Abrir menu principal

Wilvo Leite foi o décimo segundo filho de uma família de treze irmãos, filho de um agricultor e uma professora, José Leite Filho e Maria Aparecida Leite, nasceu no dia 28 de agosto de 1985, em um povoado chamado Capivara, no município de Traipu, Alagoas.

Aprendeu a andar e a falar com menos de um ano de idade, desde criança já indagava-se sobre questões da vida, curioso, queria sempre aprender um pouco mais, gostava de conversar entre os mais velhos, pois imaginava que o conhecimento era algo exclusivo aos idosos, com o tempo foi vendo que não era bem assim.

Fez até a quarta séria do fundamental em seu povoado, até o ano de 1997, em 1998 começou a cursar a 5ª séria no colégio Adalberto Marroquim, na cidade de Batalha, lá também que ele teve dois encontros, um com a primeira e grande paixão da vida dele, uma paixão platônica e nada correspondida, foi a partir daí que ele começou a compor e escrever poesias, esta paixão durou 5 anos, até que a moça casou-se com um rapaz, então ele deixa a moça, mas não o amor que havia encontrado pelas artes!

Um ano antes de terminar seus estudos em 2005, começa a tocar violão. Muito sensível, percebia as coisas com facilidade, e tudo era motivo para uma poesia ou uma canção! Terminou o ensino médio no colégio Maria de Lourdes em 2006, também na cidade de Batalha.

No dia 22 de Fevereiro de 2008, sua mãe acidenta-se chegando falicer depois que ele deixou o carro em ponto morto para colocar na garagem, dois dias depois, muda-se para a capital do estado de Alagoas, passa a morar em Maceió com dois irmãos, Marlivan e Wdson Leite, onde morou por dois anos. Neste ano começa a fazer suas primeiras frases filosóficas, mas muito abalado ainda com a perda de sua mãe, começou a ver o mundo totalmente diferente, isso o tornaria ainda mais sensível e criativo. No mesmo ano consegue seu primeiro emprego, numa central de maternidades, Cora, cedido pelo prefeito Cicero Almeida. No ano seguinte, em 2009, passa no curso de direito pelo CESMAC.

Em 2010 faz seu site, depois de ter recebido a notícia da morte do seu amigo Itamário Silva, viu que o pouco que sabia não devia acontecer o que acabara de acontecer com seu amigo, então resolveu fazer para a sorte dos amantes da filosofia, um local para guardar um pouco do que pensava. Sem nunca ter feito curso algum de como fazer site, se aventurou no Google, o que demorou 6 meses para terminar a primeira parte, mas, depois começou a pegar o jeito. Também em 2010, conhece aquela que seria a grande desencadeadora de suas frases, poesias e canções, namorou por um ano e meio, o suficiente para aprender o que em toda sua vida se quer imaginara, amou profundamente, mas deste amor só restou apenas boas lembranças, infelizmente não conseguiu lograr êxito na sua primeira jornada amorosa.

Em 2011 começa a trabalhar no Procon, sendo estagiário. Também no Procon, tem a grande honra de conhecer o Dr. Rodrigo Santos Cunha, superintendente do órgão, a pessoa que inspirara e preparara para ser um grande líder em sua futura empreitada política.

Foi no mesmo órgão que ele começa a realizar um dos seus primeiros grandes sonhos, conhecer o estado de Alagoas, fascinado por sua terra e suas tradições, quis conhecer cada cantinho do Estado, foi possível devido a sorte de ser colocado junto à fiscalização do órgão, local este que ele tinham grande orgulho em fazer parte.

Em 2013 começa a fazer aquilo que nunca imaginou em fazer, meditação, esta arte o facinou, levando a fazer mais um site, sempre dizia que quem medita não sofre, pois a meditação proprociona a verdadeira paz que todos tanto buscam. Ele sempre falava que sua vida foi dividida em três partes, uma antes e depois da perda de sua mãe, outra antes e depois do namoro e a outra antes e depois da meditação.