Abrir menu principal
"Treehouse of Horror XXV"
"A Casa da Árvore dos Horrores - Parte XXV" (BR)
556.º episódio da 26.ª temporada de Os Simpsons
Informação geral
Escrito por Stephanie Gillis[1]
Produzido por Al Jean
Transmissão original {{{data original}}}
Convidados
Cronologia
"Super Franchise Me"

Treehouse of Horror XXV é o quarto episódio da vigésima sexta temporada do seriado de animação de comédia de situação The Simpsons, sendo exibido originalmente na noite de 19 de outubro de 2014 pela Fox Broadcasting Company (FOX) nos Estados Unidos. É também o vigésimo quinto episódio de Halloween da série.

No episódio, Bart e Lisa são transportados para um universo alternativo cheio de demônios após Bart ler um conjunto de símbolos aramaicos que ele encontra embaixo de sua mesa; Os Simpsons são assombrados por uma família de fantasmas que são seus rostos anteriores, na época do The Tracey Ullman Show; A gangue da Laranja Mecânica do Moe é interrompida quando Dum(Homer) se apaixona por uma garota(Marge), que faz com que ele desista da vida de vândalo.

Índice

EnredoEditar

Sequência de AberturaEditar

O episódio não possui uma sequência de abertura habitual. Neste, Kang e Kodos estão um especial de TV, onde todos os convidados famosos foram torturados.

Escola é um InfernoEditar

O Diretor Skinner coloca Bart em detenção, e, enquanto tira o pó de uma mesa, encontra uma inscrição em aramaico. Lisa usa um aplicativo para traduzi-lo, eles são transportados para o inferno, que é uma escola. Bart se destaca nos assuntos diabólicos e pede aos seus pais que o deixem estudar lá permanentemente. Para seu teste final, ele deve torturar Homer; apesar da hesitação de Bart, Homer deixa ele. Um Homer desfigurado entrega para Bart um diploma de graduação como orador da turma.

Amarela MecânicaEditar

Moe tem uma gangue em Londres, conhecida como Amarela Mecânica, juntamente com Lenny, Carl e Homer. Homer se apaixona por uma garota (Marge) que o convence a desistir da gangue, e sua turma se desfaz. Anos mais tarde, Moe é atacado em casa, em um estilo similar aos antigos caminhos de sua gangue, e pede que Homer traga o grupo de volta, os policiais Lenny e Carl que juntam-se a eles novamante. Eles atacam uma orgia mascarada.

Os OutrosEditar

Em uma paródia do filme Os Outros, a família Simpson encontra inexplicáveis ​​milk-shakes de chocolate fosco e a televisão da casa só mostra Casado com uma Criança. Após um fantasma atacar durante o sono, Homer convoca outros fantasmas, que é a antiga família do The Tracey Ullman Show. Homer é atraído para o fantasma Marge, que ele prefere o antigo Homer mal-humorado, de modo que o ciúme de Marge mata-se para tornar-se um fantasma. O fantasma Homer fica com ciúmes e o Homer vivo morre com uma torradeira. Bart finge suicídio para se juntar aos fantasmas, enganando Lisa, que se mata. O fantasma de Lisa assassina Bart como forma de vingança. O Zelador Willie leva cadáveres das crianças para fazer guisado, e fica implícito que ele matou Maggie. Homer escolhe sua mulher moderna sobre o fantasma mais velho. Na manhã seguinte, à mesa do café, Lisa pergunta se poderia haver outras encarnações dos Simpsons, e uma gama de famílias Simpson com base em outras animações é mostrado. O segmento termina com a versão original do Homer, sem sucesso, tentando fotografar um bom retrato das duas famílias, uma homenagem direta ao curta "Retrato de Família", do The Tracey Ullman Show.

ProduçãoEditar

O episódio foi escrito por Stephanie Gillies e dirigido por David Silverman. As estrela convidadas são John Ratzenberger e Biz Markie.[2][3][4] O vídeo do segmento "A Clocwork Yellow" foi revelado na Comic Con, em Julho de 2014.[5]

O produtor executivo Al Jean, em entrevista a Entertainment Weekly, falou sobre o terceiro segmento do episódio, destacando as vozes das versões anteriores da família: "As pessoas se lembram de Dan(Homer), mas Nancy(Bart) é diferente também, foi inferior ao registrar, e você pode ver na diferença neste segmento. Foi muito engraçado para obter a interação(entre as duas versões dos Simpsons) e para os atores verem a evolução das vozes. A grande coisa é que já tínhamos o elenco contratado para o Tracey Ullman dos Simpsons". Ele também revelou: "Nós demos a entender que eles foram assassinados e enterrados sob a casa, de modo que as pessoas expandirão esse pensamento: se as pessoas querem um banho de sangue real, no Halloween elas vão obtê-lo."

Referências CulturaisEditar

No primeiro segmento, Bart acidentalmente abre um portal para "Super Hell", onde o personagem de quadrinhos Hot Stuff, a Little Devil foi enviado para ver como seus quadrinhos são.

O segmento "A Clockwork Yellow" é uma paródia de um filme de Stanley Kubrick, A Laranja Mecânica. O mesmo segmento inclui outros filmes de Stanley Kubrick, incluindo De Olhos Bem Fechados, Nascido para Matar, Barry Lyndon, e 2001: Uma Odisséia no Espaço. O diretor é mostrado em uma ilha de edição e pede todo o filme ser refeito, em referência ao seu perfeccionismo.

O final do terceiro segmento apresenta a família Simpson em uma variedade de estilos de TV e cinema, incluindo Pixar, Hora de Aventura, Attack on Titan, One Piece, Naruto, Bleach, Pokémon, A Viagem de Chihiro, os Minions de Meu Malvado Favorito, South Park e da série de TV Archer, assim como em "A Ilha do Dr. Hibbert", no episódio Treehouse of Horror XIII. Também aparecem os Simpsons em Legos, de Brick Like Me. Os Simpsons franceses que apareceram na couch gag do episódio Diggs também são encontrados neste segmento.

RecepçãoEditar

AudiênciaEditar

O episódio foi visto em sua exibição original por 7,76 milhões de telespectadores, recebendo uma quota de 3,6/10 na demográfica 18-49. O show foi o terceiro mais assistido da FOX naquela noite, sendo beneficiado pela alta audiência dos programas NFL Overrun(26,98 milhões de telespectadores) e The OT(13,78 milhões de telespectadores).[6]

CríticaEditar

Dennis Perkins, do The A.V. Club, deu ao episódio um B, elogiando a qualidade cinematográfica dos dois primeiros segmentos, embora tenha concluído que o terceiro foi o mais pobre. Ele ficou impressionado com a forma como as referências a Stanley Kubrick no segundo segmento usam de uma grande originalidade ao invés de ser uma "lista de verificação superficial".[7]

Referências

  1. [1]
  2. [2]
  3. A 'Simpsons' crossover with... 'The Simpsons'? - Entertainment Weekly Página acessada em 15/10/2014.
  4. (SI 25-21) The Futon Critic Página acessada em 15/10/2014
  5. Fowler, Matt (26 de Julho de 2014). «SDCC 14: THE SIMPSONS' TREEHOUSE OF HORROR DOING CLOCKWORK ORANGE, WEIRD AL TO PERFORM SONGS FROM THE SHOW, MORE». IGN. Consultado em 15 de Outubro de 2014 
  6. Kondolojy, Amanda (21 de Outubro de 2014). «Sunday Final Ratings: 'The Simpsons' & 'Madam Secretary' Adjusted Up; 'Mulaney' Adjusted Down». TV by the Numbers. Zap2it. Consultado em 21 de Outubro de 2014 2014  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. Perkins, Dennis (20 de Outubro de 2014). «The Simpsons: "Treehouse Of Horror XXV"». The A.V. Club. Consultado em 20 de Outubro de 2014