Trois couleurs: Rouge

filme de 1994 dirigido por Krzysztof Kieślowski

Trois couleurs: Rouge (Brasil: A Fraternidade É Vermelha / Portugal: Três Cores: Vermelho[1]) é um filme polonês, francês e suíço de 1994, do gênero drama, dirigido pelo cineasta polonês Krzysztof Kieślowski.

Trois couleurs: Rouge
Três Cores: Vermelho (PRT)
A Fraternidade É Vermelha (BRA)
Trois couleurs: Rouge
 França
1994 •  cor •  99 min 
Género drama
Direção Krzysztof Kieślowski
Roteiro Krzysztof Piesiewicz
Krzysztof Kieślowski
Elenco Irène Jacob
Jean-Louis Trintignant
Música Zbigniew Preisner
Lançamento França 14 de Setembro de 1994
Idioma francês
Cronologia
Trois couleurs: Blanc

É o terceiro filme da trilogia das cores, baseada nas três cores da bandeira francesa e nas três palavras do lema da Revolução Francesa - liberdade, igualdade e fraternidade. O filme completa a trilogia e trata do ideal da fraternidade.

Sinopse editar

Valentine está dirigindo seu carro de volta para casa quando atropela algo em seu caminho. Ao descer do veículo, encontra uma cachorrinha ferida, com o endereço de seu dono na coleira. Assim, ela passa a conhecer a pessoa que iria alterar o curso de sua vida: um juiz aposentado, que termina seus dias espionando as conversas telefônicas de seus vizinhos. Por trás deste estranho comportamento, está o enigma de um homem cujo motivo vital é tomar posse da intimidade daquelas pessoas e acompanhar passo a passo o desenrolar de seus destinos.

Elenco editar

  • Irène Jacob.... Valentine
  • Jean-Louis Trintignant.... juiz
  • Frédérique Feder… Karin
  • Jean-Pierre Lorit.... Auguste
  • Samuel de Freitas.... fotógrafo
  • Marion Stalens.... veterinário
  • Teco Celio.... barman
  • Leonardo Gabardo.... vizinho
  • Juliette Binoche.... Julie
  • Zbigniew Zamachowski.... Karol Karol
  • Benoít Régent.... Olivier

Principais prêmios e indicações editar

Oscar 1995 (EUA)

BAFTA 1995 (Reino Unido)

  • Indicado nas categorias de melhor filme em língua não inglesa, melhor atriz (Irène Jacob), melhor roteiro adaptado e melhor diretor (Prêmio David Lean).

Globo de Ouro (EUA)

  • Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro (Polônia e Suíça).

Festival de Cannes 1994 (França)

Prêmio César 1995 (França)

  • Venceu na categoria de melhor música para cinema.
  • Indicado na categoria de melhor filme, melhor diretor, melhor ator (Jean-Louis Trintignant), melhor atriz (Irène Jacob), melhor som e melhor roteiro - original ou adaptado.

Prêmio Bodil 1994 (Dinamarca)

  • Venceu na categoria de melhor filme em língua estrangeira.

Independent Spirit Award 1995 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor filme estrangeiro (França, Polônia e Suíça).

Ver também editar

Referências

  1. «Três Cores: Vermelho». Cinema.sapo. Consultado em 7 de janeiro de 2012. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2010 

Ligações externas editar