West Side Story (1961)

filme de 1961 dirigido por Robert Wise e Jerome Robbins

West Side Story (br: Amor, Sublime Amorpt: West Side Story - Amor Sem Barreiras)[1] é um filme estadunidense de 1961, dos gêneros musical e drama, dirigido por Robert Wise. O filme foi adaptado por Ernest Lehman de um bem-sucedido musical da Broadway, lançado em 1957, com libreto de Arthur Laurents e encenado por Jerome Robbins, que foi também o autor da ideia. Tanto o musical teatral e o filme, são uma adaptação livre, ambientada na década de 1950, de Romeu e Julieta do William Shakespeare.[2]

West Side Story
West Side Story (1961)
Cartaz do lançamento para cinema, ilustrado por Joe Caroff.
No Brasil Amor, Sublime Amor
Em Portugal West Side Story - Amor Sem Barreiras
Estados Unidos
1961 •  cor •  152 minutos min 
Gênero
Direção
Produção Robert Wise
Roteiro Ernest Lehman
Baseado em West Side Story, de Jerome Robbins
Leonard Bernstein
Stephen Sondheim
Arthur Laurents
Romeo and Juliet, de William Shakespeare
Elenco
Música
  • Leonard Bernstein
  • Stephen Sondheim (letra)
Cinematografia Daniel L. Fapp
Edição Thomas Stanford
Companhia(s) produtora(s)
  • The Mirisch Company
  • Seven Arts Productions
Distribuição United Artists
Lançamento 18 de outubro de 1961; há 62 anos
Idioma inglês
Orçamento US$ 6 milhões
Receita US$ 43 700 000

O filme foi considerado "culturalmente, historicamente ou esteticamente significativo" pela Biblioteca do Congresso e foi selecionado para preservação no Registro Nacional de Filmes dos Estados Unidos em 1997.[3] Uma segunda adaptação cinematográfica de mesmo nome de Steven Spielberg foi lançada em dezembro de 2021.[4]

Sinopse

editar

À semelhança do que acontece na peça Romeu e Julieta de William Shakespeare, o filme apresenta Tony, antigo líder da gangue de brancos anglo-saxônicos chamados de Jets, apaixonado por María, irmã do líder da gangue rival, os Sharks, formada por imigrantes porto-riquenhos. O amor do casal protagonista floresce entre o ódio e a briga das duas gangues e seus códigos de honras, tal qual a desavença histórica entre os Capuletto e os Montechio mostrada em Romeu e Julieta.

Elenco

editar
  • Natalie Wood .... Maria
  • Richard Beymer .... Tony
  • Russ Tamblyn .... Riff
  • Rita Moreno .... Anita
  • George Chakiris .... Bernardo
  • Simon Oakland .... tenente Schrank
  • Ned Glass .... médico
  • William Bramley .... oficial Krupke
  • Tucker Smith .... Ice
  • Tony Mordente .... Action
  • David Winters .... A-Rab
  • Eliot Feld .... Baby John
  • Carole D'Andrea .... Velma
  • Jay Norman .... Pepe
  • Tommy Abbott .... Gee-Tar

Músicas

editar

Ato 1

  • "Prologue" - Jets e Sharks
  • "Jet Song" - Riff, Action, Baby John, A-rab, Big Deal e Jets
  • "Something's Coming" - Tony
  • "Dance at the Gym" - Jets e Sharks
  • "Maria" - Tony
  • "America" - Anita, Rosalia e Sharks (Meninas)
  • "Tonight" - Tony e Maria
  • "Gee, Officer Krupke" - Riff e Jets
  • "I Feel Pretty" – Maria
  • "One Hand, One Heart" – Tony e Maria
  • "Tonight Quintet and Chorus" – Anita, Tony, Maria, Bernardo, Riff, Jets e Sharks
  • "The Rumble" - Jets e Sharks

Ato 2

  • "Ballet Sequence" - Tony e Maria
  • "Somewhere (There's a Place For Us)" - Tony e Maria
  • "Procession and Nightmare" - Jets e Sharks
  • "Cool" – Action, A-rab, Diesel, Baby John e os Jets
  • "A Boy Like That" - Anita e Maria
  • "I Have a Love" - Maria
  • "Taunting Scene" – Anita e Jets
  • "Finale" - Tony e Maria

Lançamento e crítica

editar

Lançado nos cinemas em 18 de outubro de 1961, o filme foi sucesso de crítica e público.[5] É o musical mais premiado da história do cinema tendo ganhado 10 Oscars,[6] 3 Globos de Ouro e 2 Grammys em 1962, além do Directors Guild of America, o National Board of Review e o New York Film Critics Circle Awards em 1961. O título West Side Story traduzido no sentido literal é "História da Zona Oeste" e faz referência ao fato de que o filme é ambientado na zona oeste da cidade de Nova York.

Prêmios e indicações

editar
Oscar (1962)
Data da Cerimônia Categoria Recipiente Resultado
9 de abril Melhor Filme Robert Wise Venceu
Melhor Diretor Robert Wise, Jerome Robbins Venceu
Melhor Ator Coadjuvante George Chakiris Venceu
Melhor Atriz Coadjuvante Rita Moreno Venceu
Melhor Roteiro Adaptado Ernest Lehman Indicado
Melhor Trilha Sonora Saul Chaplin, Johnny Green, Sid Ramin, Irwin Kostal Venceu
Melhor Fotografia - Colorida Daniel L. Fapp Venceu
Melhor Direção de Arte - Colorida Boris Leven, Victor A. Gangelin Venceu
Melhor Figurino - Colorido Anne Jeffreys Venceu
Melhor Edição Thomas Stanford Venceu
Melhor Som Gordon E. Sawyer, Fred Hynes Venceu
Globo de Ouro (1962)
Data da Cerimônia Categoria Recipiente Resultado
5 de março Melhor Filme - Musical Robert Wise Venceu
Melhor Diretor Robert Wise, Jerome Robbins Indicado
Melhor Ator - Comédia ou Musical Richard Beymer Indicado
Melhor Ator Coadjuvante George Chakiris Venceu
Melhor Atriz Coadjuvante Rita Moreno Venceu
Grammy 1962
  • Venceu na categoria de melhor álbum de trilha sonora de cinema ou televisão.
BAFTA 1963
  • Indicado na categoria de melhor filme estrangeiro.

Ver também

editar

Referências

  1. AdoroCinema, Amor, Sublime Amor, consultado em 5 de março de 2023 
  2. Laurents, Arthur (2009). Mainly on directing : Gypsy, West Side Story, and other musicals. Internet Archive. [S.l.]: New York : Alfred A. Knopf 
  3. Berson, Misha (2011). Something's Coming, Something Good: West Side Story and the American Imagination (em inglês). [S.l.]: Applause Theatre & Cinema 
  4. «Amor, Sublime Amor: Qual é a diferença entre filme original e remake de Steven Spielberg?». Rolling Stone. 4 de fevereiro de 2022. Consultado em 5 de março de 2023 
  5. «'West Side Story' Tops Best Movie Musical Poll - Starpulse News Blog». web.archive.org. 22 de fevereiro de 2007. Consultado em 5 de março de 2023 
  6. Grant, Barry Keith (23 de abril de 2012). The Hollywood Film Musical (em inglês). [S.l.]: John Wiley & Sons 

Ligações externas

editar