UCI World Ranking de 2009

calendário mundial de ciclismo de 2009
2008 << UCI World Ranking de 2009 >> 2010
Classificações (24 carreiras)
Individual Espanha Alberto Contador
Equipas Cazaquistão Astana
Países Flag of Spain.svg Espanha

O UCI World Ranking de 2009 foi a primeira edição da competição ciclista chamada UCI World Ranking depois do acordo entre a União Ciclista Internacional e os organizadores das Grandes Voltas.

Depois deste acordo o circuito UCI Pro Tour entrou nesta competição mundial junto às outras carreiras de máximo nível denominadas, nesta competição, Históricas; formando assim um calendário global chamado UCI World Calendar com uma classificação global chamada UCI World Ranking.

Ademais, as equipas pertencentes à categoria Profissional Continental (segunda categoria) com opção a poder disputar alguma destas carreiras tiveram opção de pontuar nesta máxima classificação mundial do UCI World Ranking.

Equipas participantes (36)Editar

Equipas UCI Pro Team (18)Editar

Ver também Equipas UCI Pro Team 2009

Estas equipas tinham a obrigação de correr nas 14 carreiras UCI Pro Tour e tinham preferência para obter convite nas carreiras Históricas. Apesar dessa preferência em carreiras Históricas a Fuji-Servetto foi a única equipa que não foi convidado por algumas delas (as organizadas por ASO) e em outras (organizadas por RCS Sport) teve impedimentos apesar de finalmente se lhes convidar ao recorrer a equipa ao TAS, por causa de motivos de dopagem da sua equipa antecessora Saunier Duval; outras equipas que também não participaram em algumas dessas carreiras por própria decisão apesar de que a priori se estavam convidados foram a Euskaltel-Euskadi, a Française des Jeux e a Cofidis no Giro d'Italia e a Katusha na Volta a Espanha.

Equipas Profissionais Continentais (21)Editar

Estas equipas pertenceram à segunda divisão do ciclismo profissional, mas a maioria tiveram acesso para correr as carreiras de máximo nível, isto é, as carreiras do UCI World Calendar; podendo pontuar ademais nesta máxima classificação mundial do UCI World Ranking.

Nesta temporada depois de recusar as solicitações por não cumprir os requisitos da H2O e Rock Racing e aprovar as solicitações duvidosas da Contentpolis-AMPO, Amica Chips-Knauf e LPR Brakes[1][2] foram estes as equipas seleccionadas neste grupo:[3]

Com “Wild Card” (13)Editar

Estas equipas, todos eles integrados no programa do passaporte biológico da UCI, receberam uma autorização por parte da UCI para poder participar nas carreiras UCI Pro Tour pelo que tiveram acesso para poder ser convidados nas 24 carreiras do UCI World Calendar 2009.[3][4][5]

Código
UCI
Equipa N.º de carreiras do UCI World Calendar nas que participaram
ACA   Andaluzia-CajaSur 2 (1 Pro Tour + 1 Histórica)
BAR   Barloworld 3 (3 Históricas)
BMC   BMC Racing Team 3 (2 Pro Tour + 1 Histórica)
CTT   Cervélo Test Team 19 (9 Pro Tour + as 10 Históricas)
FLM   Ceramica Flaminia-Bossini Docce 2 (2 Históricas)
MCO   Contentpolis-AMPO 4 (3 Pro Tour + 1 Histórica)
ISD   ISD-Neri 4 (1 Pro Tour + 3 Históricas)
LAN   Landbouwkrediet–Colnago 5 (2 Pro Tour + 3 Históricas)
SDA   Serramenti PVC Diquigiovanni-Androni Giocattoli 8 (2 Pro Tour + 6 Históricas)
SKS   Skil-Shimano 10 (5 Pro Tour + 5 Históricas)
TSV   Topsport Vlaanderen-Mercator 8 (4 Pro Tour + 4 Históricas)
VAC   Vacansoleil Pro Cycling Team 10 (5 Pro Tour + 5 Históricas)
VBG   Vorarlberg-Corratec 3 (3 Pro Tour)

Sem “Wild Card” (8) / Sem “Wild Card” mas com passaporte biológico (5)Editar

Estas oito equipas, alguns dos quais estavam integrados no programa do passaporte biológico da UCI,[3] não receberam a autorização por parte da UCI para poder participar nas carreiras Pro Tour. Os motivos esgrimidos para algumas das equipas recusadas foram atrasos nas datas dos pagamentos pelo que só tiveram acesso a participar nas carreiras denominadas Históricas, desde que pagassem a quota do passaporte biológico.[5][6] As três equipas que não se aderiram ao mencionado passaporte biológico lhes negaram a opção de poder correr qualquer carreira do máximo nível[7] com o que finalmente foram cinco as equipas que ficaram neste grupo.

Código
UCI
Equipa N.º de carreiras do UCI World Calendar em participaram-nas (só Históricas)
ALÇA   Acqua & Sapone-Caffè Mokambo 5
AGR   Agritubel 5
AMI   Amica Chips-Knauf[Amica 1][3][8] 0 (sem autorização por não ter passaporte biológico)[3][7]
CSF   CSF Group-Navigare 0 (não convidado a nenhuma carreira por seus problemas com a dopagem)
ELK   ELK Haus 0 (sem autorização por não ter passaporte biológico)[3][7]
LPR   LPR Brakes-Farnese Vini 0 (não convidado a nenhuma carreira por seus problemas com a dopagem)
PSK   PSK Whirlpool-Author 0 (sem autorização por não ter passaporte biológico)[3][7]
XGZ   Xacobeo Galiza 2

  1. A Amica Chips-Knauf foi suspenso indefinidamente por parte da UCI a 29 de maio por problemas económicos.

}

Carreiras UCI World Calendar (24)Editar

Carreiras Pro Tour (14)Editar

Veja-se: Carreiras UCI Pro Tour 2009

Carreiras Históricas (10)Editar

Data[9] Carreira[9] Vencedor[10] Equipa do vencedor[10]
8-15 de março   Paris-Nice   Luis León Sánchez Caisse d'Epargne
11-17 de março   Tirreno-Adriático   Michele Scarponi Serramenti PVC Diquigiovanni-Androni Giocattoli
21 de março   Milão-Sanremo   Mark Cavendish Columbia-HTC
12 de abril   Paris-Roubaix   Tom Boonen Quick Step
22 de abril   Flecha Valona   Davide Rebellin Serramenti PVC Diquigiovanni-Androni Giocattoli
26 de abril   Liège-Bastogne-Liège   Andy Schleck Saxo Bank
9-31 de maio   Giro d'Italia   Denis Menchov Rabobank
4-26 de julho   Tour de France   Alberto Contador Astana
29 de agosto-20 de setembro   Volta a Espanha   Alejandro Valverde Caisse d'Epargne
17 de outubro   Giro de Lombardia   Philippe Gilbert Silence-Lotto

Classificações finaisEditar

Estas foram as classificações finais, depois da finalização do Giro de Lombardia, última carreira pontuável:[11]

Classificação individualEditar

Posição Ciclista Equipa Pontos
1   Alberto Contador Astana 527
2   Alejandro Valverde Caisse d'Epargne 483
3   Samuel Sánchez Euskaltel-Euskadi 357
4   Andy Schleck Saxo Bank 334
5   Cadel Evans Silence Lotto 333

Classificação por equipasEditar

Posição Equipa Pontos
1   Astana 1.100
2   Caisse d'Epargne 1.048
3   Columbia-HTC 957
4   Saxo Bank 946
5   Liquigas 923

Classificação por paísesEditar

Posição País Pontos
1   Espanha 1.756
2   Itália 984
3   Austrália 960
4   Alemanha 753
5   Bélgica 675
  • Total de países com pontuação: 34

Progresso das classificaçõesEditar

Carreira
(Vencedor)
Classificação individual Classificação por equipas Classificação por países
Tour Down Under
(Allan Davis)
Allan Davis Quick Step Austrália
Paris-Nice
(Luis León Sánchez)
Espanha
Tirreno-Adriático
(Michele Scarponi)
Milão-Sanremo
(Mark Cavendish)
Austrália
Volta à Flandres
(Stijn Devolder)
Gante-Wevelgem
(Edvald Boasson Hagen)
Volta ao País Basco
(Alberto Contador)
Alberto Contador Espanha
Paris-Roubaix
(Tom Boonen)
Heinrich Haussler
Amstel Gold Race
(Serguéi Ivanov)
Flecha Valona
(Davide Rebellin)
Liège-Bastogne-Liège
(Andy Schleck)
Volta à Romandia
(Roman Kreuziger)
Volta à Catalunha
(Alejandro Valverde)
Caisse d'Epargne
Giro d'Italia
(Denis Menchov)
Denis Menchov Cervélo Itália
Critérium du Dauphiné Libéré
(Alejandro Valverde)
Alejandro Valverde Caisse d'Epargne Espanha
Volta a Suíça
(Fabian Cancellara)
Tour de France
(Alberto Contador)
Alberto Contador Astana
Clássica de São Sebastião
(Carlos Barredo)
Volta à Polónia
(Alessandro Ballan)
Vattenfall Cyclassics
(Tyler Farrar)
Grande Prêmio de Plouay
(Simon Gerrans)
Eneco Tour
(Edvald Boasson Hagen)
Volta a Espanha
(Alejandro Valverde)
Giro de Lombardia
(Philippe Gilbert)
Final Alberto Contador Astana Espanha

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  1. UCI, ed. (2 de dezembro de 2008). «Press release : Registration of the UCI Professional Continental Teams for the 2009 season». Consultado em 9 de janeiro de 2010 
  2. UCI, ed. (24 de dezembro de 2008). «Press Release : Registration of three more UCI Professional Continental Teams» (em inglês). Consultado em 7 de janeiro de 2010 
  3. a b c d e f g UCI (ed.). «2009 UCI Road Teams: UCI Professional Continental Teams (pag. 2)». Consultado em 25 de outubro de 2009. Cópia arquivada em 5 de setembro de 2009 
  4. UCI Pro Tour, ed. (10 de fevereiro de 2009). «Press release : Thirteen UCI Continental Professional Teams are granted "wild card" label» (em inglês). Consultado em 26 de outubro de 2009 
  5. a b El Mundo] (ed.). «A Xacobeo não recebe o estatuto de 'wild card'». Consultado em 17 de outubro de 2009 
  6. esciclismo.com (ed.). «A Xacobeo Galiza fala sobre a "Wild Card" e o Passaporte Biológico». Consultado em 17 de outubro de 2009 
  7. a b c d UCI (ed.). «UCI CYCLING REGULATIONS-(version on 24.07.09)-PART 2 ROAD RACES-Chapter I CALENDAR AND PARTICIPATION-2.1.005 International races and participation» (em inglês). Consultado em 18 de outubro de 2009. Cópia arquivada em 9 de maio de 2010 
  8. cqranking.com (ed.). «Amica Chips - Knauf (AMI) - PROF-2009». Consultado em 21 de agosto de 2008 
  9. a b UCI (ed.). «2008 - 2009 UCI Road Calendar-Men Elite-World» (em inglês). Consultado em 20 de outubro de 2009. Cópia arquivada em 23 de março de 2009 
  10. a b 2009 UCI World Calendar - Results
  11. UCI, ed. (19 de outubro de 2009). «2009 UCI World Ranking» (em inglês). Consultado em 1 de abril de 2010. Cópia arquivada em 28 de fevereiro de 2009 

Ligações externasEditar