Veronika Kudermetova

tenista russa

Veronika Eduardovna Kudermetova[a] (nascida em 24 de abril de 1997) é uma tenista profissional russa.[5] Ela tem como melhores rankings da carreira, o 9º lugar em simples, atingido em 24 de outubro de 2022, e o 2º em duplas, conquistado em 6 de junho de 2022.[7]

Tenista Veronika Kudermetova
Kudermetova em Roland Garros (2022)
País  Rússia
Residência Moscou, RUS
Data de nascimento 24 de abril de 1997 (26 anos)
Local de nasc. Cazã, Rússia
Altura 1,75 m
Treinado por Sergei Demekhine (2012–)[1]
Vladimír Pláteník (2021–)[2]
Mão destra (backhand de duas mãos)
Prize money US$ 6.863.661
Simples
Vitórias-Derrotas 350–235 (59,8%)
Títulos 2 WTA, 6 ITF[3]
Melhor ranking N° 9 (24 de outubro de 2022)
Ranking atual simples N° 19 (08 de abril de 2024)
Open da Austrália 3R (2021, 2022)
Roland Garros QF (2022)
Wimbledon 2R (2019)
US Open 4R (2022)
Tour Finals Alt (2022)
Jogos Olímpicos 1R (2021)
Duplas
Vitórias-Derrotas 316–157 (66,8%)
Títulos 7 WTA, 26 ITF[4]
Melhor ranking N° 2 (06 de junho de 2022)
Ranking atual duplas N° 62 (08 de abril de 2024)
Open da Austrália SF (2022)
Roland Garros 3R (2020, 2022)
Wimbledon F (2021)
US Open SF (2020)
Tour Finals V (2022)
Jogos Olímpicos SF – 4ª (2021)
Medalhas
Copa Billie Jean King
BJK Cup V (2020–21), recorde 3–4
Última atualização em: 08 de abril de 2024[5].

Em 2019, Kudermetova conquistou o primeiro título de duplas no WTA Tour, em Wuhan, em parceria com Duan Yingying.[8] Em 2021, foi a vez do seu primeiro título de simples, em Charleston sobre Danka Kovinić.[9] Ela estreou em chaves principais desse nível em torneios de duplas na Kremlin Cup de 2014, em parceria com Evgeniya Rodina; e em torneios de simples em 2018, no Porsche Tennis Grand Prix em Stuttgart.

Em relação aos grandes torneios, ela chegou a uma final de torneio Grand Slam em dupla com Elena Vesnina, no Torneio de Wimbledon de 2021;[10] e conquistou o WTA Finals de 2022 com Elise Mertens.[11]

Na Copa Billie Jean Cup, fez parte da equipe russa campeã de 2020–21.[12]

Vida pessoal editar

Kudermetova é filha de Eduard Kudermetov, um campeão nacional russo de hóquei no gelo.[13] Ela começou a jogar tênis aos oito anos.[14] Sua irmã mais nova, Polina Kudermetova (nascida em 2003), também é tenista.[15][16]

Kudermetova é casada com o treinador de tênis e ex-jogador Sergei Demekhine.[17] Começaram a namorar em 2015, apesar de Demekhine ter voltado a ser seu treinador desde 2012, sobre o que Kudermetova comentou em 2020: “Aos 16 anos eu só gostava dele mas nem pensava em mais nada. Provavelmente, é minha educação que afetou. Tais pensamentos eram inaceitáveis para mim".[18]

Destaques na carreira editar

2013–2015 editar

Em 2013, em parceria com Evgeniya Rodina, Kudermetova venceu seu primeiro torneio de $ 50.000 na Kazan Summer Cup, derrotando Alexandra Artamonova e Martina Borecká na final.[19] Lá, ela também chegou às semifinais de simples como "wild card".[19]

Em 2014, Kudermetova alcançou finais consecutivas de US$ 10.000 em Antalya no início do ano e, após várias atuações fortes, ela quebrou o top 500 do mundo pela primeira vez em sua carreira, chgando à posição Nº 316 ao final do ano.[20] Jogando em seu primeiro torneio de US$ 100.000 na President's Cup, ela chegou às quartas de final antes de cair para a eventual campeã, Vitalia Diatchenko.

Ela terminou o ano de 2014 com um recorde de 44-20 vitórias/derrotas, conquistando seu primeiro título da ITF no processo.[21]

 
Kudermetova na Kremlin Cup, 2014.

A temporada de 2015 viu Kudermetova não conseguir ganhar um único título no Circuito ITF, já que ela teve um decepcionante recorde de 15-15 vitórias e derrotas com apenas uma final alcançada. Sua classificação no final do ano foi de Nº 392.[20]

2016 editar

Depois de um início sem brilho, Kudermetova fez sua primeira final do ano em Andijan em maio, depois de 4 vitórias consecutivas.[22] Foi seguido por títulos consecutivos de US$ 25.000 em Imola[23] e Astana,[24] garantindo que ela entrasse no top 300 do mundo pela primeira vez.[20] A quarta final da temporada em Telavi marcou sua ascensão contínua.[25] Sua classificação logo possibilitou uma admissão direta na chave principal do Taipei Challenger, sua estreia em um torneio WTA 125. Ela venceu sua primeira partida contra Varatchaya Wongteanchai antes de perder no segundo turno.

No geral, ela teve um recorde de vitórias e derrotas de 36–22 em 2016,[26] com um total de dois títulos do Circuito ITF.[26] Sua classificação de final de ano melhorou em um total de 190 posições, terminando na 202ª posição.[20]

2017 editar

Sua estreia em torneios do Grand Slam veio no Australian Open, onde perdeu na primeira rodada da qualificatória em três sets para Sabina Sharipova.[27] Tentando uma transição para o WTA Tour, ela jogou a qualificatória em vários eventos, mas não conseguiu chegar à chave principal em nenhum eles. Kudermetova venceu sua primeira rodada de qualificatória no Aberto da França, mas perdeu na segunda. Ela alcançou sua primeira quartas de final em um WTA 125, no Taipei Challenger para encerrar o ano.

Kudermetova teve um recorde de 30-25 vitórias e derrotas no ano, não conseguindo chegar a nenhuma final, mas registrou mais participações no WTA Tour.[28]

2018 editar

 
Kudermetova em Wimbledon, 2018.

Depois de começar o ano com um triunfo em um evento de US$ 25k no Keio Challenger, ela se classificou para seu primeiro evento WTA no Porsche Tennis Grand Prix, um torneio Premier. Aproveitando seu ímpeto, Kudermetova surpreendeu Carla Suárez Navarro, top 30, na primeira rodada, antes de apresentar um forte desempenho contra a eventual campeã e top ten Karolína Plíšková.[29]

Ela chegou à fase final da qualificatória no Aberto da França pela primeira vez em sua carreira, onde caiu para Barbora Krejcíková. Outra grande vitória logo se seguiu quando ela venceu a defensora do título Anett Kontaveit na primeira rodada do Rosmalen Grass Court Championships.[30] Além disso, ela surpreendeu Belinda Bencic em sua próxima partida, alcançando sua primeira quarta de final da WTA. Ela alcançou outra quarta de final da WTA no Ladies Championship Gstaad, onde derrotou Viktória Kužmová antes de cair para Eugenie Bouchard, em dois sets.[31]

Ela teve um recorde de 30-22 vitórias e derrotas no ano, obtendo o primeiro sucesso no WTA Tour.[32]

2019 editar

 
Kudermetova na Roland Garros, 2019.

Kudermetova começou o ano com uma campanha até às quartas de final no Shenzhen Open após se classificar para a chave principal, derrotando a compatriota mais bem ranqueada Anastasia Pavlyuchenkova no processo.[33] Ela se classificou para a chave principal do Australian Open pela primeira vez em sua carreira, perdendo para Sofia Kenin na primeira rodada.[34]

No evento WTA 125 em Guadalajara, Kudermetova foi eliminada, mas ainda conseguiu levantar o maior título de sua carreira ao derrotar Marie Bouzková por 6–2, 6–0 na final.[35] As quartas de final consecutivas do WTA aconteceram no Ladies Open Lugano e no Tennis Championship Istanbul.

Sua primeira grande vitória na chave principal veio no Aberto da França, quando ela venceu Caroline Wozniacki, a 13ª cabeça-de-chave, na primeira rodada.[36] Depois de vencer Zarina Diyas na segunda, Kudermetova foi derrotada pela veterana Kaia Kanepi na terceira rodada, apesar de ter vencido o primeiro set.

Em julho de 2019, ela chegou à segunda rodada em Wimbledon, onde foi derrotada por Wozniacki.[37] Antes disso, Kudermetova se destacou em Rosmalen, chegando às semifinais, onde foi derrotada pela eventual campeã Alison Riske.[38]

Em setembro, como a dupla 8ª cabeça-de-chave, ela e Duan Yingying conquistaram o título de duplas no Wuhan Open, derrotando as recém-coroadas campeãs do US Open Elise Mertens e Aryna Sabalenka na final. Foi a primeira vez que jogaram juntas e o primeiro título de duplas de Kudemetova.[39] O que levou-a ao 24º lugar mundial em 30 de setembro de 2019 no ranking de duplas. Ela alcançou a terceira rodada na competição de simples, o que também a levou ao 42º lugar no ranking mundial de simples, o melhor de sua carreira até então. No torneio, Kudermetova venceu Belinda Bencic em sua primeira vitória entre as dez primeiras.[40]

Em uma fantástica campanha asiática, Kudermetova chegou a duas semifinais no Japan Women's Open[41] e no Tianjin Open,[42] respectivamente. Para encerrar sua primeira temporada completa no WTA Tour, ela surpreendeu a número 4 do mundo, Elina Svitolina, na segunda rodada da Kremlin Cup[43] e chegou às quartas de final, perdendo para Anastasia Pavlyuchenkova.[44]

Um recorde de vitórias e derrotas de 48-26[45] permitiu à Kudermetova terminar o ano como nº 41[20] do mundo como a segunda russa mais bem classificada, atrás apenas de Pavlyuchenkova, tendo alcançado o recorde de sua carreira de nº 39 do mundo em simples em 10 de novembro de 2019[20] com três semifinais WTA e um título WTA 125. Ela terminou o ano em 25º lugar em duplas.

2020 editar

Kudermetova começou o ano no Brisbane International. Ela perdeu na rodada final da qualificatória para Marie Bouzková. Como 5ª cabeça-de-chave no Hobart International, ela chegou às semifinais, onde foi derrotada pela quarta cabeça-de-chave Zhang Shuai.[46] Com isso, voltou a alcançar o top 40 em simples, no dia 20 de janeiro de 2020. No Australian Open, perdeu na primeira rodada para Sara Sorribes Tormo. Apesar da derrota, ela alcançou um novo recorde na carreira de número 38 do mundo, em 3 de fevereiro de 2020.

Jogando pela Rússia na eliminatória da Fed Cup contra a Romênia, Kudermetova perdeu as duas disputas para Ana Bogdan e Jaqueline Cristian. Apesar dessas derrotas, a Rússia venceu a disputa por 3–2.[47] Em São Petersburgo, ela foi derrotada na segunda rodada pela segunda cabeça de chave, defensora do título e eventual campeã, Kiki Bertens.[48] Passando pela qualificatória no Dubai Tennis Championships, ela perdeu na segunda rodada para a nona cabeça-de-chave Garbiñe Muguruza.[49] No Qatar Open, ela foi derrotada na segunda rodada pela quarta cabeça-de-chave Belinda Bencic.[50] A WTA cancelou os torneios de março a julho devido à pandemia de COVID-19.[51][52]

Quando a WTA retomou os torneios em agosto, Kudermetova competiu no Aberto de Praga. Como 8ª cabeça-de-chave, ela perdeu na primeira rodada para Eugenie Bouchard.[53] No Western & Southern Open, ela surpreendeu a cabeça-de-chave e campeã de 2016, Karolína Plíšková, na segunda rodada.[54] Ela foi derrotada na terceira rodada pela 14ª cabeça-de-chave Elise Mertens.[55] Como 29ª cabeça-de-chave no US Open, ela perdeu na primeira rodada para Iga Swiatek. Em duplas, ela fez parceria com a compatriota Anna Blinkova; ambas chegaram às semifinais de um Grand Slam pela primeira vez em suas carreiras, onde perderam para Laura Siegemund e Vera Zvonareva.[56] Após essa campanha, ela alcançou o recorde de sua carreira em duplas, ocupando o 22º lugar no mundo em 14 de setembro de 2020.

Jogando em Roma, Kudermetova foi derrotado na primeira rodada por Barbora Strýcová.[57] No Aberto da França, ela perdeu na segunda rodada para a 13ª cabeça-de-chave Petra Martic.[58]

Vinda da qualificatória na primeira edição do Ostrava Open, Kudermetova derrotou a segunda cabeça-de-chave Karolína Plíšková na segunda rodada.[59] Nas quartas de final, ela foi derrotada por Jennifer Brady.[60] Seu último torneio da temporada foi o Upper Austria Ladies Linz. Como 5ª cabeça-de-chave, ela chegou às quartas de final, onde perdeu para a segunda cabeça de chave e eventual finalista, Elise Mertens.[61]

Kudermetova terminou o ano em 46º lugar em simples e 24º em duplas.[20]

2021 editar

 
Kudermetova na Fed Cup, 2021.

Kudermetova começou 2021 na primeira edição do Abu Dhabi Open. Ela surpreendeu a segunda cabeça de chave Elina Svitolina nas quartas de final[62] e derrotou Marta Kostyuk nas semifinais.[63] Ela perdeu na final para a quarta cabeça-de-chave Aryna Sabalenka de forma convincente, mas entrou no top 40 pela primeira vez em sua carreira.[64] Na primeira edição do Grampians Trophy, ela foi derrotada na segunda rodada por Ann Li.[65] Como 32ª cabeça-de-chave no Australian Open, ela perdeu na terceira rodada para a segunda cabeça-de-chave Simona Halep, depois de obter suas primeiras vitórias na chave principal em Melbourne.[66] Em Adelaide, ela foi derrotada na primeira rodada por Shelby Rogers.[67]

No Qatar Ladies Open, Kudermetova perdeu na primeira rodada para a eventual finalista Garbiñe Muguruza.[68] Em Dubai, ela foi derrotada na segunda rodada pela sexta cabeça-de-chave e campeã de 2019, Belinda Bencic.[69] Como 2ª cabeça-de-chave em São Petersburgo, ela chegou às quartas de final perdendo para a oitava cabeça de chave e eventual campeã, Daria Kasatkina.[70] Como 32ª cabeça-de-chave no Miami Open, ela foi derrotada na terceira rodada pela sétima cabeça-de-chave Sabalenka mais uma vez, embora desta vez ela tenha conseguido um set point.[71]

Como 15ª cabeça-de-chave no Charleston Open, Kudermetova conquistou seu primeiro título de simples WTA, derrotando Danka Kovinic na final.[72] Derrotando nomes como Sloane Stephens[73] e Paula Badosa,[74] ela não perdeu mais de oito games em cada partida e conquistou o título sem perder um set.[75] Ela entrou no top 30 com o recorde de sua carreira no 29º lugar em 12 de abril de 2021. Na semana seguinte, ela conquistou seu segundo título de duplas na Istambul Cup, ao lado de Elise Mertens,[76] ao mesmo tempo em que alcançou as semifinais de simples, nas quais perdeu. para Mertens.[77]

Kudermetova chegou à terceira rodada do Madrid Open com uma vitória entre as dez primeiras sobre a defensora do título Kiki Bertens, em dois sets.[78] No entanto, apesar de uma partida apertada, ela acabou perdendo para Petra Kvitová.[79] No Aberto da Itália, Kudermetova derrotou Mertens na primeira rodada,[80] mas caiu para a número 1 do mundo da época, Ashleigh Barty, na terceira rodada.[81]

Ela entrou no Aberto da França como um dos "azarões",[82][83] e teve uma vitória difícil na primeira rodada contra a ex-semifinalista Amanda Anisimova, em dois sets.[84] No entanto, ela foi surpreendida por Katerina Siniaková na segunda rodada, apesar de ter liderado por 5–1 o set final.[85]

Kudermetova começou sua temporada em quadra de grama no inaugural do Grass Court Championships Berlin, onde derrotou Karolína Muchová em uma partida de primeira rodada de alta qualidade.[86] Ela foi derrotada pela compatriota Liudmila Samsonova na segunda rodada.[87]

Em Wimbledon, ela foi derrotada pela eventual quarta finalista Viktorija Golubic por 11–9 no set final, na primeira rodada.[88] Em duplas, ela fez parceria com Elena Vesnina e, apesar de não ser cabeça-de-chave, elas eliminaram as cabeças-de-chave e as defensoras do título do Aberto da França e cabeças-de-chave Barbora Krejcíková / Katerina Siniaková e Caroline Dolehide / Storm Sanders a caminho da final, salvando match points em ambas as partidas.[89][90] Elas também já haviam derrotado a dupla Coco Gauff e Caty McNally, jogando sob as luzes da quadra central.[91] Elas perderam para as ex-jogadoras de duplas número um e terceiro par cabeça-de-chave, Hsieh Su-wei e Elise Mertens, em uma partida apertada de três sets, apesar de terem tido dois match points.[92] Com esta campanha de sucesso, ela entrou no top 20 em duplas em um ponto alto da carreira no 16º lugar do mundo em 12 de julho de 2021.

Nas Olimpíadas de Tóquio, Kudermetova representou o Comitê Olímpico Russo em simples e duplas femininas pela primeira vez em sua carreira. Em simples, ela perdeu na primeira rodada para a sétima cabeça-de-chave Garbiñe Muguruza em uma partida muito acirrada.[93] Em duplas, ela voltou a fazer parceria com Vesnina. A dupla perdeu na semifinal para as eventuais medalhistas de ouro, Krejcíková e Siniaková da República Tcheca.[94] Na disputa pela medalha de bronze, Vesnina e Kudermetova foram derrotadas pelas brasileiras Laura Pigossi e Luisa Stefani, apesar de terem tido quatro match points consecutivos em 9–5 no super-tiebreak.[95]

Kudermetova quebrou uma sequência de quatro derrotas consecutivas em simples contra Yulia Putintseva no Aberto do Canadá, vindo de 0–3 abaixo no set final para prevalecer.[96] Fazendo parceria com Elena Rybakina pela primeira vez, elas chegaram à semifinal de duplas depois de perder apenas 14 games no processo.

No US Open, Kudermetova sofreu outra eliminação na primeira rodada nas mãos de Sorana Cîrstea, uma das jogadoras não cabeças-de-chave com melhor classificação na chave.[97] Ela perdeu na terceira rodada de duplas ao lado de Bethanie Mattek-Sands.[98] A russa conquistou vitórias consecutivas em simples pela primeira vez desde maio no Chicago Fall Tennis Classic, derrotando Anna Kalinskaya na primeira rodada[99] e Harriet Dart na segunda. Ela perdeu para Rybakina na terceira rodada.[100]

Kudermetova chegou à terceira rodada do Indian Wells Open pela primeira vez em sua carreira depois de derrotar Samsonova,[101] mas conseguiu vencer apenas um jogo contra Iga Swiatek.[102] No entanto, ela alcançou o sucesso em duplas ao lado de Rybakina ao derrotar a dupla 4ª cabeça-de-chave Alexa Guarachi e Desirae Krawczyk por 10-0 no super-tiebreak,[103] e Lyudmyla Kichenok e Jelena Ostapenko para chegar à final.[104] Elas perderam para a dupla 2ª cabeça-de-chave Hsieh Su-wei e Elise Mertens na final.[105]

2022 editar

Kudermetova começou sua temporada no Melbourne Summer Set 1, chegando à final de simples, mas perdeu para Simona Halep, em dois sets.[106] Como 3ª cabeça-de-chave em duplas no Australian Open, ela chegou às semifinais com a nova parceira Elise Mertens, onde perderam para as campeãs Barbora Krejčíková e Kateřina Siniaková.[107] Como resultado, ela fez sua estreia entre as dez primeiras em duplas na 9ª posição, em 31 de janeiro de 2022. Ela alcançou a terceira rodada em simples, caindo para Maria Sakkari apesar de ter tido uma vantagem inicial.[108]

Em Dubai, Kudermetova conquistou sua primeira vitória entre as 20 primeiras desde maio de 2021 sobre Victoria Azarenka na primeira rodada.[109] Ela então conquistou sua primeira vitória sobre a quarta cabeça-de-chave Garbiñe Muguruza em quatro tentativas, vinda de uma derrota para vencer a espanhola.[110] Kudermetova venceu Jil Teichmann para chegar à sua primeira semifinal WTA 500 desde seu triunfo em Charleston,[111] e recebeu um "walkover" para a final depois que sua oponente agendada, Markéta Vondroušová, se retirou do torneio.[112] Ela perdeu a final para Jeļena Ostapenko, em dois sets, mas alcançou um novo recorde na carreira entre as 25 primeiras do ranking WTA.[113] No mesmo torneio, ela conquistou o título de duplas, ao lado de Mertens, contra Ostapenko e Lyudmyla Kichenok.[114] Elas também chegaram à final do WTA 1000 Qatar Ladies Open, com Kudermetova subindo para a posição mais alta de sua carreira, ocupando a 6ª posição em duplas após o torneio.[115]

Ela alcançou sua primeira quartas de final de simples no WTA 1000 em Indian Wells, derrotando a ex-número 1 do mundo, Naomi Osaka, em dois sets,[116] e Markéta Vondroušová após quase três horas de ação.[117] No entanto, ela perdeu para a defensora do título Paula Badosa nas quartas de final, sua primeira derrota para a espanhola em quatro confrontos.[118] Em duplas, Kudermetova e Mertens foram derrotados na primeira rodada por Eri Hozumi e Makoto Ninomiya.

Kudermetova alcançou mais duas finais do WTA 1000 em duplas no Miami Open, em parceria com Mertens[119] e no Aberto da Itália, em parceria com Anastasia Pavlyuchenkova, onde conquistou seu primeiro título do WTA 1000 derrotando as campeãs de Madrid Gabriela Dabrowski e Giuliana Olmos.[120]

No Aberto da França, ela alcançou a quartas de final em um torneio Major em simples pela primeira vez em sua carreira, depois que Paula Badosa se retirou da partida na terceira rodada e uma vitória contra Madison Keys em três sets, na quarta.[121] Ela também chegou à terceira rodada em duplas com Mertens. Como resultado, ela alcançou um novo recorde na carreira de número 2 do mundo em duplas após a conclusão do torneio em 6 de junho de 2022.

No Silicon Valley Classic, Kudermetova chegou às semifinais ao derrotar Ons Jabeur em dois sets.[122] No US Open, ela enfrentou Ons Jabeur novamente na quarta rodada, mas perdeu em dois sets.[123]

No Pan Pacific Open, Kudermetova chegou às semifinais perdendo para Zheng Qinwen em três sets.[124] Como 2ª cabeça-de-chave no Jasmin Open, ela perdeu para Alizé Cornet nas semifinais.[125] Ao ficar de "bye" na primeira rodada em Guadalajara, ela derrotou Donna Vekić na segunda e Jelena Ostapenko terceira, ambas em dois sets. Nas quartas de final, ela caiu para Maria Sakkari em uma partida disputada de três sets, que também foi uma partida válida como classificatória para o WTA Finals de 2022. Apesar do resultado, ela fez sua estreia entre as 10 primeiras no ranking WTA no 9º lugar mundial em simples, em 24 de outubro de 2022. No entanto, ela se classificou para o WTA Finals em duplas com Mertens em 13 de outubro de 2022 pela primeira vez em sua carreira.[126][127]

Em Fort Worth, Kudermetova junto com Mertens chegaram à final de duplas, terminando a fase de round robin em 3 a 0 e vencendo Desirae Krawczyk / Demi Schuurs nas semifinais.[128][129] Na final, elas se recuperaram de uma desvantagem de 2 a 7 no desempate para superar as defensoras do título e seis vezes campeãs de Grand Slam, Barbora Krejčíková e Kateřina Siniaková, e ganhar seu terceiro título de duplas juntas.[130]

Kudermetova encerrou a melhor temporada de sua carreira ao terminar o ano em 9º lugar em simples e 2º em duplas.[131]

2023 editar

Veronika Kudermetova começou a temporada no Adelaide International 1, como 4ª cabeça-de-chave. Em seu primeiro torneio como uma das 10 melhores jogadoras do mundo, ela derrotou Amanda Anisimova e Bianca Andreescu nas duas primeiras rodadas, respectivamente.[132] No entanto, ela foi derrotada nas quartas de final por Irina Camelia Begu em dois sets.[133] Ela continuou em boa forma no evento Adelaide 2, quando derrotou Victoria Azarenka e Danielle Collins em três sets, salvando cinco match points contra a última, para chegar às semifinais.[134] Depois de se retirar das semifinais do Adelaide 2, Kudermetova foi surpreendentemente eliminada na segunda rodada do Australian Open pela vinda da qualificatória Katie Volynets [en], em três sets.[135]

Kudermetova chegou às quartas de final do Abu Dhabi Open depois de derrotar a ex-parceira de duplas Elise Mertens.[136] A consistência continuou a se refletir em seus resultados ao chegar às quatro últimas no Qatar Total Open, vencendo Barbora Krejčíková em 3 horas[137] e conquistando sua primeira vitória no Top 10 do ano contra Coco Gauff.[138] No entanto, ela perdeu para a número 1 do mundo Iga Świątek, vencendo apenas um game na semifinal.[139]

Em duplas, Kudermetova fez parceria com Liudmila Samsonova para a temporada de 2023. Elas perderam na primeira rodada em Adelaide e caíram para a dupla cabeça-de-chave No 4 Storm Sanders e Elise Mertens na segunda rodada do Australian Open.[140] No entanto, elas conquistaram seu primeiro título juntas no Dubai Tennis Championships, defendendo seu título de 2022.[141][142] Em Indian Wells, ficou na segunda rodada e em Miami, não passou da primeira.[143][nota 1]

Kudermetova iniciou sua temporada nas quadras de saibro no Charleston Open perdendo na primeira rodada, o mesmo acontecu em Stuttgart.[143][nota 1] Já no Madrid Open, teve um excelente desempenho, vencendo todos os seus quatro jogos em três sets até chegar à semifinal, quando perdeu para a eventual campeã Iga Świątek em sets diretos.[143][nota 1] No Internazionali d'Italia teve um desempenho semelhante, perdendo na semifinal para Anhelina Kalinina em três sets.[143][nota 1] No Aberto da França, não passou da primeira rodada.[143][nota 1]

Kudermetova iniciou sua temporada nas quadras de grama no Libéma Open, no qual chegou à final onde perdeu no "tiebreak" do terceiro set para Ekaterina Alexandrova.[143][nota 1] Em seguida, chegou às quartas de final do Aberto da Alemanha, mas precisou desistir de jogar a partida contra Ekaterina Alexandrova.[144] Em Wimbledon ela não passou da segunda rodada.[143][nota 1]

De volta às quadras duras na América do norte, Kudermetova teve uma campanha bem discreta, ficando na primeira rodada em Cincinnati, na segunda em Cleveland e no US Open também ficou na primeira rodada, o mesmo acontecendo em San Diego e em Guadalajara, ficou na segunda rodada.[143][nota 1]

Kudermetova voltou a ter um bom desempenho na temporada asiática, conquistando o Pan Pacific Open, seu segundo título WTA da carreira, vencendo a segunda cabeça de chave Jessica Pegula em sets diretos na final.[145] Devido à esse bom desempenho, ela ficou de "bye" na primeira rodada do torneio seguinte, o Aberto da China.[146] Em sua primeira partida, ela venceu Lesia Tsurenko em três sets, mas na rodada seguinte perdeu para Coco Gauff em dois sets.[147] Na chave de duplas, em parceria com Beatriz Haddad Maia, ela teve um melhor desempenho. Elas venceram a dupla Anna Danilina / Alexandra Panova na primeira rodada, a dupla Nadiia Kichenok / Monica Niculescu na segunda, mas nas quartas de final, perderam para a dupla Magda Linette / Peyton Stearns em jogo disputado de três sets.[148]

2024 editar

Kudermetova teve um início de temporada discreto. Participou do Brisbane International como "cabeça de chave" N° 6, vencendo Anna Karolína Schmiedlová na estreia em sets diretos e perdendo na segunda rodada para Anastasia Potapova em jogo de três sets.[143][nota 1] Logo depois, participou do Adelaide International como "cabeça de chave" N° 8, vencendo Ashlyn Krueger na estreia em sets diretos e perdendo na segunda rodada para Ekaterina Alexandrova também em sets diretos.[143][nota 1] Depois disso, partiu para o Australian Open, no qual como "cabeça de chave" N° 15, perdeu na primeira rodada para Viktorija Golubic em jogo de três sets.[149]

Prosseguindo sua campanha em quadras duras, agora no Oriente Médio, Kudermetova participou do Abu Dhabi Open, onde, como "cabeça de chave" N° 9 perdeu para a vinda da qualificatória Heather Watson na primeira rodada em sets diretos.[150] Em Doha, ficou na primeira rodada, e em Dubai na segunda. No giro americano, também ficou na segunda rodada em Indian Wells e na primeira em Miami.[143][nota 1]

Kudermetova iniciou a temporada em quadras de saibro no Charleston Open, no qual chegou às quartas de final, onde perdeu para a cabeça de chave N° 3 Maria Sakkari em sets diretos.[151]

Fed Cup / Billie Jean King Cup editar

Jogando pelo time da Rússia na Fed Cup, Kudermetova tem um recorde de vitórias e derrotas de 3-4. Ela fez sua estreia em fevereiro de 2014, perdendo para a australiana Samantha Stosur em dois sets na eliminatória do Grupo Mundial.[152] Ela também foi indicada para representar seu país durante o Grupo Mundial II da Fed Cup de 2018, mas foi selecionada apenas para jogar uma partida de duplas ao lado de Anna Kalinskaya para cumprir tabela.

Agora conhecida como Billie Jean King Cup, Veronika foi escolhida como a segunda jogadora individual da Rússia na fase de qualificatória contra a Romênia por uma vaga nas finais. No entanto, ela foi derrotada por Ana Bogdan[153] e Jaqueline Cristian, ambas de ranking inferior.[154] No entanto, a Rússia ainda conseguiu triunfar por 3–2 na disputa e garantir sua vaga nas finais. Como a melhor jogadora de duplas e a terceira jogadora individual da Rússia, ela foi selecionada como parte da lista da Rússia para as finais em Praga.[155] Nas finais, Kudermetova venceu todas as três partidas de duplas ao lado de Liudmila Samsonova, ajudando a Rússia a conquistar seu primeiro título desde 2008.[156][157][158]

Patrocínios editar

Kudermetova foi patrocinada pela Nike como júnior.[159] Depois de usar roupas da Nike e Asics sem nenhum contrato pessoal com as marcas, Kudermetova passou a ser patrocinada pela Armani para roupas em 2020, tornando-se a embaixadora da marca "EA7".[160][161]

Estatísticas da carreira editar

Quadros de linha de tempo editar

Legenda
V  F  SF QF #R RR Q# P# NQ NP Z# PO O P B NTM NTI A NO

 • (V) vencedor; (F) finalista; (SF) semifinalista; (QF) quartas de final; (#R) rodada 4, 3, 2, 1; (RR) round-robin; (Q#) rodada qualificatória; (NQ) não qualificado; (NP) não participou; (NO) não ocorreu; (TS) taxa de sucesso (eventos vencidos / participados); (V–P) jogos vencidos-perdidos.

 • Para evitar confusões e contagem em duplicidade, esses quadros são atualizados após a conclusão de um torneio ou quando a participação de um jogador termina.

Simples editar

Torneio 2017 2018 2019 2020 2021 2022 2023 TS V–P % de Vitórias
Australian Open Q1 NP 1R 1R 3R 3R 2R 0 / 5 5–5 50%
Aberto da França Q2 Q3 3R 2R 2R QF 0 / 4 8–4 67%
Wimbledon Q1 Q2 2R NO 1R NP 0 / 2 1–2 33%
US Open Q1 Q2 1R 1R 1R 4R 0 / 4 3–4 43%
Vencidos-Perdidos 0–0 0–0 3–4 1–3 3–4 9–3 1-1 0 / 15 17–15 53%

Duplas editar

Torneio 2016 2017 2018 2019 2020 2021 2022 TS V–P % de Vitórias
Australian Open NP 1R 2R 3R 1R SF 1R 0 / 6 7–6 58%
Aberto da França 1R 1R 1R 3R 1R 3R 0 / 6 4–6 40%
Wimbledon 2R 2R 1R NO F NP 0 / 4 7–4 64%
US Open 1R 1R 1R SF 3R 2R 0 / 6 7–5 58%
Vencidos-Perdidos 1–3 1–4 1–4 8–3 7–4 7–2 0-1 0 / 22 26–21 55%

Finais editar

Circuito WTA editar

Simples: 5 (1 título, 4 vices) editar

Status V–D Torneio Categoria Adversária Resultado
Data Cidade/país Piso
Vice (1–4)
24 abr 2022
TEB BNP Paribas Tennis Championship Istanbul
  Istambul, Turquia
WTA 250
saibro
  Anastasia Potapova 3–6, 1–6
Vice (1–3)
19 fev 2022
Dubai Duty Free Tennis Championships
  Dubai, Emirados Árabes Unidos
WTA 500
duro
  Jelena Ostapenko 0–6, 4–6
Vice (1–2)
9 jan 2022
Melbourne Summer Set 1
  Melbourne, Austrália
WTA 250
duro
  Simona Halep 2–6, 3–6
Campeã (1–1)
11 abr 2021
  Charleston, Estados Unidos WTA 500
saibro (verde)
  Danka Kovinic 6–4, 6–2
Vice (0–1)
13 jan 2021
Abu Dhabi WTA Women's Tennis Open
  Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos
WTA 500
duro
  Aryna Sabalenka 2–6, 2–6

Duplas: 12 (5 título, 7 vices) editar

Status V–D Torneio Categoria Parceira Adversárias Resultado
Data Cidade/país Piso
Campeã (5–7)
Nov 2022
WTA Finals Fort Worth
  Fort Worth, Estados Unidos
F. de temporada
duro (coberto)
  Elise Mertens   Barbora Krejcíková
  Katerina Siniaková
6–2, 4–6, [11–9]
Vice (4–7)
Jun 2022
Libéma Open
  's-Hertogenbosch, Países Baixos
WTA 250
grama
  Elise Mertens   Ellen Perez
  Tamara Zidanšek
3–6, 7–5, [10–12]
Campeã (4–6)
Mai 2022
Internazionali BNL d'Italia
  Roma, Itália
WTA 1000
saibro
  Anastasia Pavlyuchenkova   Gabriela Dabrowski
  Giuliana Olmos
1–6, 6–4, [10–7]
Vice (3–6)
Abr 2022
Miami Open
  Miami, Estados Unidos
WTA 1000
duro
  Elise Mertens   Laura Siegemund
  Vera Zvonareva
36–7, 5–7
Vice (3–5)
Fev 2022
Qatar TotalEnergies Open
  Doha, Catar
WTA 1000
duro
  Elise Mertens   Cori Gauff
  Jessica Pegula
6–3, 5–7, [10–5]
Campeã (3–4)
Fev 2022
Dubai Duty Free Tennis Championships
  Dubai, Emirados Árabes Unidos
WTA 500
duro
  Elise Mertens   Lyudmyla Kichenok
  Jelena Ostapenko
6–1, 6–3
Vice (2–4)
Out 2021
BNP Paribas Open
  Indian Wells, Estados Unidos
WTA 1000
duro
  Elena Rybakina   Hsieh Su-wei
  Elise Mertens
16–7, 3–6
Vice (2–3)
Jul 2021
Torneio de Wimbledon
  Londres, Reino Unido
Grand Slam
grama
  Elena Vesnina   Hsieh Su-wei
  Elise Mertens
6–3, 5–7, 7–9
Campeã (2–2)
Abr 2021
TEB BNP Paribas Tennis Championship Istanbul
  Istambul, Turquia
WTA 250
saibro
  Elise Mertens   Nao Hibino
  Makoto Ninomiya
6–1, 6–1
Campeã (1–2)
Set 2019
Wuhan Open
  Wuhan, China
WTA Premier 5
duro
  Duan Yingying   Elise Mertens
  Aryna Sabalenka
7–63, 6–2
Vice (0–2)
Abr 2019
Samsung Open
  Lugano, Suíça
WTA International
saibro
  Galina Voskoboeva   Sorana Cîrstea
  Andreea Mitu
6–1, 2–6, [8–10]
Vice (0–1)
Abr 2019
Volvo Car Open
  Charleston, Estados Unidos
WTA Premier
saibro (verde)
  Irina Khromacheva   Anna-Lena Grönefeld
  Alicja Rosolska
76–7, 2–6

Notas

  1. a b c d e f g h i j k Para obter os dados dessa referência, selecione o ano correspondente no site da WTA ou da ITF.
  1. russo: Вероника Эдуардовна Кудерметова; pronúncia russa: [vʲɪrɐˈnʲikə kʊdʲɪrˈmʲetəvə]; Вероника Эдуард кызы Кадыйрмәтова, romanizado: Veronika Edward qızı Qadıyrmätova.[6]

Referências

  1. «More on Kudermetova...» (em inglês). WTA. 17 de abril de 2023. Consultado em 19 de abril de 2023 
  2. «The WTA talent pool is deep, and Veronika Kudermetova made it deeper». tennis.com. 11 de abril de 2021. Consultado em 1 de maio de 2021 
  3. «Veronika Kudermetova Women's Singles Titles» (em inglês). ITF. Consultado em 19 de abril de 2023 
  4. «Veronika Kudermetova Women's Doubles Titles» (em inglês). ITF. Consultado em 19 de abril de 2023 
  5. a b «Veronika Kudermetova - Overview» (em inglês). WTA. 8 de abril de 2024. Consultado em 8 de abril de 2024 
  6. «Romanizer (from Tatar)». baltoslav.eu. Consultado em 2 de janeiro de 2022 
  7. «Veronika Kudermetova - Rankings History» (em inglês). WTA. 17 de abril de 2023. Consultado em 19 de abril de 2023 
  8. WTA Staff (28 de setembro de 2019). «Kudermetova and Duan win Wuhan in team debut: 'It's an unbelievable week'» (em inglês). WTA. Consultado em 19 de abril de 2023 
  9. «Kudermetova conquista o primeiro título da carreira em Charleston». tenis.com.br. 11 de abril de 2021. Consultado em 19 de abril de 2023 
  10. «Vesnina salva 4 match-points na dupla e derruba favoritas». tenisbrasil.uol.com.br. 7 de julho de 2021. Consultado em 19 de abril de 2023 
  11. WTA Staff (8 de novembro de 2022). «Kudermetova and Mertens claim WTA Finals doubles championship» (em inglês). WTA. Consultado em 19 de abril de 2023 
  12. «Rússia supera Suíça e garante título da edição inaugural da Billie Jean King Cup». vavel.com. 6 de novembro de 2021 
  13. «Кудерметов Эдуард Дамирович». ruspekh.ru (em russo). Consultado em 19 de abril de 2023 
  14. «Вероника Кудерметова (Veronika Kudermetova) — новости, статьи, статистика и результаты». GoTennis.ru (em russo). Consultado em 26 de fevereiro de 2022 
  15. «Полина Кудерметова». gotennis.ru (em russo). Consultado em 11 de abril de 2021 
  16. «"Я горд за них. Хорошие девчонки". Как бывший хоккеист "Ак Барса" попал в элиту мирового тенниса» ["I'm proud of them. Good girls". Ex-hockey player has entered the world tennis elite]. sport.business-gazeta.ru (em russo). Business Online. 8 de janeiro de 2021. Consultado em 11 de abril de 2021 
  17. ««Муж бьет по слабым местам». Интервью с российской победительницей Возняцки». Советский спорт (em russo). Consultado em 26 de fevereiro de 2022 
  18. «Кудерметова: "В 18 лет было стыдно, что встречаюсь с тренером на 13 лет старше себя"» [Kudermetova: "At 18, dating a coach 13 years older was an embarrassment for me"]. sport24.ru (em russo). 26 de julho de 2020. Consultado em 10 de abril de 2021 
  19. a b «Kazan Summer Cup ($50,000 Kazan)» (em inglês). ITF. 18 de agosto de 2013. Consultado em 19 de abril de 2023 
  20. a b c d e f g «Veronika Kudermetova Ranking» (em inglês). coretennis.net. Consultado em 19 de abril de 2023 
  21. «Veronika Kudermetova Women's Singles Overview» (em inglês). ITF. 2014. Consultado em 19 de abril de 2023 
  22. «2016 Andijan $25K» (em inglês). tennisabstract.com. 23 de maio de 2016. Consultado em 19 de abril de 2023 
  23. «Imola Tozzona ITF 2016 (Italy)» (em inglês). tennisexplorer.com. 16 de julho de 2016. Consultado em 19 de abril de 2023 
  24. «Astana 7 ITF 2016 (Kazakhstan)» (em inglês). tennisexplorer.com. 31 de julho de 2016. Consultado em 19 de abril de 2023 
  25. «Telavi 7 ITF 2016 (Georgia)» (em inglês). tennisexplorer.com. 11 de setembro de 2016. Consultado em 19 de abril de 2023 
  26. a b «Kudermetova Veronika - profile» (em inglês). tennisexplorer.com. 2016. Consultado em 19 de abril de 2023 
  27. «Australian Open 2017 - C. Prima runda» (em romeno). tennistemple.com. 2017. Consultado em 19 de abril de 2023 
  28. «Kudermetova Veronika - profile» (em inglês). tennisexplorer.com. 2017. Consultado em 19 de abril de 2023 
  29. «Pliskova pleased to 'survive' impressive Kudermetova in Stuttgart». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  30. «Kudermetova shocks defending champion Kontaveit in Den Bosch». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  31. «Ladies Open Gstaad: Bouchard cruises past Kudermetova into semis». sportingnews.com (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  32. «Kudermetova Veronika - profile» (em inglês). tennisexplorer.com. 2017. Consultado em 19 de abril de 2023 
  33. «Shenzhen. Anastasia Pavlyuchenkova was defeated by Veronika Kudermetova». Tennis time (em inglês). 1 de janeiro de 2019. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  34. «Russian connection shines strongly through many Australian Open stars». Tennis.com. 18 de janeiro de 2019. Consultado em 7 de julho de 2019 
  35. «Kudermetova cruises to Guadalajara 125K title». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  36. «Kudermetova comeback sinks Wozniacki at Roland Garros». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  37. Livaudais, Stephanie (3 de julho de 2019). «Wozniacki gets Kudermetova revenge in Wimbledon rematch». WTA Tennis. Consultado em 5 de julho de 2019 
  38. «Riske rallies past Kudermetova in 's-Hertogenbosch SF stunner». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  39. «Kudermetova and Duan win Wuhan in team debut: 'It's an unbelievable week'». WTA. 28 de setembro de 2019. Consultado em 3 de outubro de 2019 
  40. Meyer, Luke (25 de setembro de 2019). «WUHAN. Veronika Kudermetova upsets Bencic in the 2nd round». Tennis Tonic – News, Live Scores, H2H, and stats (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  41. «Doi, Hibino set up all-Japanese final in Hiroshima: 'I hope that both of us play well'». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  42. «Kudermetova: Aggression key to making Tianjin semis with Yastremska win». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  43. «Kudermetova stuns No.1 seed Svitolina in Moscow». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  44. «2019 Moscow highlights: Pavlyuchenkova outlasts Kudermetova». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  45. «Kudermetova Veronika - profile» (em inglês). tennisexplorer.com. 2019. Consultado em 19 de abril de 2023 
  46. «Zhang Shuai defeats Veronika Kudermetova to reach Hobart International final». hobartinternational.com.au. 18 de janeiro de 2020. Consultado em 7 de julho de 2021 
  47. «Romania fail to qualify for Fed Cup Finals after losing match against Russia». romania-insider.com. 10 de fevereiro de 2020. Consultado em 30 de julho de 2021 
  48. «Petra Kvitova beats van Uytvanck in 3 sets in St. Petersburg». oklahoman.com. 13 de fevereiro de 2020. Consultado em 30 de julho de 2021 
  49. Martinez, Rudy (24 de fevereiro de 2020). «Dubai Duty Free 2020: Garbine Muguruza battles past Veronika Kudermetova in three sets». sportskeeda.com. Consultado em 31 de julho de 2021 
  50. Martinez, Rudy (26 de fevereiro de 2020). «Qatar Total Open 2020: Belinda Bencic narrowly defeats Veronika Kudermetova in three sets». sportskeeda.com. Consultado em 31 de julho de 2021 
  51. «WTA AND ATP ANNOUNCE FURTHER SUSPENSION OF TENNIS THROUGH JUNE 7». wtatennis.com. 18 de março de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  52. «ATP, WTA, ITF cancel events through July due to coronavirus». espn.com. 15 de maio de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  53. «BOUCHARD FIRST WINNER IN PRAGUE AMID STRICT RULES, RAIN». tennis.com. 10 de agosto de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  54. Trollope, Matt (24 de agosto de 2020). «Kenin, Pliskova tumble at Western & Southern Open». ausopen.com. Consultado em 31 de julho de 2021 
  55. «Defending champ Daniil Medvedev into quarters at Western & Southern Open». sportsnet.ca. 25 de agosto de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  56. «SIEGEMUND, ZVONAREVA SURGE INTO US OPEN DOUBLES FINAL». wtatennis.com. 8 de setembro de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  57. «Elise Mertens eases past Hsieh Su-Wei in Italian Open first round». tv5.espn.com. 14 de setembro de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  58. «French Open: Croatia's Petra Martić wins through to the 3rd round». croatiaweek.com. 1 de outubro de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  59. Kane, David (22 de outubro de 2020). «KUDERMETOVA CONQUERS PLISKOVA IN OSTRAVA UPSET». wtatennis.com. Consultado em 31 de julho de 2021 
  60. «BRADY BOUNCES KUDERMETOVA TO REACH OSTRAVA SEMIFINALS». wtatennis.com. 23 de outubro de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  61. «ARYNA SABALENKA AND ELISE MERTENS REACH WTA LINZ SEMI-FINALS». eurosport.co.uk. 13 de novembro de 2020. Consultado em 31 de julho de 2021 
  62. «Kudermetova, Kostyuk set Abu Dhabi semifinal showdown». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  63. «Kudermetova conquers Kostyuk to reach first final in Abu Dhabi». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  64. «ABU DHABI 2021 – ARYNA SABALENKA CLINCHES THIRD STRAIGHT TITLE AGAINST VERONIKA KUDERMETOVA». eurosport.com. 13 de janeiro de 2021. Consultado em 2 de agosto de 2021 
  65. Wancke, Barbara (5 de fevereiro de 2021). «Azarenka survives opener in Grampians Trophy». tennisthreads.net. Consultado em 2 de agosto de 2021 
  66. Macpherson, Alex (12 de fevereiro de 2021). «HALEP UPS HER GAME, FACES SWIATEK REMATCH AT AUSTRALIAN OPEN». wtatennis.com. Consultado em 4 de agosto de 2021 
  67. «Coco Gauff and Shelby Rogers safely through in Adelaide». espn.com. 22 de fevereiro de 2021. Consultado em 6 de agosto de 2021 
  68. JOHNSON, ABBEY (2 de março de 2021). «Qatar Total Open: Victoria Azarenka, Garbine Muguruza reach 2R». tennisworldusa.org. Consultado em 6 de agosto de 2021 
  69. «Karolina Pliskova Battles Through To Third Round Of Dubai Duty Free Tennis Championships». dubaidutyfreetennischampionships.com. 9 de março de 2021. Consultado em 7 de agosto de 2021 
  70. «KASATKINA STOPPED KUDERMETOVA FROM REACHING THE SEMIS». lt.formulatx.com. 19 de março de 2021. Consultado em 7 de agosto de 2021 
  71. «Simona Halep withdraws from Miami Open with shoulder injury». spectrumlocalnews.com. 27 de março de 2021. Consultado em 7 de agosto de 2021 
  72. «Veronika Kudermetova wins Volvo Car Open in Charleston; Pablo Carreno Busta wins in Marbella». skysports.com. 12 de abril de 2021. Consultado em 7 de agosto de 2021 
  73. «Badosa blitzes Barty, Kudermetova edges Stephens to reach Charleston semis». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  74. «Kudermetova stops Badosa, Kovinic zips past Jabeur into Charleston final». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  75. «Champions Corner: Inside Kudermetova's perfect week in Charleston». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  76. «Elise Mertens | Mertens reaches Istanbul singles final and wins doubles trophy». Elise Mertens | Mertens reaches Istanbul singles final and wins doubles trophy (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  77. «Mertens, Cirstea to meet in Istanbul final». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  78. «Kudermetova ousts defending champion Bertens in Madrid». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  79. Tennis.com. «Petra Kvitova avoids Kudermetova upset, awaits Barty». Tennis.com (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  80. «Muguruza sweeps into second round, Kudermetova ousts Mertens in Rome». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  81. «Internazionali BNL d'Italia: Barty Sets Up Gauff Showdown In Rome As Swiatek Survives Scare». www.outlookindia.com/ (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  82. «Roland Garros Draw Analysis: Semis could pit Barty-Swiatek, Osaka-Sabalenka». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  83. «Navratilova's take: What to watch heading into the French Open». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  84. Stafford-Jones, Michael (30 de maio de 2021). «Veronika Kudermetova Steps Up To See Off 2019 Semi-Finalist Anisimova». UBITENNIS (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  85. «Kasatkina dismisses Bencic, Siniakova pulls off comeback vs. Kudermetova in Paris». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  86. «Azarenka, Kudermetova battle through Berlin openers». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  87. «Samsonova reaches first 500 QF, breaks Top 100 with Kudermetova win: Berlin Highlights». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  88. Meyer, Luke (28 de junho de 2021). «Golubic surprises Kudermetova in the 1st round – WIMBLEDON RESULTS». Tennis Tonic – News, Predictions, H2H, Live Scores, stats (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  89. Wancke, Barbara. «Doubles Roundup: Salisbury scores double duty | Tennis Threads Magazine» (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  90. «Hsieh, Mertens to meet Kudermetova, Vesnina in Wimbledon doubles final». Women's Tennis Association 
  91. «Gauff, McNally bounced from Wimbledon doubles». ESPN.com (em inglês). 6 de julho de 2021. Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  92. «Hsieh, Mertens save match points, win Wimbledon in doubles thriller» 
  93. «Olympics: Osaka wins on return, Sorribes Tormo stuns Barty». ausopen.com (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  94. Hart • •, Torrey. «Top-Seeded Krejcikova, Siniakova Take Women's Doubles Gold». NBC Chicago (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  95. «Pigossi and Stefani win historic bronze medal for Brazil» 
  96. «Kudermetova pulls off comeback to get by Putintseva: Montreal Highlights». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  97. «Cirstea vs. Kudermetova | Round of 128 US Open 2021 | WTA Official». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  98. Koiki, Adesina. «Doubles Wrap: Dolehide, Sanders finding chemistry as they charge into US Open quarterfinals». US Open. Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  99. «Yastremska, Kudermetova advance; Hontama stuns Garcia on WTA debut in Chicago». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  100. «Collins, Jabeur, Rybakina earn quarterfinal berths in Chicago». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  101. «Swiatek victorious in Indian Wells main-draw debut; Halep makes winning return». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  102. «Swiatek sizzles on Roland Garros anniversary, donates prize money on World Mental Health Day». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  103. John, Andrew L. «Rancho Mirage's Desirae Krawczyk and doubles partner Alexa Guarachi fall at Indian Wells». The Desert Sun (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  104. «Hsieh and Mertens, Kudermetova and Rybakina to meet in Indian Wells doubles final». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  105. «Hsieh and Mertens prevail to win Indian Wells doubles title». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 15 de dezembro de 2021 
  106. «Halep takes down Kudermetova in Melbourne for 23rd career title». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2022 
  107. «Krejcikova, Siniakova to face Danilina, Haddad Maia in Australian Open doubles final». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2022 
  108. «No.5 Seed Maria Sakkari Beats Veronika Kudermetova 6–4 6–1 — Greek City Times» (em inglês). 21 de janeiro de 2022. Consultado em 19 de fevereiro de 2022 
  109. «Jabeur outlasts Zvonareva; ailing Collins retires in Dubai». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2022 
  110. «Kudermetova stuns Muguruza; Kvitova knocks out Sabalenka in Dubai». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2022 
  111. «Ostapenko saves match point, denies Kvitova in Dubai marathon». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2022 
  112. «Ostapenko pulls off comeback over Halep to make Dubai final; will meet Kudermetova». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2022 
  113. «Rankings watch: Kudermetova hits career-high, teenage Fruhvirtova enters Top 500» 
  114. «Ostapenko storms to victory in Dubai for 5th career title». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 26 de fevereiro de 2022 
  115. «Gauff, Pegula charge to doubles title in Doha». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 27 de fevereiro de 2022 
  116. «Kudermetova bests Osaka, Fernandez saves match points in Indian Wells». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  117. «Badosa stops Fernandez to return to Indian Wells quarterfinals». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  118. «Badosa's title defense rolls on, beats Kudermetova to make Indian Wells semis». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  119. «Siegemund, Zvonareva capture Miami doubles title» 
  120. «Kudermetova, Pavlyuchenkova claim Rome doubles title» 
  121. «Kudermetova into Round 4 at French Open after Badosa injury» 
  122. «By the numbers: Kudermetova, Rogers stay undefeated vs. Jabeur, Anisimova». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 5 de setembro de 2022 
  123. «Tomljanovic, Jabeur advance to US Open quarterfinal showdown». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 5 de setembro de 2022 
  124. «Kudermetova holds off Haddad Maia, to face Zheng Qinwen in Tokyo semifinals» 
  125. «Cornet topples No.2 seed Kudermetova, faces Mertens in Monastir final» 
  126. «Pegula qualifies for WTA Finals, two doubles teams secure their places» 
  127. «Road to the WTA Finals: Mertens and Kudermetova» 
  128. «Kudermetova, Mertens win group to help Kichenok, Ostapenko advance» 
  129. «Krejcikova, Siniakova will face Kudermetova, Mertens for the WTA Finals title» 
  130. «Kudermetova and Mertens claim WTA Finals doubles championship» 
  131. «A fitting end to an impressive season for Kudermetova» 
  132. «Noskova stuns Kasatkina, Kudermetova cruises in Adelaide Round 1» 
  133. «Begu stuns Kudermetova in Adelaide Quarterfinals» 
  134. «Kudermetova saves five match points, Bencic edges Garcia at Adelaide 2» 
  135. «Five things to know about American qualifier Katie Volynets» 
  136. «Zheng Qinwen upsets Ostapenko to reach Abu Dhabi quarters». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  137. «Kudermetova edges Krejcikova in three-hour Doha opener; Azarenka wins». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  138. «Kudermetova halts Gauff to reach Doha semifinals». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  139. «Takeaways: Swiatek sweeps past Kudermetova to return to Doha final». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  140. «Top-ranked Aussie women advance in Australian Open doubles». Tennis Australia (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  141. «Kudermetova, Samsonova win Dubai doubles title». Women's Tennis Association (em inglês). Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  142. «Champions Corner: Kudermetova, Samsonova cement partnership in Dubai» 
  143. a b c d e f g h i j k WTA Staff (19 de junho de 2023). «Veronika Kudermetova - Matches» (em inglês). WTA. Consultado em 22 de junho de 2023 
  144. «Berlin Open: Alexandrova reaches last four after Kudermetova withdraw» (em inglês). tennismajors.com. 24 de junho de 2023. Consultado em 1 de outubro de 2023 
  145. «Kudermetova wins Toray Pan Pacific Open for second career title» (em inglês). apnews.com. 1 de outubro de 2023. Consultado em 1 de outubro de 2023 
  146. Jamie Malachy (30 de setembro de 2023). «Introduction of performance byes serves as another untimely curveball for the WTA» (em inglês). tennismajors.com. Consultado em 1 de outubro de 2023 
  147. «Coco Gauff downs Veronika Kudermetova as Caroline Garcia sets up Iga Swiatek quarter-final at China Open» (em inglês). eurosport.com. 5 de outubro de 2023. Consultado em 5 de outubro de 2023 
  148. «Bia leva dura virada e se despede também nas duplas». tenisbrasil.uol.com.br. 5 de outubro de 2023. Consultado em 5 de outubro de 2023 
  149. «Australian Open: Golubic upsets 15th seed Kudermetova to reach second round» (em inglês). tennismajors.com. 15 de janeiro de 2024. Consultado em 15 de janeiro de 2024 
  150. «Mubadala Abu Dhabi Open: Watson advances to second round, takes out ninth seed Kudermetova» (em inglês). tennismajors.com. 6 de fevereiro de 2024. Consultado em 6 de fevereiro de 2024 
  151. WTA Staff (5 de abril de 2024). «Credit One Charleston Open - Day 7 - Quarter finals» (em inglês). WTA. Consultado em 8 de abril de 2024 
  152. Beniuk, David (8 de fevereiro de 2014). «Australia eye Fed Cup semi-finals». The West Australian. Consultado em 11 de fevereiro de 2014 
  153. «Billie Jean King Cup- Bogdan keeps Romania in hunt against Russia». billiejeankingcup.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  154. «Billie Jean King Cup- Doubles delight secures Russia spot in Budapest». billiejeankingcup.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  155. «Billie Jean King Cup- Group A Preview: France, Canada, RTF». billiejeankingcup.com. Consultado em 24 de outubro de 2021 
  156. «Billie Jean King Cup- Locker room carnage and fancy dress dares: RTF eliminate Canada from Finals». billiejeankingcup.com. Consultado em 18 de março de 2022 
  157. «Billie Jean King Cup- RTF rally from behind to beat France to semi-final berth». billiejeankingcup.com. Consultado em 18 de março de 2022 
  158. «Billie Jean King Cup- Samsonova doubles down to lead RTF to Billie Jean King Cup final». billiejeankingcup.com. Consultado em 18 de março de 2022 
  159. TokenStars (16 de setembro de 2017). «Veronika Kudermetova: "I advise tennis juniors to control their emotions and play it cool."». Medium (em inglês). Consultado em 18 de março de 2022 
  160. «Бренд Emporio Armani объявил о сотрудничестве с теннисисткой Вероникой Кудерметовой» [Brand Emropio Armani has announced tennis player Veronika Kudermetova's endorsement]. tatar-inform.ru (em russo). 14 de fevereiro de 2020. Consultado em 11 de abril de 2021 
  161. redazione (13 de fevereiro de 2020). «Veronika Kudermetova testimonial di EA7 Emporio Armani». Chi è Chi Online (em italiano). Consultado em 25 de fevereiro de 2023 

Ligações externas editar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Veronika Kudermetova