Abrir menu principal

Wikipédia:Esplanada/propostas/Uso de estatuto em situações que esteja envolvido (22ago2013)

Proponho incluir nas regras que não se deve usar o estatuto em situações em que esteja diretamente envolvido. Achei que isso fosse óbvio, mas pelo visto é necessário estar escrito em alguma regra para ter validade. O usuário se abster de usar as ferramentas nessa situação não causa nenhum prejuízo ao projeto, pois sempre haverá outros usuários que poderão atender ao pedido, além de evitar problemas com acusações de parcialidade, e abuso do estatuto ("ameaça de bloqueio").

Cito como exemplos de uso do estatuto em situações em que se esta´envolvido: ser insultado e bloquear um usuário, bloquear um usuário e emitir sua posição como administrador durante a discussão de bloqueio, encerrar uma PE e atender (como negado) um pedido de revisão, enviar para eliminação ou eliminar um artigo e atender (negar) um pedido de restauro, estar envolvido em uma GE e proteger a página, estar envolvido em uma GE e usar a ferramenta de reversão, etc etc.

Rjclaudio msg 18h28min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

E qual seria o "prazo de carência" desta regra? Se um usuário A xinga um administrador B, e depois de dois anos pedem o bloqueio de A, B poderia bloqueá-lo? Albmont (discussão) 18h40min de 22 de agosto de 2013 (UTC)
Estou dizendo, bloquear por aquele insulto. Bloqueios por outros motivos quaisquer já é outra coisa, pois ele não está diretamente envolvido no motivo do bloqueio. Poderiam até alegar imparcialidade, mas é outra coisa. Rjclaudio msg 18h49min de 22 de agosto de 2013 (UTC)
Não sei, acho que se o administrador B teve qualquer conflito com o usuário A, ele fica moralmente impedido de tomar qualquer ação não emergencial contra A. Digo não-emergencial, porque pode haver casos excepcionais onde uma ação imediata deva ser tomada, por exemplo, caso o usuário A comece a vandalizar em massa ou comece a xingar todo mundo. Albmont (discussão) 18h53min de 22 de agosto de 2013 (UTC)
Você então quer uma versão mais rigorosa do que a proposta do Rjclaudio, certo? Isso geraria discussão, sendo que a proposta parece se destinar a uma questão urgente e incontroversa. Você pode propor depois, depois da aplicação dessa proposta aqui, a sua desse caso de "qualquer conflito", uma complementaria a outra ao invés de atrapalhar.--Mister Sanderson (discussão) 01h42min de 23 de agosto de 2013 (UTC)
Usar a ferramenta de reversão em guerra de edições já gera perda automática. Quanto ao resto da proposta, sou favorável, mas preciso saber quais trechos das regras serão alterados e de quais formas antes de poder apoiar realmente, já que a sua proposta deixou isso em aberto.--Mister Sanderson (discussão) 01h42min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio Apesar de em minha inocência, isso ser óbvio. Onjackmsg 19h19min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

  • Symbol support vote.svg Apoio, mas subscrevo o comentário do colega acima. VítoR™  • (D) 20h00min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Mas creio que isso ja consta aqui, não? Apenas individualmente, adms (muito poucos, acho que apenas um ou dois) quebram essa regra, mostrando uma total falta de ética ( sabem o que é isso?) e abuso do estatuto, aproveitando-se do fato que foi tempo em que um adm desfazia o abuso de outro. Hj todos ficam cheios de dedos pra desfazer o que um fez, tem medo de "magoar". Primeiro o espirito de corpo depois a Wikipedia. MachoCarioca oi 20h06min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio Tetraktys (discussão) 20h30min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio de fortalecer a regra já existente. Poderia evitar casos como esses http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Wikip%C3%A9dia:Pedidos_de_administra%C3%A7%C3%A3o/Renomea%C3%A7%C3%B5es/Teles/3&diff=36294026&oldid=36293562 com uma regra mais contundente. Mar França (discussão) 21h32min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Você quer criar essa regra pra que você possa xingar outros usuários sem ser bloqueado?—Teles«fale comigo» 21h52min de 22 de agosto de 2013 (UTC)
Não, eu não uso Wiki Política em benefício próprio, mas não sei você. E se um usuário xinga alguém e merece bloqueio (o que é diferente do caso que citei em que você me autorizou a te considerar cego, só um cego não vê isso), o correto é que não seja o próprio supostamente xingado a bloquear, pois a opinião dele não estará isenta, com exceção dos casos extremos ("não-emergenciais"), como foi dito acima. Se um juiz no mundo real condena um réu por xingá-lo (ainda mais se for um caso com diversas opiniões sobre o tema), a população se revoltará muito. Com as devidas, e sempre por mim ressaltadas, diferenças entre o mundo real e o virtual, a ideia-base é a mesma. Mar França (discussão) 01h53min de 27 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol neutral vote.svg Neutro Explico-me: essa sanha regrista esconde a realidade e não resolve o problema. Recentemente, um burocrata entrou numa GE com um reversor e ambos foram bloqueados. Acontece que apenas o reversor perdeu o estatuto, pois malandramente o burocrata desfazia ao invés de reverter. O admin que atuou no caso seguiu a regra à risca e o outro editor "aprendeu", pavlovianamente, que malandragem é a alma do processo. Neste caso especificamente, se o Poly tivesse me chamado, eu recusaria o pedido sem problemas, pois concordo com o racional dele e não com o do solicitante (do restauro).... Enfim, é mais burocracia. José Luiz disc 21h40min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Pro resto, ok... mas isso vale também caso um administrador seja grosseiramente xingado em sua PDU por uma conta de ataque? Se não houver outro administrador no momento, ele deve esperar que outro bloqueie. Já temos talvez o mais burocrático sistema de discussão de bloqueio de todas as wikis, o que mais exige administradores e em menor tempo, além de ser o que mais privilegia vândalos. Dificultar um bloqueio nesses casos, seria facilitar quem estiver disposto a agredir administradores. Se eu fosse vândalo, sairia xingando todos os administradores pra que nenhum pudesse me bloquear.—Teles«fale comigo» 21h46min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Boa percepção sobre o xingamento de todos.--Mister Sanderson (discussão) 01h53min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio Apesar de achar óbvio também, já que uma decisão de "autoridade" em princípio só vale se não for contestada pela comunidade, e decidir uma coisa que está envolvido é implorar para ser contestado, claro. A registrar o meu desgosto com editores que recebem cargos em "confiança" sem passar por eleição sob a argumentação de que se "perder a confiança", que fica patente quando há opinião de vários editores, inclusive administradores e burocratas, "é so retirar o cargo", e depois a gente já sabe o que acontece: quem pode retirar reluta e quem deveria perder sem conversa se apega de todas as formas ao cargo como se o mesmo fosse a razão da sua existência. Patético.--Arthemius x (discussão) 22h01min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio isso estar explícito nas regras para a maioria das situações, algumas delas descritas aqui, mas não todas, entre elas algumas também descritas na proposta.

  1. Por exemplo, é urgente que nas regras esteja descrito que um pedido de restauro não deva ser encerrado pelo próprio eliminador/sysop que efectuou a eliminação, mas acho completamente descabido que um eliminador/sysop que só por ter proposto a eliminação, editado o artigo ou apenas feito um comentário qualquer na discussão não possa fazer qualquer deliberação "de estatuto" e seja rotulado de "parcial" e "envolvido". Parcial em quê?
  2. Na mesma linha de raciocínio do parágrafo anterior e um pouco no seguimento do comentário do Teles, um sysop ou reversor deixa de poder proteger/reverter um artigo só porque o editou ou só porque escreveu qualquer coisa na discussão? Se eu promovo um artigo a destaque, deixo de poder reverter porque passo a ser "parcial" por estar envolvido no conteúdo? Nonsense. Polyethylen (discussão) 22h11min de 22 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo que não se deve usar o status em caso proximalmente convoluto, simplesmente para coibir problemas de qualquer tipo e refrear circunstâncias exaustivamente desagradáveis à comunidade; fazendo assim, um lugar colaborativo mais tranquilo e amável de se trabalhar; entretanto subscrevo as colocações do Teles e Polye. Holdfz (d) 00h49min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentários

  • Sinceramente, acho que isso nem deveria ter regra, me parece uma coisa pra lá de obvia que um adm não possa bloquear um usuário em algo que estiver envolvido com ele, o PB existe pra isso mesmo, mas como esse universo não prima muito pela ética, um universo onde fraudadores de documentos são inocentados e até defendidos, creio que não seria mal de todo criá-la, incluindo a questão de eliminaores envolvidos em PES que as fecham ou que negam reabetura, isso não tem cabimento de um ponto de vista ético. Faço as seguintes colocações:
  • Se vai ter regra, necessario ficar estabelecida a punição senão adianta o que? Tipo, fez uma vez, perde o poder de bloquear (adm) ou eliminar (eliminador) por 1 semana. Na segunda vez, perde o estatuto automaticamente, sem mimimi.
  • Com relação a duas colocações do Teles:

Citação: Teles escreveu: « um burocrata entrou numa GE com um reversor e ambos foram bloqueados. Acontece que apenas o reversor perdeu o estatuto,»

Como assim um burocrata foi bloqueado por GE e continua burocrata?? Isso pode aqui?

Citação: Teles escreveu: «mas isso vale também caso um administrador seja grosseiramente xingado em sua PDU por uma conta de ataque? »

Sim, vale pra qualquer um. O PB existe pra isso, só adms podem bloquear mas todos sao iguais como atingidos. Ou não? Há alguma diferença nesse ponto de "atingido"? Pq se me xingarem as 2 da manhã e não tiver adm eu tenho q esperar até as 6 pro xingador ser punido e vc não? E dai o tempo q demore? Que diferença existiria entre nós dois, sendo os dois xingados? Seu estatuto não lhe dá nenhum direito de imunidade ou superioridade com relação a isso. Já vi vários adms pedindo bloqueios nos PBs por causa disso, não apenas xingamentos mas também disputas; curiosamente, jamais vi vc, que age sozinho qdo se sente atingido por algo (e vc é muuuuuuito sensivel, como se sabe). Não apenas xingamentos, mas qualquer envolvimento que o adm ache que o outro deva ser bloqueado, que se peça no local apropriado. Essa "sanha regrista" talvez seja um bom contraponto às "sanhas do botão" tão comuns aqui. MachoCarioca oi 00h51min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

PS Sim, Poly, algumas exceções me parece claro q deve haver, por exemplo como alguém que tenha poder de bloqueio envolvido numa disputa em que o outro está fazendo um vandalismo óbvio num artigo ou no dominio geral (fato muito comum com IPs que escrevem muita abobrinha ou palavrão o tempo todo em verbetes ou branqueiam as paginas, essas coisas).

Não sou eu quem sabe sobre sensilibilidade, mas se falou deve entender disso... nunca recebi queixas de outros nesse sentido. Não lembro de ter escrito a primeira citação e é pena que essa não seja a única premissa falsa em seu texto. Correção da citação é um bom teste de humildade. A diferença entre nós dois é que a comunidade não confiou a você as ferramentas de administrador por mais que queira. Provavelmente pelo longo histórico de conflitos. Se você for xingado e quiser bloqueio, realmente vai ter que pedir, pois não pode bloquear. Poder bloquear quem xinga grosseiramente é estar imune ou ser superior? É apenas aplicar o quarto pilar; fazer o que deve ser feito impedindo ação de quem se comporta de forma incompatível com as bases da Wikipédia. A Wikipédia já possui poucos administradores, pois houve quem tivesse a tarefa de afastá-los por um tempo e não cabe inventar esse tipo de restrição. Existe sim em outras wikis esforços no sentido de evitar possíveis conflitos de interesses, mas aberrações como certos insultos em que não resta dúvida de que deve haver ação administrativa não são passíveis dessas táticas usadas desde sempre em subversão do sistema. Qual a justificativa pra não bloquear sendo um ataque óbvio? É mais uma forma de favorecer vândalos e trolls. Quem não pretende fazer isso, não precisa estar preocupado. Sou contra criar regra pra insulto especificamente, a fim de evitar que trolls se aproveitem disso pra ofender quem quer que seja.—Teles«fale comigo» 01h39min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

  • Fazendo uma correção, já que li tudo junto. A frase sobre o burocrata é do Zé Luís. Mas vc poderia ter respondido, a citação era erroneamente dada como sua, mas a pergunta é geral, claro. Como não respondeu, fica a pergunta pro Zé ou pra qualquer um q possa responder. Quanto à sua afirmação "A diferença entre nós dois é que a comunidade não confiou a você as ferramentas de administrador por mais que queira." Confesso que ri aqui. Afinal, nunca me viu aqui me candidatar a administrador, para dizer "por mais que queira". Falácia é isso aí. Nunca me interessei, não me interesso e a userbox na minha pagina, lá há anos, diz tudo. Poderia ter sido administrador aqui muito antes de vc aparecer na área. Nunca me interessei, meu negocio é escrevinhar. Premissa falsa é isso aí.
  • Qto à questão do bloqueio por insulto (pra não falar em outros). É muito simples, o que é insulto pra A, pode não ser pra B. O que é pra vc pode não ser pro Zé ou pro Yanguas. Vc não tem o monopolio do saber do que seja um insulto, tem apenas o monopolio do achismo pessoal, na maioria dos casos. Por isso, caso se sinta insultado (e vc é muuuuuuuitoo sensivel, se sente insultado ou vê insultos a outros por qualquer coisa) peça o bloqueio de quem o tenha insultado, a maneira mais ética de se comportar aqui como administrador e como editor. Esta minha colocação serve para todos adms, claro. Simples e "humilde" assim. MachoCarioca oi 02h13min de 23 de agosto de 2013 (UTC)
Sei... nunca quis nenhum cargo.
Obrigado pelo conselho, mas continuo bloqueando quem insultar em obediência ao quarto pilar, especialmente quem se aproveita de regras pra usá-las indevidamente contra o bem da comunidade. Mesmo havendo boa intenção na proposta, não está sendo notada a consequência da adoção de uma medida como essa.—Teles«fale comigo» 02h32min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Quis o cargo de eliminador especialmente por causa do URC, que ninguém, muito menos vc, cuida aqui. Só isso, mas vc "ganhou". E o URC está a zona que está, bom trabalho. Qto ao de administrador, fuçe aí e encontre, para confirmar sua falácia "A diferença entre nós dois é que a comunidade não confiou a você as ferramentas de administrador por mais que queira." Não vai achar.

A "consequencia" dessa regra está sendo notada sim, adms nao vão bloquear a seu bel prazer qdo as coisas forem com eles, nem eliminadores eliminarem ou restaurarem PEs em que estejam envolvidos. Vão ter q aprender ética por regra, o que é triste, diga-se de passagem. Esta é a unica consequencia. Na verdade, a diferença entre nós dois, não é essa conversa fiada sua acima não. A diferença entre nós dois, é que a Wikipedia só te interessa se vc tiver "pudê". E isso é facilmente constatado pela sua ganancia em ser qualquer cargo que inventem aqui ou na Wikimedia. Se inventarem um super steward ou o Imperator-sysop-of-the-universe, vc estará na fila para coletar mais uma bandeira. Pra mim, ela interessa pela essencia de sua intenção cultural, como mais um na chuva. Algum poder eu tenho onde realmente interessa. É só. MachoCarioca oi 06h21min de 23 de agosto de 2013 (UTC)


Symbol declined.svg Discordo em parte, não entendo que ofensas em especial com termos chulos possam ser toleradas apenas por que alguém tenha o estatuto de administrador e que isto seja um impeditivo para que use a ferramenta de bloqueio ou proteção de "suas" páginas de usuário para colocar um fim a comportamentos sem justificativa. Administrador não deve bloquear um usuário por divergência de opinião, proteger um artigo quando é parte na disputa do conteúdo, agora se alguém escreve vai se ... vai pra ... ou coisas piores não pode o fato dele ser o atacado, não pode dar carta branca aquele que parte para baixaria. Um exemplo extremo (não sei se temos algum administrador negro, não conheço nenhum, se tiver peço desculpas pelo desconhecimento) alguém escreve para ele, seu negro ...., ele bloqueia o autor da estupidez; vai se dizer que fez uso indevido do estatuto por que bloqueou alguém que lhe ofendeu de uma forma tão baixa por que estava envolvido no caso? Sempre discordei de administradores bloquearem usuários com os quais estão em disputa de conteúdo ou que tenham tidos discussões por qualquer razão recentes, mas não é possível se abrir um franco assim para os que apelam e que certamente tentarão usar esta "regra" para tumultuar o projeto. Fabiano msg 06h11min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Fabiano, é obvio q esses casos extremos de 'vai pra' e 'filho da' ou 'va tomar', enfim, nesse nivel, me parece que não fazem parte disso, nem é essa a intenção de termos uma regra como a que se colocou aqui. Há exceções. Mesmo o Poly ja levantou uma. MachoCarioca oi 06h24min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol support vote.svg Apoio porém o Fabiano citou algo que deve ser levado em conta. DARIO SEVERI (discussão) 06h29min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Symbol neutral vote.svg Neutro. Concordo com o MachoCarioca. Quem está envolvido num lance conflituoso deve tão pouco prorrogar o seu envolvimento no caso utilizando-se das ferramentas para o fazer. O cerne da proposta é evitar que continue a existir proveito do estatuto nas situações desordeiras com o propósito único de se impor perante o seu émulo directo. Por outro lado, não acredito que isso seja suficiente, apesar de intentos aparentemente corretos, simples e despretensiosos que a proposta abarca. Porém, isso não impedirá que problemas como o já citado pelo José, continuem enigmaticamente a tonificar-se por aqui. Assim sendo, não vejo meios para que a proposta venha a resolver mais problemas do que aqueles que poderá causar. Respondendo ao MachoCarioca, sim, o actual burocrata foi recentemente bloqueado e permanece incólume, apesar do pequeno arranhão que lhe causou o bloqueio. Esta situação comprova que a realidade aqui não se limita a este tipo de embaraços. Kenchikka (discussão) 17h03min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Conflitos de interesse devem ser evitados ao máximo, e isso sempre me pareceu óbvio. Pedidos de opinião de terceiros devem ser atendidos por... terceiros. Claro que proibição total poderá trazer outras distorções. GoEThe (discussão) 21h47min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

Questão do PedrocaEditar

  Comentário Após o comentário do editor Kenchika, gostaria de perguntar a algum administrador da área se isso é permitido aqui. (burocrata continuar burocrata apos ser bloqueado por GE). Sds MachoCarioca oi 23h11min de 23 de agosto de 2013 (UTC)

É a interpretação robótica, MC. Ele sequer perdeu o estatuto de reversor por que não usou o botão para guerrear - usou o "desfazer" e não o "reverter". Enfim, não há erro de interpretação no stricto sensu, mas há sim uma distorção no latu.... O remédio que caberia é pedir a desnomeação ou, ao menos, que lhe sejam retiradas as ferramentas de reversão (não sei se dá pra ser buro sem ser reversor)... É uma coisa medonha. José Luiz disc 23h15min de 23 de agosto de 2013 (UTC)
Pois para mim só tem uma interpretação para os nomeados em confiança: é stricto senso mesmo. Usou a ferramenta indevidamente, deve lhe ser retirada. Não usou, fica na mesma.É a diferença entre o dono de estatuto que se preocupa em saber a regra, como deve ser sempre, de outro que quer impor tudo no bla-blá-blá ou na "malandragem" se fazendo passar por "comunidade" que não segue regras fixas.--Arthemius x (discussão) 23h40min de 23 de agosto de 2013 (UTC)
Mas aí fica difícil. A regra não prevê a perda do estatuto nestes casos, Arthemius, justamente por que (parafraseando-te), ele "não usou a ferramenta indevidamente" (grifo meu). Ele deu a volta na regra, usando o botão de desfazer ao invés do de reverter (coisa que o Kenchikka, mais inocente, não fez) e acabou, stricto sensu, perfeitamente legal.... José Luiz disc 00h36min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Não, ele não deu a volta, tanto que foi bloqueado. Só não perdeu a ferramenta, porque não a usou, e a perda do estatuto é para quem a usa indevidamente.--Arthemius x (discussão) 00h42min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Então com isso afirma que o simples facto de se envolver numa GE não justifica a perda do estatuto enquanto burocrata? Kenchikka (discussão) 00h59min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Repito a pergunta do MC, o que diz a regra? Sei que se o administrador bloquear alguém abusivamente não perderá o cargo automaticamente, deverá haver um pedido de desnomeação. Parte-se do princípio de que foi eleito então normalmente se faz uma nova eleição para anular a primeira. Reversor e eliminador não são eleitos e a regra é bem mais simples, principalmente no caso de reversor. Abusou da ferramenta, perde.--Arthemius x (discussão) 01h13min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Nesse caso, segundo a proposta, quem perdeu o estatuto de reversor ao envolver-se numa GE com um burocrata em que ambos foram bloqueados, não deve fazer um pedido de desnomeação do próprio burocrata?! Pois então quem o fará? Kenchikka (discussão) 01h50min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

Bom, vamos lá (de novo, porque não se cansam de acusar):

  1. Não há junção do estatuto de reversor e burocrata, podendo remover o estatuto de reversor sem problemas;
  2. Não há consenso para a retirada da ferramenta de reversão para quem não usou ela para GEs. Inclusive, houve uma discussão sobre isso há pouco tempo. Eu inclusive sabia disso e por isso não usei e ainda avisei o outro usuário que a ferramenta não poderia ser utilizada. O resultado disso é que ele não viu, continuou fazendo.
  3. Para algumas pessoas, o simples fato de não usar o estatuto de reversor é malandragem. Sinto que estão coçando a mão, pronto para retirar o meu estatuto de reversor, que nem uso muito. Só não pode porque não há regra que permite isso. Um usa a ferramenta mal, o outro nem usa para não ser usada indevidamente e o malandro é quem não usa? Parece que a lógica se inverteu. Até um tempo atrás, malandro é quem usava a ferramenta para reverter mais rápido. Hoje em dia, é quem não usa. E quem usa ainda passa por bom no fim da história. Legal isso aí. Estranho que um administrador não saiba para quê serve a ferramenta de reversão, coisa que até o malandro sabia. PedRmsg 02h16min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Não há "simples fato", colega. Você se meteu numa GE e isso é incontestável. Fato é que não perdeu a ferramenta simplesmente por que a burocracia aqui não permite, por que usou o "desfazer" com o mesmíssimo objetivo de reverter. Todo o resto é retórica] tua, bela e vazia. Gente experiente não se mete em GE antes de tudo. José Luiz disc 02h26min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
E quem disse que não me meti em GE? A diferença que, ao contrário de seu amigo, não usei a ferramenta de reversão, pois ela só deve ser utilizada para vandalismos e spam e deve haver motivos para isso, como por exemplo, a velocidade da reversão e a necessidade de justificar cada edição. Inclusive, seu amigo confundiu minhas edições de boa-fé com vandalismos. Será que ele sabe o que é um vandalismo? Acredito que não. O fato é que você não gostou disso, que foi retirada a ferramenta de seu colega e agora, em todo e qualquer caso em que eu, diretamente ou não, estou envolvido, está soltando essa reclamação, pois para você, é tudo a mesma coisa e acha justo que quem não usa e justifica cada edição, deve ter a ferramenta removida. Mas houve uma discussão anterior sobre esse tema e não houve consenso. Se não gosta, paciência. PedRmsg 02h37min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Pois é. O exemplo que você passa é que se meter em GE não impacta seus estatutos, desde que não use a ferramenta. Veja que só a existência desse debate mostra o quão imoral é isso.... E não tenho "colegas" aqui, PedR. Só acho mega injusto o que aconteceu com ele (já resolvido, diga-se). José Luiz disc 02h48min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Por mim, também já estava resolvido. No entanto, parece que em toda a discussão em que eu estou envolvido, soltam esse tipo de comentário. Eu fui bloqueado, achei justo o bloqueio, pecou em certas coisas (acredito que sabe o que tenho a criticar), mas nem por isso estou tocando nesse bloqueio toda hora. No entanto, quem começou a tocar nesse assunto não fui eu. Ah e não fui só eu que me envolvi em GE na história da wiki. Tem até eliminadores que também se envolveram em GE, nesses aí não impacta nos estatutos?. Mas não vejo motivos para criticar o tempo todo, até mesmo porque isso já passou e ficar remoendo isso toda hora não vai ajudar ninguém. PedRmsg 02h57min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

  Comentário Bom, eu não sabia quem era, então foi o Pedroca. Apenas deixando claro, pq os assuntos aqui se perdem à medida que se desenvolvem. Eu perguntei uma coisa e a discussão foi parar em outra. Não me interessa a questão do reversor, o que eu quero saber é: alguém que é um burocrata pode continuar a se-lo mesmo depois de bloqueado por GE? É essa a pergunta. Burocrata', esqueçam 'Reversor'. Tipo, um adm que seja bloqueado tem automaricamente o estatuto retirado, por ser de confiança, conseguido através de votação da comunidade. (não é assim? Foi o que aconteceu com o viniciusmc, não?) Um burocrata, tbém eleito para um cargo de confiança por votação da comunidade, pode continuar a se-lo ou já devia ter sido desnomeado automaticamente? Se já devia ter sido desnomeado, porque ainda não foi? Se não pode ser desnomeado automaticamente, qual a diferença entre burocrata e adm na confiança da comunidade? Respondam ai. É sobre isso q queria uma informação. É um ponto de interesse geral, acho. Sds MachoCarioca oi 02h30min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

  • Não existe regra para este tipo de remoção, Wikipédia:Política de burocratas#Perda do acesso, cita apenas que o mau uso das ferramentas pode acarretar a revogação do estatuto. O projeto tem um defeito nas suas regras de remoção, se preocupa em excesso com o número de vezes que se aperta o "botão" e não na gravidade do ato em si. Embora eu pense que a ideia de quantificar tenha como objetivo impedir pedidos de remoção por qualquer bobagem, acaba impedindo que em casos em que apenas um apertar de botão absurdo, que seria caso para abertura de um pedido forneça de forma automática o principal argumento de defesa, a não repetição. Nunca entendi a questão do reversor, para ter acesso é necessário não ter histórico em GE, depois que recebe não perde caso se envolva em uma GE desde que não aperte o botão. Vai entender esta lógica. Fabiano msg 02h51min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
  • Confiança é a palavra chave. A resposta, pra mim, seria mais ampla: eu consigo imaginar o sujeito puto entrando numa guerra imbecil com alguém num momento de cabeça quente e se desculpando em seguida. Nunca fez isso antes... Neste cenário, não deveria perder a ferramenta se demonstrasse alguma contrição. Caso contrário, sem dúvida. Mas o que importa é julgar o caso e não a robotização ("usou o botão", "fez x vezes"...) José Luiz disc 02h53min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

Acham que se deve pedir a remoção para se discutir o assunto nela e formar alguma jurisprudencia para outros atos futuros? MachoCarioca oi 03h56min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

Sim, se há contestatação da regra, a comunidade que decida. Como eu disse, para mim é fundamental diferenciar comunidade de dono do estatuto. Comunidade pode ir contra as regras, ou seja, eu posso votar contra as regras quando faço parte da comunidade. Dono de estatuto, principalmente reversor e eliminador, não pode fazer o que lhe der na telha com as ferramentas sem conhecer a regra, ainda mais quando é avisado.--Arthemius x (discussão) 12h17min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

???? PedR, este não é o local mais apropriado para ampliar os seus argumentos de defesa de um caso que já foi mal resolvido. Ninguém está a acusar seja quem for. Trata-se de discutir a proposta e não de argumentar em defesa de um erro cometido e aparentemente bem acolhido pela comunidade. MachoCarioca, sim pelo visto um burocrata pode ser bloqueado por violar a R3R consequente de uma GE, que não perderá o estatuto. É esta a realidade atual. Aliás, é precisamente este o ponto que me leva de certa forma a   discordar desta interessante mas incompleta proposta. Kenchikka (discussão) 18h25min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

Não sei se percebeu, mas o Zé tocou no caso. Eu apenas queria responder ao caso. Pelo jeito, o Zé pode falar que eu não usei a ferramenta de reversão, de maneira malandra. Você pode falar da injustiça da remoção do seu estatuto de reversor. Me defender das acusações, daí não é o lugar apropriado. Mas parei por aqui e sobre esse caso, é o último comentário que eu faço e só respondo se houver algo mais a esclarecer. Francamente, nunca me incomodei tanto em um caso. PedRmsg 21h12min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Talvez por haver ainda algo mal resolvido é que este caso continua a dar que falar. E não considero que o facto do Érico me remover o estatuto tenha sido errado ou injusto. Injusto sim é o facto de eu ter sido quem se prejudicou por me importar com um erro de outrem, e tentar fazê-lo ver que não deve remover tags de ESR deliberadamente como o fez. E canso-me de dizer que o bloqueio sim foi absolutamente desnecessário. Mas não vou repetir o que outrora notifiquei noutras páginas. Kenchikka (discussão) 22h02min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

Arthemius, quando diz Citação: Arthemius escreveu: «Dono de estatuto, principalmente reversor e eliminador, não pode fazer o que lhe der na telha com as ferramentas sem conhecer a regra, ainda mais quando é avisado.» ao que vc se refere? Qual o reversor ou o eliminador que não conhece as suas respectivas regras? Cada caso é um caso. E há que entender que é da competencia dos administradores apurar o melhor resultado sem que iniquidades venham ao de cima. Kenchikka (discussão) 19h01min de 24 de agosto de 2013 (UTC)

Se quer que repito o que eu disse lá na página do Érico, vamos lá: fui contra devolverem-lhe o estatuto pois não conhece as regras - nem de GE, nem de reversões, nem de ESR e nem de WP:V. O mesmo digo do senhor Poly, que fazia GE e ataques pessoais quando era reversor e agora faz o mesmo como eliminador, outro estatuto que também não conhece. No seu caso e no dele, administradores devolveram os estatutos de reversor (os mesmos, aliás: Nelson Teixeira, apoiado por Zé Luís, que nessas horas sempre aparece) sem darem bola às inúmeras contestações (legítimas), então vamos aguardar as próximas confusões e esperar que a comunidade não se esqueça de quem faz o que lhes dá nas telhas, e não o que deveriam pelas respectivas "competências".--Arthemius x (discussão) 20h35min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
E o que foi que "me deu na telha fazer", sabe-me dizer? Kenchikka (discussão) 21h48min de 24 de agosto de 2013 (UTC)
Deveria saber, perdeu a ferramenta.--Arthemius x (discussão) 00h57min de 25 de agosto de 2013 (UTC)
Sim, se me limitar ao entendimento restrito da questão, concordo plenamente consigo. Kenchikka (discussão) 15h49min de 25 de agosto de 2013 (UTC)

Curioso do que daqui se pode concluir, e com principal foco sobre as questões relativas à perda do estatuto de reversor e/ou burocrata já discutidas, o tema é de indispensável reflexão e alguma conclusão audaciosa deve ser apurada. Este tipo de embaraços não podem repetir-se futuramente, por isso questiono-me sobre se alguém tem algo mais a dizer depois do que foi já discutido? Reparem que a proposta deixa de fazer sentido se casos como este continuam por se resolver. Kenchikka (discussão) 02h00min de 9 de setembro de 2013 (UTC)

Texto de política provavelmente pertinente para essa discussão: en:WP:INVOLVED.--Mister Sanderson (discussão) 16h47min de 16 de setembro de 2013 (UTC)