Abrir menu principal

Uma Certa Lucrécia

filme de 1957 dirigido por Fernando de Barros
Uma certa Lucrécia
 Brasil
1957 •  p&b •  80 min 
Direção Fernando de Barros
Roteiro José Cañizares / Fernando de Barros / Thalma de Oliveira
Elenco Dercy Gonçalves
Odete Lara
Aurélio Teixeira
Mauro Mendonça
Myriam Pérsia
Género comédia
Idioma português

Uma certa Lucrécia é um filme brasileiro de 1957, produzido pelo Cinedistri do gênero comédia, dirigido por Fernando de Barros.

Índice

SinopseEditar

Lucrécia é uma costureira de fantasias de carnaval, que gosta de histórias de romance e aventura. As voltas com uma fantasia de gôndola, ela sonha que é Lucrécia Bórgia, em meio à disputa de poder pelo trono de Veneza, e que envolve seu pai, seu irmão e seu marido.

ElencoEditar

Ator Personagem
Dercy Gonçalves Lucrécia
Odete Lara Júlia
Aurélio Teixeira César
Ana Maria Nabuco Cosetta
José Parisi Aragão
Luciano Gregory Manuel / Maquiavel
Mauro Mendonça Michele
Eugenio Kusnet Alexandre
Walter Stuart (ator) Magicus
Labiby Madi Madame Trejoly
Maurício Nabuco Leonardo
Agnaldo Rayol
Myriam Pérsia

Elenco SecundárioEditar

Ator Personagem
João Alfredo Audi Juíz
Angelo Buonafina Espadachim
Lyris Castellani dançarina Cigana
Joana D'arc Aia
Ruth Prado Aia
Henrique de Paula Chefe da guarda
Vítor Antônio Mastrarosa Taberneiro
Eugênio Montesano Cozinheiro
Rafael Fernandes Gondoleiro
Estanislau Furnan Amigo de Leonardo
Valentino Guzzo Amigo de Leonardo
Yolanda Cardoso Aia
Henricão
José Lopes
Nelson Mangarelli
Nilton Rezende
Américo Taricano
Raul Severo
  A Wikipédia tem o


Principais prêmios e indicaçõesEditar

Prêmio Associação Brasileira de Cronistas Cinematográficos 1957 (RJ)

  • Venceu nas categorias de Melhor Fotografia e Melhor Cenógrafo.

Prêmio Saci 1957 (SP)

  • Venceu nas categorias de Melhor Fotografia e Melhor Cenógrafo.

Prêmio Governador do Estado 1957 (SP)

  • Venceu nas categorias de Melhor Cenografia e Melhor Edição.

CuriosidadesEditar

  • O filme é uma sátira histórica sobre Lucrécia Bórgia.
  • Dercy Gonçalves mostra toda sua comicidade e escracho nessa comédia bem-cuidada, com ótimos cenários e figurinos.
  • Números musicais e duelos de espada se intercalam à narrativa.
  • Odete Lara faria depois, com o mesmo diretor, o filme Moral em concordata.
  • José Parisi encarna o galã duelista, sua especialidade como estrela do seriado de televisão chamado O Falcão Negro.

Referências

  • Vídeos - Guias Práticos Nova Cultural, 1988.