Abrir menu principal

WeatherTech SportsCar Championship

A WheatherTech SportsCar Championship é um campeonato de automobilismo de resistência organizado pela International Motor Sports Association (IMSA) com sede nos Estados Unidos criada em 2014 a partir da fusão da American Le Mans Series e da Rolex Sports Car Series.[1]

WeatherTech SportsCar Championship
WeatherTech SportsCar Championship
Categoria Le Mans Prototype 2 (LMP2)
Daytona Prototype (DPi)
GT Le Mans (GTLM)
GT Daytona (GTD)
País ou região Estados Unidos Estados Unidos
Temporada inaugural 2014
Fornecedores dos pneus Michelin
Último piloto campeão P: Estados Unidos Eric Curran
Brasil Felipe Nasr
GTLM: Espanha Antonio García
Dinamarca Jan Magnussen
GTD: Estados Unidos Brian Sellers
Estados Unidos Madison Snow
Última equipe campeã P: Estados Unidos Action Express Racing
GTLM: Estados Unidos Corvette Racing
GTD: Estados Unidos Paul Miller Racing
Site oficial sportscarchampionship.imsa.com

O campeonato WeatherTech SportsCar é uma fusão de duas séries existentes: a American Le Mans e a Rolex Sports Car. Em 2013, quando surgiu, o campeonato era chamado de United SportsCar, cujo patrocinador principal era a marca de relógios suíços Tudor. Mais tarde, em 2016, quem assumiu a posição de patrocinadora da série foi a WeatherTech, marca de carpetes e revestimentos automotivos.

Nesse campeonato correm ao mesmo tempo quatro categorias diferentes, sendo duas de protótipos e duas de grand turismo. Cada uma tem a Pro (marcada pela cor vermelha), onde correm apenas pilotos profissionais, e a Pro-Am (cor verde), com duplas formadas por um profissional e um amador.[2]

ClassesEditar

- Prototype (P)

Esta é classe principal dos protótipos e, por tratar-se da mais importante, tudo aqui é sinalizado com a cor vermelha: numerais, espelhos, asa traseira, banner no para-brisa, adesivo da classe e luz da posição em que o carro se encontra. Na P correm os carros mais rápidos e com o que há de mais avançado em tecnologia da América. Eles contêm uma engenharia específica e são criados exclusivamente para a pista. Não se parecem em nada com os carros básicos de rua.

Chegam a mais de 320 km/h, têm 600 cv, pesam 930 kg, têm câmbio de seis marchas paddle shift, usam pneus Continental, todos os chassis são de fibra de carbono e o controle de tração é liberado. Na pista você vai vê-los como Mazda DPi, Cadillac DPi, Nissan DPi, Ligier LMP2, Oreca LMP2 e Dallara LMP2. Os motores usados são Gibson V8, Mazda 4 cilindros turbo, Cadillac 6.2L V8 e Nissan V6 turbo.[2]


- Prototype Challenge (PC)

Essa série é marcada com a cor verde e o cockpit dos carros é aberto. Também usam chassi de fibra de carbono, além dos freios de carbono e câmbio sequencial com paddle shift. Não tão potentes, chegam a 280 km/h, têm 500 cv e pesam 910 kg. Na PC, os carros são sempre do mesmo modelo, o ORECA FLM09, equipados com motor Chevrolet LS3 e usam pneus Continental. Esses também podem usar o controle de tração.[2]


- GT Le Mans (GTLM)

Conhecida como a elite dos carros GT mais rápidos na pista, a GTLM é a classe do turismo que leva a cor vermelha. As máquinas são baseadas em modelos de produção e incrementadas com uma engenharia para extrair o desempenho máximo possível. Esta série serve como um campo de testes para fabricantes top como BMW, Corvette, Ferrari, Porsche e Ford.

Os carros chegam a 290 km/h, têm 520 cv, câmbios de 5 e 6 marchas, a escolha de pneus é livre (a Michelin é a atual), o chassi é tublar, feito de aço, e o controle de tração é liberado.

Quem desfila nessa série? Nada mais, nada menos que Aston Martin Vantage V8, BMW M6 GTLM, Corvette C7.R GTE, Ferrari 488 GTE, Ford GT GTE e Porsche 911 RSR GTE. Aqui você vai ver motores V8 turbo da Aston Martin, BMW V8 turbo, 5.5 litros Chevrolet pushrod 2 vávulas, Ferrari V8 turbo, Ford EcoBoost turbo e Porsche flat 6.[2]


- GT Daytona (GTD)

Os carros também são baseados em modelos de produção, mas não contam com o mesmo nível de aerodinâmica e potência como os da GTLM. Os GTD consistem em carros-spec FIA GT3, com 500 cv, atingem mais de 280 km/h, têm câmbio de seis marchas, usam pneus Continental, podem usar ABS e controle de tração e são feitos com chassi tubular de ferro.

Na GTD você vai ver Acura V6 turbo, Aston Martin Vantage GT3, Ferrari 488 GT3, Lamborghini Huracan GT3, Lexus RF GT3, Mercedes AMG-GT3, Nissan GT3-R, Porsche 911 GT3-R

Todas as categorias obedecem ao mesmo formato de corrida. Os carros vão para a pista um dia antes da prova para sessões de treinos que podem durar uma hora ou mais. O piloto que fizer a volta mais rápida leva o TOTAL Pole Award e os tempos de volta definem as posições do grid. O tempo de corrida varia de duas a 24 horas.[2]

Classes atuaisEditar

O campeonato contém 4 classes:

  • Daytona Prototype international (DPi) - Classe principal, compostas pelos Daytona Prototype international
  • Le Mans Prototype (LMP) - Protótipos que correm sobre o regulamento LMP2.
  • GT Le Mans (GTLM) - Continuação da classe GT da ALMS, corre sob os regulamentos do FIA LMGTE.
  • GT Daytona (GTD) - Carros com especificações da FIA GT3.

Antigas ClassesEditar

  • Prototype Challege (PC) - Antiga classe da american Le Mans series

CampeõesEditar

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar