UFC 183: Silva vs. Diaz foi um evento de artes marciais mistas promovido pelo Ultimate Fighting Championship, ocorrido em 02015-01-31 31 de janeiro de 2015 no MGM Grand Garden Arena em Las Vegas, Nevada.[1]

UFC 183: Silva vs. Diaz
Detalhes
Promoção Ultimate Fighting Championship
Data 02015-01-31 31 de janeiro de 2015
Local MGM Grand Garden Arena
Cidade Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Público 13 114
Arrecadado U$4 500 000
Cronologia
UFC on Fox: Gustafsson vs. Johnson UFC 183: Silva vs. Diaz UFC Fight Night: Henderson vs. Thatch

BackgroundEditar

O evento era esperado por contar com a volta do ex-Campeão Peso-Médio do UFC Anderson Silva, após uma séria lesão sofrida no final de 2013, enfrentando Nick Diaz, que também retornava após uma rápida aposentadoria. Por tudo isso, o combate entre eles foi a luta principal do evento.[2]

Uma luta os pesos moscas Ian McCall e John Lineker aconteceria no UFC Fight Night: Shogun vs. St. Preux. No entanto, a luta teve que ser cancelada devido a um problema de saúde de McCall e foi remarcada para esse evento.[2][3]

A luta entre os peso-médios Ed Herman e Derek Brunson aconteceria no UFC on Fox: dos Santos vs. Miocic. Porém, a luta foi cancelada no dia do evento devido a um problema no estômago de Brunson e a luta foi remarcada para esse evento.[2][3]

A luta entre os peso-penas Diego Brandão e Jimy Hettes foi cancelada no dia do evento. Jimy Hettes passou mal nos vestiários e a organização retirou a luta do evento.[4] A luta entre Anderson Silva vs Nick Diaz ficou sem resultado, apos ambos serem flagrados no exame antidoping

Card OficialEditar

Card Principal
Categoria Método Round Tempo Notas
Médios

  Anderson Silva

vs.

  Nick Diaz

Sem resultado (resultado alterado)

5

5:00

Nota 1

|

Meio-Médios

  Tyron Woodley

derrotou

  Kelvin Gastelum

Decisão dividida (29–28; 28–29 e 30–27)

3

5:00

Nota 2

|

Leves

  Al Iaquinta

derrotou

  Joe Lauzon

Nocaute técnico (socos)

2

3:34

|

Médios

  Thales Leites

derrotou   Tim Boetsch

Finalização (katagatame)

2

3:45

|

Meio-Médios

  Thiago Alves

derrotou

  Jordan Mein

Nocaute técnico (socos)

2

0:39

|

Card Preliminar (Fox Sports 1)
Galos Feminino

  Miesha Tate

derrotou

  Sara McMann

Decisão majoritária (29–28; 29–27 e 28–28)

3

5:00

|

Médios

  Derek Brunson

derrotou

  Ed Herman

Nocaute técnico (socos)

1

0:36

|

Moscas

  John Lineker

derrotou

  Ian McCall

Decisão unânime (29–28; 29–28 e 29–28)

3

5:00

Nota 3

|

Médios

  Rafael Natal

derrotou   Tom Watson

Decisão unânime (30–26, 30–27, 30–27)

3

5:00

|

Card Preliminar (UFC Fight Pass)
Médios

  Ildemar Alcântara

derrotou

  Richardson Moreira

Decisão dividida (29–28; 28–29 e 29–28)

3

5:00

|

Médios

  Thiago de Lima Santos

derrotou

  Andy Enz

Nocaute técnico (socos)

1

1:56

|

Nota 1 Originalmente, o combate terminou com a vitória de Anderson Silva por decisão unânime (49–46, 50–45, 50–45). Contudo, ambos os lutadores falharam no antidoping. Anderson testou positivo para drostanolona e androsterona. E Nick Diaz para cannabis.
Nota 2 Gastelum não bateu o peso.
Nota 3 Lineker não bateu o peso.

Bônus da NoiteEditar

Referências

  1. «Anderson Silva tem licença aprovada para UFC 183; McCarthy será árbitro». combate.com. 12 de janeiro de 2015 
  2. a b c «No retorno, Anderson Silva promete fazer "melhor luta da história do UFC"». globo.com. Consultado em 31 de Janeiro de 2015 
  3. a b Staff (30 de janeiro de 2015). «UFC 183 official weigh-in results: Gastelum, Lineker ridiculously overweight». MMAJunkie.com. Consultado em 30 de janeiro de 2015 
  4. «Americano passa mal, e brasileiro é retirado do card da volta de Anderson ao UFC». Espn. Consultado em 1 de Fevereiro de 2015 

Ligações ExternasEditar

Sítio oficial (em inglês)