Abrir menu principal

Uma Artista Trabalhando no Trapézio do Politeama

Uma Artista Trabalhando no Trapézio do Polytheama
Uma Artista Trabalhando no Trapézio do Polytheama (BRA)
 Brasil
1897 •  pb •  
Gênero documentário
Idioma mudo
Página no IMDb (em inglês)

Uma Artista Trabalhando no Trapézio do Polytheama é um filme brasileiro de 1897. O filme é um curta-metragem do tipo documentário, sem som (mudo) e em P&B.

O filme mostra imagens do antigo Theatro Polytheama em São Paulo.

O filme foi apresentado, pela primeira vez, no Cassino Fluminense, em Petrópolis, no dia 1º de maio de 1897, num evento histórico, pois esta sessão de filmes é considerada a primeira apresentação de "filmetes" de nacionalidade brasileira em território nacional. Nesta sessão também foram apresentado as películas: Chegada do trem em Petrópolis e Ancoradouro de Pescadores na Baía de Guanabara‎, entre outras (num total de 16 curtas), seguindo o modelo dos irmãos Lumière, em Paris[1][2].

Referências

  1. Cinema, Tradição e Pioneirismo Arquivado em 6 de julho de 2011, no Wayback Machine. Instituto Histórico de Petrópolis
  2. Uma Artista Trabalhando no Trapézio Arquivado em 8 de março de 2016, no Wayback Machine. Filmografia Brasileira - Cinemateca Brasileira - Ministério da Cultura
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.