Abrir menu principal
Vera Artaxo
Morte 10 de julho de 2010
São Paulo
Cidadania Brasil
Ocupação jornalista
Causa da morte câncer de fígado, câncer colorretal

Vera Artaxo (1953 — São Paulo, 09 de julho de 2010) foi uma jornalista brasileira.[1]

Vera trabalhou na Folha de S.Paulo, na Rede Globo, Bandeirantes, TV Record e por 15 anos na Editora Abril. Também trabalhou como assessora de imprensa do ex-secretário de Ciência e Tecnologia, João Carlos Meirelles, do governo do Estado de São Paulo.[1][2] Ela foi casada com o diretor de teatro Plínio Marcos, convivendo por 20 anos até a morte dele em 1999.[1][3]

Morreu de câncer no reto e no fígado, em São Paulo, após internação no Instituto do Câncer, em 10 de julho de 2010.[1][3]

Referências

  1. a b c d «Ex-companheira de Plinio Marcos, Vera Artaxo morre em SP». Folha de S.Paulo. Consultado em 6 de abril de 2016 
  2. «Morre a jornalista Vera Artaxo». Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de São Paulo. Consultado em 6 de abril de 2016 
  3. a b «Morre a jornalista Vera Artaxo». Estado de São Paulo. Consultado em 6 de abril de 2016 
  Este artigo sobre um(a) jornalista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.