Universidade Licungo

é uma universidade pública moçambicana, multicampi, sediada na cidade de Quelimane

A Universidade Licungo (UniLicungo) é uma universidade pública moçambicana, multicampi, sediada na cidade de Quelimane.

Universidade Licungo
UniLicungo
Fundação 15 de fevereiro de 2019 (3 anos)
Tipo de instituição Pública
Mantenedora Emblem of Mozambique.svg Ministério da Ciência e Tecnologia
Localização Quelimane,  Moçambique
Reitor(a) Boaventura José Aleixo[1]
Vice-reitor(a) Brígida D'Oliveira Singo[1]
Campi Quelimane
Beira

A universidade surgiu do desmembramento dos polos de Quelimane e Beira da Universidade Pedagógica em meio à reforma no ensino superior moçambicano ocorrida no ano de 2019.[2]

Sua área de actuação primaz é nas províncias de Zambézia e Sofala.[2]

EtimologiaEditar

O nome da universidade, assim como da maioria das instituições de ensino superior públicas do país, faz referência a um rio, neste caso ao rio Licungo.

HistóricoEditar

A UniLicungo descende principalmente do antigo polo da Universidade Pedagógica (UP) em Quelimane.[3]

Em 2019 os polos de Quelimane e Beira são afetados com a reforma do ensino superior promovida pelo governo de Moçambique. A reforma propunha a descentralização da UP, de maneira que pudesse constituir novos centros universitários autônomos.[4] De tal proposta surgiu a UniLicungo, efetivada pelo decreto-lei n° 3/2019, de 15 de fevereiro de 2019, aprovado pelo Conselho de Ministros.[2]

Referências

  1. a b Empossados reitores e vices de cinco novas universidades em Moçambique. Jornal Verdade. 29 de março de 2019.
  2. a b c Decreto nº 3/2019. Maputo: Boletim da República – III Série — Número 30. Quarta-feira, 15 de fevereiro de 2019.
  3. Governo extingue UP e cria cinco novas Universidades. O País. 29 de janeiro de 2019.
  4. Governo moçambicano reestrutura Universidade Pedagógica. Diário de Notícias. 29 de janeiro de 2019.