Vasco Fernandes César de Meneses

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas com o mesmo nome, veja Vasco Fernandes.

Vasco Fernandes César de Meneses, 1º Conde de Sabugosa, (16 de outubro de 1673 - 24 de outubro de 1741) foi alferes-mor do reino, alcaide-mor de Alenquer, comendador de São João de Rio Frio e de São Pedro de Lomar, vice-rei da Índia e 4º vice-rei do Brasil, filho de D. Mariana de Lencastre e Luís César de Meneses, também comendador das localidades do filho, governador do Rio de Janeiro, capitão-general de Angola e da Bahia posteriormente.

Vasco Fernandes César de Meneses
Nascimento 16 de outubro de 1673
Morte 24 de outubro de 1741

CarreiraEditar

Durante seu vice-reinado na Índia, submeteu o Rajá Kanará, através do bloqueio de Barcelor, Calianapor, Catapal, Moloquim, Mangalor, entre outras localidades. O rajá de Sunda, temendo também por seus domínios, propõe paz. Desejando voltar à Corte, o Conde de Sabugosa entrega o cargo, pelas vias de sucessão, ao Arcebispo de Goa Dom Sebastião de Andrade Pessanha, partindo assim para Portugal.

Vice-rei do BrasilEditar

Foi vice-rei do Brasil por quinze anos, de 1720 a 1735. Durante seu tempo no poder, cuidou da construção de fortes e iniciou o povoamento das regiões onde havia ouro. Foi o responsável pela criação da primeira sociedade literária da colônia (e, portanto, do Brasil): a Academia dos Esquecidos, fundada em 1724. Extinguiu-se no ano seguinte, mas produziu muitos poemas, prosas, orações e composições.[1]

Houve durante seu governo um motim de soldados da Bahia, em maio de 1728, conhecido como o motim do Terço Velho.[2] O castigo aos revoltosos foi rigoroso: foram levados a julgamento e houve empate na hora de decidir a sentença de sete deles. O vice-rei desempatou, condenando-os ao enforcamento. Dentre eles, dois que foram apontados como líderes do motim foram esquartejados e tiveram seus corpos expostos publicamente para servir de exemplo, em um gesto bárbaro.[1]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b «No Tempo dos Vice-Reis». Enciclopédia Delta de História do Brasil. [S.l.]: Editora Delta S/A. 1969. p. 1545 
  2. «Motim dos soldados dos Terços de Salvador, Bahia | Revoltas | Impressões Rebeldes». www.historia.uff.br. Consultado em 8 de junho de 2021 

FontesEditar

Precedido por
Rodrigo da Costa
Vice-Rei da Índia Portuguesa
17121717
Sucedido por
Sebastião de Andrade Pessanha
Precedido por
Junta governativa provisória: Sebastião Monteiro de Vide, Caetano de Brito e Figueiredo e João de Araújo e Azevedo
Vice-rei do Brasil
1720 - 1735
Sucedido por
André de Melo e Castro