Viking 1

Viking 1
Viking lander model.jpg
Aterrizador da Viking 1
Descrição
Operador(es) NASA/JPL
Propriedades
Massa de lançamento Total: 3527 kg
Missão
Data de lançamento 20 agosto de 1975
Veículo de lançamento Tintan/Centaur
Fim da missão Orbitador: 17/08/1980

Aterrizador: 11/11/1982


A Viking 1 era parte do Programa Viking, da NASA e consistia em uma nave espacial essencialmente idêntica à Viking 2, com a finalidade de estudar o planeta Marte. Cada nave era composta por um orbitador e um aterrizador.[1]

MissãoEditar

A bordo de um foguete Titan-Centaur, a nave Viking 1 foi lançada em 20 agosto de 1975 em um cruzeiro de 10 meses a Marte. O orbitador começou a enviar imagens globais de Marte aproximadamente 5 dias antes da inserção em órbita. O orbitador foi introduzido na órbita de Marte em 19 junho 1976 e teve a órbita ajustada para 1513 x 33.000 km, com período de 24.66 h em 21 junho.[1]

A aterrissagem estava prevista para 4 de julho de 1976, mas as imagens mostraram que o local era muito rochoso para um pouso seguro. A aterrissagem foi atrasada até que um local mais seguro foi encontrado.[2]

OrbitadorEditar

A missão preliminar do orbitador terminou no começo da conjunção solar em 5 de Novembro de 1976. A missão estendida começou em 14 dezembro 1976 após a conjunção solar.[1]

As operações incluíram aproximações ao satélite de Marte Phobos em fevereiro de 1977. O periastro foi reduzido a 300 km em 11 março de 1977. Ocasionalmente, ao longo da missão, pequenos ajustes foram feitos na órbita, sendo que o periastro foi elevado para 357 km em 20 de julho de 1979. Em 7 agosto 1980, o orbitador Viking 1 estava com pouco combustível para controlar a atitude e sua órbita foi elevada de 357 x 33943 km para 320 x 56000 km para impedir o impacto com Marte e a contaminação possível até o ano 2019.[1]

As operações do orbitador foram terminadas em 17 de agosto de 1980 após 1485 órbitas.[1]

AterrizadorEditar

 
Primeira imagem transmitida da superfície de Marte pelo aterrizador da Viking 1[2]

O aterrizador separou-se do orbitador em 20 julho de 1976 e aterrissou às 11 h 53 min 6 s UTC em Chryse Planitia, pousando aproximadamente a 28 km do local planejado.[3]

Em janeiro de 1982, o aterrizador Viking 1 foi renomeado Estação Memorial Thomas Mutch, em homenagem a Thomas A. Mutch (1931-1980), líder da equipe de imagem da Viking que faleceu em 6 de outubro de 1980.[4]

O aterrizador operou até 11 de novembro de 1982, quando um comando errado foi enviado da Terra, resultando na perda de comunicações.[3]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d e Williams, David. «Viking 1 Orbiter» (em inglês). Consultado em 14 de março de 2020 
  2. a b Sagan, Carl (1982). «Cap.5 - Toadas para um planeta vermelho». Cosmos. Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora S.A. 
  3. a b «In Depth Viking 1» (em inglês). NASA. 16 de julho de 2019. Consultado em 14 de março de 2020 
  4. Siddiqi, Asif A., 1966- author. Beyond Earth : a chronicle of deep space exploration, 1958-2016. [S.l.: s.n.] ISBN 978-1-62683-043-1. OCLC 1015264295