Abrir menu principal
Vicente Alves do Ó
Vicente Alves do Ó, em 2017
Nascimento 2 de janeiro de 1972 (47 anos)
Sines
Nacionalidade português
Ocupação Realizador, escritor, argumentista, fundador dos prémios Sophia

Vicente Alves do Ó (Sines, 2 de Janeiro de 1972) é um cineasta português.

CarreiraEditar

Nasceu em Sines[1] e começou como argumentista. Depois de várias curtas, assinou a sua primeira longa-metragem em 2011 com Quinze Pontos na Alma. Em 2012 teve estreia a sua segunda longa-metragem, Florbela. Baseado na vida de Florbela Espanca, o filme foi um successo de bilheteira, devido a uma estratégia inovadora[2] que levou o filme a 54 cidades do país[3]. Ainda baseado na vida de Florbela Espanca, produziu uma mini-série de trés episódios para a RTP.

FilmografiaEditar

Como argumentistaEditar

  • 2000: Monsanto (TV); real. Ruy Guerra
  • 2000: Facas e Anjos (TV); real. Eduardo Guedes
  • 2001: A Menina dos Meus Olhos (curta); real. Isabel Rosa
  • 2003: A Filha; real. Solveig Nordlund
  • 2003: Os Imortais; real. António-Pedro Vasconcelos
  • 2004: Kiss Me; real. António da Cunha Telles
  • 2005: Amigos Como Dantes (TV); real. Mário Barroso
  • 2005: Entre o Desejo e o Destino (curta)
  • 2008: Castelos no Ar (curta)
  • 2010: O Inimigo Sem Rosto; real. José Farinha
  • 2010: A Assassina Passional Está Louca! (curta)
  • 2010: Assalto ao Santa Maria; real. Francisco Manso
  • 2011: Quinze Pontos na Alma
  • 2012: Florbela
  • 2012: Perdidamente Florbela (TV)
  • 2017: Golpe de Sol

Como realizadorEditar

  • 2005: Entre o Desejo e o Destino (curta)
  • 2008: Castelos no Ar (curta)
  • 2010: A Assassina Passional Está Louca! (curta)
  • 2011: Quinze Pontos na Alma
  • 2012: Florbela
  • 2012: Perdidamente Florbela (TV)
  • 2014: Os Filhos do Rock (TV - três episódios)
  • 2016: O Amor é Lindo ... Porque Sim!
  • 2017: Al Berto
  • 2018: Golpe de Sol

Como encenadorEditar

  • Variações, de António (2016)

Prémios e indicaçõesEditar

PrémiosEditar

  Festival de Cinema de Bogotá

  Caminhos do Cinema Português

  • Melhor Filme: Florbela - 2012[5]
  • Prémio Revista C: Quinze Pontos na Alma - 2011

IndicaçõesEditar

  Globo de Ouro

  • Melhor Filme: Florbela - 2013

  Caminhos do Cinema Português

  • Melhor Filme: Quinze Pontos na Alma - 2011

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar