Abrir menu principal
Voo Iran Aseman Airlines 6895
Acidente aéreo
Sumário
Data 24 de agosto de 2008
Causa Tentativa de aterragem de emergência da pista de decolagem no retorno 10 min. após a partida
Local Quirguistão Aeroporto Internacional de Manas, Bisqueque, Quirguistão
Origem Aeroporto Internacional de Manas, Bisqueque, Quirguistão
Destino Aeroporto Internacional de Mehrabad, Teerã, Irã
Passageiros 83 [1]
Tripulantes 7
Mortos 68
Sobreviventes 22
Aeronave
Modelo Boeing 737-200
Operador Quirguistão Itek-Air

O voo Iran Aseman Airlines 6895 foi um voo que colidiu em 24 de agosto de 2008 (na hora local às 20:30) próximo ao Aeroporto Internacional de Manas, em Bisqueque, no Quirguistão e que estava a caminho do Aeroporto de Mehrabad em Teerã, capital do Irã. O avião, um Boeing 737 deixou de funcionar ao retornar ao aeroporto de origem após ter passado por dificuldades técnicas.

Logo após a decolagem, foi descoberto um mau funcionamento sério na cabine depressurizada. O comandante comunicou à torre do aeroporto de origem a sua intenção de retornar. Ao tentar fazê-lo, o avião bateu contra o chão, a apenas 2 km da pista de decolagem.

A aeronave pertencia à empresa local Itek-Air, que faz parte da lista de companhias aéreas proibidas de voar para a União Europeia por não seguirem regras padrão de aviação e segurança. Porém, o avião estava fretado pela companhia iraniana Aseman Airlines.

O presidente quirguiz decretou luto nacional de um dia em decorrência do acidente.[2]

Uma equipa local de vôlei também se envolveu no acidente: dos 17 integrantes, apenas 7 saíram com vida.[3]

VítimasEditar

Nacionalidade Passageiros Tripulação Total Sobreviventes
  Quirguistão 24 6 30 11
  Irão 53 1 54 10
  Cazaquistão 3 0 3 0
  China 1 0 1 0
  Turquia 1 0 1 0
  Canadá 1 0 1 0
Total 83 7 90 21

Referências