Abrir menu principal

Em astronomia, um twotino é um objeto transnetuniano em ressonância média de 1:2 com o planeta Netuno. A cada uma volta em torno do Sol que um twotino faz, Netuno completa duas. O nome refere-se apenas à ressonância orbital e não implica nenhuma característica física. Os twotinos orbitam dentro da borda externa do cinturão de Kuiper.

A ressonância 1:2, localizada a cerca de 47,8 UA do Sol, é muitas vezes considerada o limite exterior do cinturão de Kuiper. Os twotinos têm inclinações menores que 15° e têm excentricidades geralmente moderadas (entre 0,1 e 0,3).[1] Há 32 objetos dessa classe conhecidos.[2] Um número desconhecido de ressonantes 2:1 provavelmente não se originaram em um disco planetesimal, eles foram arrastado para a ressonância durante a migração de Netuno, foram capturados quando eles já estavam dispersos.[3]

Existem muito menos objetos em ressonância 1:2 (um total conhecido de 32 em abril de 2016) que plutinos. Simulações orbitais a longo prazo mostram que a ressonância 1:2 é menos estável que a 2:3; apenas 15% dos twotinos permanecem nessa condição por quatro bilhões de anos, comparados os 28% dos plutinos.[1] Consequentemente é possível que os twotinos tenham sido originalmente tão numerosos quanto os plutinos, porém o número foi diminuindo muito com o passar do tempo.[1]

Exemplos de twotinoEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c M. Tiscareno, R. Malhotra (abril de 2008). «Chaotic Diffusion of Resonant Kuiper Belt Objects». The Astronomical Journal. 194 (3): 827–837. Bibcode:2009AJ....138..827T. arXiv:0807.2835 . doi:10.1088/0004-6256/138/3/827 
  2. «Trans-Neptunian objects». Consultado em 26 de outubro de 2011 
  3. Lykawka, Patryk Sofia & Mukai, Tadashi (julho de 2007). «Dynamical classification of trans-neptunian objects: Probing their origin, evolution, and interrelation» (PDF). Icarus. 189 (1): 213–232. Bibcode:2007Icar..189..213L. doi:10.1016/j.icarus.2007.01.001