Abrir menu principal

Vera Cruz (Rio Grande do Sul)

Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Porto Vera Cruz.
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Vera Cruz (desambiguação).
Vera Cruz
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Vera Cruz
Bandeira
Brasão de armas de Vera Cruz
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Capital das Gincanas"
Gentílico vera-cruzense
Localização
Localização de Vera Cruz no Rio Grande do Sul
Localização de Vera Cruz no Rio Grande do Sul
Vera Cruz está localizado em: Brasil
Vera Cruz
Localização de Vera Cruz no Brasil
Mapa de Vera Cruz
Coordenadas 29° 42' 54" S 52° 30' 21" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Santa Cruz do Sul, Rio Pardo, Candelária, Vale do Sol, Sinimbu
Distância até a capital 167 km
História
Fundação 30 de janeiro de 1959 (60 anos)
Aniversário 7 de junho
Administração
Prefeito(a) Guido Hoff (PSB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 309,620 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 25 338 hab.
Densidade 81,84 hab./km²
Clima subtropical (Cfa)
Altitude 68 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,791 alto
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 294 016,516 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 12 404,71

Vera Cruz é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

HistóriaEditar

A origem de Vera Cruz remonta ao ano de 1850, com a chegada dos primeiros imigrantes alemães. Foi chamada no início por Faxinal de Dona Josefa em 1858 e em 1881 já estavam delimitadas 100 colônias da então Linha Dona Josefa. Mais ao Sul, demarcaram-se 15 lotes coloniais e o núcleo urbano na Linha Vila Thereza. Então, Linha Dona Josefa e a Linha Vila Thereza passam a constituir o distrito denominado de Vila Tereza, pela lei provincial nº 1814, de 28-06-1889, e ato municipal nº 10, de 03-02-1896, subordinado ao município de Santa Cruz.

Pelo decreto estadual nº 7199, de 31-03-1938, o distrito de Vila Tereza passou a denominar-se Tereza. Logo ficou assim: Vila Tereza para Tereza alterado, pelo decreto citado.

O distrito de Tereza torna-se município em 1959, pela Lei estadual nº 3697, de 30 de Janeiro do mesmo ano, com a denominação de Vera Cruz.Fonte-IBGE

GeografiaEditar

Vera Cruz situa-se na região do Vale do Rio Pardo. Localiza-se a uma latitude 29º42'53" sul e a uma longitude 52º30'20" oeste, estando a uma altitude de 68 metros.

Possui uma área de 310,00 km² e sua população estimada em 2007 era de 24.983 habitantes.[Fonte:IBGE-Censo 2007]

DadosEditar

  • Moradores por domicílio (média): 3,3
  • Zona rural: 3,4
  • Zona urbana: 3,2
  • Domicílios com moradores: 6.383
  • Domicílios vagos: 471
  • Densidade demográfica: 72,70 hab/km
  • Origem da população: predominantemente de origem alemã
  • Religiões predominantes: católica e evangélica
  • População estimada: 24.983 habitantes. [Fonte:IBGE]

LimitesEditar

É limitado a norte por Sinimbu, a leste por Santa Cruz do Sul, a sul por Rio Pardo e a oeste por Vale do Sol e Candelária.

RodoviasEditar

EconomiaEditar

Indústria e comércioEditar

Vera Cruz conta com 70 estabelecimentos industriais, cadastrados em 49 diferentes tipos de atividades, e 570 estabelecimentos comerciais, trabalhadores autônomos e serviços, distribuídos em 130 atividades diferentes.

AgriculturaEditar

Produz milho, tabaco, mandioca, arroz irrigado, feijão, batata-inglesa, soja, cana-de-açúcar, amendoim, arroz sequeiro.

PecuáriaEditar

Criam-se bovinos, suínos, frangos, equinos e ovinos.

Pontos turísticosEditar

  • Caixa-d’água (Centro)
  • Casa de cultura (Centro)
  • Túnel verde (Centro)

PolíticaEditar

Depois de emancipada, Vera Cruz teve como 1º e 3º prefeito Nestor Frederico Henn. Os demais administradores foram João Carlos Rech, Guido Hoff, Ivênio Roque Mueller, Haroldo Genehr, Valdomiro Luiz da Rocha, Heitor Petry e Rosane Petry.

Referências

  1. IBGE. «Área territorial oficial». Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar