Abrir menu principal

Walter Payton

jogador de futebol americano dos Estados Unidos

Walter Jerry Payton (Columbia, 25 de julho de 1954South Barrington, 1 de novembro de 1999) foi um jogador de futebol americano que jogou toda sua carreira pelo Chicago Bears da National Football League. Walter Payton era conhecido na NFL como "Sweetness" (Doçura). Ele é lembrado também como um dos melhores running backs da história do futebol americano. Payton, que foi nove vezes selecionado para o Pro Bowl, já teve o recorde da liga em jardas terrestres, touchdowns, corridas e também várias outras categorias. Ele foi eleito para o Pro Football Hall of Fame em 1993. O lendário treinador Mike Ditka descreveu Payton como o melhor jogador de futebol americano que ele ja viu jogar — mas também um grande ser humano.[1]

Walter Payton

Walter Payton, na esquerda, com a bola na mão.
No. 34     
Running back
Informações pessoais
Data de nascimento: 25 de julho de 1954
Local de nascimento: Columbia, Mississippi,
 Estados Unidos
Data da morte: 1 de novembro de 1999 (45 anos)
Local da morte: South Barrington, Illinois,
 Estados Unidos
Informação da carreira
Faculdade: Jackson State University
Draft da NFL: 1975 / Rodada: 1 / Escolha: 4
Estreou em 1975 pelo Chicago Bears
Jogou pela última vez em 1987 pelo Chicago Bears
História da carreira
 Como jogador:
Pontos altos na carreira e prêmios
  • 9× selecionado para o Pro Bowl (1976, 1977, 1978, 1979, 1980, 1983, 1984, 1985, 1986)
  • 6× nomeado First-team All-Pro (1977, 1978, 1979, 1980, 1984, 1985)
  • 3× nomeado Second-team All-Pro (1976, 1983, 1986)
  • NFL MVP de 1977
  • PFWA NFL MVP de 1977
  • NEA NFL MVP de 1977
  • UPI NFC Player of the Year de 1985
  • UPI NFC Player of the Year de 1977
  • MVP do Pro Bowl de 1978
  • Campeão do Super Bowl XX
  • Time da NFL 75º Aniversário da liga
  • Camisa aposentada pelo Chicago Bears (#34)
Estatísticas de carreira na NFL até a temporada de 2004
Jardas terrestres     16 726
Jardas por corrida     4,4
Touchdowns     110
Estatísticas no NFL.com
Pro Football Hall of Fame
College Football Hall of Fame

Payton começou sua carreira no Mississippi e teve uma grande carreira na Jackson State University, onde foi nomeado All-American. Ele começou sua carreira como profissional pelos Bears em 1975. Payton venceu o prêmio de Jogador do ano na NFL duas vezes e acabou sendo campeão pelo Chicago Bears em 1985 no Super Bowl XX. Depois de anos lutando contra a colangite esclerosante primária, uma doença muito rara que evoluiu para um colangiocarcinoma, Payton acabou falecendo em 1 de novembro de 1999.

Em sua honra, a NFL concede o prêmio "Walter Payton Man of the Year" ao jogador que mais contribuiu fora do campo para sua comunidade.

Índice

AutomobilismoEditar

Em 1996, Payton associou-se à equipe Dale Coyne, dando origem à Payton-Coyne Racing, que disputou 4 temporadas (1996-99), com resultados sem expressão - exceção feita à US500 de 1996, quando Roberto Pupo Moreno cruzou a linha de chegada em terceiro lugar (melhor resultado da equipe até o GP de Watkins Glen da temporada 2009 da IndyCar Series, quando o inglês Justin Wilson conquistou a primeira vitória da Dale Coyne). Além de Moreno, correram pela equipe o japonês Hiro Matsushita, o alemão Christian Danner, os norte-americanos Charlie Nearburg, Dennis Vitolo e Paul Jasper e Memo Gidley, o mexicano Michel Jourdain Jr. e os brasileiros Gualter Salles e Luiz Garcia Jr. - outro brasileiro, Sérgio Paese, chegou a testar um carro da equipe em 1998, mas sua inscrição para o GP de Mid-Ohio foi barrada.

Números na carreiraEditar

Payton foi por muito tempo lider em jardas terrestres e jardas totais na história da liga, até a temporada de 2002, quando Emmitt Smith quebrou seu recorde. Ele também tinha o recorde de jardas em um único jogo até a temporada de 2000, quando essa marca foi quebrada por Corey Dillon. Payton liderou a liga em jardas terrestres e touchdowns em 1977. Além disso, seus números conquistados estavam entre os dez melhores em todos os anos de sua carreira, incluindo 1976, 1977 e 1978, liderando também a categoria em 1979. Em 2006, ele foi reconhecido como segundo em jardas terrestres e ficou em terceiro na estatística de touchdowns terrestres anotados.[2] Payton, junto com Frank Gifford, lançou mais interceptações (6) que nenhum outro jogador que não atua como quarterback na história da NFL.[3]

Temporada regularEditar

  • Jardas terrestres: 16 726*
  • Touchdowns terrestres: 110*
  • Corridas: 3 838*
  • Média de Jardas por corrida: 4 4
  • Jardas recebidas: 4 538
  • Touchdowns recebidos: 15
  • Receptções: 492
  • Jardas de scrimmage: 21 264*
  • Jardas totais: 21 803*
  • Passes para Touchdowns: 8[4]

Pós-temporadaEditar

  • Jardas terrestres: 632
  • Touchdowns terrestres: 2
  • Corridas: 180
  • Jardas recebidas: 178
  • Receptções: 22

* Antigo recorde da NFL

Referências

  1. Never Die Easy: The Autobiography of Walter Payton. New York Times, livro do Never Die Easy. Michael Lichtenstein, 2000.
  2. NFL Rushing Records. NFL Record and Fact Book, Updated Through 2006 Season.
  3. http://www.pro-football-reference.com/friv/nonqb.htm
  4. ChicagoBears.com, How did Kevin Jones fare against the Bears?. Retirado em 21 de julho de 2008.

Ligações externasEditar