Abrir menu principal

Tupanatinga é um município brasileiro do estado de Pernambuco.

Município de Tupanatinga
Bandeira de Tupanatinga
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 20 de dezembro
Fundação 20 de dezembro de 1963
Gentílico tupanatinguense
Prefeito(a) Silvio Roque (PP)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Tupanatinga
Localização de Tupanatinga em Pernambuco
Tupanatinga está localizado em: Brasil
Tupanatinga
Localização de Tupanatinga no Brasil
8° 45' 10" S 37° 20' 24" O8° 45' 10" S 37° 20' 24" O
Unidade federativa Pernambuco
Mesorregião Agreste Pernambucano IBGE/2008[1]
Microrregião Vale do Ipanema IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Ao norte, Sertânia; ao sul, Itaíba; a leste Buíque e a oeste, Ibimirim.
Distância até a capital 281 km
Características geográficas
Área 795,638 km² [2]
População 27 304 hab. estimativa IBGE/2019[3]
Densidade 34,32 hab./km²
Altitude 714 m
Clima Semiárido BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,519 baixo PNUD/2010[4]
PIB R$ 124 862 mil IBGE/2012[5]
PIB per capita R$ 4 999 87 IBGE/2012[5]

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 08º45'12" sul e a uma longitude 37º20'23" oeste, estando a uma altitude de 710 metros. Possui uma área de 795,64 km² e sua população, conforme estimativas do IBGE de 2019, era de 27 304[3] habitantes.

Administrativamente, é composto apenas pelo distrito sede e pelos povoados de Cabo do Campo, Mata Verde, Boqueirão e Baixa Grande.

FronteirasEditar

  • Norte - Com Sertânia, começa na foz do Riacho das Galinhas, no Riacho do Mel, sobe por este até a foz do Riacho Mimoso.
  • Leste - Com Buíque, começa na foz do Riacho Mimoso, no Riacho do Mel, daí em reta para o ponto mais alto da Serra da Mina Grande, daí em reta para a nascente do Riacho Mota, desce por este até sua foz no Riacho do Pinto ou Pilões, desce por este até sua foz no Rio Ipanema, desce por este até a foz do Riacho Mandacaru.
  • Sul - Com Itaíba, começa na foz do Riacho Mandacaru, no Rio Ipanema sobe o Riacho Mandacaru até sua nascente, daí em reta para a nascente do Riacho São Gonçalo.
  • Oeste - Com Ibimirim, começa na nascente do Riacho São Gonçalo, em reta para a extremidade oriental da Serra do Quiridalho, daí em reta para a foz do Riacho das Galinha, no Riacho do Mel, ponto inicial.

RelevoEditar

O município está localizado no Polígono das Secas. O relevo é movimentado. As altitudes variam entre 650 e 900 metros.

VegetaçãoEditar

A vegetação nativa é composta pela caatinga hiperxerófila.

HidrografiaEditar

O município situa-se nos domínios das bacias hidrográficas do rio Ipanema e do rio Moxotó. Seus principais tributários são os riachos: da Casa de Pedra, do lambedor, Paus de Leite, do Mel, do Socorro, Grota Serra Verde, Mina Grande, do macaco, da Barra, Mandacaru, dos Porcos, Riachão e Mandacaruzinho, todos de natureza intermitente. Ainda há acúmulo de água nas lagoas das Cobras, da Samambaia e do Jucá.

EconomiaEditar

Agricultura, pecuária e comércio. Principais produtos: Feijão em grão, milho em grão, mandioca e castanha de caju. (Fonte IBGE - Censo Demográfico 2000)

Festividades TradicionaisEditar

  • Festa da Padroeira Santa Clara - comemora-se no período de 7 a 16 de julho.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. a b «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de outubro de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2014 

Ligações externasEditar