Abrir menu principal

Violência conjugal

Violência conjugal ou violência nas relações de intimidade é a violência doméstica perpetrada por um cônjuge ou parceiro contra o outro no contexto de uma relação de intimidade.[1][2] A violência conjugal pode assumir várias formas, incluindo abusos físicos, abusos sexuais, abusos verbais, abusos psicológicos e abusos económicos. A Organização Mundial de Saúde define violência conjugal como qualquer comportamento no contexto de uma relação de intimidade que cause prejuízos físicos, psicológicos ou sexuais a uma das pessoas na relação, incluindo atos de agressão física, coerção sexual, abuso psicológico e comportamento controlador.[3]

Referências

  1. Connie Mitchell (2009). Intimate Partner Violence: A Health-Based Perspective. [S.l.]: Oxford University Press. pp. 319–320. ISBN 019972072X. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  2. Mandi M. Larsen (2016). Health Inequities Related to Intimate Partner Violence Against Women: The Role of Social Policy in the United States, Germany, and Norway. [S.l.]: Springer. pp. 110–111. ISBN 3319295659. Consultado em 12 de setembro de 2016 
  3. Krug, Etienne G.; Dahlberg, Linda L.; Mercy, James A.; Zwi, Anthony B.; Lozano, Rafael (2002). World report on violence and health (PDF). Geneva, Switzerland: World Health Organization. ISBN 9789240681804