Abrir menu principal

Cardeal-vigário (em italiano: Cardinale Vicario) é o título dado ao vigário-geral a quem o Bispo de Roma - ou seja, o Papa - delega o governo pastoral da Diocese de Roma. Formalmente, o título é Vigário Geral de Sua Santidade para a Cidade de Roma e Distrito (em italiano, Vicario Generale di Sua Santità per la Città di Roma e Distretto), sendo "Cardeal Vigário" a denominação popular. O vigário de Roma é cardeal não por força de um direito, mas de um costume.

Existe uma função similar - Vigário-Geral para o Estado da Cidade do Vaticano ou, mais formalmente, Vigário Geral de Sua Santidade para o Estado da Cidade do Vaticano - cujo titular, desde 2005, é o cardeal Angelo Comastri. O Vigário-geral do Vaticano é o responsável pelas necessidades espirituais da Cidade do Vaticano enquanto que o Cardeal Vigário de Roma atua na administração do dia-a-dia da diocese de Roma.

Embora a lei canónica exija que todos as dioceses católicas tenham um ou mais vigários-gerais,[1] o Cardeal Vigário exerce mais funções do que os demais, atuando como um bispo diocesano de facto, devido a outras responsabilidades perante o Papa. Desde 1991, a função era desempenhada pelo cardeal Camillo Ruini. Em 2008 o Papa nomeou para o cargo o Cardeal Agostino Vallini que ficou a frente até 2017. O atual Vigário Geral é o Arcebispo Angelo De Donatis.[2]

Lista de Cardeais VigáriosEditar

Referências