Os uigures (singular: uigur[1] ou uigure[1]) são um povo de origem turcomena que habita principalmente a Ásia Central. Os uigures são uma das 56 etnias oficialmente reconhecidas pela República Popular da China, consistindo de, aproximadamente, 8 680 000 pessoas, de acordo com o recenseamento chinês de 2004. Sua língua é o uigur.

Uigures
ئۇيغۇرلار‎‎ • Уйғурлар维吾尔
Khotan-mercado-chicas-d01.jpg
Jovem uigur em Hotan
População total

11 370 000 (35 000 000 segundo fontes não oficiais)

Regiões com população significativa
 China
Cazaquistão
 Quirguistão
 Uzbequistão
 Turquia
 Rússia
Tajiquistão
Línguas
uigur, mandarim
Religiões
islão (maioritariamente sunita)
Grupos étnicos relacionados
hazaras e outros povos turcos

Na atualidade, os uigures vivem principalmente na região autônoma chinesa de Sinquião, no extremo oeste do país. Há, também, grandes comunidades uigures no Paquistão, Cazaquistão, Quirguistão, Mongólia, Uzbequistão e Turquia, além de pequenas comunidades em bairros de grandes metrópoles como Pequim e Xangai, na República Popular da China e mesmo Toronto e Vancouver, no Canadá.

Desde 2017, o Partido Comunista Chinês e o governo chinês colocaram até 1,5 milhão de minorias étnicas, especialmente uigures, em campos de internamento em Xinjiang.[2][3][4][5] Alguns reconheceram essas ações como o genocídio uigur.[6][7]

GaleriaEditar

Referências

  1. a b Paulo Correia; Direção-Geral da Tradução — Comissão Europeia (Outono de 2012). «Etnónimos, uma categoria gramatical à parte?» (PDF). Sítio web da Direção-Geral de Tradução da Comissão Europeia no portal da União Europeia. a folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias (N.º 40): 30. ISSN 1830-7809. Consultado em 13 de janeiro de 2013 
  2. «Por dentro dos campos de 'reeducação' para onde são mandados muçulmanos na China». BBC. Consultado em 25 de abril de 2021 
  3. Ramzy, Austin (20 de janeiro de 2021). «China's Oppression of Muslims in Xinjiang, Explained». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 25 de abril de 2021 
  4. «More Evidence of China's Horrific Abuses in Xinjiang». Human Rights Watch (em inglês). 20 de fevereiro de 2020. Consultado em 25 de abril de 2021 
  5. Nebehay, Stephanie (13 de março de 2019). «1.5 million Muslims could be detained in China's Xinjiang: academic». Reuters (em inglês). Consultado em 26 de abril de 2021 
  6. Wong, Edward; Buckley, Chris (19 de janeiro de 2021). «U.S. Says China's Repression of Uighurs Is 'Genocide'». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 26 de abril de 2021 
  7. «UK MPs declare China is committing genocide against Uyghurs in Xinjiang». the Guardian (em inglês). 22 de abril de 2021. Consultado em 26 de abril de 2021 


  Este artigo sobre etnologia ou sobre um(a) etnólogo(a) é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.