Wakadoshiyori ( 若年寄?) , ou "Conselho Menor" era um Conselho do shogunato Tokugawa do Período Edo da História do Japão era composta entre tês e nove membros, recrutados entre os fudai daimyō, cada um dos quais dirigia o conselho durante um mês. Eles eram hierarquicamente inferiores ao Rōjū. A posição foi estabelecida por volta de 1631, mas as nomeações eram irregulares até 1662 [1].

Os wakadoshiyori supervisionavam os hatamotos (guarda-costas do shogun), artesãos, médicos, e os impostos pagos pelos vassalos do Shogun cuja renda anual foi de menos de 10.000 koku . Também monitoraram as atividades em grandes cidades como Kyoto e Osaka [1].

Lista de WakadoshiyoriEditar

Sob o Shogunato de Tokugawa Iemitsu (1623–1651)Editar

Sob o Shogunato de Tokugawa Ietsuna (1651–1680)Editar

Sob o Shogunato de Tokugawa Tsunayoshi (1680–1709)Editar

Sob o Shogunato de Tokugawa Ienobu (1709–1712) e Tokugawa Ietsugu (1713–1716)Editar

Sob o Shogunato de Tokugawa Yoshimune (1716–1745)Editar

Sob o Shogunato de Tokugawa Ieshige (1745–1760)Editar

Sob o Shogunato de Tokugawa Iesada (1853–1858) e Tokugawa Iemochi (1858–1866)Editar

Sob o Shogunato de Tokugawa Yoshinobu (1867–1868)Editar

Referências

  1. a b William G.Beasley "Select Documents on Japanese Foreign Policy, 1853-1868" (em inglês)Oxford University Press, 1955 p. 32630.
  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.