Unbelievable (minissérie)

Unbelievable
Inacreditável (BR)
Informação geral
Formato minissérie
Gênero Crime
Drama
Criador(es)
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es)
  • John Vohlers
  • T. Christian Miller
  • Ken Armstrong
  • Kate DiMento
  • Chris Leanza
Produtor(es) executivo(s)
  • Susannah Grant
  • Sarah Timberman
  • Carl Beverly
  • Lisa Cholodenko
  • Ayelet Waldman
  • Michael Chabon
  • Katie Couric
  • Richard Tofel
  • Neil Barsky
  • Robyn Semien
  • Marie Adler
Elenco
Empresa(s) produtora(s)
Exibição
Emissora original Netflix
Transmissão original 13 de setembro de 2019 (2019-09-13)
Temporadas 1
Episódios 8

Unbelievable (no Brasil, Inacreditável) é uma minissérie americana de drama estrelada por Toni Collette, Merritt Wever, e Kaitlyn Dever. Trata-se de uma série de estupros em Washington e Colorado. [1] O show foi co-criado por Susannah Grant, Ayelet Waldman e Michael Chabon. Todos os três co-criadores e Sarah Timberman, Carl Beverly e Katie Couric foram produtores executivos. Foi lançado em 13 de setembro de 2019, na Netflix.[2][3]

A minissérie é baseada na reportagem de 2015 "Uma história inacreditável de estupro", escrita por T. Christian Miller e Ken Armstrong e publicada originalmente por ProPublica e The Marshall Project. A série recebeu muitos elogios da crítica.

PremissaEditar

Uma dramatização dos casos de estupro em série de Washington e Colorado em 2008-2011, Inacreditável segue "Marie, uma adolescente acusada de mentir por ter sido estuprada, e os dois detetives que seguiram um caminho sinuoso para chegar à verdade". [4] O programa foi extraído de "Uma história inacreditável de estupro" (2015), um artigo vencedor do Prêmio Pulitzer de T. Christian Miller e Ken Armstrong para ProPublica e The Marshall Project. [1]

ProduçãoEditar

Em 22 de janeiro de 2018, a Netflix encomendou Inacreditável da Timberman / Beverly Productions e da CBS Television Studios com produtores executivos, incluindo Susannah Grant, Michael Chabon, Ayelet Waldman, Sarah Timberman, Carl Beverly e Katie Couric. A minissérie de oito episódios é baseada em um artigo da ProPublica e The Marshall Project, "Uma história inacreditável de estupro", escrita por T. Christian Miller e Ken Armstrong sobre um caso em Lynnwood, Washington.[5] Houve também um episódio de rádio This American Life publicado simultaneamente sobre o mesmo caso, Anatomy of Doubt. [6] Grant atuou como showrunner e também escreveu para a série, juntamente com Michael Chabon e Ayelet Waldman. [7] [8] [9]

Em 17 de outubro de 2019, a Netflix anunciou que a minissérie havia sido vista por mais de 32 milhões de espectadores após seu lançamento em sua plataforma. [10]

ElencoEditar

PrincipalEditar

RecorrenteEditar

  • Eric Lange como Det. Parker, um detetive do Departamento de Polícia de Lynnwood em Lynnwood, Washington, designado para o caso de Marie; inspirado pelo sargento Jeffrey Mason.
  • Bill Fagerbakke como Det. Pruitt, um detetive do Departamento de Polícia de Lynnwood, também designado para o caso de Marie; inspirado por Jerry Rittgarn.
  • Elizabeth Marvel como Judith, a mãe adotiva mais recente de Marie.
  • Bridget Everett como Colleen Doggett, uma das ex-mães adotivas de Marie.
  • Danielle Macdonald como Amber, vítima de agressão sexual.
  • Dale Dickey como RoseMarie, uma detetive veterana do Departamento de Polícia de Westminster.
  • Liza Lapira como Mia, especialista em vigilância policial.
  • Omar Maskati como Elias, analista de dados de RoseMarie estagiária no Departamento de Polícia de Westminster.
  • Austin Hébert como Max Duvall, marido de Karen, policial do Departamento de Polícia de Westminster.
  • Kai Lennox como Steve Rasmussen, marido de Grace, investigador do escritório do procurador-geral em Westminster, Colorado.
  • Blake Ellis como Chris McCarthy, um estuprador em série; inspirado por Marc Patrick O'Leary.
  • Aaron Staton como Curtis McCarthy, irmão de Chris e suspeito; inspirado por Michael O'Leary.
  • Patricia Fa'asua como Becca, conselheira do Oakdale Apartments para jovens em risco.
  • Charlie McDermott como Ty, um conselheiro no Oakdale Apartments para jovens em risco.
  • Brent Sexton como Al, marido de Colleen e ex-pai adotivo de Marie.
  • Annaleigh Ashford como Lilly, vítima de agressão sexual.
  • Scott Lawrence como Billy Taggart, um agente especial do FBI.
  • Shane Paul McGhie como Connor, ex-namorado de Marie.

ConvidadoEditar

  • Nick Searcy como Detetive Harkness.
  • Brooke Smith como Dara Kaplan, terapeuta de Marie.
  • John Billingsley como Juiz Brent Gordon.
  • Vanessa Bell Calloway como Sarah, vítima de agressão sexual.

Referências