Wikipédia:Consenso/Conselhos detalhados

Facilite o consensoEditar

  • Facilitar o consenso não significa aceitar de olhos fechados tudo que sugerem, significa essencialmente compreender a proposta alheia e dar uma chance a um acordo. Se não concordar numa primeira análise, tome alguma dessas atitudes:
  • Sugira um meio-termo;
  • Sugira melhoria;
  • Sugira complemento;
  • Sugira que algum detalhe possa ser descartado (e não a proposta toda);
  • Se a proposta parecer exagerada ou completamente inútil, tente entender as motivações de quem a fez e sugira alguma outra proposta, mas sempre levando em conta a proposta original. Prefira fazer isso dialogando diretamente com o proponente em sua página de discussão;
  • Se a proposta parecer complicada, tente compreendê-la totalmente antes de discordar. Se achar conveniente, tente propor uma simplificação da proposta;
  • Se não houver maneira de concordar, dê uma explicação clara, lógica e objetiva para o motivo da discórdia.

Diante de uma nova propostaEditar

  • Não julgue uma proposta por quem a está propondo. Julgue a proposta por ela mesma e faça uma análise bastante lógica e fria;
  • Não deixe que conflitos pessoais, falta de afinidade com o proponente ou outras divergências atrapalhem a evolução de uma boa proposta;
  • Não discorde sem ler a proposta até o fim, sem compreendê-la em essência e sem ler todas as ligações indicadas;
  • Não discorde baseando-se em erros ortográficos ou de escrita do proponente. Ao invés disso, sugira uma correção ortográfica ou correção na coesão e clareza do texto da proposta original;
  • Não atrapalhe o andamento das ideias e não tumultue o debate inserindo na discussão assuntos que não estão relacionados com ela. Trate cada assunto no seu devido local;
  • Não utilize ironia para fazer deboche ou para humilhar o proponente, seja claro e objetivo;
  • Antes de entrar numa discussão sem fim com alguém, tente resolver assuntos particulares ou detalhes nas respectivas páginas de discussão ou em outro local adequado;
  • Não seja o "do contra" apenas pelo prazer de contrariar ou para criar polêmicas;
  • Não discorde por protesto sobre algum outro assunto não relacionado;
  • Não discorde apenas por fazer "oposição" a um possível "sistema" ou à "situação".