Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Cessão mexicana.

O Tratado de Guadalupe Hidalgo foi o tratado de paz que pôs fim à Guerra Mexicano-Americana (1846-1848). O tratado previa a cessão de territórios do México aos Estados Unidos, com uma área total de 1,36 milhões de km², em troca de 15 milhões de dólares. Os Estados Unidos concordaram ainda assumir cerca de 3,5 milhões de dólares de dívidas mexicanas a cidadãos americanos.[1]

A cessão incluía partes dos actuais estados norte-americanos de Colorado, Arizona, Wyoming e Novo México bem como a totalidade dos actuais estados de Utah, Califórnia e Nevada. Os restantes territórios dos actuais estados do Arizona e Novo México foram posteriormente cedidos pelo México na Compra Gadsden.

O tratado foi assinado em 2 de Fevereiro de 1848 por Nicholas P. Thrist em representação dos Estados Unidos e por três representantes plenipotenciários do lado do México, em Guadalupe Hidalgo, ligeiramente a norte da Cidade do México. Seria ratificado pelo senado dos Estados Unidos em 10 de Março e a 19 de Maio pelo governo mexicano. Os instrumentos de ratificação foram trocados em 30 de Maio em Querétaro.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar

  1. Vine, David (2015) “Base Nation How U.S. Military Bases Abroad Harm America and The world,” Metropolitan Books, New York.