USS South Dakota (BB-57)

O USS South Dakota foi um couraçado operado pela Marinha dos Estados Unidos e a primeira embarcação da Classe South Dakota, seguido pelo USS Indiana, USS Massachusetts e USS Alabama. Sua construção começou em julho de 1939 nos estaleiros da New York Shipbuilding Corporation e foi lançado ao mar em junho de 1941, sendo comissionado na frota norte-americana em março do ano seguinte.[1] Era armado com uma bateria principal composta por nove canhões de 406 milímetros montados em três torres de artilharia triplas, tinha um deslocamento carregado de mais de 45 mil toneladas e conseguia alcançar uma velocidade máxima de 27 nós (cinquenta quilômetros por hora).

USS South Dakota
USS South Dakota (BB-57) off the Norfolk Naval Shipyard on 20 August 1943 (NH 97264).jpg
 Estados Unidos
Operador Marinha dos Estados Unidos
Fabricante New York Shipbuilding
Homônimo Dakota do Sul
Batimento de quilha 5 de julho de 1939
Lançamento 7 de junho de 1941
Comissionamento 20 de março de 1942
Descomissionamento 31 de janeiro de 1947
Número de registro BB-57
Destino Desmontado
Características gerais
Tipo de navio Couraçado
Classe South Dakota
Deslocamento 45 233 t (carregado)
Maquinário 4 turbinas a vapor
8 caldeiras
Comprimento 207,3 m
Boca 32,97 m
Calado 10,69 m
Propulsão 4 hélices
- 130 000 cv (95 600 kW)
Velocidade 27,5 nós (50,9 km/h)
Autonomia 15 000 milhas náuticas a 15 nós
(28 000 km a 28 km/h)
Armamento 9 canhões de 406 mm
16 canhões de 127 mm
28 canhões antiaéreos de 40 mm
48 canhões antiaéreos de 28 mm
34 canhões antiaéreos de 20 mm
8 metralhadoras de 12 mm
Blindagem Cinturão: 310 mm
Convés: 152 mm
Torres de artilharia: 460 mm
Barbetas: 439 mm
Torre de comando: 406 mm
Aeronaves 3 hidroaviões
Tripulação 2 500

O South Dakota iniciou seu serviço no meio da Segunda Guerra Mundial e foi imediatamente enviado para reforçar a Campanha de Guadalcanal, participando da Batalha das Ilhas Santa Cruz em outubro de 1942 e da Batalha Naval de Guadalcanal no mês seguinte. Nesta última, sofreu problemas elétricos que prejudicaram sua capacidade de enfrentar o inimigo e se tornou alvo de vários navios japoneses, sendo atingido mais de vinte vezes, porém não correu risco de ser afundado. O couraçado retornou para os Estados Unidos e seus reparos foram finalizados em fevereiro de 1943, depois do qual foi enviado para reforçar a Frota Doméstica britânica na escolta de comboios para a União Soviética.[1]

A embarcação retornou para o Oceano Pacífico em meados de 1943 e operou principalmente na escolta da Força Tarefa de Porta-Aviões Rápidos, contribuindo seu armamento antiaéreo para sua defesa. Nesta capacidade participou das campanhas das Ilhas Gilbert e Marshall, Ilhas Marianas e Palau e Filipinas, além das Batalhas de Iwo Jima e Okinawa e três operações de bombardeio contra o Japão. A guerra terminou em agosto e o South Dakota inicialmente participou da ocupação do país antes de retornar para os Estados Unidos no mês seguinte. Ele foi descomissionado em janeiro de 1947 e mantido na reserva naval até junho de 1962, quando foi descartado pela marinha e desmontado.[1]

Referências

  1. a b c Evans, Mark L. (25 de abril de 2013). «South Dakota (BB-57)». Dictionary of American Naval Fighting Ships. Naval History and Heritage Command. Consultado em 15 de fevereiro de 2021 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.