Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Tromba (desambiguação).


Trombo é solidificação dos constituintes normais do sangue, dentro do sistema cardiovascular, no animal vivo, limitando o fluxo normal do sangue. O processo de formação dessa massa sólida é chamado trombose e deve ser diferenciado da coagulação extravascular (hemostasia) e da coagulação post mortem. [1][2] Trombos ocorrem mediante agregação plaquetária, diferentemente da coagulação sanguínea, que ocorre pela formação de polímeros de fibrinogênio (fibrina).

Trombo
Diagrama de um trombo (coágulo sanguíneo) que bloqueou uma válvula de vaso sanguíneo
Especialidade Cirurgia vascular
Classificação e recursos externos
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 
Animação da formação de um trombo oclusivo numa veia: algumas plaquetas ligam-se às pregas da válvula da veia, apertando a abertura e fazendo com que mais plaquetas e glóbulos vermelhos se agreguem e coagulem. A coagulação do sangue não movimentado, em ambos os lados do bloqueio, pode propagar um coágulo em ambos os sentidos.

São considerados três tipos de trombo: trombo hemostático, trombo venoso e trombo arterial. As proteínas envolvidas na sua formação se produzem no fígado humano e são encontradas em todo o sangue.

O primeiro é fisiológico e os dois seguintes são patológicos.

Em seres humanos, trombos podem formar-se em consequência de cirurgias, uso de válvula cardíaca artificial, mudanças no(s) vaso(s) sanguíneos, deficiência de coagulação do sangue (congênita ou por doenças).

Entre os fatores que favorecem a ocorrência de trombose, incluem-se:

Referências

  1. Alterações Circulatórias: trombose. Patologia em Hipertexto. UFMG.
  2. Trombose: conhecer fatores de risco e agir rápido previnem complicações. Por Cristina Almeida. VivaBem. UOL, 2 de junho de 2020.


  Este artigo sobre patologia é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.