Turnês de Kelly Key

As turnês de Kelly Key já percorreram países de todo o continente da América do Sul, além de passar pelos Estados Unidos, Portugal, Angola, Japão e Itália. Em 2002 iniciou sua primeira turnê, Kelly Key Tour, passando não só pelo Brasil, mas também por países da Europa como Portugal e Espanha, além da América Latina.[1] Em 2003 anunciou sua segunda turnê, a Ao Vivo e do Meu Jeito, e, em 2004 a turnê Por Causa de Você: O Show, estreando-a no Canecão e sob sua própria direção artística.[2] Kelly passou pelo Japão com uma série de shows na turnê.[3] Em 17 de julho de 2005 estreou a turnê O Filme Já Vai Começar Tour, sua terceira série de shows,[4] renovando seu repertório com as novas faixas.[5] Na mesma época cantou para 50 mil pessoas na Avenida Paulista no protesto da Central Única dos Trabalhadores (CUT).[6] Em 2006 estreia a turnê Por que Não?,[7] passando pelo Japão pela segunda vez da carreira.[3]

Em 2008 inicia a Turnê 100%, unindo a divulgação de sua coletânea com seu próximo disco e passando por cidades de todo Brasil e também Angola, Estados Unidos e Portugal.[8] Em 2010, durante seu hiato da música, realizou uma turnê promocional de férias intitulada Holiday Tour, passando também por boates, sendo uma série de shows descompromissado apenas para suprir a demanda enquanto Kelly dedicava-se à carreira televisiva.[9] Em 16 de abril de 2011 lança a turnê In The Night Tour,[10] passando apenas por casas de show LGBT com suas antigas canções remixadas.[11] No mesmo ano cantou para 150 mil pessoas durante a Parada gay de Florianópolis.[12] Em 2012 realiza sua segunda turnê promocional, a Shaking Tour, para promover a faixa "Shaking (Party People)".[13][14]

Kelly Key TourEditar

Kelly Key Tour
Turnê de Kelly Key
Local   Brasil
Álbum associado Kelly Key
En Español
Remix Hits
Data de início 14 de janeiro de 2002
Data de fim 19 de fevereiro de 2003
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Turnê Ao Vivo e do Meu Jeito
(2003–04)
 

Kelly Key Tour foi a primeira turnê oficial da cantora brasileira de música pop Kelly Key, iniciada em 14 de janeiro de 2002, na cidade do Rio de Janeiro, passando por outras cidades brasileiras e, na sessão internacional dos shows, em países como Argentina, Chile e Portugal.[15] O repertório da turnê é baseado em seu primeiro álbum, o homônimo Kelly Key, adicionado ao decorrer de 2002 os remixes do disco Remix Hits.[16][17]

DesenvolvimentoEditar

"Um dia normal da cantora começa às 6h. Às vezes, a rotina de shows sequer a deixa dormir. Kelly até pediu o último dia 29 de abril inteiro para dormir, antes de encarar 48 horas seguidas de compromissos. Conseguiu, mas não descansou. Cuidou da filha no Rio."

— Reportagem da Isto É Gente sobre a rotina de shows de Kelly em 2002.[18]

A turnê baseava seu repertório em seu primeiro álbum, o homônimo Kelly Key.[18] Devido ao sucesso Kelly realizava cerca de 25 shows mensais, sendo que seu contrato previa no minimo dois diários, entre a sexta e o domingos.[19] Porém na época a cantora chegava a fazer até quatro por dia, alternando os horários, que corriam entre o final da tarde e a madrugada.[19] O cachê da turnê era um dos mais caros daquele ano, em torno de 12 mil reais, sendo que em rendimentos atualizados para a década de 2010 acentuaria-se em torno de 200 mil reais.[19]

Segundo Kelly, durante entrevista para a Isto É Gente, ela só tinha tempo para se comer durante as entrevistas e os shows, sendo que a alimentação era composta por fast food pela falta de tempo e espaço para levar uma cozinheira particular.[19] Entre os dias 30 e 31 de abril a cantora também realizou uma maratona de apresentações em 48 seguidas.[19] Para promover seu primeiro álbum em língua espanhola, intitulado En Español, Kelly levou sua turnê para os países da América Latina, trazendo no repertório apenas as versões nesta língua.[20] Na época a cantora também passou pela Angola realizar alguns concertos, onde acabou conhecendo o futebolista e empresário Jaime "Mico" Pedro Freitas, que viria a se tornar seu marido.[21]

Em novembro de 2002 Kelly iniciou uma fase da turnê com shows em casas noturnas para promover sua coletânea de remixes, Remix Hits, trazendo apenas uma nova canção no repertório, "I Deserve It", versão da cantora estadunidense Madonna.[22] Entre janeiro e fevereiro de 2003 Kelly viajou para a Europa e Estados Unidos para realizar diversos shows.[23] A última data da turnê foi em 19 de fevereiro, quando Kelly se apresentou na quinquagésima quarta edição do Festival Internacional da Canção de Viña del Mar para 15 mil pessoas.[24]

ControvérsiasEditar

Em abril de 2002, durante um show, um dos fãs tentou tirar um brinco de Kelly à força para levar de recordação, acabando por rasgar sua orelha direita. Na ocasião a cantora desmarcou os shows seguintes para tratar-se.[18] Em maio foi convidada para abrir os shows da turnê Dream Within a Dream Tour, da cantora Britney Spears, que passaria por cinco cidades brasileiras em setembro daquele ano.[25] Porém isso nunca veio a acontecer, uma vez que a produção de Britney desistiu de trazer a turnê ao Brasil, encerrando-a antes.[25]

Atos de aberturaEditar

RepertorioEditar

Brasil, Estados Unidos, Europa e África
  1. Intro
  2. "Escondido"
  3. "Cachorrinho"
  4. "Bolada"
  5. "Só Quero Ficar"
  6. "Baba"
  7. "Anjo"
  8. "Tudo Com Você"
  9. "Brincar De Amor"
  10. "Quem é Você"
  11. "Viajar no Groove"
  12. "Baba" (remix)
América Latina
  1. "A Escondidas"
  2. "Cachorrito"
  3. "Enfadada"
  4. "Sólo Quiero Quedar"
  5. "Ángel"
  6. "Tudo Com Você"
  7. "Brincar De Amor"
  8. "Quién Eres Tú?"
  9. "Viajar no Groove"
  10. "Babe"
Brasil (apenas boates)
  1. "Escondido"
  2. "Cachorrinho"
  3. "Só Quero Ficar"
  4. "Baba"
  5. "I Deserve It"
  6. "Anjo" (Summer Beat Mix)
  7. "Viajar no Groove"
  8. "Baba" (DJ PM Só Love Extended Mix)

Turnê Ao Vivo e do Meu JeitoEditar

Turnê Ao Vivo e do Meu Jeito
Turnê de Kelly Key
Álbum associado Do Meu Jeito
Data de início 19 de abril de 2003
Data de fim 17 de junho de 2004
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Kelly Key Tour
(2002–03)
Por Causa de Você: O Show
(2004)
 

Turnê Ao Vivo e do Meu Jeito foi a segunda turnê da cantora brasileira de música pop Kelly Key, iniciada em 19 de abril de 2003 na cidade do Rio de Janeiro, passando diversas cidades brasileiras, além do Japão e Europa. O repertório da turnê é baseado em seu segundo álbum, Do Meu Jeito.

DesenvolvimentoEditar

"Fiz um show que foi maravilhoso, mas não tinha a minha cara. Agora quero gerenciar tudo. Até porque quem está em cima do palco sou eu e sei o que meu público quer."

— Kelly sobre a turnê em entrevista para a Revista Quem em 2003.[18]

Durante a produção da turnê Kelly dispensou suas duas estilistas, alegando que elas impunham figurinos contra sua vontade e que não condiziam com seu estilo: "Minhas ex-estilistas me mandavam colocar roupas que eu não gostava. Aí cortei. Me visto como quero".[26] Além disso Kelly também decidiu não contratar um diretor, passando a dirigir seu próprio show.[27] No repertório Kelly uniu as canções de sucesso de seu primeiro álbum, com as inéditas do segundo, Do Meu Jeito, incluindo ainda algumas versões de outros artistas. As representações incluíram "Como Eu Quero", de Kid Abelha, "Ojos Asi, de Shakira", "Holiday", de Madonna, e dois medley: um com "Já Sei Namorar" e "Velha Infância", dos Tribalistas, e outro com clássicos da Jovem Guarda, com "Banho de Lua", "Estúpido Cupido" e "Biquíni de Bolinha Amarelinha", de Celly Campello.[28] Entre 2 e 15 de maio de 2004 realizou sete shows no Japão, retornando ao país para mais dois em junho, antes de levar a turnê para a Europa, incluindo Itália, Espanha e França.[29]

GravaçãoEditar

Em 27 de julho Kelly gravou seu primeiro DVD durante sua apresentação da turnê Canecão, trazendo na equipe seis membros na banda e sete bailarinos, tendo a coreografia criada pelo instrutor Eduardo Neves, a direção de Karina Ades e a produção da Academia de Filmes.[30] O terceiro trabalho foi lançado em três formatos, sendo eles apenas o álbum, apenas o DVD e também um box contendo o álbum ao vivo e o álbum Do Meu Jeito, o DVD e uma fita VHS alternativa.[31] O trabalho foi lançado em 20 de janeiro de 2004 sob o nome de Kelly Key - Ao Vivo,[32] trazendo três versões diferentes, sendo em disco, DVD e um box especial contendo ambos.[33]

Atos de aberturaEditar

RepertorioEditar

Brasil
  1. "Escondido"
  2. "Adoleta"
  3. Medley: "Já Sei Namorar" / "Velha Infância (cover de Tribalistas)
  4. "Quién Eres Tú?"
  5. "Anjo"
  6. "Por Causa de Você"
  7. "Como Eu Quero" (cover de Kid Abelha)
  8. "Só Quero Ficar"
  9. "A Loirinha, o Playboy e o Negão"
  10. "Então Beija"
  11. "Não Sou Tão Fácil Assim"
  12. "Chic, Chic"
  13. "Ojos Asi" (cover de Shakira)
  14. "Holiday" (cover de Madonna)
  15. "Baba"
  16. Medley: "Banho de Lua" / "Estúpido Cupido" / "Biquíni de Bolinha Amarelinha" (cover de Celly Campello)
  17. "Cachorrinho"
África, Europa e Japão
Brasil (apenas boates)

Por Causa de Você: O ShowEditar

Por Causa de Você: O Show
Turnê de Kelly Key
Álbum associado Ao Vivo
Data de início 15 de agosto de 2004
Data de fim 2 de dezembro de 2004
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Turnê Ao Vivo e do Meu Jeito
(2003–04)
Turnê O Filme Já Vai Começar
(2005–06)
 

Por Causa de Você: O Show foi a terceira turnê oficial da cantora brasileira de música pop Kelly Key. Foi iniciada em 15 de agosto de 2004 na casa de shows Canecão, no Rio de Janeiro.

DesenvolvimentoEditar

A turnê foi totalmente dirigida pela própria cantora, sendo seu segundo trabalho na direção de seus shows.[35] Diversas modificações foram realizadas na estrutura de apresentações, dentre elas explosões de fogos e a incorporação e o apoio de dois corpos de baile diferentes: seus dançarinos adultos, intitulados Five Key, que já a acompanhavam anteriormente, e um ballet infantil de dança de rua no medley de canções da década de 1960.[35] O repertório foi composto por canções dos dois primeiros álbuns, presentes em seu DVD Ao Vivo, trazendo também as versões de "Lindo Balão Azul", de Guilherme Arantes, "Superfantástico", do Balão Mágico, e os medleys "Já Sei Namorar" e "Velha Infância", dos Tribalistas, e "Banho de Lua", "Estúpido Cupido" e "Biquíni de Bolinha Amarelinha", de Celly Campello.

A estreia da turnê aconteceu em 15 de agosto de 2004 na casa de shows Canecão, no Rio de Janeiro, tendo na plateia a presença das atrizes Bruna Marquezine, Juliana Silveira e Ana Beatriz Cisneiros.[36] O lançamento da turnê veio em direção ao anuncio de Kelly de que estava grávida de seu segundo filho, um mês antes, portanto realizaria uma série de shows para suprir a demanda da época em que entraria de licença-maternidade.[37] Os shows percorram cidades brasileiras até 2 de dezembro.[38] Na época Kelly foi questionada por fãs da Espanha se não levaria a turnê para o país, porém pela gravidez a cantora não preferiu não viajar internacionalmente.[39]

Recepção da críticaEditar

Marcos Paulo Bin do portal Universo Musical foi positivo sobre o show, declarando que Kelly acertou ao atender o pedido do público em manter os primeiros sucessos no repertório, dizendo ainda que o destaque é o medley de canções da Jovem Guarda.[40] O jornalista também declarou que Kelly manteve o sucesso pelo dinamismo no palco: "Mais do que vender bem, ela tem o mérito de manter o sucesso a cada novo trabalho. Ao contrário do que muitos disseram, Kelly Key não foi um vento passageiro".[40]

RepertórioEditar

Brasil
  1. "Escondido"
  2. "Adoleta"
  3. Medley: "Já Sei Namorar" / "Velha Infância (cover de Tribalistas)
  4. "Lindo Balão Azul" (cover de Guilherme Arantes) / "Superfantástico" (cover de Balão Mágico)
  5. "Quién Eres Tú?"
  6. "Anjo"
  7. "Por Causa de Você"
  8. "Como Eu Quero" (cover de Kid Abelha)
  9. "Só Quero Ficar"
  10. "A Loirinha, o Playboy e o Negão"
  11. "Então Beija"
  12. "Chic, Chic"
  13. "Baba"
  14. Medley: "Banho de Lua" / "Estúpido Cupido" / "Biquíni de Bolinha Amarelinha" (cover de Celly Campello)
  15. "Cachorrinho"
  16. "Adoleta" (remix)

Turnê O Filme Já Vai ComeçarEditar

Turnê O Filme Já Vai Começar
Turnê de Kelly Key
Álbum associado Kelly Key
Data de início 7 de julho de 2005
Data de fim 11 de março de 2006
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Por Causa de Você: O Show
(2004)
Turnê Por que Não?
(2006–07)
 

Turnê O Filme Já Vai Começar foi a quarta turnê da cantora brasileira de música pop Kelly Key, iniciada em 7 de julho, na cidade do Rio de Janeiro, passando por outras cidades brasileiras sob o repertório baseado em seu terceiro álbum de estúdio, o homônimo Kelly Key.[41] Kelly convidou Marlene Mattos para dirigir a série de shows, porém com a incompatibilidade acabou dirigindo ela mesma. A turnê foi baseada em uma história com começo e fim dentro do universo cinematográfico, com cenário e roupas inspiradas em filmes.[41]

DesenvolvimentoEditar

Durante a preparação para a turnê Kelly perdeu 25kg para retornar aos palcos, os quais ela havia ganhado na gravidez meses antes.[42] Em entrevista ao Diário Popular ela disse que realizou uma dieta proteica, sessões de ginástica localizada e drenagem linfática: "Larguei tudo para amamentar o Vitor. Para recuperar a forma fechei a boca. Perdi 20 quilos em apenas quatro meses. Em época de turnê, consumir as 1,5 mil calorias diárias recomendadas não é fácil".[43] Após o início da turnê Kelly passou a levar nas viagens uma barra de 8 quilos, duas caneleiras de 10 quilos cada e duas anilhas de 20 quilos cada para poder malhar nos hotéis antes de subir ao palco.[44]

Kelly convidou Marlene Mattos para dirigir a série de shows, que recusou por conta dos compromissos, levando Kelly à realizar a direção por si mesma.[45] A turnê foi baseada em uma história com começo e fim, onde a cantora contava uma história dentro do universo cinematográfico, com cenário e roupas inspiradas em grandes filmes clássicos como ...E o Vento Levou e Django.[41] Kelly foi acompanhada por seus bailarinos, intitulados Five Key.[41]

A estreia da turnê foi em 7 de julho de 2005 no Canecão, no Rio de Janeiro, repetindo o local de escolha de suas últimas duas digressões.[43] O repertório era composto pelas faixas de seu novo álbum, incluindo "Barbie Girl", "Bad Boy", "Escuta Aqui Rapaz", "Já Não Somos Mais Livres", "Tô Te Dando Mole", "É Chamego ou Xaveco" e "Papinho", totalizando uma média de 1h15 de apresentação.[41] Durante o show de 12 de outubro Kelly cantou junto com Felipe Dylon no no Parque de Eventos da Universidade do Chopp.[46]

Recepção da críticaEditar

A revista Isto É Gente foi positiva sobre a turnê e declarou que foi um "retorno em grande estilo para quem havia ficado sete meses afastada dos palcos".[43] Inês Portugal do jornal Diário Popular elogiou a presença de palco de Kelly e a interação com o público, dizendo que ela era "muito simpática" e estava em uma "excelente fase" de sua carreira.[42] Arthur Dapieve do Observatório da Imprensa revelou que o crítico inglês Alex Bellos, da MTV Europe, ao assistir Kelly disse que se ela cantasse em língua inglesa, "ia arrebentar no planeta".[47]

Atos de aberturaEditar

RepertórioEditar

Brasil
  1. Intro
  2. "O Filme Já Vai Começar"
  3. "Adoleta"
  4. "Barbie Girl"
  5. "Chic, Chic"
  6. "Sou Neném"
  7. "Bad Boy"
  8. "Escuta Aqui Rapaz"
  9. "Anjo"
  10. "Por Causa de Você"
  11. "Já Não Somos Mais Livres"
  12. "Escondido"
  13. "Tô Te Dando Mole"
  14. "É Chamego ou Xaveco"
  15. "Papinho"
  16. "A Loirinha, o Playboy e o Negão"
  17. "Baba"
  18. "Cachorrinho"
  19. "Barbie Girl" (bis)

Turnê Por que Não?Editar

Tunnê Por que Não?
Turnê de Kelly Key
Álbum associado Por que Não?
Data de início 25 de novembro de 2006
Data de fim 7 de outubro de 2007
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Turnê O Filme Já Vai Começar
(2005–06)
Turnê 100%
(2008–09)
 

Turnê Por que Não? foi a quinta turnê da cantora de música pop brasileira Kelly Key, iniciada em 25 de novembro de 2006 na casa de shows Canecão, na cidade do Rio de Janeiro, passando por várias cidades brasileiras. O repertório do disco foi baseado em seu álbum Por que Não?, lançado naquele ano.[51]

DesenvolvimentoEditar

Durante a preparação para a turnê Kelly decidiu renovar seus dançarinos do Five Key, visando criar novas coreografias e acreditando que precisava de um corpo de baile mais jovem.[7] Para isso ela realizou em agosto de 2006 uma seleção para escolher os novos bailarinos, os quais deveriam ter entre 18 e 23 anos e residir no Rio de Janeiro ou mudar-se para lá caso escolhido pela rotina de ensaios.[7] A cantora recebeu cerca de mil inscrições, das quais foram contratados seis, dentre eles Lorena Simpson, que iria a se tornar cantora futuramente.[52] A estreia da turnê foi em 25 de novembro de 2006 no Canecão, no Rio de Janeiro como foi realizado em suas digressões anteriores.[53] O repertório do disco foi baseado em seu álbum Por que Não?, lançado naquele ano, incluindo as novas faixas "Pegue e Puxe", "Analista", "Shake Boom", "Me Pega de Jeito", "Chamada a Cobrar", "Por que Não?" e "Toda Linda".[51] Kelly realizou em torno de 100 shows com a turnê.[54]

Problemas de saúdeEditar

Em 25 maio de 2007 Kelly anuncia o cancelamento de seus próximos shows, uma vez que havia sido diagnosticada com dengue e teria que ficar de repouso por um mês.[55] Após a recuperação Kelly retomou os ensaios para poder voltar aos palcos, porém, em 28 daquele mês, fraturou a perna em em uma coreografia e teve que imobiliza-la com uma bota ortopédica, ficando mais um mês de repouso.[56] Seu retorno à turnê foi em 21 de julho para realizar os shows de encerramento da última semana da turnê.[56] O último show seria em 7 de outubro, porém Kelly teve uma crise alérgica e cancelou a apresentação, finalizando a turnê antes.[57]

Atos de aberturaEditar

RepertórioEditar

Turnê 100%Editar

Turnê 100%
Turnê de Kelly Key
Álbum associado 100%
Data de início 20 de janeiro de 2008
Data de fim 6 de setembro de 2009
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Turnê Por que Não?
(2006–07)
In the Night Tour
(2011–12)
 

Turnê 100% foi a sexta turnê da cantora de música pop brasileira Kelly Key, sendo também a primeira digressão de compilação, voltada apenas em divulgar os antigos sucessos inclusos na coletânea 100%. Foi iniciada em 20 de janeiro de 2008 na casa de shows Canecão, na cidade do Rio de Janeiro, passando por várias cidades brasileiras.

DesenvolvimentoEditar

Kelly começou a produzir a turnê em dezembro de 2007, sendo a primeira produzida pela Som Livre após a mudança de gravadora.[59] Em entrevista ao website Ego revelou que ensaiou com sua equipe até o último dia daquele ano para poderem tirar uma breve férias antes da estreia: "Passei a semana toda ensaiando com a minha banda e com o ballet para o show, que está ficando lindo. Espero novos desafios e novas conquistas".[59] A turnê estreou em 20 de janeiro de 2008 na casa de shows Canecão, na cidade do Rio de Janeiro.[59] A direção foi realizada novamente por Kelly, sendo que ela também selecionou os figurinos e a sequência de trocas.[60]

Foi a primeira digressão voltada especificamente à seus sucessos anteriores, presentes nos álbuns Kelly Key (2001), Do Meu Jeito (2003), Kelly Key (2005) e Por que Não?, como parte do processo de divulgação de sua primeira coletânea, 100%. Como inéditas na turnê foram incluídas "Super Poderosa", "Você é o Cara" e "Quando a Noite Cai", além da versão de "Can't Get You Out of My Head", de Kylie Minogue. Em alguns shows a cantora também interpretou "Agora Eu Tô Solteira", de Valesca Popozuda.[61] Durante as viagens de shows Kelly realizava sessões de ioga para liberar a tensão.[62] Em entrevista para o UOL também revelou que à caminho da apresentação ouvia canções de 50 Cent, Snoop Dogg, Ciara, Avril Lavigne e Charlie Brown Jr. para poder relaxar antes: "No caminho para o show, gosto de ouvir e assistir aos videoclipes de hip hop. Esses sons me ajudam a relaxar".[63] Em setembro de 2009 se apresentou no Japão, passando pelas cidades de Gunma, Oizumi e Toyohashi.[64][65]

GravaçãoEditar

Em 18 de janeiro de 2008, durante entrevista ao UOL Kelly revelou que pretendia gravar um novo DVD depois de julho.[60] Em 20 de julho Kelly se apresenta no Citibank Hall, no Rio de Janeiro, gravando seu show, porém o trabalho nunca foi lançado ou os vídeos liberados.[66]

Atos de aberturaEditar

RepertórioEditar

Brasil e Japão
  1. "Super Poderosa"
  2. "Pegue e Puxe"
  3. "Escondido"
  4. "Shake Boom"
  5. "Anjo"
  6. "Você é o Cara"
  7. "Por Causa de Você
  8. "Quando a Noite Cai"
  9. "Baba"
  10. "Ciúme"
  11. "Can't Get You Out of My Head" (cover de Kylie Minogue)
  12. "Só Quero Ficar"
  13. "Barbie Girl"
  14. "Analista"
  15. "Agora Eu Tô Solteira" (cover de Valesca) (interpretada em shows selecionados)
  16. "Chic, Chic"
  17. "Adoleta"
  18. "Cachorrinho"

In The Night TourEditar

 Ver artigo principal: In The Night Tour

Turnês promocionaisEditar

Holiday TourEditar

Holiday Tour
Turnê promocional de Kelly Key
Álbum associado Nenhum específico
Data de início 16 de janeiro de 2010
Data de fim 5 de dezembro de 2010
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Turnê Controle
(2014–15)
 

Holiday Tour foi a primeira turnê promocional da cantora de música pop brasileira Kelly Key, iniciada em 16 de janeiro de 2010 em São Sebastião.[72] A turnê não teve um álbum-base específico, sendo apenas uma forma da cantora continuar em contato com os palcos durante o período em que esteve com a carreira musical em pausa. Com a digressão Kelly voltou a se apresentar em boates LGBT, onde não realizava shows mais desde 2005.[73]

Desenvolvimento

"Pensei em um formato especial para essas boates. Considero o som dos clubes gays o melhor para ouvir na noite."

— Kelly em entrevista ao website Ultimate sobre o retorno aos shows em boates LGBT.[73]

No final de 2009 Kelly rompe o contrato com sua gravadora, a Som Livre, e anuncia uma pausa na carreira musical para focar-se apenas como apresentadora,[74] uma vez que havia assinado contrato com a Rede Record para se tornar apresentadora do Hoje em Dia.[75] No entanto, devido à demanda de showso, Kelly decidiu lançar uma nova turnê de maneira informal, sem o compromisso de ter shows todos os finais de semana, conciliando apenas quando não tivesse gravações de seus programas.[76] A turnê não teve um álbum-base, trazendo apenas uma compilação de seus singles lançados antes, além de uma verão pop de "Borboletas", de Victor & Leo.[77]

A turnê estreou em 16 de janeiro de 2010 em São Sebastião.[78]Kelly também voltou a realizar shows em boates e casas noturnas LGBT, uma vez que não se apresentava mais nas madrugadas desde 2005, quando deu à luz seu segundo filho.[79] O show direcionado às danceterias trouxe um repertório mais enxuto, incluindo também sua nova canção, "K Diferente",[80] além de go-go boys e um figurino inspirado na cantora estadunidense Lady Gaga.[81] Em 21 de abril, durante apresentação na Metrópole Club, em Recife, Kelly recebeu a participação especial da cantora Stefhany.[82]

Recepção da crítica

O portal Ultimate destacou o público diversificado em seu show, dizendo que "a cantora é adorada por crianças, idosos e também pelos gays que imitam suas coreografias", e as canções de Kelly são populares nas apresentações, fazendo o público cantar junto.[73] Anrea Beijo da revista Bloco Beijo disse que Kelly "conquistou o público" durante o show em Iguatu, no Ceará, e fez a melhor apresentação que já havia passado pela cidade, acrescentando que, particularmente, estava "apaixonada pelo trabalho dela" e que "conhecer ela é algo que está marcado para sempre".[83]

Repertório

Turnê ControleEditar

Turnê Controle
Turnê promocional de Kelly Key
Álbum associado No Controle
Data de início 24 de outubro de 2014
Data de fim 15 de dezembro de 2015
N.º de apresentações 13
Cronologia de turnês de Kelly Key
 
Holiday Tour
(2010)
 

Turnê Controle é a segunda turnê promocional da cantora de música pop brasileira Kelly Key, visando divulgar seu retorno ao cenário musical.[84]

Desenvolvimento

Kelly anunciou que o título de sua nova digressão promocional seria Turnê Controle, visando divulgar seu novo trabalho, No Controle.[85] Em 24 de outubro de 2014 a turnê se iniciou na boate Viva Hall, em Juiz de Fora, com o repertório e figurino renovados.[86] Diferente do esperado nenhuma outra canção do álbum No Controle, exceto a faixa-título, foi inserida no repertório. Foram inclusos seus singles anteriores, as canções "Ciúme" e "Só Quero Ficar", presentes em seus dois primeiros álbuns, além da versão de "O Amor e o Poder", da cantora Rosana, e das faixas em língua inglesa "Craving For the Summer" e "Shaking (Party People)".[87] Kelly também apresentou as versões de "Show das Poderosas", de Anitta, e "Beijinho no Ombro", de Valesca.[88][89] O cachê da turnê custa em média R$ 42 mil reais por concerto, sendo um dos mais altos do país.[90]

Recepção da crítica

Stéfanie Medeiros do portal Olhar Direto foi positivo e disse que Kelly estava fazendo um show "sacudido, envolvente e renovado", trazendo "batida sensual e dançante" e "teclados estilo anos 80 e 90, refrãos com forte apelo pop e melodias doces".[91] O portal O Documento disse que os visuais de Kelly nos shows viraram "febre" na internet e elogiou a forma física da cantora no palco.[92]

Atos de abertura
Repertório
Brasil
  1. "Escondido"
  2. "Baba"
  3. "Controle"
  4. "Shaking (Party People)"
  5. "Let It Glow"
  6. "Show das Poderosas" (cover de Anitta)
  7. "Beijinho no Ombro" (cover de Valesca)
  8. "Barbie Girl"
  9. "O Amor e o Poder" (cover de Rosana) (remix)
  10. "Craving for the Summer"
  11. "Turn Around"
  12. "Quarto 313"
  13. "Ciúme"
  14. "Só Quero Ficar"
  15. "Pegue e Puxe"
  16. "Cachorrinho"
  17. "Adoleta"
  18. "Controle" (bis)
Datas
Data Cidade País Local
Parte 1
24 de outubro de 2014 Juiz de Fora Brasil Viva Hall[94]
25 de outubro de 2014 Rio de Janeiro Grêmio Unidos da Tijuca[95]
11 de novembro de 2014 Itinga Centro de Eventos[96]
29 de novembro de 2014 Curitiba Cats Club[97]
Parte 2
31 de janeiro de 2015 Tobias Barreto Brasil Carnatobias[98]
16 de fevereiro de 2015 Bacabal Centro Cultural[99]
14 de março de 2015 Belo Horizonte NaSala[100]
21 de março de 2015 Cuiabá HotSpot[101]
22 de maio de 2015 Nova Odessa Praça dos Três Poderes[102]
20 de junho de 2015 Balneário Camburiú Levion Night Club
Parte 3
12 de outubro de 2015 Ilhabela Brasil Campo do Peii[103]
17 de outubro de 2015 Brasília Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha[104]
15 de dezembro de 2015 Rio de Janeiro Casa de Shows da Tradição[105]

Outras apresentações notáveisEditar

Ano Cidade Local Notas
2005 São Paulo Avenida Paulista Apresentação realizada em 1 de maio de 2005 para 50 mil pessoas na Avenida Paulista durante o protesto da Central Única dos Trabalhadores (CUT), onde Kelly foi madrinha.[6][106]
2015 Rio de Janeiro FNAC Pocket show realizado em 26 de março de 2015 na livraria FNAC marcando o lançamento do disco No Controle.[107]
Repertório
  1. "Controle"
  2. "Turn Around"
  3. "Quarto 313"
  4. "Quem É"
  5. "Meu Anjo"
  6. "Por Causa de Você" / "Viajar no Groove" (acústico)
  7. "Cachorrinho" / "K Diferente" (acústico)
  8. "Ciúme" / "A Loirinha, o Playboy e o Negão" (acústico)
  9. "Pegue e Puxe" / "O Problema É Meu" / "Anjo" (acústico)
  10. "Shaking (Party People)"
  11. "Let It Glow"
2016 Rio de Janeiro Circo Voador Apresentação realizada ao lado de Anitta, interpretando suas faixas juntas em 2 de janeiro de 2016.[108]

DançarinosEditar

Entre 2001 e 2002, durante a divulgação do primeiro álbum, Kelly tinha três dançarinos que a acompanhava nas apresentações de televisão. Em 2003 o grupo ganhou o nome de FiveKey e passou a contar com Drika Marinho, Ana Paula Paiva e Léo, além de Joe Joe e Wallace, que já trabalhavam com ela desde 2001.[109] Em 2006 houve uma renovação do grupo através de concurso para escolher os novos dançarinos, sendo que apenas Joe Joe continuou da formação original.[110]

1ª formação (2001–02)
  • Bruno Maggio
  • Jojo Vibe
  • Wallace Souza
2ª formação (2003–06)
  • Ana Paula Paiva
  • Drika Marinho
  • Jojo Vibe
  • Léo
  • Wallace Souza
3ª formação (2006–09)

Referências

  1. «Edição 210 27/05/2002». Revista Época. 14 de abril de 2011 
  2. «Kelly Key estréia show no Canecão». Terra. 14 de abril de 2011 
  3. a b «Kelly Key embarca para o Japão para uma serie de shows». Globo. 14 de abril de 2011 
  4. «Kelly Key lança seu quarto CD». Correio de Uberlândia. 14 de abril de 2011 
  5. «Kelly Key e Felipe Dylon presenteiam as crianças». O Fuxico. 14 de abril de 2011 
  6. a b «Relembre a trajetória da cantora Kelly Key». UOL. 14 de abril de 2011 
  7. a b c «Kelly Key seleciona bailarinos para novo show». O Fuxico. 14 de abril de 2011 
  8. «Kelly Key fala de shows em Portugal». UOL. 14 de abril de 2011 
  9. «Kelly Key retorna a Rio Preto com seus hits dançantes». Diario Web. 14 de abril de 2011 
  10. «Kelly Key lança turnê nova intitulada IN THE NIGHT TOUR». Vidag. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 22 de março de 2012 
  11. «Turnê nova de Kelly Key tem como alvo publico gay». Maringay. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 [ligação inativa]
  12. «Floripa ferve com show de Kelly Key na Concorde e Parada Gay». UOL. 14 de abril de 2011. Consultado em 15 de junho de 2013. Arquivado do original em 15 de janeiro de 2014 
  13. «Kelly Key lançará a turnê "Shaking" num live show cheio de performances com seus bailarinos». Vidag. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 [ligação inativa]
  14. «Kelly Key lna Blue Space». Parou Tudo. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  15. «Conheça Kelly Key». Fashion Blog. 22 de dezembro de 2011 
  16. «Kelly Key». Mikael Bezerra. 22 de dezembro de 2011 
  17. «Kelly Key cantará no Rodeio e Exposição de Penápolis em setembro». Unisite. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  18. a b c d «Kelly Key exibe forma fisica em abertura de nova turne no Rio». Terra 
  19. a b c d e «Musa Baba Baby». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  20. «Kelly Key en Español». RYM. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  21. «Kelly Key vai ao teatro com o namorado». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  22. «Primeiro trabalho de Kelly Key é lançado». Amazon. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  23. «Nevasca nos EUA faz Kelly Key se atrasar para Festival no Chile». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  24. a b «Kelly Key concorre ao título de rainha em Viña del Mar». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  25. a b «Kelly Key abre show de Britney no Brasil» (PDF). Globo. 14 de abril de 2011 
  26. «A porta-bandeira do novo feminismo». Revista Quem. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  27. «Kelly Key na capa da Revista Quem». Revista Quem. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  28. «Como serão os DVDs de Kelly Key e Wanessa Camargo». Universo Musical. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  29. «BATE-PAPO COM KELLY KEY - 23/04/2004 ÀS 17H00». UOL. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  30. «Como serão os DVDs de Kelly Key e Wanessa Camargo». Universo Musical. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  31. http://www.universomusical.com.br/materia.asp?mt=sim&cod=po&id=269  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  32. «Kelly Key - Ao Vivo». RYM. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  33. «Musas 'teen' aderem à moda do DVD». Universo Musical. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  34. «AQUI O RESTANTE DE SUA HISTÓRIA». SOU FÃ DO ÁGUA DE FOGO. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  35. a b «Kelly Key leva fãs famosas a show no RJ». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  36. «Kelly Key estréia show no Canecão». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  37. «RJ: Depois de muios boatos Kelly Key confirma gravidez». Aquidauana News. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  38. «Kelly Key deixa a Band no final do ano». 24 Horas News. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  39. «BATE-PAPO COM KELLY KEY - 11/10/2004 ÀS 15H00». UOL. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  40. a b «Em seu terceiro disco, Kelly Key prova que veio para ficar». Universo Musical. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  41. a b c d e «Kelly Key encanta público infantil presente no Fest Criança». Macaé. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  42. a b «Cultura: Kelly Key esteve em Pelotas». Diário Popular. Consultado em 18 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 10 de julho de 2015 
  43. a b c «Kelly Key recupera silhueta». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  44. «Em forma para o verão». Universo da Mulher. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  45. «Mamãe Kelly no palco». Nuvens Brancas. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  46. «Kelly Key e Felipe Dylon presenteiam as crianças». O Fuxico. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  47. «BIENAL DO RIO». Observatório da Imprensa. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  48. «A dupla Arlan & Thays faz abertura do show da Kelly Key no Taguatinga Shopping». Arlan e Thays. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  49. «München encerra com show de Kelly Key». NQM. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  50. «Banda Land of Souls vence o 'Geração München'». Plantão da Cidade. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  51. a b «Show Kelly Key Pegue e Puxe (Ao Vivo)». Stafa Band. 14 de abril de 2011 
  52. «Kelly Key já tem seu novo corpo de bailarinos». O Fuxico. 14 de abril de 2011 
  53. «Kelly Key já tem seu novo corpo de bailarinos». O Fuxico. 14 de abril de 2011 
  54. «Kelly Key comenta sua estréia na Sapucaí como destaque da Vila Isabel». UOL. 14 de abril de 2011 
  55. «Kelly Key cancela trabalhos após descobrir que está com dengue». Cifra News. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  56. a b «Kelly Key se acidenta durante ensaio e imobiliza a perna». Especial FM. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  57. «Cantora Kelly Key cancela show em Natal». No Minuto. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  58. «EL FUEGO - Cariño Mio - Abre show de Kelly Key». Peggo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  59. a b c «Kelly Key fala sobre novo show em seu blog». Globo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  60. a b «Kelly Key faz show sensual no Rio de Janeiro». UOL. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  61. «Show da Kelly Key em Bom Jesus do Norte». Jancuk. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  62. «Videochat com a cantora carioca KELLY KEY». UAI. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  63. «Cantora ouve hip hop para passar o tempo na estrada». UOL. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  64. «Kelly Key vai se apresentar no Japão, diz jornal». Globo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  65. «BATE-PAPO COM KELLY KEY - 05/08/2009 ÀS 17H00». UOL. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  66. «Kelly Key faz show sensual no Rio de Janeiro». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  67. a b «Reveillon no Rio: Show de Fogos e nas Praias de Copacabana, Barra da Tijuca E+». Próximo Show. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  68. «Quem é Paulino Chacon». Música Perfeita. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  69. «Kelly Key: Show em tupã - abertura DJ Ricardo Costa». YTB. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  70. «RAPHAEL DRACCON & CLÁUDIA LEITTE». Raphael Draccon. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  71. «Kelly Key e Falamansa em Taubaté». Próximo Show. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  72. «A cantora Kelly Key se apresentou no último sábado (16), em São Sebastião». Estadão. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  73. a b c «Kelly Key faz show no Clube Metrópole / PE». Ultimate. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  74. «Funcionária da Record, Kelly Key sai da Som Livre». O Globo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  75. «Kelly Key estreia no Hoje em Dia Especial». Contigo.Abril. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  76. «Kelly Key retorna a Rio Preto com seus hits dançantes». Diario Web 
  77. «Kelly Key canta Victor & Leo em São Sebastião/SP». Peggo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  78. «Show de Zezé Di Camargo & Luciano atrai cerca de 70 mil pessoas à Rua da Praia». São Sebastião Portal. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  79. «Kelly Key fala sobre primeiros shows em boate em 2002». Parou Tudo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  80. «Kelly Key está de volta com música pop inspirada em Lady Gaga e Ke$ha». Terra. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  81. «Kelly Key canta cercada por go go boys em boate GLS». Globo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  82. «Stefhany 'Cross Fox' aparece de surpresa em show de Kelly Key, em Recife». O Fuxico. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  83. «SHOW DE KELLY KEY LEVA MAIS DE 30 MIL PESSOAS EM IGUATU». Bloco Beijo. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  84. «Kelly Key lança turnê nova». Ingresso Rapido. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 [ligação inativa]
  85. «Kelly Key Oficial - A turnê "No Controle" inicia esse mês». Kelly Key Oficial. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  86. «Cantora Kelly Key é atração de festa gay vestindo macacão colado». Cidade FM. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  87. «Kelly Key vem a Cuiabá e faz show da turnê nacional na HOTSPOT». Plantão News. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  88. «Kelly Key canta Show das Poderosas». Peggo. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  89. «Beijinho No Ombro (Ao Vivo)». Peggo. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  90. «Veja quanto custa um show do seu artista preferido. Roberto Carlos e Ivete lideram lista». Portal Litoral PB. 29 de agosto de 2014. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  91. «Depois de 5 anos longe dos palcos, Kelly Key faz show de turnê nacional em Cuiabá». Olhar Direto. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  92. «Show de Kelly Key, em Cuiabá, vira "febre" na internet no Brasil». O Documento. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  93. «110 anos de Nova Odessa: Fotos do Show de Kelly Key». SB 24 Horas. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  94. «Funhouse apresenta Kelly Key @ Viva Hall». Zine Cultural. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  95. «KELLY KEY SE APRESENTA NA FESTA GAY 'DIVINA'». Pure People. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  96. «Bloco Pirulito 2014 com KELLY KEY». Imper Love. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  97. «Circus com Kelly Key na Cats Club». Revista Lado A. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  98. «Kelly Key posa fazendo 'carão' e recebe elogios de seguidores». Globo. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  99. «Kelly Key, Furacão, Sacode e Monique Pessoa são atrações da folia em Bacabal». Sergio Matias. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  100. «Fim do Hiato de Kelly Key». Super Notícia. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  101. «Kelly Key vem a Cuiabá e faz show na Hotspot». Folha Max. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  102. «Nova Odessa anuncia programação cultural do aniversário de 110 anos». G1. 14 de abril de 2011. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  103. «Kelly Key Oficial vai animar a Festa do Dia das Crianças na Ilha!». Prefeitura de Ilhabela. 6 de outubro de 2015. Consultado em 6 de outubro de 2015 
  104. «Hlloween da Kelly Key: Sensualize». Brasília De Boa. 6 de outubro de 2015. Consultado em 6 de outubro de 2015 
  105. «Lexa e Kelly Key participarão de show beneficente na próxima semana». Ponto Pop. 10 de dezembro de 2015. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  106. «Festa da Força Sindical é marcada por críticas ao governo federal e vaias Severino». Globo. 14 de abril de 2011 
  107. «Kelly Key causa alvoroço ao lançar novo CD no Rio de Janeiro». O Fuxico. Consultado em 18 de dezembro de 2010 
  108. «Após anos de comparações, Anitta e Kelly Key cantarão pela primeira vez juntas». Folha Nobre. 30 de dezembro de 2015. Consultado em 31 de dezembro de 2015 
  109. «Kelly Key vira empresária». Perfil News. Consultado em 17 de março de 2020 
  110. «Kelly Key já tem seu novo corpo de bailarinos». O Fuxico. Consultado em 17 de março de 2020 

Ligações externasEditar