Universidade Estatal de Moscovo

Universidade de Moscou
Lomonossov
Московский Государственный Университет имени М.В.Ломоносова
Fundação 1755
Tipo de instituição Pública
Localização Moscou,  Rússia
Reitor(a) Victor Sadovnitchi
Docentes 11.760
Total de estudantes 38.150
Campus Urbano, 205.7 ha.
Página oficial http://www.msu.ru/

Universidade Estatal de Moscovo (pt) ou Moscou (pt-BR), (em russo: Московский Государственный Университет имени М.В.Ломоносова) é uma das universidades mais antigas e renomadas da Rússia, ao lado da Universidade Russa da Amizade dos Povos e da Universidade Estatal de São Petersburgo.

Foi criada em 1755 e em 1940 recebeu o nome de Lomonosov, importante acadêmico russo. Entre os ganhadores do Prêmio Nobel encontram-se membros que mantiveram alguma espécie de relação com a academia[1] a Universidade Estatal de Moscou é a melhor da Rússia e de todo o Leste Europeu, estando sempre classificada entre as 150 melhores do mundo de acordo com o ranking da QS. Uma das instituições mais polivalentes, antigas e respeitadas da Rússia.[2] Seu sistema bibliotecário é um dos maiores da Rússia, com aproximadamente de 9 milhões de livros, dentre os quais 2 milhões em línguas estrangeiras. A universidade tem mais de 47 mil estudantes matriculados e recebe cerca de 4 mil estudantes de outras nacionalidades, em sua maioria americanos, africanos e asiáticos, todos os anos.[3]

O prédio principal da Universidade de Moscou é um arranha-céu, actualmente o 117º mais alto do mundo, com 240 metros (787 pés). Foi concluído em 1953 e tem 36 andares.

CursosEditar

São cursos disponibilizados pela Universidade: [4]

Ex-alunos ilustresEditar

Medallha Fields

Prêmios Nobel de Física

Vencedores do Prêmio Nobel de Química

Laureados no Prêmio Nobel da Paz

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre arranha-céus é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.