Abrir menu principal
Vicentini Gomez
Vicentini Gomez
Nome completo Vicentini Gomez
Nascimento 26 de fevereiro de 1957 (62 anos)
Presidente Prudente, São Paulo
Ocupação Ator e Diretor
Página oficial

Vicentini Gomez (Presidente Prudente, 26 de fevereiro de 1957) é um ator e diretor brasileiro.[1]

BiografiaEditar

Vicentini Gomez iniciou a carreira artística em 1976 como autor, mímico, ator e diretor, tanto na televisão como no teatro e cinema. Atuou em diversas novelas na Rede Globo, como o Delegado Cavalcante[2], em Joia Rara; o Serjão[3], sequestrador atrapalhado de Carminha, interpretada por Adriana Esteves, em Avenida Brasil (telenovela); Paolo Bianchi[4] na novela Cama de Gato (telenovela) e Malhação (16ª temporada) como Dom Cornélio[5]. Fez também a minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, onde representou o seringalista “Cel. Alencar”[6], na luta pela independência do Acre. Na série Minha Nada Mole Vida, fez o português “Blota”[7], e na minissérie Um só coração, foi o escritor Graça Aranha[8], peça chave na Semana de Arte Moderna; atuou ainda em humorísticos e series como Megatom, O Dentista Mascarado[9] e A Mulher do Prefeito. No Sistema Brasileiro de Televisão representou o mordomo Domingos em Pícara Sonhadora[10]. Na TV Manchete atuou em Kananga do Japão e A História de Ana Raio e Zé Trovão. Entre 2015 e 2016 Fez o divertido e comilão italiano Giuseppe Cavichioli na novela Cúmplices de um Resgate, no SBT.

No teatro, esteve em cartaz durante doze anos com o espetáculo “Confidências de um Espermatozóide Careca”.[11] Em 2006, rodou o Brasil com a comédia “506 anos de Besteirol”[12] e, em parceria com Josmar Martins, escreveu a peça “Tal Pai, Tal Filho”[13], que cumpriu temporada no Teatro Sérgio Cardoso, com os atores Carlo Briani e Douglas Aguillar. Escreveu recentemente a comédia “Espelho Meu”, com reflexões sobre o relacionamento de mãe e filha, em suas diversas etapas.

Em 2004/2005 produziu, roteirizou e dirigiu a série “Consciência na Cultura”[14], transmitida pela TV Cultura, realizada em parceria com a Universidade Estadual Paulista, onde transformava teses de doutorado e dissertações de mestrado em documentários para a Televisão.

No cinema, busca a reflexão sobre cidadania e direitos humanos, trajetória que escolheu como temática de seus filmes, destinados a festivais de cinema e vídeo do Brasil e exterior. O Rio da Minha Terra,[15] Paúra,[15] Juqueriquerê[15] e O Anônimo[16] foram classificados e premiados em importantes festivais do Brasil e exterior.

Vicentini também atuou em diversos comerciais para TV e Cinema[17]; com filmes premiados no Festival de Publicidade de Cannes; como: "Bemge - Inimigos"; "Líder Táxi Aéreo"[18] e "Farinha de Trigo Boa Sorte". Roteirizou e dirigiu comerciais e vídeos institucionais; entre eles: "Santa Catarina Informática" e "Bevorelli Utilidades".

Atualmente roteiriza e dirige o projeto “Justiça! Uma História”[19], filme longa metragem que contará todo o histórico da justiça brasileira desde o Brasil Colônia até os dias de hoje. O filme tem avant-premiére prevista para dezembro de 2015. Vicentini também integra o elenco da versão brasileira da novela Cúmplices de um Resgate do SBT, interpretando Giuseppe Cavichioli[20].

FilmografiaEditar

Ano Título Trabalho Papel Gênero
2000 O Rio da minha Terra[21] Produtor,Diretor e roteirista --- Curta-Metragem
2001 Paúra[22] Produtor,Diretor e roteirista --- Curta Metragem
2001 Samba Doido Produtor,Diretor e roteirista --- Ficção
2002 Viagem Insólita[23] Produtor, Diretor e Roteirista --- Curta-Metragem
2004 Metafisicando Produtor, Diretor e Roteirista --- ---
2004 Sindromânica[24] Produtor, Diretor e Roteirista --- ---
2004/2005 Série "Consciência na Cultura" Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2005 Juqueriquerê[25] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2005 O Violino[26] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2006 Minha Cidade-Cabreúva[27] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2007 Fentepp Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2007 Cadê Meu Ônibus?[28] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2007 Matarazzo-Uma Historia[29] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2008 Porto das Monções[30] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2009 Os Caminhos de Sorocaba[31] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2010 Cidade Azul[32] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2010 Alquimistas & Mineradores Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2011 Recordadores e Recordações[33] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2011 Visões[34] Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2012 Terra dos Taperas Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário
2012 A Gente Sorocabana Produtor, Diretor e Roteirista --- Série Documental
2013 O Anônimo[35] Produtor, Diretor e Roteirista --- Ficção
2014 Plaquita - Brincando e Aprendendo com Ruas, Becos, Avenidas & Alamedas Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário com Animação
2014 Justiça! Uma História Produtor, Diretor e Roteirista --- Documentário - EM PRODUÇÃO


TeatroEditar

Vicentini atuou em 31 espetáculos como Ator, mímico e Diretor, destacando-se:

Peça Função
Confidências de Um Espermatozoide Careca Ator
506 Anos de Besteirol Ator
A Invenção da Terra do jeitinho Ator
Picardias do Picadeiro Ator
O Analista de Bagé Ator
Ladrão de Mulher Ator
A Marquesa e o Imperador Ator
Dois Palhaços e uma Zebra Ator
Estórias Urbanas Ator
O Palhaço do Chapeuzinho Vermelho Ator
Bocas da Cidade Ator

Foi também autor de 15 textos para adultos e crianças, destacando-se:

Peça Função
Segurando a Ceroula Autor
As Maluquices do Picadeiro Autor
O Detetive Palhaço Autor
As Traquinagens de Zung e Tung no Castelo da imaginação Autor
Eva e Adão no Paraíso Autor
Tal Pai, Tal Filho Autor

Dirigiu 20 espetáculos teatrais, com destaque para:

Peça Função
Eva & Adão no Paraíso Diretor
PIM; PUM. PLOC - Andarilhos; Palhaços e Mutantes Diretor
Bocas da Cidade Diretor

PrêmiosEditar

Ano Premiação Categoria Resultado
1981 Troféu Mambembe[36] Mímico Venceu
1981 Festival de verão de Madri Melhor Ator Venceu
1982 Prêmio APAPOTIJ Mímico Venceu
1985 Prêmio Apetesp[37] Melhor Ator Indicado
1987 Troféu Mambembe[38] Mímico Venceu
1997 Prêmio Apetesp[37] Melhor Autor Indicado
1997 Prêmio Marechal Deodoro da Fonseca 20 anos de carreira Venceu
2000 Prêmio Mapa Cultural Paulista Filme: O Rio da Minha Terra Venceu
2000 Prêmio Tatu de Ouro Filme: O Rio da Minha Terra Venceu
2001 Prêmio Projeção Nacional Espetáculo: 502 anos de Besteirol Venceu
2003 Prêmio Revelação Nacional Roteirista: Viagem Insólita Venceu
2005 Prêmio Oscar Projeção Nacional Roteiro e Direção da Serie: ConsCiencia na Cultura Venceu
2006 Prêmio Oscar Projeção São Paulo Filme: Minha Cidade – Cabreúva Venceu
2007 Prêmio Brasil-Japão Filme: Sol nascente no Brasil Venceu
2007 Prêmio Êxito Profissional Venceu
2008 Prêmio Centenário da Imigração Japonesa Filme: Sol nascente no Brasil Venceu
2009 Prêmio Êxito Profissional Filme: Os Caminhos de Sorocaba, projeto Baú da Historia Venceu
2013 Prêmio Êxito Profissional Série: Plaquita Venceu
2014 Prêmio Êxito Profissional Novela: Joia Rara Venceu
2014 Prêmio Destaque Brasil Novela: Joia Rara Venceu
2015 Prêmio Ênfase Nacional Novela: Cúmplices de um Resgate Venceu

Referências

  1. UBE - União Brasileira de Escritores (ed.). «Biografias-Vicentini Gomez». União Brasileira de Escritores. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  2. GSHOW (ed.). «Delegado Calvalcante». Globo Comunicações. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  3. IG (ed.). «"Avenida Brasil": Jorginho descobre que Carminha armou o próprio sequestro». IG Gente, 24 de Agosto de 2012. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  4. Área VIP (ed.). «Paolo Bianchi, personagem de Vicentini Gomez, está de volta em Cama de Gato». Por Redação, 28 de janeiro de 2010. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  5. Área VIP (ed.). «Vicentini Gomez viverá um falso mafioso em Malhação». Por Redação, 20 de novembro de 2008. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  6. Área VIP (ed.). «Vicentini Gomez entra na minissérie Amazônia». Por Redação, 5 de fevereiro de 2007. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  7. O Fuxico (ed.). «Vicentini Gomez grava Minha Nada Mole Vida». Por Andréia Takano, 10 de Novembro de 2006. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  8. Memória Globo (ed.). «Um Só Coração - Ficha Técnica». Globo Comunicações. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  9. Área VIP (ed.). «Vicentini Gomez participa do primeiro episódio da série O Dentista Mascarado». Por Redação, 3 de abril de 2013. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  10. Teledramaturgia (ed.). «Pícara Sonhadora». Nilson Xavier. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  11. Diário do Grande ABC (ed.). «Vicentini prepara sucessor de 'Espermatozóide careca'». Rení Tognoni, 2 de junho de 1999. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  12. Folha de S.Paulo (ed.). «Comédia ironiza fiasco das comemorações dos 500 anos do Brasil». Free Lance, 23 de Março de 2001. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  13. «Tal Pai Tal Filho». Jornal da USP. Comunicação Social da USP, 29 de março a 2 de abril de 2004. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  14. UNESP (ed.). «Produção científica na TV». Assessoria de Comunicação e Imprensa, 17 de Novembro 2004. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  15. a b c Presidente Prudente (ed.). «Secut faz lançamento de Festival de Cinema». 27 de Fevereiro de 2007. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  16. Festival Audiovisual de Belém (ed.). «Confira a lista de curtas metragens selecionados para o FAB 2013». 13 de agosto de 2013 - Copyright © 2014 Festival de Audiovisual de Belém. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  17. Vimeo (ed.). «Vicentini Comerciais». Vimeo, 19 de janeiro de 2015. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  18. coloribus (ed.). «Silêncio…no tribunal». Advertising Archive. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  19. Estadão - Direto da Fonte (ed.). «Silêncio…no tribunal». Por Sonia Racy, 10 de janeiro de 2014. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  20. SBT (ed.). «Cúmplices de Um Resgate - Personagens». SBT. Consultado em 19 de Outubro de 2015 
  21. ANCINE (ed.). «O Rio da minha Terra - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  22. ANCINE (ed.). «Paúra - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  23. ANCINE (ed.). «Viagem Insólita - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  24. ANCINE (ed.). «Viagem Sindromânica - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  25. ANCINE (ed.). «Sindromânica - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  26. ANCINE (ed.). «Violino - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  27. ANCINE (ed.). «Minha Cidade-Cabreúva - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  28. ANCINE (ed.). «Cadê Meu Ônibus? - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  29. ANCINE (ed.). «Matarazzo-Uma Historia - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  30. ANCINE (ed.). «Porto das Monções - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  31. ANCINE (ed.). «Os Caminhos de Sorocaba - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  32. ANCINE (ed.). «Cidade Azul - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  33. ANCINE (ed.). «Recordadores e Recordações - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  34. ANCINE (ed.). «Visões - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  35. ANCINE (ed.). «O Anônimo - Certificado de Produto Brasileiro». Consultado em 22 de Outubro de 2015 
  36. Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e Juventude (ed.). «Troféu Mambembe». CBTIJ. Consultado em 26 de Outubro de 2015 
  37. a b Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e Juventude (ed.). «Prêmio Apetesp». CBTIJ. Consultado em 26 de Outubro de 2015 
  38. Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e Juventude (ed.). «Troféu Mambembe». CBTIJ. Consultado em 26 de Outubro de 2015 

Ligações externasEditar