Abrir menu principal

Wikipédia β

Voleibol do Brasil

Quanto à preferência, o voleibol é atualmente o segundo esporte mais popular do Brasil.[1] A principal competição do esporte no país é a Superliga, sendo que existem as variantes feminina e masculina da Superliga. No retrospecto, o esporte é um dos mais vitoriosos do Brasil, especialmente com o bom desempenho que as seleções nacionais vêm tendo nos últimos anos. O Brasil já ocupou o primeiro lugar no ranking da FIVB nas duas modalidades.[2][3]

Esporte do Brasil
Flag of Brazil.svg
Comitê Olímpico Brasileiro (COB)
Código do COI BRA
Eventos Multiesportivos
Olimpíadas  • Pan  • Sul-Americanos  • Lusofonia
Esportes
Futebol (FIFA) Copa do Mundo  • Copa América  • Copa das Confederações
Futsal (FIFA) Copa do Mundo  • Copa América
Voleibol (FIVB) Copa do Mundo  • Mundial  • Liga  • Grand Prix  • Sul-Americano
Natação (FINA) Campeonato Mundial
Atletismo (IAAF) Campeonato Mundial
Rugby (WR) Copa do Mundo  • Sul-Americano

A seleção feminina é detentora de 4 medalhas olímpicas, dois ouros (2008 e 2012) e dois bronzes (1996 e 2000), tornando-se a primeira equipe de esporte coletivo a conquistar o bicampeonato olímpico de forma consecutiva no Brasil. É a atual terceira colocada no mundial, tendo conquistado a prata em três oportunidades (1994, 2006 e 2010) e é a maior vencedora do Grand Prix, com doze títulos.[4][5][6] A seleção masculina é tricampeã mundial, e conquistou 6 medalhas olímpicas, 3 ouros (1992, 2004 e 2016[7][8]) e 3 pratas (1984, 2008 e 2012). Conquistou 2 Copas do Mundo e é a maior vencedora da história da Liga Mundial, com nove títulos.[4]

Amistoso da seleção brasileira masculina contra os Estados Unidos, no dia 25 de setembro de 2009, em Uberlândia.

Ver tambémEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Voleibol do Brasil

Referências

  1. «Esportes no Brasil» (PDF). Deloitte. Setembro de 2011. p. 12. Consultado em 20 de julho de 2016. Arquivado do original (PDF) em 16 de janeiro de 2015 
  2. «FIVB Senior World Ranking - Women». FIVB (em inglês). 2 de setembro de 2013. Consultado em 20 de julho de 2016. Cópia arquivada em 20 de julho de 2016 
  3. «FIVB Senior World Ranking - Men». FIVB (em inglês). 7 de julho de 2017. Consultado em 14 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2017 
  4. a b «Seleção Brasileira». CBV. Consultado em 20 de julho de 2016. Cópia arquivada em 20 de julho de 2016 
  5. «Tandara and Natalia lead as Brazil claim 12th title in World Grand Prix». FIVB (em inglês). 6 de agosto de 2017. Consultado em 14 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2017 
  6. «Em final emocionante, Brasil bate a Itália e fatura o 12º título do Grand Prix». globoesporte.com. Grupo Globo. 6 de agosto de 2017. Consultado em 14 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2017 
  7. «Firme, forte e dourado: Brasil bate Itália e volta ao topo olímpico após 12 anos». globoesporte.com. Grupo Globo. 21 de agosto de 2016. Consultado em 27 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 30 de agosto de 2016 
  8. «Brazil make triumphant return to the top of the podium». FIVB (em inglês). Rio2016.fivb.com. 21 de agosto de 2016. Consultado em 27 de dezembro de 2016. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2016 

Ligações externasEditar