Abrir menu principal
Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

A Trasladação é a romaria que antecede o Círio de Nazaré. Consegue congregar mais de 1 milhão de pessoas na noite do sábado que antecede o domingo do Círio, em Belém.

OrigemEditar

O termo correto é "Trasladação" em português Brasileiro.

A primeira Trasladação aconteceu em 1793. Na véspera da procissão, o pároco levava a imagem primeiro para a capela do Palácio do Governo e depois para a Catedral. Ele era acompanhado apenas por um pequeno grupo de pessoas. Atualmente, a Trasladação é praticamente um outro Círio.

A Trasladação é o mais tradicional entre os eventos que antecedem o Círio. Começou na noite anterior ao primeiro Círio de Nazaré, em 1793.

A procissão originou-se de uma circular do governador da época, Dom Francisco de Souza Coutinho, determinando que a imagem da Virgem fosse conduzida da igreja onde estava para a capela do Palácio do Governo, de onde sairia o Círio na manhã seguinte. Desde então, a tradição vem sendo cumprida.

A procissão geralmente é longa. Em 2000, por exemplo, durou das 17 horas de sábado a uma da madrugada de domingo.

Ao longo de todo o trajeto o povo se aglomera nas ruas transversais ao cortejo para ver à passagem da Berlinda, que conduz a imagem da Virgem de Nazaré.

No domingo a imagem será levada, bem cedo, para a grande procissão do Círio, que é considerada uma das maiores romarias católicas do mundo, por reunir cerca de 2,5 milhão de pessoas nas ruas de Belém.

Ver tambémEditar