Weekly Shōnen Jump


Weekly Shōnen Jump (週刊少年ジャンプ Shūkan Shōnen Janpu?, estilizado em inglês como WEEKLY JUMP) é uma antologia semanal de mangás shōnen publicada pela editora Shueisha sob a linha de revistas "Jump Comics". É a revista que está há mais tempo em atividade, tendo sua primeira edição lançada em 1º de agosto de 1968.[2] As séries de mangá da Weekly Shōnen Jump tem como público-alvo pré-adolescentes masculinos (a partir de 9 anos) e consistem em apresentar várias cenas de ação e quantidade considerável de comédia. Os capítulos das séries são coletados e publicados de dois a três meses em volumes em formato tankōbon.

Weekly Shōnen Jump
Mangá

Capa da 51.ª edição da revista Weekly Shōnen Jump, lançada em dezembro de 1984 com arte ilustrativa de Dragon Ball
País de origem  Japão
Língua de origem japonês
Editora(s) Shueisha
Periodicidade
  • semimensal (1968–1969)
  • semanal (1970–presente)
Tiragem 1.390.000
(janeiro a dezembro de 2021)[1]
Primeira edição 1º de agosto de 1968
Lançada em 1968 (1968)
Terminou em presente
Público alvo shōnen
Site oficial shonenjump.com

História editar

Weekly Shōnen Jump foi lançada pela primeira vez pela Shueisha em 2 de julho de 1968 e passou a competir com outras editoras de sucesso como a Weekly Shōnen Magazine e a Weekly Shōnen Sunday.[3] Antes da vigésima edição, a revista era chamada simplesmente de Shōnen Jump, que era originalmente uma revista bissemanal e só veio a se tornar semanal em 1969.[4]

Até a 13.ª edição, lançada em 2018, a revista havia registrado mais de 7,5 bilhões de cópias vendidas,[5] tornando-se a revista de quadrinhos/mangás mais vendida, à frente de concorrentes como Weekly Shōnen Magazine e Weekly Shōnen Sunday. Os meados de 1980 para os meados de 1990 representam a época em que a circulação da revista atingiu seu pico, com 6,53 milhões cópias por semana, com um total de leitores de 18 milhões de pessoas no Japão. Desde então, experimentou um drástico declínio nas vendas físicas, em razão de diversos fatores como o modo de consumo de mangás que vem migrando para meios digitais desde 2014.[6] Em 2016, houve uma circulação média de 2,2 milhões de cópias, e ao longo de 2021, a revista alcançava a média de 1,3 milhões de cópias por semana. Muitas das séries de mangás mais vendidos são originárias da Weekly Shōnen Jump.

A Weekly Shōnen Jump tem duas revistas-irmãs: Jump SQ (criada após a queda do Monthly Shōnen Jump) e a Saikyō Jump. A revista também tem suas publicações nos Estados Unidos,[7] Canadá, Noruega, Suécia e Alemanha (neste último com o título de Banzai!).

Table of Contents editar

Uma lista importante que tem muito efeito na revista é a TOC. O Table of Contents (sigla: TOC) é uma relação de mangás que sairão nas próximas edições da Shonen Jump. A ordem da tabela é baseada em pesquisas de popularidade das séries fazendo com que seja parecida com um ranking dos mangás da Shonen Jump. Porém, é necessário lembrar que alguns fatores que afetam a ordem são levados em conta:

  • Pyu to Fuku! Jaguar ou KochiKame, por tradição, não são rankeados.
  • O primeiro capítulo de determinado mangá praticamente sempre ganha capa, do segundo até o oitavo capítulos de uma nova série a sua posição na TOC já está decidida, a partir daí começa a ser afetada pela votação dos leitores.
  • A popularidade de um mangá no oitavo capítulo passado afeta sua posição na TOC.
  • Em algumas situações existe a probabilidade de os votos terem pesos considerando a idade do leitor.
  • Uma série de outros fatores além das TOCs também determinam se o mangá está ou não fazendo sucesso, como por exemplo as vendas de seus volumes compilados.

Títulos já publicados na revista editar

Séries de mangás editar

A tabela a seguir lista as séries de mangá que tiveram maior circulação na revista Shōnen Jump. É uma lista do número de edições em que são serializadas e os números estimados de circulação dessas edições Shōnen Jump. Das séries listadas abaixo, apenas Bleach e Gintama começou sua serialização após a conclusão da era de ouro no final dos anos de 1990.

Série de mangá Primeira Edição Edição Final Edições Circulação semanal (est.) Circulação total (est.)
Kochira Katsushika-ku Kameari Kōen-mae Hashutsujo #42, 1976 #42, 2016 1,960 3,117,207 6 109 725 720
JoJo's Bizarre Adventure #1–2, 1987 #19, 2003 752 4,801,765 3 610 927 280
One Piece #34, 1997 present 1040 3 332 759 3 175 460 142
Dragon Ball #51, 1984 #25, 1995 519 5 696 397 2 956 430 000
Naruto #43, 1999 #50, 2014 700 3 284 492 2 299 144 444
Bleach #36–37, 2001 #38, 2016 698 3 127 815 2 183 214 876
Dragon Quest #45, 1989 #52, 1996 349 5,971,250 2 083 966 250
Gintama #2, 2004 #42, 2018 704 2 825 175 1 988 923 401
Slam Dunk #42, 1990 #27, 1996 276 6,110,000 1 686 360 000
Kinnikuman #22, 1979 #21, 1987 387 3 963 359 1 533 820 000
Rurouni Kenshin #19, 1994 #43, 1999 255 5 566 784 1 419 530 000
Yu-Gi-Oh! #42, 1996 #15, 2004 343 4 035 569 1 384 200 000
Hunter × Hunter #14, 1998 presente (em hiato) 390 2,895,187 1 129 122 930
Hokuto no Ken #41, 1983 #35, 1988 245 4 536 857 1 111 530 000
City Hunter #13, 1985 #50, 1991 193 4,940,743 953 563 399
Captain Tsubasa #18, 1981 #37–38, 1997 178 4 649 038 827 528 750
Saint Seiya #1, 1986 #49, 1990 110 4 801 000 528 110 000

Séries atuais editar

Há atualmente 19 títulos sendo publicados na Weekly Shōnen Jump. Hunter × Hunter vem sendo publicado irregularmente desde 2006. Ruri Dragon desde 2022. Burn the Witch publicou uma temporada, compilada em um volume único, e está pausado desde então.

Série Autor(es) Início
One Piece (ワンピース, Wan Pīsu) Eiichirō Oda 01997-08 Agosto de 1997
Hunter × Hunter (ハンター×ハンター, Hantā Hantā) Yoshihiro Togashi 01998-03 Março de 1998
My Hero Academia (僕のヒーローアカデミア, Boku no Hīrō Akademia) Kōhei Horikoshi 02014-07 Julho de 2014
Black Clover (ブラッククローバー, Burakku Kurōbā) Yūki Tabata 02015-02 Fevereiro de 2015
Jujutsu Kaisen (呪術廻戦) Gege Akutami 02018-03 Março de 2018
Missão: Familia Yozakura (夜桜さんちの大作戦,Yozakura-san Chi no Daisakusen) Hitsuji Gondaira 02019-08 Agosto de 2019
Undead Unluck (アンデッドアンラック, Andeddo Anrakku) Yoshifumi Tozuka 02020-01 Janeiro de 2020
Me & Roboco (僕とロボコ, Boku to Roboco) Shuhei Miyazaki 02020-07 Julho de 2020
Burn the Witch Tite Kubo 02020-08 Agosto de 2020
Sakamoto Days (SAKAMOTO DAYS) Yuto Suzuki 02020-11 Novembro de 2020
The Elusive Samurai (逃げ上手の若君, Nige Jōzu no Wakagimi) Yūsei Matsui 02021-01 Janeiro de 2021
Witch Watch (ウィッチウォッチ, Witchi Watchi) Kenta Shinohara 02021-02 Fevereiro de 2021
Blue Box (アオのハコ, Ao no Hako) Kōji Miura 02021-04 Abril de 2021
Akane-banashi (あかね噺) Yūki Suenaga, Takamasa Moue 02022-02 Fevereiro de 2022
RuriDragon (ルリドラゴン, Ruridoragon) Masaoki Shindo 02022-06 Junho de 2022
Cipher Academy (暗号学園のいろは, Angō Gakuen no Iroha) Nisio Isin, Yuji Iwasaki 02022-11 Novembro de 2022
The Ichinose Family's Deadly Sins (一ノ瀬家の大罪, Ichinose-ke no Taizai) Taizan 5 02022-11 Novembro de 2022
Fabricant 100 (人造人間100, Jinzō Ningen 100) Daisuke Enoshima 02022-12 Dezembro de 2022
Kill Blue (キルアオ, Kiru Ao) Tadatoshi Fujimaki 02023-04 Abril de 2023
Tenmaku Cinema (テンマクキネマ, Tenmaku Kinema) Yuto Tsukuda, Shun Saeki 02023-04 Abril de 2023
Do Retry (ドリトライ, Do Ritorai) Jun Kirarazaka 02023-05 Maio de 2023
Nue's Exorcist (鵺の陰陽師, Nue no Onmyōji) Kōta Kawae 02023-05 Maio de 2023
Ice-Head Gill (アイスヘッドギル, Aisu Heddo Giru) Ikuo Hachiya 02023-06 Junho de 2023
Martial Master Asumi (アスミカケル, Asumi Kakeru) Kawada 02023-06 Junho de 2023

Séries de jogos editar

Ver também editar

Referências

  1. «Shueisha Media Guide 2022» (PDF). 3 de junho de 2022. Consultado em 11 de janeiro de 2023 
  2. Dahlberg-Dodd, H. E. (2018). Voices of the hero: dominant masculine ideologies through the speech of Japanese shonen protagonists. Gender & Language, 12(3).
  3. «『ドラゴンボール』新作 少年ジャンプ40周年イベントで上映». ORICON STYLE (em japonês) 
  4. «集英社 小史|成長期». www.shueisha.co.jp. Consultado em 20 de novembro de 2016. Arquivado do original em 3 de maio de 2008 
  5. "「ジャンプ図書館」開催 50年分のジャンプが無料で読める". ITmedia News (em japonês). 26 de fevereiro de 2018. Arquivado do original em 14 de agosto de 2018.
  6. Dahlan, H.A. The Publishing and Distribution System of Japanese Manga and Doujinshi. Pub Res Q 38, 653–664 (2022). https://doi.org/10.1007/s12109-022-09919-9
  7. Nagado, Alexandre (7 de agosto de 2002). «Shonen Jump começa sua invasão». Omelete. Consultado em 1 de junho de 2010 

Ligações externas editar