Vivacious Lady

filme de 1938 dirigido por George Stevens

Vivacious Lady (bra: Que Papai Não Saiba[1], ou A Vivaldina[2]; prt: Casamento em Segredo[3]) é um filme estadunidense de 1938, do gênero comédia romântica, dirigido por George Stevens, com roteiro de P. J. Wolfson e Ernest Pagano baseado no conto "Vivacious Lady", de I. A. R. Wylie, publicado na Pictorial Review em outubro de 1936.[4]

Vivacious Lady
No Brasil
  • A Vivaldina
  • Que Papai Não Saiba
Em Portugal Casamento em Segredo
 Estados Unidos
1938 •  p&b •  90 min 
Direção George Stevens
Produção George Stevens
Roteiro
  • P. J. Wolfson
  • Ernest Pagano
Baseado em "Vivacious Lady",
de I. A. R. Wylie
Elenco
  • Ginger Rogers
  • James Stewart
  • James Ellison
  • Beulah Bondi
Gênero comédia romântica
Cinematografia Robert de Grasse
Distribuição RKO
Idioma inglês
James Ellison (entre Virginia Gilmore e Janis Carter) é mais lembrado pelos faroestes B, mas atuou também no clássico I Walked with a Zombie.

Estrelado por Ginger Rogers e James Stewart, foi considerado por muitos uma das melhores comédias da RKO na década.[5]

Prêmios e indicaçõesEditar

Prêmio Categoria Recipiente Situação
Oscar 1939 Melhor fotografia Robert de Grasse Indicado[6]
Melhor mixagem de som Hugh McDowell Jr. Indicado[6]

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Ginger Rogers Francey
James Stewart Professor Peter Morgan Jr.
James Ellison Keith Morgan
Beulah Bondi Senhora Martha Morgan
Charles Coburn Senhor Morgan
Frances Mercer Helen
Phyllis Kennedy Jenny
Franklin Pangborn Administrador da pensão
Grady Sutton Culpepper
Jack Carson Charlie
Alec Craig Joseph
Willie Best Carregador do trem

SinopseEditar

Professor de botânica casa-se por impulso com cantora de nightclub e volta para sua pequena cidade natal. O maior obstáculo para a felicidade do jovem casal é o pai do professor, um cavalheiro erudito e cheio de formalidades, que é também o diretor da universidade local. A inabilidade do professor em contar as novidades ao pai leva a uma sucessão de situações desagradáveis e embaraçosas, inclusive uma clássica briga entre sua esposa e sua ex-noiva no baile de formatura.[5]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Que Papai Não Saiba». Brasil: CinePlayers. Consultado em 3 de julho de 2020 
  2. EWALD FILHO, Rubens (1975). Os filmes de hoje na TV. São Paulo: Global. p. 205. 210 páginas 
  3. «Casamento em Segredo». Portugal: CineCartaz. Consultado em 3 de julho de 2020 
  4. «Vivacious Lady (1938)». American Film Institute. Consultado em 3 de julho de 2020 
  5. a b JEWELL, Richard B. e HARBIN, Vernon, The RKO Story, terceira impressão, Londres: Octopus Books, 1984 (em inglês)
  6. a b «11.º Oscar - 1939». CinePlayers. Consultado em 3 de julho de 2020 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.