Transportes Coletivos do Barreiro

Os Transportes Coletivos do Barreiro (T.C.B., estilizado como TCB) são uma empresa portuguesa de transporte rodoviário coletivo de passageiros. Operam uma frota de 74 viaturas[1] e transportam anualmente, desde 1995, 20 milhões de passageiros.[2] O seu serviço foi alargado à Moita em 2016[3], e complementado pelo serviço TCBikes em 2017, aquando do 60.º aniversário da empresa[4].

Serviços Municipalizados de Transportes Coletivos do Barreiro
Slogan
  • Mobilidade sustentável
  • Sempre presentes, no futuro da mobilidade
Fundação 1957 (há 62 anos)
Sede Av. dos Resistentes Antifascistas
Lavradio, Barreiro
Área(s) servida(s)
Proprietário(s) Câmara Municipal do Barreiro
Presidente Frederico Rosa
Marcas TCBikes
Serviços
  • Transporte rodoviário coletivo de passageiros
  • Partilha de bicicletas de mobilidade
Website oficial http://www.tcbarreiro.pt/
Parque de recolha do Lavradio, em 2020, evidenciando a mudança em curso nas librés, de vermelho para verde.

HistóriaEditar

 
Logótipo anterior

Fundados em 1957 como Serviço de Transportes Colectivos de Pessoas, os T.C.B. existiram até recentemente[quando?] como os S.M.T.C.B.Serviços Municipalizados de Transportes Colectivos do Barreiro, autonomizados como empresa municipal.

A frota dos T.C.B. foi complementada em 2009 com sete novos veículos: cinco Volvo B7RLE Marcopolo mídi, para operação regular, e dois Toyota CaetanoBus Optimo 2K, para alugueres.[5]

 
Autocarros dos T.C.B. no terminal fluvial, em 2011.

Em 2012, o vereador responsável na C.M.B. e vogal da administração da empresa, Rui Lopo (P.C.P.), declarou que esta «gere este setor de forma mais próxima e consequentemente melhor» e que a «privatização não é encarada como hipótese».[6] Conflitos entre funcionários e a administração agudizaram-se em 2014, com convocação de greves.[7]. Em novembro de 2014, a concelhia do P.S. exprimia a sua preocupação com o «desinvestimento na manutenção do material circulante» da empresa, realçando que esta é um «serviço público raro, apenas existente em cinco concelhos no país»[obs. 1] e anunciando-se «contra qualquer forma de privatização».[8]

Em 2017 foi aprovada uma renovação total da frota, com a aquisição de sessenta autocarros a gás natural faseada ao longo de três anos num investimento total de 18 M, o maior jamais realizado pela C.M.B.[9] Com esta renovação, os T.C.B. destacaram-se entre as empresas de camionagem que «ajudarão a descarbonizar a mobilidade nacional, movidos com tecnologias amigas do ambiente»[10], detendo 30 dos 715 novos autocarros menos poluentes adquiridos em Portugal em 2019.[11]

CarreirasEditar

 
Postalete de paragem da 02 e da 701, em 2020.
 
Passageiros da 3, em 2012.

Rede fim de semanaEditar

Rede noturnaEditar

Carreiras extintasEditar

Ao longo dos anos muitas carreiras foram alteradas, nas suas designações e/ou percursos, e várias foram recriadas e/ou eliminadas:[34][35][21]

TCBikesEditar

Desde 2017, os T.C.B. disponiblizam um serviço partilhado de bicicletas urbanas.[4]

Observações

  1. Braga, Aveiro, Coimbra, Portalegre, e Barreiro.[8]

Referências

  1. Frota, em arquivo
  2. SMTCB » A Sua Companhia. Todos os Dias, em arquivo
  3. PÚBLICO. «Transportes Colectivos do Barreiro vão começar a circular na Moita» 
  4. a b «O 60º aniversário dos TCB trouxe bicicletas partilhadas ao Barreiro | Smart Cities» 
  5. Leandro FERREIRA: “Transportes Colectivos do Barreiro adquirem 7 veículosTransportes XXI (2009.07.30)
  6. Barreiro discutiu transportes públicos : “Hoje é difícil imaginar o Barreiro sem Transportes Coletivos”Agência de Notícias (2012.09.18)
  7. Motoristas dos Transportes Coletivos do Barreiro avançam para greveExpresso (2014.09.24)
  8. a b Transportes Coletivos do Barreiro preocupa PS : Socialistas estão contra qualquer tipo de privatização dos TCBAgência de Notícias (2014.11.21)
  9. Leandro FERREIRA: “Assembleia Municipal do Barreiro aprova aquisição de 60 autocarrosTransportes XXI (2017.01.17)
  10. André Pinotes BATISTA: “Após o circo, a saia e o cerco: os transportes e a mobilidade : A aposta no transporte público constitui um desígnio de coesão nacional.Público (2019.11.05)
  11. Liliana VALENTE: “PS: Entre o passado da “geringonça” e o futuro da humanidadePúblico (2019.09.24)
  12. Horário oficial da carreira 1 em 2012 (arquivado)
  13. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t Diagrama de Rede” T.C.B.: 2019.11
  14. Horário oficial da carreira 2 em 2012 (arquivado)
  15. Foto de 2020.
  16. a b Horário oficial da carreira 3A em 2012 (arquivado)
  17. Horário oficial da carreira 5 em 2012 (arquivado)
  18. Horário oficial da carreira 4 em 2012 (arquivado)
  19. Horário oficial da carreira 8A em 2012 (arquivado)
  20. Horário oficial da carreira 91 em 2012 (arquivado)
  21. a b c d e f g h i j k l m n Carreiras / Horários / Percursos, em arquivo
  22. Horário oficial da carreira 6A em 2012 (arquivado)
  23. Horário oficial da carreira 7A em 2012 (arquivado)
  24. Horário oficial da carreira 8 em 2012 (arquivado)
  25. Horário oficial da carreira 8A em 2012 (arquivado)
  26. Horário oficial da carreira 9 em 2012 (arquivado)
  27. Horário oficial da carreira 10 em 2012 (arquivado)
  28. Horário oficial da carreira 14 em 2012 (arquivado)
  29. Horário oficial da carreira 15 em 2012 (arquivado)
  30. Horário oficial da carreira 16A em 2012 (arquivado)
  31. Horário oficial da carreira 17 em 2012 (arquivado)
  32. Horário oficial da carreira 18A em 2012 (arquivado)
  33. Horário oficial da carreira 71 em 2012 (arquivado)
  34. Diagrama da rede em 2012 (arquivado)
  35. Novas carreiras em 2012 (arquivado)
  36. Horário oficial da carreira 72 em 2012 (arquivado)
  37. Horário oficial da carreira 150 em 2012 (arquivado)
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Transportes Coletivos do Barreiro

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre transportes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.