Trenes de Buenos Aires

Trenes de Buenos Aires (TBA)
TBA Logotipo.svg
empresa privada
Fundação 27 de maio de 1995 (24 anos)
Sede Buenos Aires
Empregados 4340
Website oficial www.tbanet.com.ar

Trenes de Buenos Aires (TBA) foi uma empresa argentina que explorou em regime de concessão ate 2012[1] a operação do serviço de passageiros na Grande Buenos Aires das linhas Mitre e Sarmiento da Rede ferroviária argentina. Nas vias do Ferrocarril Mitre também existiram serviços de passageiros executados pela TBA nas cidades de Rosario e Santa Fé. Além disso formou junto com Ferrovías, Metrovías e o Estado argentino, a Unidad de Gestión Operativa que administra de forma provisória o serviço de passageiros dos ferrocarriles San Martín, Belgrano Sur e Roca.

HistóriaEditar

 
Trenes do Buenos Aires

A empresa que começou a operar o serviço em maio de 1995, transportava em 2004 cerca de 180,6 milhões de passageiros/ano e mantinha um serviço de 1000 trens diários.[2] Desde 2001[3]

A empresa é propriedade do consórcio Cometrans S.A.,[4] um conglomerado de empresas dedicadas ao transporte coletivo na Argentina cujo principal acionista é a família famila Cirigliano.[5]

Desde 2012, a operação dos trens metropolitanos de Buenos Aires é controlada pela empresa estatal Trenes Argentinos, criada pela presidente Cristina Kirchner.

Referências

Ligações externasEditar