Abrir menu principal

Trenes Argentinos Operaciones

Trenes Argentinos Operaciones
Trenes arg operac logo.png
Logo da empresa
CSR Retiro 3.jpeg
Trem metropolitano de Buenos Aires.
Informações
Local Argentina
Tipo de transporte Ferroviário
Website Trenes Argentinos

Trenes Argentinos Operaciones (legalmente Operadora Ferroviaria S.E.) é uma empresa estatal argentina criada em 2008 pela presidente Cristina Kirchner. É encarregada da prestação dos serviços de transporte ferroviário de passageiros. Integra a Trenes Argentinos junto a outras empresas estatais do setor ferroviário.

HistóriaEditar

Desde a privatização da Ferrocarriles Argentinos durante o governo de Carlos Menem, a Argentina havia deixado de contar com uma empresa ferroviária nacional. Em 2008, durante o governo da presidente Cristina Fernández de Kirchner são criadas a Operadora Ferroviaria Sociedad del Estado (SOFSE) e a Administración de Infraestructuras Ferroviarias Sociedad del Estado (ADIF).

Em 2010, a empresa assumiu os Serviços Ferroviários do Chaco (SEFECHA) na província de Chaco. Em 2011, passa a operar os serviços regionais nas províncias de Salta e Buenos Aires.[1]

A partir da criação do Ministério argentino do Interior e Transporte, em 2012, a empresa passou a desempenhar um papel mais importante na política ferroviária, assumindo a administração de cinco das sete linhas de trens metropolitanos da Grande Buenos Aires (Belgrano Sur, Mitre, San Martín, Sarmiento e Roca), que estavam sob concessão da privada Trenes de Buenos Aires.[2] No mesmo ano, passa a operar trens de longa distância para as províncias de La Pampa, Córdoba, Tucumán e Santa Fé, além de serviços em Entre Ríos.[3]

Em 2013, a SOFSE e a ADIF se transformam na Trenes Argentinos Operaciones, responsável pelo transporte de passageiros. Desde 2015, a empresa integra a Trenes Argentinos, empresa que administra a totalidade da rede ferroviária do país[4], funcionando como organismo coordenador de distintas unidades específicas, responsáveis pelo desenvolvimento e mantimento da infraestrutura ferroviária, da prestação de serviços de passageiros e de serviços de cargas e logística.

Serviços prestados pela Trenes Argentinos OperacionesEditar

Trens MetropolitanosEditar

 
Interior de um trem metropolitano operado pela Trenes Argentinos.
Trens Metropolitanos de Buenos Aires
  • Linha Belgrano Sur
    • Puente Alsina-Aldo Bonzi
    • Bs. As.-González Catán
    • Bs. As.-Marinos del Belgrano
  • Linha Mitre
    • Retiro-Tigre -> Victoria-Capilla del Señor
    • Retiro-Bartolomé Mitre
    • Retiro-José León Suárez -> Villa Ballester-Zárate
 
Estação Palermo da Linha San Martín.
  • Linha General Roca
    • Constitución-La Plata (vía Quilmes)
    • Costitucion-Bosques (vía Quilmes)
    • Temperley-Haedo
    • Constitucion-Ezeiza -> Ezeiza-Cañuelas -> Cañuelas-Lobos/Monte
    • Constitución-Alejandro Korn -> Alejandro Korn-Chascomús
    • Constitucion-Claypole -> Claypole-J. M. Gutiérrez
  • Linha San Martín
    • Retiro-Dr. Cabred
  • Linha Sarmiento
    • Once-Moreno
    • Merlo-Lobos
    • Moreno-Mercedes
  • Tren de la Costa
    • Maipu-Delta
Interior do país

Serviços interurbanosEditar

 
Interior de um trem interurbano operado pela Trenes Argentinos.
Província de Buenos Aires

Este serviço é prestado duas vezes por semana unindo as províncias de Buenos Aires e La Pampa, e anda pelos ramais Once - Bragado, Bragado - Realicó e Realicó - General Pico (operado por um trem Materfer).

Serviço correspondente a Linha Roca, anteriormente operado pela UGOFE. Esse serviço é prestado quatro vezes por semana e é operado desde março de 2015.

  • Trem Buenos Aires - Mar del Plata

Desde dezembro de 2014, a empresa estatal comanda os serviços que vão de Constitución até a Costa atlântica.

Província do Chaco

Serviço interurbano dentro da Província del Chaco através do ramal Belgrano. Há um trem diário para cada sentido.[5]

Serviço interprovincial entre as províncias de Chaco e Santa Fe através do ramal Belgrano. Há um trem diário para cada sentido.[6]

Província de Córdoba
Província de Entre Ríos
 
Trem de longa distância em Bahía Blanca.
Província de Salta
Serviço Retiro - Rosario

Serviços de longa distânciaEditar

Serviços a Córdoba, Santa Fé e Tucumán

Em 2013, anunciou-se a estatização dos serviços operados pela empresa Ferrocentral.[7]

Ligações externasEditar

Referências

  1. «El Gobierno oficializó la reestatización de los trenes - Diario Clarín». www.ieco.clarin.com 
  2. «El Gobierno avanza en la reestatización de los trenes - Infonews». www.infonews.com 
  3. «Avanza la estatización del servicio del Mitre, San Martín y Belgrano Sur - Diario Uno de Entre Ríos». www.unoentrerios.com.ar 
  4. «Revista Interna de Trenes Argentinos Operadora Ferroviaria» (PDF). Trenes Argentinos. Consultado em 9 de outubro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 13 de março de 2016 
  5. SOFSE. «Horarios Saenz Peña - Chorotis». Consultado em 2 de outubro de 2013. Arquivado do original em 19 de janeiro de 2014 
  6. SOFSE. «Horarios Resistencia - Los Amores». Consultado em 2 de outubro de 2013. Arquivado do original em 19 de janeiro de 2014 
  7. «Nuevos Servicios a Córdoba y San Miguel de Tucumán - SOFSE». web.archive.org