Abrir menu principal

Wikipédia β

Vélber Augusto Pantoja Conceição

Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Vélber Augusto Pantoja Conceição, mais conhecido como Vélber (Belém-PA, 20 de maio de 1978), é Futebolistas ex-futebolista Brasileiro que atuava como Meia (futebol) meia, atualmente é atleta no Futsal e atua como Ala na Associação Esportiva Panelinha, clube da cidade de Benevides-PA.

Vélber
Informações pessoais
Nome completo Vélber Augusto Pantoja Conceição
Data de nasc. 20 de maio de 1978 (39 anos)
Local de nasc. Belém, Pará (PA),  Brasil
Nacionalidade brasileira
Altura 1, 69 m
Destro
Apelido Risadinha
Informações profissionais
Período em atividade 19972016 (19 anos)
Clube atual Associação Esportiva Panelinha
Número 17
Posição Meia
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
19972000
1997
2001
20022003
20042007
2006
2006
2007
2007
2008
2009
2010
2010
2011
2011
2012
2013
2016
19972016
Brasil Tuna Luso
Brasil Paraná (emp.)
Brasil Remo
Brasil Paysandu
Brasil São Paulo
Brasil Fortaleza (emp.)
Brasil Ponte Preta (emp.)
Brasil América de Rio Preto (emp.)
Brasil Remo (emp.)
Brasil Itumbiara
Brasil Paysandu
Brasil Remo
Brasil América de Natal
Brasil Luverdense
Brasil São Raimundo-PA
Brasil Rio Verde
Brasil Cametá
Brasil Paysandu
Total



00072 000(19)
00030 0000(3)
00001 0000(0)
00016 0000(3)



00008 0000(1)
00008 0000(3)
00014 0000(1)

00008 0000(2)
00004 0000(0)
00001 0000(0)
00004 0000(0)
00166 000(32)

CarreiraEditar

Começou no Tuna Luso, onde jogou de 1997 a 2000. Chegou a atuar por empréstimo no Paraná Clube em 1997. Em 2001 foi jogar no Remo, até chegar ao Paysandu em 2002, onde foi titular, e conquistou nesse ano o Campeonato Paraense e a Copa Norte, também foi campeão da Copa dos Campeões de 2002, o maior título da história do Paysandu. Em 2003 esteve em campo na maior partida da história do Paysandu, aquele 1 a 0 inesquecível contra o Boca Juniors em plena Bombonera, válido pela Copa Libertadores.

Foi então contratado pelo São Paulo em 2004, quando o clube paulistano pagou R$800 mil por 60% de seus direitos federativos[1]. Vélber começou como titular, porém logo depois perdeu espaço e teve poucas oportunidades. Em 2005 venceu o Campeonato Paulista, mas no resto do ano foi apenas um mero reserva na Libertadores e acabou não indo para o Mundial de Clubes. Sem chances de jogar no São Paulo, voltou para o Nordeste, para jogar no Fortaleza em 2006, mas seis meses depois voltou para SP para jogar na Ponte Preta, aonde foi rebaixado. Em 2007 jogou no América de Rio Preto, e logo após o fim do Camp. Paulista, retornou para a sua terra, o Pará para jogar no Remo, aonde já havia jogado uma vez em 2001. Porém foi muito mal nessa segunda passagem pelo clube.

Em 2008 foi jogar no Itumbiara de Goiás, aonde foi campeão goiano. Com as chegadas dos craques Denílson e Túlio Maravilha, Vélber perdeu espaço no clube, e então decidiu retornar ao clube em que mais se destacou na carreira, o Paysandu, mas não teve uma boa passagem por lá devido à sua lesão. Em seguida, foi contratado pelo Clube do Remo e sem destaque, transferiu-se novamente para breve passagens por América/RN, Luverdense, São Raimundo/PA, Rio Verde e Cametá/PA. No ano de 2016, o atleta retornou ao futebol para atuar pelo Paysandu Sport Club/PA em uma jogada de marketing para promover sua recuperação, uma vez que vivenciou um episódios infeliz em sua vida em que foi para prisão devido ao não pagamento de pensão alimentícia.

Referências

  1. ARRUDA, Eduardo. São Paulo apresenta hoje Cuca e sua 'legião goiana'. São Paulo, Folha de S. Paulo, 12 jan. 2004
   Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.