estreia na Fórmula 1 (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 18/07/1970. Geral, p. 16. Página visitada em 21 de março de 2016.
  5. Emerson Fittipaldi ganha o Grande Prêmio dos EUA (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 05/10/1970. Esportes. p. 10. Página visitada em 21 de março de 2016.
  6. Reginaldo Leme (10 de setembro de 1972). «Emerson larga em sexto, com um plano secreto». acervo.estadao.com. O Estado de S. Paulo. Consultado em 15 de julho de 2020 
  7. Emerson corre hoje no GP da Espanha Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 18/04/1971. Esporte. p. 31. Página visitada em 22 de março de 2016.
  8. Piquete (sic) estréia na Brabham e Emerson larga na 3ª fila (online). Folha de S.Paulo, 08/10/1978. Página visitada em 26 de julho de 2015.
  9. Émerson (sic) é favorito no GP Brasil de Fórmula 1 (online) Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 30/03/1972. Primeiro caderno, Esporte, p. 28. Página visitada em 13 de julho de 2020.
  10. Janos Lengyel (13 de maio de 1972). «Emerson quebra o recorde em Mônaco. Esportes – p. 21». acervo.oglobo.globo.com. O Globo. Consultado em 13 de julho de 2020 
  11. Às 11, TV mostra Emerson saindo na frente (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 14.05.1972. Geral. p. 57. Página visitada em 21 de fevereiro de 2016.
  12. a b «Memória Globo: Fórmula 1 1972». Consultado em 11 de julho de 2020 
  13. a b «Memória Globo: Fórmula 1 1973». Consultado em 11 de julho de 2020 
  14. Fred Sabino (26 de julho de 2018). «De coração brasileiro, húngaro Janos Lengyel marcou época na cobertura da F1». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 11 de julho de 2020 
  15. «Memória Globo: Fórmula 1 1975». Consultado em 11 de julho de 2020 
  16. Fred Sabino (7 de maio de 2018). «Há 40 anos, Reginaldo Leme estreava como comentarista de Fórmula 1 da Globo». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 11 de julho de 2020 
  17. a b c d e f «Não é só Galvão. Veja quem já narrou a F1 pela TV aberta no Brasil (torcedores.uol.com.br)». Consultado em 26 de agosto de 2017 
  18. Paulo Maia (28 de janeiro de 1980). «Televisão mostrou GP de forma confusa». bndigital.bn.gov.br. Jornal do Brasil. Consultado em 11 de julho de 2020 
  19. a b Globo Esporte (11 de setembro de 2013). «Galvão relembra erro em sua estreia na F-1: "Pensei que ia ser demitido"». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 22 de junho de 2020 
  20. Fred Sabino (21 de julho de 2020). «Nos 70 anos de Galvão Bueno, veja curiosidades da trajetória do narrador na Fórmula 1». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 21 de julho de 2020 
  21. «The Official Formula 1 Website». Consultado em 1º de outubro de 2017 
  22. Fred Sabino (23 de janeiro de 2020). «Lotus estreou pintura icônica, Reutemann fez pole na 1ª corrida, e Stewart venceu na Argentina». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 15 de julho de 2020 
  23. Reutemann larga na frente, Emerson em quinto (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 23/01/1972. Geral. p. 36. Página visitada em 22 de março de 2016.
  24. Émerson (sic) larga na 1ª fila hoje na África do Sul (online) Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 04/03/1972. Primeiro caderno, Esporte, p. 22. Página visitada em 13 de julho de 2020.
  25. Emerson escapa de acidente e larga na 1ª fila (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 04/03/1972. Geral. p. 18. Página visitada em 22 de março de 2016.
  26. Hoje é dia de grande espetáculo (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 30/03/1972. Capa. p. 01. Página visitada em 22 de março de 2016.
  27. GP da Espanha: Emerson larga na terceira posição (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 01/05/1972. Esporte. p. 10. Página visitada em 22 de março de 2016.
  28. Emerson bate recorde e é favorito na Espanha (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 01/05/1972. Esporte. p. 47. Página visitada em 22 de março de 2016.
  29. Emerson sai em 3º, atrás de Ickx e Stewart (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 30/07/1972. Geral. p. 51. Página visitada em 22 de março de 2016.
  30. Emerson tenta no Canadá a 6ª vitória do mundial (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 24/09/1972. Esporte. p. 54. Página visitada em 22 de março de 2016.
  31. Emerson começa a última de F-1 na 4ª fila (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 08/10/1972. Geral. p. 57. Página visitada em 22 de março de 2016.
  32. Emerson larga em 2º, ao lado de Dennis Hulme (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 03/03/1973. Geral. p. 17. Página visitada em 22 de março de 2016.
  33. Corrida, só pelas rádios (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 03/03/1973. Geral. p. 17. Página visitada em 22 de março de 2016.
  34. Emerson larga em 4º, mas a TV não mostra (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 17/06/1973. Geral. p. 58. Página visitada em 22 de março de 2016.
  35. Emerson larga ao lado de Stewart na 2ª fila (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 17/06/1973. Esporte. p. 45. Página visitada em 22 de março de 2016.
  36. Chuva prejudica o treino e Emerson sai em 5º (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 23/09/1973. Geral. p. 58. Página visitada em 22 de março de 2016.
  37. Tyrrell derrapa na curva a 240km/h e mata Cevert (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 07/10/1973. Esporte. p. 45. Página visitada em 22 de março de 2016.
  38. Pace larga em 2º; Emerson em 5º, pessimista (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 30/03/1974. Geral. p. 23. Página visitada em 22 de março de 2016.
  39. A cronometragem erra, Regazzoni larga em 1º (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 12/05/1974. Geral. p. 57. Página visitada em 22 de março de 2016.
  40. Os Tyrrell saem na frente, Emerson em 9º (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP). 09/06/1974. Geral. p. 54. Página visitada em 22 de março de 2016.
  41. Emerson larga em terceiro, com boas chances (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 04/08/1974. Geral. p. 55. Página visitada em 22 de março de 2016.
  42. Emerson larga em primeiro no GP do Canadá (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 22/09/1974. Geral. p. 52. Página visitada em 22 de março de 2016.
  43. Pace tem tudo para vencer (online). Folha de S. Paulo, São Paulo (SP), 01/03/1975. Esportes. p. 28. Página visitada em 22 de março de 2016.
  44. Pace larga na frente, junto com o líder Lauda (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 03/08/1975. Geral. p. 57. Página visitada em 22 de março de 2016.
  45. Scheckter larga na 1ª fila, Emerson na 11ª (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 13/06/1976. Geral. p. 47. Página visitada em 22 de março de 2016.
  46. Pace é o 16º, num GP sem TV e mulheres (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 18/07/1976. Geral. p. 42. Página visitada em 22 de março de 2016.
  47. O fim de Lauda? (online). Veja, São Paulo (SP), 11/08/1976. Ed. 414. p. 97. Abril. Página visitada em 22 de março de 2016.
  48. A tocha apaga, fim dos jogos de Montreal (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 02/08/1976. Esportes. p. 09. Página visitada em 22 de março de 2016.
  49. GP dos EUA pode ser adiado pelas chuvas (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 10/10/1976. Geral. p. 57. Página visitada em 22 de março de 2016.
  50. Fitti-1 surpreende e sai ao lado do campeão (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 03/04/1977. Geral. p. 56. Página visitada em 23 de março de 2016.
  51. Andretti sai em 1º, Emerson é o 18º na Suécia (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 19/06/1977. Geral. p. 46. Página visitada em 23 de março de 2016.
  52. Emerson consegue largar, mas em 22º (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 16/07/1977. Geral. p. 17. Página visitada em 23 de março de 2016.
  53. Emerson não consegue largar na Alemanha (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 31/07/1977. Geral. p. 46. Página visitada em 23 de março de 2016.
  54. Lauda e Hunt largam na 1ª fila na Áustria (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 14/08/1977. Geral. p. 46. Página visitada em 23 de março de 2006.
  55. Emerson melhora bem e Andretti larga em 1º (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 28/08/1977. Geral. p. 40. Página visitada em 23 de março de 2016.
  56. Emerson não se classifica para GP da Itália (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 11/09/1977. Geral. p. 45. Página visitada em 23 de março de 2016.
  57. Chuvas mantêm Hunt na pole position (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 02/10/1977. Geral. p. 43. Página visitada em 23 de março de 2016.
  58. GP do Canadá: Villeneuve estreia na equipe Ferrari (online) . O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 09/10/1977. Geral. p. 49. Página visitada em 23 de março de 2016.
  59. A corrida de Andretti no Japão (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 23/10/1977. Geral. p. 51. Página visitada em 23 de março de 2016.
  60. James Hunt vence o acidentado GP do Japão de F-1 (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 24/10/1977. Esporte. p. 20. Página visitada em 23 de março de 2016.
  61. Emerson tenta boa classificação nos EUA (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 02/04/1978. Geral. p. 42. Página visitada em 23 de março de 2016.
  62. Andretti larga em 1º hoje na Bélgica (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 21/05/1978. Geral. p. 45. Página visitada em 23 de março de 2016.
  63. Na Espanha, 1ª fila é da Lotus (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 04/06/1978. Geral. p. 51. Página visitada em 23 de março de 2016.
  64. Watson e Andretti na 1ª fila do GP da França (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 02/07/1978. Geral. p. 42. Página visitada em 23 de março de 2016.
  65. Emerson na 6ª fila; Serra vence (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 16/07/1978. Geral. p. 43. Página visitada em 23 de março de 2016.
  66. Piquet é 12º; Emerson, com o F5-A, 15º (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 08/04/1979. Geral. p. 59. Página visitada em 23 de março de 2016.
  67. TV Globo de volta, mas não mostra todo o GP (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 15/03/1981. Geral. p. 56. Página visitada em 23 de março de 2016.
  68. Piquet chega em 3º no GP (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 16/03/1981. Esporte. p. 17. Página visitada em 23 de março de 2016.
  69. Piquet bate em treino e larga em 6º hoje (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 04/04/1982. Geral. p. 43. Página visitada em 23 de março de 2016.
  70. FIA investiga acidente do GP de Montreal (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 15/06/1982. Geral. p. 26. Página visitada em 23 de março de 2016.
  71. No México, juniores contra tchecos (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 12/06/1983. Esportes. p. 32. Página visitada em 23 de março de 2016.
  72. Piquet bate, volta e vence mais uma (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 25/06/1984. Esportes. p. 22. Página visitada em 23 de março de 2016.
  73. Senna é pole position hoje no GP dos EUA (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 22/06/1986. Página visitada em 23 de março de 2016.
  74. a b «Relembre as corridas de Fórmula 1 que a TV aberta não transmitiu ao vivo (estadao.com)». Consultado em 23 de março de 2016 
  75. BRASIL. Presidência da República. «Lei nº 7.773 de 08/06/1989». Consultado em 23 de março de 2016 
  76. Senna bate novo recorde e sai na pole em Portugal (online). Folha de S. Paulo, São Paulo (SP), 24/09/1989. Esporte. p. 04. Página visitada em 23 de março de 2016.
  77. Fred Sabino (24 de junho de 2020). «Vitória de Prost, ultrapassagem histórica de Mansell e decepção para Senna no México, em 1990». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 15 de julho de 2020 
  78. Olimpíada 2004: Fecho de Ouro (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 30/08/2004. Esportes. p. 38. Página visitada em 24 de março de 2016.
  79. Fred Sabino (19 de junho de 2020). «Quinze anos atrás, corrida de seis carros em Indianápolis entrou para a história da Fórmula 1». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 15 de julho de 2020 
  80. Pneu ofusca duelo de meninos nos EUA (online). Folha de S. Paulo, São Paulo (SP), 19/06/2005. Esporte. p. D-7. Página visitada em 24 de março de 2016.
  81. Brasil pega México com magia e pancada (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 19/06/2005. Esporte. p. D-5. Página visitada em 11 de junho de 2013.
  82. O dia em que a F-1 virou circo (online). O Estado de S. Paulo, São Paulo (SP), 20/06/2005. Esportes. p. 48. Página visitada em 24 de março de 2016.
  83. Fiéis chegam de madrugada para ver missa em Aparecida (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 13/05/2007. Brasil. p. A-10. Página visitada em 24 de março de 2016.
  84. «GP do Canadá foi o mais longo da História na F-1 (lancenet.com)». Consultado em 11 de junho de 2013 
  85. «Globo opta pelo futebol, e GP dos EUA vai ser transmitido ao vivo no domingo pelo SporTV (grandepremio.com)». Consultado em 24 de março de 2016 
  86. «TV Globo confirma que não transmitirá GP dos EUA ao vivo»  - iG São Paulo, 14 de novembro de 2012
  87. Longa espera (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 09/06/2013. Folha na Copa. p. D-2. Página visitada em 24 de março de 2016.
  88. «SporTV transmite GP da Hungria ao vivo neste domingo, enquanto Globo exibe visita do Papa (grandepremio.com)». Consultado em 24 de março de 2016 
  89. «Domingo tem Grêmio x Fla, GP dos EUA de F-1 e muito mais no SporTV (sportvnews)». Consultado em 24 de março de 2016 
  90. «Nico sai da sombra de Hamilton e dá o troco com a pole nos EUA; Massa é 4º (globoesporte.com)». Consultado em 24 de março de 2016 
  91. «Prévia: sem TV aberta no Brasil, Hamilton tem primeiro match point da F1 2015 (grandepremio.com)». Consultado em 25 de outubro de 2015 
  92. «Programação da TV: retorno da F1 ao México e etapa decisiva da Nascar em Martinsville são atrações do fim de semana (grandepremio.com)». Consultado em 24 de março de 2016 
  93. «Globo descarta GP do Canadá no domingo e registra primeiro fim de semana sem qualquer transmissão ao vivo da F1 (grandepremio.com)». Consultado em 12 de junho de 2016 
  94. «Hamilton vence nos EUA, mas Nico é 2º e pode ser campeão já no México (globoesporte.com)». Consultado em 26 de outubro de 2016 
  95. «Hamilton faz pole para GP do México e vê Rosberg assegurar 2º lugar no fim (globoesporte.com)». Consultado em 13 de novembro de 2016 
  96. «Hamilton vence no México; Nico é 2º e pode levar título com triunfo no Brasil (globoesporte.com)». Consultado em 13 de novembro de 2016 
  97. «Hamilton garante 1º lugar no grid do Canadá e iguala Senna com 65 poles na F1 (globoesporte.com)». Consultado em 11 de junho de 2017 
  98. «Globo confirma opção por futebol, e GP dos EUA será transmitido no SporTV (uolesporte.com)». Consultado em 22 de outubro de 2017 
  99. «GP às 10: Decisão da Globo de exibir GPs dos EUA e México no SporTV é compreensível. Não fiquem bravos (grandepremio.com)». Consultado em 29 de outubro de 2017 
  100. Marson, Leonardo (6 de junho de 2018). «GP do Canadá de F1 será exibido ao vivo pelo Sportv». Racing. Consultado em 10 de junho de 2018 
  101. a b «GloboEsporte.com transmite ao vivo os GPs da França e da Áustria de Fórmula 1 (globoesporte.com)». Consultado em 24 de junho de 2018 
  102. «Por jogo da Copa do Mundo, transmissão ao vivo do GP da França fica com SporTV. Globo exibe compacto». Grande Prêmio. 19 de junho de 2018. Consultado em 24 de junho de 2018 
  103. «Hamilton confirma favoritismo, faz a pole para o GP dos EUA e se aproxima do pentacampeonato (globoesporte.com)». Consultado em 21 de outubro de 2018 
  104. «Ricciardo surpreende no final e conquista a pole para o GP do México. Hamilton é 3º, Vettel o 4º (globoesporte.com)». Consultado em 1º de novembro de 2018 
  105. «Hamilton sofre com pneus, mas é 4º e conquista pentacampeonato da F1. Verstappen vence no México (grandepremio.com)». Consultado em 1º de novembro de 2018 
  106. Ricco, Flávio (7 de junho de 2019). «"Domingo Espetacular" tem programa demais para conteúdo de menos». UOL. Consultado em 7 de junho de 2019 
  107. «Max Verstappen é punido, perde a pole e vai largar em 4º no GP do México. Leclerc larga em primeiro». globoesporte.com. 26 de outubro de 2019. Consultado em 31 de outubro de 2019 
  108. «Lewis Hamilton vence no México e fica a apenas quatro pontos do hexacampeonato na Fórmula 1». globoesporte.com. 27 de outubro de 2019. Consultado em 31 de outubro de 2019 
  109. Andrade, Vinícius (2 de novembro de 2019). «Corrida do título da Fórmula 1 ao vivo pode 'sumir' da Globo pelo terceiro ano seguido». Notícias da TV - UOL. Consultado em 2 de novembro de 2019 

Ver tambémEditar