Abrir menu principal

Vila Kosmos

bairro do Rio de Janeiro

Vila Kosmos é um pequeno bairro da Zona Norte do município do Rio de Janeiro, no Brasil. Sua população é em sua maioria de classe média, sendo que uma pequena parte é da classe média alta. Seu índice de desenvolvimento humano (IDH), no ano 2000, era de 0,876, o 37º melhor do município do Rio de Janeiro, sendo um dos melhores bairros para se viver no subúrbio carioca.[1]

Vila Kosmos
Bairro do Rio de Janeiro Bandeira do Município do Rio de Janeiro.png
Vila Kosmos.svg
Área 151,93 ha (em 2003)
Fundação 23 de julho de 1981
IDH 0,876[1](em 2000)
Habitantes 18 274 (em 2010)[2]
Domicílios 6 319 (em 2010)
Limites Penha Circular, Engenho da Rainha,
Tomás Coelho, Vicente de Carvalho
e Vila da Penha[3]
Distrito Irajá
Subprefeitura Zona Norte
Região Administrativa Irajá

Localiza-se entre os bairros da Penha Circular, Engenho da Rainha, Tomás Coelho, Vicente de Carvalho e Vila da Penha.[3]

O bairro conta com diversos serviços, tais como: linha de metrô nos bairros adjacentes (Estação Vicente de Carvalho, Estação Tomás Coelho e Estação Engenho da Rainha); shoppings; hipermercados; cinemas; clubes recreativos; vários cursos de idiomas e um dos melhores colégios do Rio de Janeiro: o tradicional "Pio XII", há mais de 50 anos em atividade.[carece de fontes?]

O bairro de Vila Kosmos não deve ser confundido com Cosmos, um bairro da Zona Oeste do Rio.

Índice

HistóriaEditar

 
Canteiro central da Rua Aiera.

No início do século XX, houve uma enorme valorização do espaço urbano do Centro da cidade, o que encareceu aluguéis e diminuiu a oferta de moradias nessa região da cidade. Dessa forma, populações de baixa renda foram expulsas do Centro e empurradas para a periferia da cidade. Surgiram, então, novas linhas de trem, estimulando o deslocamento das populações. Ao longo das ferrovias, principalmente em torno das estações, formaram-se novos núcleos populacionais, como o de Vicente de Carvalho.

Aos poucos, ruas secundárias, perpendiculares à Estrada de Ferro Rio d'Ouro (que, décadas depois, seria utilizada como parte da linha 2 do Metrô do Rio de Janeiro) foram sendo abertas pelos proprietários de terras ou pequenas companhias loteadoras.

Em 1926, a abertura da Avenida Automóvel Clube (atual avenida Pastor Martin Luther King Jr.) trouxe novo impulso ao processo de urbanização da região, estimulando e atraindo novos investidores. O terreno onde hoje se encontra o hipermercado Atacadão era propriedade da Sociedade Anônymma Hielpert, grupo alemão que veio a falência. As instalações construídas por esta Sociedade foram adquiridas da massa falida por Guilherme Guinle em 1927. Este, posteriormente, revendeu a parte não construída à Cia. Imobiliária Kosmos, em 1928, para erguer a Vila Florença (hoje, Vila Kosmos). Este mesmo espaço já foi ocupado por outros empreendimentos, na seguinte ordem: Standard Elétrica, Ultragaz, União Mesbla, Carrefour e, por fim, o Atacadão.

O escritório da Imobiliária Kosmos ficava na rua Pirineus, onde, atualmente, há uma igreja evangélica. Ali, funcionou, também, a primeira sala de aula do Externato Pio XII (hoje, Escola Pio XII). Vila Kosmos é um bairro pequeno: por isso, tem um ar provinciano. Grande parte das famílias veio a partir da construção das primeiras casas nos fins da década de 1930. À princípio, chamar-se-ia 'Vila Florença' (o nome do empreendimento imobiliário da Cia. Imobiliária Kosmos), mas, por causa do nome da construtora (Kosmos Engenharia), ganhou o nome de forma popular; em 23 de julho de 1981, o que chamava-se na prática passou a ser oficial, deixando também de ser parte territorial do bairro de Vicente de Carvalho, e passando a ser um bairro autônomo.

Em 1940, aproximadamente, a Cia. Imobiliária Kosmos começou a aterrar os alagadiços, a pavimentar, abrir ruas e canalizar água, no novo loteamento.

O nome inicial acabou sendo substituído por Vila Kosmos, por influência da grande permanência da empresa construtora no local.

A partir do final dos anos 1950, empresas e fábricas foram se instalando gradativamente na região, atraídas pela oferta de mão de obra e melhoria dos transportes. Este fato acabou provocando um efeito multiplicador na geração de empregos em outros setores, estimulando o crescimento econômico do bairro. Chegaram diversas fábricas no entorno, como a Torrefação Tamoio, a Brasividro, Bausch & Lomb, Floresdama, Eletromar, depósitos da Ultragás, União Mesbla etc. Porém, dentre estas, a mais significativa foi a empresa multinacional Standard Electric, que, primeiramente, foi instalada onde funcionou a Hielpert. Ocupou, tempos depois, a área do atual Carioca Shopping, e chegou a ter de 4 000 a 7 000 funcionários.

Muitas casas do bairro ainda preservam um aspecto de vila. Algumas delas, ainda hoje, não têm garagem, pois, nas décadas de 1950 e 1960, o automóvel não era acessível à maioria da população. Várias dessas residências pertencem a uma mesma família até os dias de hoje.

DadosEditar

O bairro de Vila Kosmos faz parte da região administrativa de Irajá. Os bairros integrantes da região administrativa são: Vila Kosmos, Colégio, Irajá, Vicente de Carvalho, Vila da Penha e Vista Alegre.

ReferênciasEditar

1. Os Caminhos de Vila Kosmos: trabalho de pesquisa realizado pelos alunos da Escola PIO XII.

2. Facebook Vila Kosmos (Comunidade), que contém fotos antigas e dados pesquisados no Arquivo Nacional etc., que é organizado pelo advogado Leonardo Amorim Gomes de Oliveira, tratando-se de fonte de pesquisa para o aprimoramento das informações acima, e das pesquisas escolares, em especial da Escola Pio XII.

3. Apavikom - Associação Parcial Vila Kosmos de Moradores - (21) 99811-6693.

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons

Referências