Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Piracicabana
Razão social Viação Piracicabana S/A.
Atividade Transportes
Fundação 1937 (82 anos)
sob o nome Expresso Piracicabano[1]
Fundador(es) Atílio Raimundo Giannetti
Sede Piracicaba, Brasil
Área(s) servida(s)  São Paulo
Proprietário(s) Grupo Comporte[2]
Pessoas-chave Nenê Constantino[2]
Produtos Transporte rodoviário de passageiros
Transporte de cargas
Turismo
Certificação ISO 9002
ISO 9001/2008
ISO 14001/2004
Website oficial http://www.viacaopiracicabana.com.br

A Viação Piracicabana é uma empresa de transportes brasileira fundada em 1937 por Atílio Raimundo Giannetti com sede na cidade de Piracicaba, interior de São Paulo.

HistóriaEditar

A empresa foi criada em 1937 sob o nome de Expresso Piracicabano e possuía de início 8 veículos da marca Ford que realizam um trajeto diário entre as cidades de Piracicaba e São Paulo, itinerário esse realizado até aquela época por trens. As viagens duravam cerca de 6 horas e se constituíram numa verdadeira aventura sobre nuvens de poeira, muita chuva e lamaçal. Isso acarretou numa ideia pioneira da empresa: ceder antes de cada viagem uma espécie de "guarda-pó" aos passageiros para proteger suas roupas contra a forte poeira das estradas.[1]

Em 1962, já com a empresa bem adiantada dispondo de veículos mais resistentes e oferecendo bem mais horários, a companhia muda seu nome para Viação Piracicabana S/A.[1] Até aquela altura, a viação já estava servindo também a cidade de São Pedro, vizinha da sede de Piracicaba.

No início dos anos 80, a Piracicabana expandiu os seus serviços, passando a realizar viagens entre a região e a Baixada Santista, atendendo as cidades de Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá e Itanhaém, incluindo também nesse roteiro a cidade de Nova Odessa. Já em 2001, a empresa passou a atuar também em São Caetano do Sul, Santo André, São Bernardo do Campo e Osasco.

Atualmente a empresa pertence ao Grupo Comporte, conglomerado de transportes liderado pelo empresário Nenê Constantino.[2]

Transporte urbanoEditar

A Piracicabana também opera o transporte urbano das cidades paulistas de Santos e Praia Grande na Baixada Santista (com o mesmo nome da empresa). Em Blumenau, Santa Catarina, opera sob o nome de Blumob.

Referências

  1. a b c «Viação Piracicabana - Quem somos». Site oficial da Viação Piracicabana. Consultado em 17 de novembro de 2017 
  2. a b c Thaís Oyama (13 de setembro de 2000). «Nenê voa alto - Constantino de Oliveira, o Nenê, dono da maior frota de ônibus do país, lança empresa aérea». Veja (1.666). Consultado em 9 de janeiro de 2018. Arquivado do original em 11 de setembro de 2013 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.