WZME é uma emissora de televisão estadunidense licenciada para Bridgeport, em Connecticut, porém sediada em Seymour, servindo o mercado de televisão da cidade de Nova York, no estado homônimo. Opera no canal 43 (21 UHF digital), e é uma afiliada da ShopHQ. Pertence a NRJ TV LLC. Seus estúdios estão localizados na Wakeley Street, em Seymour, Connecticut, e seu transmissor está localizado na Great Hill Road, também em Seymour.

WZME
NRJ TV NY License Co., LLC
Bridgeport, Connecticut/Nova York, NY
 Estados Unidos
Tipo Comercial
Cidade de concessão Bridgeport, CT
Canais Digital: 21 UHF (compartilhado com a WEDW)
Virtual: 43 PSIP
Outros canais Analógico:
43 UHF (1987–2008)
Digital:
42 UHF (2006–2017)
49 UHF (2017–2019)
Sede Seymour, CT
Rede 43.1: ShopHQ
43.2: SonLife
Rede(s) anterior(es) Principal/DT1:
Shop at Home (1999–2007)
Gems TV (2007–2009)
Retro Television Netowrk (2009, 2011–2012)
MeTV (2012–2015)
Heroes & Icons (2015–2016)
SonLife (2016–2019)
Secundário:
JTV (2006–2007)
DT2:
Sino TV (2009-2012, via KCNS)
Retro Television Netowrk (2012-2014)
The Works (2014-2017)
Charge! (2017-2018)
CNC World (2018-2019)
DT3: Comet (2016-2018)
Pertence a NRJ TV LLC
Antigo(s) proprietário(s) Bridgeways Communications Corporation (1987-1994)
ValueVision (1994-1996)
Paxson Communications (1996-1999)
E. W. Scripps Company (1999-2006)
Multicultural Television (2006-2012)
Fundação 28 de setembro de 1987 (34 anos)
Significado do prefixo Memorable Entertainment (slogan da MeTV) ou MeTV (antiga afiliação)
Prefixo(s) anterior(es) WBCT-TV (1987–1988)
WHAI-TV (1988–1998)
WIPX (1998)
WBPT (1998–1999)
WSAH (1999–2012)
Coord. do transmissor 41° 16' 44.3" N 73° 11' 6.4" O
Potência 170 kW
Agência reguladora FCC
Informação de licença
CDB
PDF
Página oficial www.shophq.com

HistóriaEditar

Antecedentes como WICC-TV (1953-1960)Editar

A alocação do canal 43 UHF em Bridgeport foi primeiro atribuída à WICC-TV, cujas letras do prefixo significavam "Industrial Center of Connecticut" (Centro Industrial de Connecticut), referindo-se a Bridgeport, tendo o mesmo significado que o prefixo da emissora de rádio local (WICC AM). A emissora entrou no ar em 29 de março de 1953 como uma afiliada da ABC e DuMont[1], um mês após a primeira emissora UHF de Connecticut, WKNB-TV (agora WVIT) em New Britain, entrar no ar. Como o UHF era bastante novo na época e exigia um conversor caro, a emissora tinha pouca audiência. Além disso, a programação das redes ABC e DuMont podia também ser vista em grande parte da área de cobertura da emissora via WABC-TV (canal 7) e WABD (canal 5, agora WNYW), respectivamente, ambas da cidade de Nova York.

Nenhuma das tentativas da emissora de ganhar espectadores teve sucesso. Um deles incluiu um programa em que Bob Crane (que mais tarde se tornaria a estrela da sitcom Hogan's Heroes) ofereceu $ 100 para o primeiro telespectador que telefonasse para a emissora. Ninguém ligou, levando a emissora a anunciar em janeiro de 1960 que a WICC-TV era a "única emissora nos EUA sem telespectadores"[2]. Em 8 de dezembro, a emissora saiu do ar pela última vez[3]. Em fevereiro de 1966, grande parte dos equipamentos da emissora foram destruídos por um incêndio[4].

Programação de televendas (1987-2009)Editar

Um grupo de mulheres, sob o nome de Bridgeways Communications Corporation, recebeu uma licença de construção para uma nova emissora no canal 43 em 20 de novembro de 1980[5], e em 28 de setembro de 1987, a emissora entrou no ar como WBCT-TV, exibindo programação de televendas[6]. Inicialmente, a emissora planejou se tornar uma emissora independente com foco local, já que Bridgeport estava sendo coberta apenas por emissoras da cidade de Nova York. Um ano depois, no entanto, a emissora mudou seus planos e planejou implementar uma programação cultural voltada para a comunidade judaica no mercado da cidade de Nova York como um todo[7]. Pouco depois, a emissora mudou seu prefixo para WHAI-TV, em referência a chai, a palavra hebraica para "viver". No entanto, a emissora foi vendida em 1994 para a ValueVision[8], que por sua vez a vendeu para a Paxson Communications em 1996[9]. A essa altura, a emissora também havia adicionado infomerciais à programação.

Os planos originais previam que a WHAI-TV se tornasse uma das primeiras emissoras da rede de televisão Pax[10] (com o prefixo de WIPX[11][12]) quando fosse lançada em agosto de 1998, mas esses planos foram cancelados, principalmente devido a questões de duopólio resultante da aquisição da WPXN-TV (canal 31) pela Paxson, uma vez que os sinais de ambas as emissoras se sobrepõem e são considerados parte do mercado da cidade de Nova York, e na época, a FCC não permitia duopólio entre emissoras do mesmo mercado[13]. O prefixo da emissora foi novamente alterado, desta vez para WBPT[14]. Depois de uma tentativa de vender a emissora para a Cuchifritos Communications (que planejava fazer da emissora a geradora de um serviço de televendas em espanhol[15]) fracassar, a emissora foi vendida em 1999 para a Shop at Home Network[16], que tornou-a uma afiliada da rede e mudou seu prefixo para WSAH (com as letras fazendo referência ao nome da rede)[17].

A Azteca América quase comprou a emissora no final de 2000 para servir como sua afiliada na cidade de Nova York[18]. O negócio rapidamente entrou em colapso[19], com a rede citando problemas sobre a cobertura de mercado da WSAH[20]. A emissora continuou a transmitir a Shop at Home, com uma breve interrupção em 2006, quando a rede interrompeu suas operações temporariamente.

Em 26 de setembro de 2006, a The E.W. Scripps Company (o então proprietário das emissoras próprias da Shop at Home) anunciou que estaria vendendo a WSAH, junto com quatro outras emissoras como a KCNS em San Francisco, WMFP em Boston, WOAC (agora WRLM) em Canton, Ohio, e WRAY-TV em Raleigh, Carolina do Norte) para a Multicultural Television por $ 170 milhões[21]. A Multicultural assumiu o controle da KCNS, WOAC e WRAY em 20 de dezembro de 2006 e mudou sua programação para um formato totalmente comercial. Não assumiu o controle da WSAH e WMFP imediatamente, devido à renovação da licença pendente das emissoras. As licenças foram renovadas no início de abril de 2007, e em 24 de abril, a Multicultural assumiu o controle dessas emissoras.

Em maio de 2007, a WSAH mudou de afiliação, mudando da Shop at Home para a Gems TV, uma rede de compras especializada em joias. Além disso, os infomerciais mais uma vez tornaram-se parte da programação. A emissora se desafiliou com a Gems TV em 2009.

Programação de entretenimento (2009–2016)Editar

 
Logo da emissora antes de se afiliar com a MeTV.

Em 1 de julho de 2009, a WSAH se afiliou à Retro Television Network (RTV), tornando-se uma das poucas afiliadas a transmitir a RTV em seu canal principal[22]. Inicialmente, a programação da RTV era transmitida a partir das 18h até a meia-noite, com infomerciais continuando durante o resto da programação. Em setembro de 2009, a programação da RTV passou a encerrar às 23h de segunda a sexta e às 22h00 nos fins de semana. Pouco depois, a emissora anunciou que se desafiliaria da RTV completamente no final do mês[23]. No mês seguinte, a WSAH adicionou um subcanal, exibindo a programação em chinês da emissora irmã KCNS, afiliada da Sino TV[24]. Em 6 de junho de 2011, a emissora voltou a integrar a RTV, passando sua programação a partir de meio dia até meia noite.

Após a Multicultural passar a enfrentar problemas financeiros e não pagar seus empréstimos, a WSAH foi colocada em um fundo fiduciário, sendo colocada à venda[25]. Em 6 de outubro de 2011, foi anunciado que a emissora seria leiloada no tribunal de falências no final de 2011[26]. No leilão, realizado em 15 de novembro, a emissora foi adquirida pela NRJ TV, LLC, que antes havia adquirido a KCNS e a WMFP. O negócio estava sujeito à aprovação do tribunal de falências, embora o leilão tenha sido contestado por Arthur Liu, que era proprietário da Multicultural e estava associado ao licitante NYVV, que fracassou na tentativa de compra[27]. A FCC aprovou a venda em 20 de março de 2012, sendo consumada oito dias depois.

Em dezembro de 2011, a MeTV anunciou em seu site que assinou contrato com a WSAH como sua afiliada na cidade de Nova York. Em 4 de janeiro de 2012, a WSAH mudou a programação da Retro Television Network para a da MeTV em seu canal principal[28], transmitindo a programação da MeTV das 2h às 6h e das 9h às 12h30 de segunda a sexta e das 11h às 12h30 nos fins de semana. Os infomerciais eram exibidos nas horas em que a programação da MeTV não era exibida. A RTV mudou-se para o segundo subcanal da WSAH, substituindo a programação em chinês[28]. Em 29 de julho de 2012, o prefixo da emissora tornou-se WZME, para fazer menção com a sua afiliação com a MeTV[29].

Em 24 de janeiro de 2014, a MeTV anunciou que mudaria sua afiliação da cidade de Nova York da WZME para a KVNV (que foi relançada como WJLP, canal 3) quando essa emissora completou sua mudança de Ely, Nevada para Middletown Township, Nova Jersey[30]. No entando, a WZME permaneceu afiliada da MeTV em Nova York-Connecticut. Com a sobreposição da área de Nova York com a WJLP, a emissora tomou a decisão de mudar sua afiliação. Em 11 de outubro de 2015, a emissora tornou-se afiliada da Heroes & Icons na área de Nova York-Connecticut, rede que também é transmitida no subcanal DT4 da WWOR-TV.

Programação religiosa (2017–2019)Editar

Em 1 de janeiro de 2017, a WZME tornou-se afiliada da SonLife Broadcasting Network.

Retorno para o formato de televendas (2020-presente)Editar

Em 1 de janeiro de 2020, a WZME mudou de afiliação para a Shop LC (anteriormente Liquidation Channel), a primeira afiliação com uma rede de televendas em 11 anos. A SonLife foi transferida para o segundo subcanal digital da emissora. Em novembro, a emissora mudou de afiliação novamente para a ShopHQ.

Sinal digitalEditar

PSIP Canal digital Resolução de vídeo Programação[31]
43.1 21 UHF 720p Programação principal da WZME / ShopHQ
43.2 480i SonLife Broadcasting Network

Transição para o sinal digitalEditar

A WZME (então WSAH) passou a operar no sinal digital no canal 42 UHF em 16 de dezembro de 2006. A emissora interrompeu a operação em seu sinal analógico, no canal 43 UHF, em 4 de julho de 2008. O sinal analógico foi retirado do ar após um raio no transmissor. Como o custo de consertar o transmissor foi considerado antieconômico devido ao desligamento analógico estar próximo, os proprietários da emissora solicitaram permissão da FCC para manter o transmissor analógico desligado[32].

Realocação de espectroEditar

A FCC tornou público em 13 de abril de 2017 que a WZME concordou em entregar sua licença de transmissão no valor de $ 191.813.165[33]. A emissora anunciou que continuaria suas operações, por meio de um acordo com a emissora de televisão pública WEDW (de propriedade da Connecticut Public Television), licenciada para Bridgeport, para acordo de compartilhamento de canais, que foi iniciado em 1 de setembro de 2017[34]. Em 2019, a WTXX-LD, afiliada da Azteca América licenciada para New Haven, Connecticut, passou a fazer parte do compartilhamento com as 2 emissoras[35].

Ver tambémEditar

Referências

  1. «6 more on air, post-freeze total now 46» (PDF). Television Digest: 2. 4 de abril de 1953. Consultado em 7 de março de 2021 
  2. «Stations» (PDF). Television Digest: 8. 28 de dezembro de 1958. Consultado em 7 de março de 2021 
  3. Porrazzo, Bob. «WICC-TV/43, Bridgeport CT». History of UHF Television. Consultado em 7 de março de 2021 
  4. «UHF seeks extension because of fire» (PDF). Broadcasting: 81. 4 de abril de 1966. Consultado em 7 de março de 2021 
  5. «Application Search Details». Federal Communications Commission. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 26 de outubro de 2012 
  6. Cavanaugh, Jack (15 de novembro de 1987). «Station makes a quiet debut». The New York Times: 11. Consultado em 7 de março de 2021 
  7. «Group Plans TV Station For Jewish Audience». Associated Press. The New York Times: 22. 6 de setembro de 1988. Consultado em 7 de março de 2021 
  8. «Application Search Details». Federal Communications Commission. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 26 de outubro de 2012 
  9. «Application Search Details». Federal Communications Commission. Consultado em 7 de março de 2021. Cópia arquivada em 26 de outubro de 2012 
  10. Fybush, Scott (26 de novembro de 1997). «WILD -- Still Waiting». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  11. Fybush, Scott (20 de agosto de 1998). «Mergers and Spinoffs». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  12. Fybush, Scott (15 de janeiro de 1998). «Ice Storm Damage Continues». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  13. Dempsey, John (8 de dezembro de 1998). «Paxson seeks to sell station». Variety. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 20 de outubro de 2012 
  14. Fybush, Scott (4 de setembro de 1998). «One Shoe Drops in Maine...». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  15. Fybush, Scott (11 de dezembro de 1998). «Big Apple's Big Changes, and, We Visit The Midwest». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  16. Fybush, Scott (5 de março de 1999). «We Will Never Make Fun of Boston Weather Again...». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  17. Fybush, Scott (18 de junho de 1999). «CBL: The Final Countdown». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  18. Fybush, Scott (2 de outubro de 2000). «Spinning the Dial in Connecticut». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  19. Fybush, Scott (11 de dezembro de 2000). «Adios, WHUB!». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  20. Trigoboff, Dan (7 de janeiro de 2001). «Not so fast, Pappas». Broadcasting & Cable. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 30 de setembro de 2012 
  21. «Scripps sells Shop At Home TV stations». The E.W. Scripps Company. 26 de setembro de 2006. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 27 de setembro de 2007 
  22. «Retro TV Finds A Home In New York». TVNewsCheck. 4 de junho de 2009. Consultado em 7 de março de 2021 
  23. Fybush, Scott (21 de setembro de 2009). «Remembering Fred Cusick». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  24. Fybush, Scott (2 de novembro de 2009). «Pulse Fades Out - Now It's A Party». North East RadioWatch. Consultado em 7 de março de 2021 
  25. A. Jessell, Harry (28 de dezembro de 2010). «Multicultural Handing Over WSAH To Trustee». TVNewsCheck. Consultado em 7 de março de 2021 
  26. Malone, Michael (10 de junho de 2011). «WSAH Bridgeport to be Auctioned». Broadcasting & Cable. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 8 de outubro de 2011 
  27. A. Jessell, Harry (29 de novembro de 2011). «NRJ Wins Bidding For WSAH New York, But …». TVNewsCheck. Consultado em 7 de março de 2021 
  28. a b «Digital TV Market Listings». RabbitEars.Info. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 11 de fevereiro de 2012 
  29. «WZME(DT)». FCC Info. Consultado em 7 de março de 2021 
  30. Downey, Kevin (24 de janeiro de 2014). «Me-TV Picks Up Big-Market Primary Slots». TVNewsCheck. Consultado em 7 de março de 2021 
  31. «Digital TV Market Listing for WZME». RabbitEars.Info. Consultado em 7 de março de 2021 
  32. «WSAH Analog Off Air». Radio-Info. Ron. 19 de junho de 2008. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 14 de agosto de 2011 
  33. «FCC Broadcast Television Spectrum Incentive Auction» (PDF). Federal Communications Commission. 4 de abril de 2017. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original (PDF) em 15 de abril de 2017 
  34. «Memorandum opinion and order». Federal Communications Commission. 11 de agosto de 2020. Consultado em 7 de março de 2021 
  35. «Digital TV Market Listings». RabbitEars.Info. Consultado em 7 de março de 2021. Arquivado do original em 15 de outubro de 2019 

Ligações externasEditar