Universidade Federal do Piauí

universidade pública federal em Teresina, Piauí
(Redirecionado de UFPI)

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) é uma instituição de ensino superior pública brasileira, sendo a maior universidade do estado do Piauí e uma das principais da Região Nordeste do Brasil.

Universidade Federal do Piauí
Pórtico monumental do campus central, em Teresina.
UFPI
Lema Universitas hominem facit (Latim)
("A universidade faz o homem")
Fundação 12 de novembro de 1968 (52 anos)[1]
Tipo de instituição Pública
Localização Teresina.PNG Teresina, Brasão do Piauí.svg Piauí
Reitor(a) Prof. Dr. Gildásio Guedes Fernandes[2]
Vice-reitor(a) Prof. Dr. Viriato Campelo
Docentes 1.107
Total de estudantes 27.353
Campus Brasao Bom Jesus site.jpg Bom Jesus

Brasão de Floriano.jpg Floriano
Brasaophb.jpg Parnaíba
Escudo picos.svg Picos

Afiliações CRUB, RENEX [3]
Orçamento anual 757.699.131,00 (2016)
Página oficial www.ufpi.br

Está sediada em Teresina, onde também fica a cidade universitária, no campus Ministro Petrônio Portela. Possui campus nas cidades de Parnaíba, Picos, Bom Jesus e Floriano. É reconhecida pela qualidade no ensino superior, estando entre os principais centros brasileiros de excelência na docência, educação e pesquisa.[4]

Segundo o Ranking Universitário Folha (RUF) 2018, que mede o desempenho de universidades brasileiras segundo os critérios ensino, pesquisa, mercado, inovação e internacionalização, a Universidade Federal do Piauí é a 48a melhor universidade do país.[5]

A UFPI possui 98 cursos de graduação e 48 programas de pós-graduação, divididos em mestrado e dourado, sendo ao todo 53 cursos. Atua ainda no ensino básico e é uma das principais promotoras de pesquisa no Piauí.[6][7]

HistóricoEditar

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) foi instituída nos termos Lei nº 5.528, de 11 de novembro de 1968 e oficialmente instalada em 1° de março de 1971, com o objetivo de criar e manter a UFPI.[8]

A UFPI é constituída por um Conselho Diretor, composto por sete membros efetivos, nomeados pelo Presidente da República. O Presidente do Conselho Diretor da FUFPI é, também, o Reitor da UFPI.[8]

A Universidade Federal do Piauí possui cinco campi: Campus Ministro Petrônio Portella (CMPP), em Teresina - funcionando juntamente com o Campus da Socopo, que abriga o CCA; Campus Universitário de Parnaíba (Campus Ministro Reis Veloso - CMRV); Campus Professora Cinobelina Elvas, em Bom Jesus; Campus Senador Helvídio Nunes de Barros (CSHNB) em Picos, e Campus Amilcar Ferreira Sobral, em Floriano. A Universidade dispõe ainda de três Colégios Técnicos: em Teresina, Floriano e Bom Jesus.[8]

As unidades gestoras estão organizadas em Órgãos Centrais e Unidades de Ensino.

Os Órgãos Centrais são: Reitoria, Pró-Reitoria de Administração - PRAD, Pró-Reitoria de Ensino de Graduação - PREG, Pró-Reitoria de Extensão - PREX, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação - PRPPG, Pró-Reitoria de Planejamento e Orçamento - PROPLAN, Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e Comunitários - PRAEC, Vice-Reitoria e Biblioteca Central - BC.[8]

As Unidades de Ensino são as seguintes: Centro de Ciências da Saúde - CCS, Centro de Ciências Humanas e Letras - CCHL, Centro de Ciências da Natureza - CCN I e CCN II, Centro de Ciências da Educação - CCE, Centro de Tecnologia – CT, Centro de Ciências Agrárias – CCA, Campus Universitário de Parnaíba, Campus do Junco – CJ, Colégio Técnico de Teresina – CTT, Colégio Técnico de Floriano – CTF e Colégio Técnico de Bom Jesus – CTBJ.[8]

A criação do Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI) foi autorizada através da Portaria nº 668, de 16 de dezembro de 1987. Em 2004, o hospital iniciou seu funcionamento ofertando serviços ambulatoriais. Desde abril de 2013, o HU-UFPI é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas [9].

ReitoresEditar

 
Gildásio Guedes Fernandes, reitor da UFPI desde 20 de novembro de 2020. O professor Gildásio Guedes tem mais de 40 anos dedicados à Universidade, onde se destacou como pioneiro no uso de novas tecnologias na educação.
 
Salão da galeria de reitores.

Lista a completar.

  • Robert Wall de Carvalho (1971)
  • Hélcio Uchoa Saraiva (1972)
  • Mariano de Almendra Gaioso Castelo Branco
  • José Camillo da Silveira Filho (1976/1981)
  • Lineu da Costa Araujo
  • João Ribeiro de Oliveira e Sousa (1983)
  • José Natan Portela Nunes (1984/1987)
  • Anfrísio Neto Lobão Castelo Branco (1988/1990)
  • Charles Carvalho Camilo da Silveira (1990-1996)[10]
  • Prof. Pedro Leopoldino Ferreira Filho (1996-2004)
  • Prof. Dr. Luiz de Sousa Santos Júnior (2004-2012)
  • Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes (2012-2020)
  • Prof. Dr. Gildásio Guedes Fernandes, desde 20/11/2020[2]

Unidades de EnsinoEditar

 
Brasão original da UFPI. Esta marca remete à imagem de uma palma de carnaúba, produto de importância fundamental na formação econômica do estado do Piauí.

A Universidade Federal do Piauí dispõe de ensino de graduação e pós-graduação, além de atividades de extensão. A seguir, tem-se as unidades de ensino e, respectivamente, os cursos de graduação.[8]

Campus Ministro Petrônio Portella - SEDE (CMPP)Editar

  • Centro de Ciências da Natureza (C.C.N.)
  • Centro de Ciências da Saúde (C.C.S)
  • Centro de Ciências Agrárias (C.C.A)
  • Centro de Ciências da Educação (C.C.E)
  • Centro de Tecnologia (C.T.)
  • Centro de Ciências Humanas e Letras (C.C.H.L)

Outros CampiEditar

  • Campus Amílcar Ferreira Sobral (CAFS)
  • Campus Professora Cinobelina Elvas (CPCE)
  • Campus Senador Helvídio Nunes de Barros (CSHNB)

Ver tambémEditar

Referências

  1. UFPI - Histórico
  2. a b Decretos de 18 de novembro de 2020. IN: DOU, Edição 221, Seção 2. Página 1. Publicado em: 19/11/2020, Portal da Imprensa Nacional. Acesso em 20 de novembro de 2020.
  3. http://www.renex.org.br/proreitores.php
  4. «UFPI :: A UFPI - Campi». leg.ufpi.br. Consultado em 4 de agosto de 2017 
  5. «Ranking de universidades - Ranking Universitário Folha - 2016». ruf.folha.uol.com.br. Consultado em 3 de agosto de 2017 
  6. «Cursos de graduação». ufpi.br. Universidade Federal do Piauí. 21 de fevereiro de 2018. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  7. «Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPI é avaliado com nota 5 pela CAPES». ufpi.br. Universidade Federal do Piauí. 24 de agosto de 2018. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  8. a b c d e f «UFPI - Página inicial». www.ufpi.br. Consultado em 4 de agosto de 2017 
  9. «Nossa História - EBSERH». www2.ebserh.gov.br. Consultado em 5 de julho de 2020 
  10. Até aqui a lista é fornecida na página 573 de BASTOS, Cláudio de Albuquerque. Dicionário histórico e geográfico do estado do Piauí. Teresina, FCMC/PMT, 1994.

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Universidade Federal do Piauí