Voo Iran Aseman Airlines 6895

O voo Iran Aseman Airlines 6895 foi um voo que colidiu em 24 de agosto de 2008 (na hora local às 20:30) próximo ao Aeroporto Internacional de Manas, em Bisqueque, no Quirguistão e que estava a caminho do Aeroporto de Mehrabad em Teerã, capital do Irã. O avião, um Boeing 737 deixou de funcionar ao retornar ao aeroporto de origem após ter passado por dificuldades técnicas.

Voo Iran Aseman Airlines 6895
EK-009, a aeronave envolvida no acidente
Sumário
Data 24 de agosto de 2008
Causa Tentativa de aterragem de emergência da pista de decolagem no retorno 10 min. após a partida
Local Quirguistão Aeroporto Internacional de Manas, Bisqueque, Quirguistão
Origem Aeroporto Internacional de Manas, Bisqueque, Quirguistão
Destino Aeroporto Internacional de Mehrabad, Teerã, Irã
Passageiros 83 [1]
Tripulantes 7
Mortos 68
Sobreviventes 22
Aeronave
Modelo Boeing 737-200
Operador Quirguistão Itek-Air
Prefixo EK-009

Logo após a decolagem, foi descoberto um mau funcionamento sério na cabine depressurizada. O comandante comunicou à torre do aeroporto de origem a sua intenção de retornar. Ao tentar fazê-lo, o avião bateu contra o chão, a apenas 2 km da pista de decolagem.

A aeronave pertencia à empresa local Itek-Air, que faz parte da lista de companhias aéreas proibidas de voar para a União Europeia por não seguirem regras padrão de aviação e segurança. Porém, o avião estava fretado pela companhia iraniana Aseman Airlines.

O presidente quirguiz decretou luto nacional de um dia em decorrência do acidente.[2]

Uma equipa local de vôlei também se envolveu no acidente: dos 17 integrantes, apenas 7 saíram com vida.[3]

VítimasEditar

Nacionalidade Passageiros Tripulação Total Sobreviventes
  Quirguistão 24 6 30 11
  Irão 53 1 54 10
  Cazaquistão 3 0 3 0
  China 1 0 1 0
  Turquia 1 0 1 0
  Canadá 1 0 1 0
Total 83 7 90 21

Referências

  Este artigo sobre um acidente aéreo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.