Abrir menu principal

Wikipédia:Mediação de conflitos/Casos/2009-09-07 Autobiografia de um Iogue

Caso em mediação: CasosEditar

Em disputas, observe sempre as normas de conduta e não faça ataques pessoais. Aja sempre com civilidade.

Se submeter queixas ou insultos, as suas edições poderão provavelmente ser removidas pelo mediador.


Informações relativas ao pedidoEditar

Requerimento feito por: Tat Sat (discussão) 13h17min de 7 de setembro de 2009 (UTC)
Onde está a ocorrer o caso?
No artigo referente ao livro Autobiografia de um Iogue.
Quem está envolvido no caso?
O usuário Shakti e, do lado da Wikipédia, o Jeferson, o Fabiano, o Missionary e o Dédi's, que vieram a se inteirar do mesmo.
O que é que se passa?
O artigo sobre o livro em português fere o princípio da imparcialidade, trata de assuntos alheios ao livro e ganharia muito se fosse revisto por uma fada.
O que é que gostaria que fosse feito (apresente uma possível solução para o problema)?
Gostaria que um editor da wiki editasse a página sem a intervenção dos lados envolvidos, que poderão ser consultados apenas para prestar informações que contemplem todos os pontos de vista fundamentados.

OBS Editei o texto para torná-lo mais conciso.

--Tat Sat (discussão) 22h13min de 15 de setembro de 2009 (UTC)


Posicionamento introdutório de Shakti.LuzEditar

Obs.:A exposição seguinte de Shakti.Luz está compactada por ser excessivamente longa e para não poluir a página. Se Shakti.Luz desejar expor sua versão sucintamente, poderá fazer logo abaixo. A mediação não ignora tudo o foi escrito abaixo. Apenas reduz a intervenção de Shakti.Luz para que o peso dos argumentos expostos não tenham um valor desproporcional ao de Tat Sat. O texto está "compactado" de modo a despoluir visualmente o contexto da página toda.

Motivação pessoal no artigo Autobiografia de um Iogue

Prezados Mediadores

Creio que à exemplo da maioria dos visitantes da Wikipédia, sempre a consultei mais em busca de fontes. E durante algumas consultas observei que havia um vasto campo onde eu poderia contribuir quando meu tempo permitisse, além de ver várias páginas apenas esboçadas, como era o caso das relacionadas à Paramahansa Yogananda. Tive o cuidado antes de pesquisar as normas de conduta e os procedimentos da Wiki, editei alguns artigos menores aqui e ali como aprendizado, até que decidi abrir um usuário para uma contribuição mais efetiva no mês de julho.

Antes de mais nada, sou apenas uma ávida leitora dentre tantos, acerca de temas relacionados ao Hinduismo, Budismo e filosofias afins. Como estudiosa de tudo o que se relaciona ao crescimento espiritual, entendo que os livros tornam-se puro intelectualismo indigesto, se seus ensinamentos não forem colocados em prática, sobretudo diante dos desafios. E falar de um ser como foi Yogananda, é falar de ensinamentos não dogmáticos e não sectários que promovem a unidade, a harmonia e o amor. Não foi à toa que um estadista da Paz como Mahatma Gandhi, pediu para ser iniciado por ele na meditação de Kriya Yoga.

“Não é pela concentração em dogmas que poderemos alcançar Deus, e, sim, pelo verdadeiro conhecimento da alma... Para mim, não existem judeus, cristãos ou hindus; todos são meus irmãos. Eu presto adoração em qualquer templo, pois todos foram construídos em honra de meu Pai. “ “A cura do temor está na consciência da coragem, a cura da ira, na consciência da paz.”

E foi motivada por esses princípios que busquei contribuir na sua Autobiografia na Wikpédia, baseada na sua história, não nos conflitos beligerantes que hoje disputam feito carniça, a venda de seus livros nas prateleiras, transformando a grandeza espiritual do autor numa reles fonte de rendimento. Nunca imaginei que confrontaria interesses comerciais que buscam aqui uma vitrine promocional. Eu desligo o computador e não ganho absolutamente nada, nenhum livro sequer de presente, enquanto o login Tat Sat - claramente representando os interesses de uma distribuidora/editora (Lotus do Saber)- talvez nem desligue o micro, tamanha é a sua preocupação em especular controvérsias para assegurar a propaganda da edição da Autobiografia INCOMPLETA e em Domínio Público, vendida por eles.


Abuso do Espaço Público Tat Sat

Eu já tinha pronta uma resposta para a Mediação, abordando todos os itens reclamados pelo beligerante usuário, além de buscar esclarecer com fontes, todas as questões relacionadas ao livro. Se minha visão precisasse ser readequada, de bom grado eu aceitaria.

Mas diante do incontestável abuso do espaço público registrado no histórico do Tat Sat, mudei de idéia quanto a discutir o artigo. Quero discutir a "motivação" do Tat Sat. Por favor, observem que em apenas uma semana, do dia 04 de setembro quando esse login foi aberto até o dia de hoje, ele já acumula quase duzentas postagens sobre o mesmo assunto: a Autobiografia de um Iogue, através de edições indevidas, reiteradas mentiras e prolixas reclamações, nas mais diversas páginas da Wikipédia! E ainda esbraveja por aí como se eu o fizesse. No máximo falei com dois veteranos para pedir orientação contra o vandalismo. Não pedirei que leiam tudo, pois nem eu mesma consegui, mas analisem o histórico.

http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Especial:Contribui%C3%A7%C3%B5es&limit=250&target=Tat+Sat

Ao fazer uma busca no Google sobre a organização do autor da Autobiografia - a Self-Realization (algo que tive de pesquisar para preparar minha resposta), o que mais retorna é TAT SAT na Wikipédia difamando a organização, espraguejando repetivivamente seus defensores de “membros de seitas” e até seus adjetivos me xingando de “energúmena” que só fala “asnices” apareceu!

http://pt.wikipedia.org/wiki/Usu%C3%A1rio_Discuss%C3%A3o:Jeferson


A guerra embutida em interesses comerciais

Como não conheço todos os procedimentos da Wikipédia, vou relatar primeiro a guerra mercenária que envolve os interesses da empresa Lotus do Saber no assunto, a necessidade quase desesperada de desmoralizar a Self-Realization, bem como denegrir a Autobiografia COMPLETA E ATUALIZADA de Paramahansa Yogananda. E provarei que a empresa está aqui representada, infringido cabalmente todas essas normas: Nunca use a Wikipédia para publicidade, para divulgar os seus produtos, os seus serviços. Não faça apologias. Não ofenda ninguém. Não faça sugestões inconvenientes apenas para provocar. Respeite as crenças. Não plantar comentários preconceituosos, parciais ou provocativos na Wikipédia pois pode ser fortemente disruptivo. Não tratar a Wikipédia como um fórum de chat. Há muitos outros sites na Internet onde se pode envolver em debates e tentar persuadir os outros dos seus pontos de vista controversos. As páginas de discussão não existem para debater quais pontos de vista estão certos ou errados; a Wikipédia não é um meio para tornar opiniões pessoais parte do conhecimento humano, etc.

Se depois disso os mediadores declararem que tais atitudes são permitidas, empresas podem atuar em artigos que as interessem particularmente, ou entenderem que a discussão deve continuar com esse usuário, eu peço o Conselho de arbitragem - ou o que é mais provavel - eu me retiro do assunto, uma vez que sou apenas uma pessoa física buscando contribuir para a qualidade da Wikipédia, contra uma empresa jurídica focada exclusivamente em faturamento. Não represento a Self-Realization e muito menos estou aqui para defende-la, apenas tentei deixar o artigo limpo como foi o exemplo de vida espiritual do autor, contra interesses adversos que queriam sujar a página. E como fui até ameaçada de processo por esse login controverso, em nome da “informação livre” e imparcial, sinto-me forçada a esclarecer o que há por trás desses insandecidos ataques.


Evidências de que a Lotus do Saber está representada nas edições da Wikipédia

Basta passar o olho pelas postagens do Tat Sat para concluir que se ele/ela (penso que seja um casal) disputam o mercado editorial das publicações e se são "colecionadores" é apenas pq colecionam vendagem. Mas vamos aos fatos:

Quem, senão a empresa que vende o livro, faria tais declarações? "Tudo isso para só venderem o livro publicado pela Self-Realization Fellowship que se encontra encalhado. A FNAC, por exemplo, só vende o livro da Lótus do Saber, no Brasil, e o da Dinalivro, em Portugal, pois fizeram uma escolha editorial"

1 de dezembro 2008 – editaram a página do sócio – Tomaz Lima - aberta em 14 de março e simultaneamente acrescentaram dados da Lotus no artigo da Autobiografia, o qual passou mais de um ano marcado como esboço e divulgando apenas o livro em domínio público vendido por eles.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Contribui%C3%A7%C3%B5es/201.29.103.141

No mês de agosto de 2009 fizeram várias incursões exclusivamente no campo destinado a Autobiografia em Domínio Público, apagando informações, soltando frases desconexas no texto (com pontos de vista depreciativos) e insistindo com a propaganda da Lótus.

No dia 31 o IP 201.51.208.39 abriu um página com o Curriculum pessoal de alguém chamado Leonardo Tierry Lima, a qual foi marcada para eliminação rápida. As 07.32 esse usuário foi questionar porque sua página seria apagada e confirmou que era seu autor. Detalhe: o local onde reclamou diz em letras garrafais: Este não é o lugar para questionar a eliminação de uma página.

As 15.57 ele editou a Autobiografia de um Iogue e as 16.00 inaugurou as discussões do artigo com críticas: “Este artigo parece uma propaganda da Self-Realization Fellowship, pois omite fatos verdadeiros. Seria muito bom que o conteúdo em português na wikipedia permanecesse independente, como no conteúdo em inglês.“ No dia 1 de setembro, ele modificou a Autobiografia diversas vezes, enquanto retornava arrogantemente na área de discussões para novas críticas, confrontos, sem buscar em momento algum qualquer tipo de consenso ou equilíbrio, mas tão somente imposições e julgamentos pessoais.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Contribui%C3%A7%C3%B5es/201.51.208.39

"Coincidentemente", no site da Lotus do Saber - cujo casal de sócios tb possui o mesmo sobrenome Lucia e Tomaz Lima, constatei que um dos tradutores dos livros da empresa chama-se Leonardo Tierry (Lima). Portanto aí estabelece-se a associação incontestável de conflito de interesses.

http://lotusdosaber.com/pageslivros/saradadevi.html

Do dia 02 a 04 de setembro, o IP 201.29.43.171 se pronunciou de igual modo várias vezes na discussão do artigo, apagou fontes, informações, continuou agressões, além de ir na página de Paramahansa Yogananda, apagando qualquer menção à Self-Realization. Essa atitude desrespeitosa ao trabalho dos outros gerou várias reversões por veteranos da Wiki (que nem conheço) e advertências. (Em suas expressões esse IP configurava alguém do sexo feminino)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Especial:Contribui%C3%A7%C3%B5es/201.29.43.171


No mesmo dia 04 de setembro, eis que “nasce” o Tat Sat, que vandalizou a página da Autobiografia, apagou fontes, partes enormes do artigo e foi bloqueado. Reincidiu alguns dias depois. (felizmente o artigo foi protegido e me permitiu um descanso).

http://pt.wikipedia.org/wiki/Usu%C3%A1rio_Discuss%C3%A3o:Tat_Sat

Finalmente, se não bastassem os Ips anônimos linkando interesses particulares/comerciais/ financeiros à Lotus do Saber, basta entrar no histórico da pagina de Tomaz Lima, diretor da empresa para configurar o vínculo. No dia 06 de setembro , enquanto o Tat Sat me acusava de "parcial" e de fazer suposições infundadas sobre seu vínculo, ele/ela apagou da página do Tomaz o aviso de que o artigo “fere o princípio da imparcialidade”. (Ele/ela ve nos outros o reflexo de si mesmo)

http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Tomaz_Lima&action=history

Ainda no dia 06 de setembro Tat Sat editou a página de Antonio Olinto - "coincidentemente" um dos tres tradutores da autobiografia que a Lotus vende. (Inseriu na página propaganda da empresa)

http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Antonio_Olinto&action=history

Em seguida fez o mesmo na página de Luiz Carlos Lisboa (outro tradutor e "coincidência")

http://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Luiz_Carlos_Lisboa&action=history

Nota: Essa questão dos tradutores por exemplo, o tempo todo a Lótus briga pelo seu marketing de valorizar a obra pelos tradutores. No meu entender, isso é irrelevante em se tratando de um artigo da Wikipédia, porque a Autobiografia (oficial) possui tradução em 26 idiomas, além de várias edições traduzidas para o português. Nada contra esses profissionais e tenho a maior admiração por esse trabalho, mas não vi autobiografias aqui com esse tipo de divulgação. Permitir a propaganda de tradutores da edição em domínio público vendida pela Lotus, abriria espaço para a mesma reinvindicação por outros tradutores, estou certa? E se isso ocorresse não haveria uma competição com o próprio autor? Mas meu argumento na área de discussões sobre isso foi em vão.


O motivo oculto das difamações e concorrência

Por que tanta difamação do Tat Sat contra a Self-Realization, fundada por Yogananda e sua legítima herdeira? A incapacidade de se afastarem de seus interesses comerciais prejudica sua capacidade de apresentar argumentos irrefutáveis, pois há uma diferença entre objeções e calúnias (que fazem reiteradamente).Eis abaixo uma pontinha do icerberg:

http://www.conjur.com.br/2006-jul-22/editoras_disputam_direito_publicacao_brasil

  • Editoras disputam a publicação da Autobiografia de um Iogue

" A Autobiografia de um Iogue, do indiano Paramahansa Yogananda, está sendo alvo de disputa judicial. Longe dos questionamentos sobre a existência, sobre as religiões orientais e ocidentais e os princípios da meditação, o que se discute atualmente é o direito de publicação. A editora americana Self-Realization Fellowship é que detém, originariamente, os direitos de publicação, impressão e venda do livro. Em 2000, a americana deu exclusividade à Lótus do Saber Editora para viabilizar o lançamento no Brasil. Mas em 2005, a Editora Sextante publicou a autobiografia de Paramahansa Yogananda, com o mesmo conteúdo e a mesma capa. Começa aí a disputa pelos direitos de publicação da obra e autoria da capa.

No dia 29 de junho (2006), a Lótus do Saber Editora, através de seus advogados Nehemias Gueiros Jr. e Tomaz Lima Neto, recorreram à Vara Cível do Rio de Janeiro. A defesa pede indenização por plágio, além da paralisação imediata da impressão, venda e distribuição pela Editora Sextante. Na petição, os advogados da Lótus afirmam que a ilustração da capa foi feita por Luciana Mello e Monika Mayer, contratadas pela própria editora. Por fim, sustentam que a defendida sofreu grave lesão econômica à sua receita porque teve de baixar o preço de R$ 68 para R$ 39,90, já que a Sextante vende por R$ 49,90.

A assessoria de imprensa da Sextante alegou que a autora da ação não tem mais o direito de publicação do livro. Segundo a editora, a Lótus está inadimplente com a Self-Realization, que quebrou o contrato e deu os direitos à Sextante. Em relação à capa, a assessoria informou que usa a mesma da edição norte-americana, fornecida pela Self-Realization."

Não reproduzirei a matéria integral porque trata apenas da petição da Lotus (nada imparcial), mas essencialmente ela contém esclarecimentos básicos:

  • O casal Lucia e Tomaz Lima pertenciam à Self-Realization Fellowship desde 1979...opssss, correção: eram membros da seita!
  • Em 2000 não sei porque cargas d'agua, convenceram a organização de que abririam no Brasil uma editora/distribuidora para publicar e comercializar alguns de seus livros, entre eles, a Autobiografia de um Iogue. (Nota: há décadas a Autobiografia é vendida no Brasil)
  • Em 2005 não houve a renovação do contrato pela SRF, que negociou com a Sextante Editora. A Lotus processou a Sextante por usar uma capa parecida com a dela e outras reinvindicações que não me interessam como leitora.
  • No processo chegam ao cúmulo de afirmar que esse livro só alcançou vendagem por causa deles!? Se fosse verdade, porque a Self deixaria de renovar o contrato? Uma obra em circulação há décadas!!! Talvez explique a decisão da Self. o fato do livro custar R$ 68,00 num dia e no outro ao mudarem de editora, o preço baixar para 49,90, Quem sabe?
  • Embora a Lotus tenha acusado a Sextante de “dunping”, cabe uma pergunta às mentes racionais:
  • Por que uma empresa que sobrevive de lucro, se sujeitaria a reduzir tão substancialmente o preço de um produto “tão bem vendido” no mercado? Ou ela finalmente estaria praticando um preço justo, exclusivamente para circular mais o livro?
  • Finalmente, a partir da ruptura comercial com a Self, romperam-se também os laços espirituais que duraram mais de 20 anos. As comportas da ganância se abriram e foram por água à baixo valores ensinados nos livros que comercializam. Irrompeu a maledicência e a guerra.
  • Atualizados que estavam da primeira edição da Autobiografia em Domínio Público (INCOMPLETA), correram para publica-la e assim competir com a edição oficial/completa que não só vendiam antes, mas elogiavam. (Dois anos depois a denigrem)
  • A organização que também elogiavam, que permitiu ao casal de membros iniciar um novo negócio, que deu à eles credibilidade no mercado editorial sob a égide de Yogananda, virou uma seita, que transformou seu fundador num fantoche, produziu centenas de mudanças em suas obras, etc.
  • Aliaram-se ao discurso difamatório de um ex monge expulso unanimemente (Kriyananda) da SRF há anos atrás, que igualmente motivado por vingança, passou a atacá-la.
  • Duas organizações com fins lucrativos - a Ananda de Kriyananda e a Lotus do Saber, disputando pelos mesmos motivos obtusos a propaganda da Autobiografia em Domínio Público, contra a Autobiografia Oficial da organização fundada pelo autor, sem fins lucrativos, composta por monges e monjas que vivem em reclusão, à exemplo dos mosteiros orientais.
  • Os monásticos que eles hoje atacam, continuam os mesmos discípulos diretos de Yogananda que conviveram décadas pessoalmente com ele. Talvez o login Tat Sat devesse recordar essas palavras tão sinceras do Tomaz Lima, publicadas no livro Afirmações Científicas de Cura de Yogananda e dedicadas à um desses monges que agora a Lotus transforma em vilões:


Homenagem "passada" do diretor da Lótus à Self

"Conheci há alguns anos atrás, na California, um santo homem que se chamava Bhaktananda, discípulo direto de Paramahansa Yogananda. Foi dele que recebi a inspiração e o estímulo para praticar cada vez mais essa técnica científica de cura.

Ele me ensinou a afirmação que lhe foi transmitida por seu Guru, que transcrevo a seguir, pois é meu desejo compartilhar com todos os leitores os benefícios que tenho recebido da sua prática: “Mãe Divina a Tua Luz está sendo gerada no meu interior por isso eu estou bem porque Tu estás em mim”. Costumo fazê-la também para outras pessoas, da seguinte forma (…..) Termino essas linhas fazendo uma homenagem à memória de Bhaktananda, uma pessoa que era puro amor. Quando telefonava para pedir-lhe que rezasse por alguém, ele invariavelmente concordava, dizendo: — Thank you for keeping me busy! — Obrigado por me manter ocupado!" Nota: Bhacktananda faleceu há alguns anos e pertencia ao Conselho de Diretores da SRF.


http://www.lotusdosaber.com/pageslivros/afirmacoes.html


O comércio com a Autobiografia

O link abaixo também revela a razão para tantos embates. Se há 3 anos atrás a Lótus acusou a Sextante de dunping, o que diria agora vendo o livro ainda mais barato?

A Autobiografia incompleta e em Domínio Público: 54,90 A Autobiografia oficial e completa (com as mudanças promovidas pelo autor e pela Self que a Lótus elogiava e vendia até recentemente): 46,00

http://www.livrariasaraiva.com.br/pesquisaweb/pesquisaweb.dll/pesquisa?ID=BD136D5D7D901131007210357&FILTRON1=X&ESTRUTN1=0301&ORDEMN2=E&PALAVRASN1=AUTOBIOGRAFIA


Minha posição sobre alterações nos artigos

Quero registrar que se a iniciativa de modificar os artigos, partissem através do respeito, consenso e de uma pessoa física como eu, jamais me oporia. Da forma como a/o Tat Sat inventaram por aí, tentaram persuadir diversos usuários que eu portava como a "dona da página" e essa acusação é improcedente, tanto que estranhei o fato dele/dela não ter envolvido outros usuários que protestaram na página de discussões.

Fui contra a prepotência e a arrogância com que ele/ela se espalharam, parecendo eles sim, os donos da própria Wikipédia e fiquei decepcionada diante desse exemplo vindo de pessoas ditas espiritualizadas. E embora em momento algum tenha os tenha ofendido pessoalmente, reconheço também ter perdido a paciência em minha última postagem nas discussões do artigo, por isso preferi me ausentar de novos embates.

Agradeço pela paciência dos mediadores que leram até aqui e peço desculpas por esse tipo de posicionamento que não sei se é comum no mundo da Wiki. Aliás, nem sei se seria na Mediação o local adequado para essa postagem. Se não for, por gentileza me informem e fico no aguardo da sequência:

1- É permitido uma empresa diretamente envolvida e comercialmente interessada no artigo editá-lo?

2- Se não, que procedimentos tomar, uma vez que já li em algum lugar que seria o caso até de banimento?

3- Pode alguém participar/mediar o conflito numa edição sem conhecer nada do assunto e já tendo tomado partido por causa de uma avaliação superficial?

Obrigada

Shakti Devi (discussão) 00h00min de 13 de setembro de 2009 (UTC)


Resposta do(s) mediador(es)Editar

Gostaria de conhecer a opinião do user:Missionary sobre o caso e dos demais editores envolvidos. Lembrando que uma mediação é uma busca pelo consenso, será tanto mais fácil alcançá-lo quando os comentários forem curtos, diretos e precisos. Se as partes envolvidas não se entenderem, o caso poderá ser tratado pelo Conselho de arbitragem. Kim ®i©hard correio 20h43min de 2 de outubro de 2009 (UTC)

Ofertas de compromissoEditar

Esta secção serve para a apresentação e discussão de ofertas de compromisso.


DiscussãoEditar

Embora o uso da página do artigo em causa, para resolver uma disputa, seja encorajado (visto poder proporcionar uma maior audiência), sinta-se livre para discutir o caso nesta secção. Outros mediadores são também encorajados a se envolverem na discussão, visto que a Wikipédia se baseia em consenso.

Citação: Tat Sat escreveu: «O que mais se vê em organizações religiosas é uma tentativa de mudança de texto após a morte do autor para fortalecer as instituições. O exemplo mais cabal disso é a Bíblia. Tem a Bíblia católica, as bíblias protestantes, a Bíblia de Jerusalém.» Uhm.. um pouco pretensioso querer mudar algo já estabelecido. A wikipédia se rege pelo princípio da não pesquisa inédita, ou seja, suas correções só serão aceitas se tiver como verificá-las através de uma fonte secundária ou ainda terciária. Mas acho que o Jeferson já está se ocupando do caso, certo? Kim ®i©hard correio 20h07min de 11 de setembro de 2009 (UTC)


MEDIEditar

Bom dia,

Apesar de ter sido aberto um pedido de medi sobre o artigo do livro Autobiografia de um Iogue, com exceção do Missionary, ninguém se inteirou do assunto. Transcrevo o que ele disse depois de verificar os fatos:

Na página Contato/Linha Direta

"Concordo com você que aquele artigo necessita de revisão. Do jeito que está, não respeita o Princípio da Imparcialidade. A versão em inglês está bem melhor, por exemplo. Missionary (discussão) 00h12min de 8 de setembro de 2009 (UTC)"

E depois, na minha página de discussão:

"Caro Tat Sat, também me parece absurdo que a versão aceita pela Wiki seja a referendada por uma seita, cheia de fontes que ligam para essa mesma seita, quando há uma multiplicidade de opiniões a respeito. No mínimo, devemos citar todas as disputas e eventuais controvérsias... Agradeço-lhe pelo zelo que demonstrou em prol de uma Wikipédia mais isenta. abraços Missionary (discussão) 00h38min de 8 de setembro de 2009 (UTC)

Outra coisa: parece-me claro que o tema mobiliza fortemente algum membro da Self-Realization Fellowship, que usa essa página para apresentar os pontos de vista daquela igreja. Sugiro que criemos uma página específica para a igreja, que, afinal, é notável e já possui artigo em outras Wikis, para que lá sejam apresentados todos os dogmas da SRF, e não na página de um livro. Missionary (discussão) 00h42min de 8 de setembro de 2009 (UTC)"

E ainda:

Solicitei o desbloqueio da página, para introduzir uma versão menos parcial do texto. Só quem pode desbloqueá-la é alguém do corpo de administradores da Wiki. Vamos aguardar. Missionary (discussão) 02h19min de 8 de setembro de 2009 (UTC)" --Tat Sat (discussão) 23h02min de 15 de setembro de 2009 (UTC)

A página não esta mais protegida. O artigo se encontra sob observação. Eu gostaria de conhecer sintéticamente e precisamente quais conflitos editoriais ocorrem no artigo: seria um problema de neutralidade do texto, de fiabilidade das fontes, de supressão de informação... Por favor, sejam sucintos. Kim ®i©hard correio 21h11min de 2 de outubro de 2009 (UTC)

Minha visãoEditar

O que ocorre aqui é o seguinte: a "AduI", livro de importância religiosa, teve várias edições ao longo dos anos. Algumas delas foram republicadas após a morte do autor, com alteração do texto original, pelo grupo religioso SRF. Uma outra corrente religiosa relevante rejeita essas alterações.

Num caso desses, o que é que cabe a uma narrativa intelectualmente honesta? Expor toda a situação: "o livro X foi publicado e re-editado, com alterações, pela organização 1 (que é relevante e tem seguidores que acreditam piamente nas suas verdades). Uma outra organização, 2 (que é igualmente relevante e tem seus seguidores), rejeita tais alterações, preferindo se apegar ao texto original." Uma ou outra extrapolação, para apresentar o contexto dos conflitos, e pronto. Temos um texto equilibrado.

Eu criei uma edição, após uma conversa com Tat Sat em que ele(a) fez algumas concessões. Esperava que pudéssemos discutir, então, essas questões com Shakti.luz, sem adulterar o conteúdo do texto. A edição posterior, porém, veio com peso indevido: refere-se ao líder religioso discordante como "um ex-monge demitido"; refere-se à versão re-editada, com alterações polêmicas, como "atualizada"; traz uma miríade de novos parágrafos que somente fazem reafirmar a versão da SRF, já suficientemente exposta anteriormente; e relega o único parágrafo destoante a meio-parágrafo, além de enfraquecer seu conteúdo: "O conteúdo alterado nas versões que a SRF declara serem atualizadas" passou a ser "[a SRF] promoveu uma modificação apontada por alguns como controversa" (esse comentários se referem à subseção "Edições posteriores").

Atenção às referências yogananda.com.br, yogananda-srf.org, yoganandarediscovered.org e anandauncovered.com: elas devem ser usadas com parcimônia, pois são controladas pelos ditos grupos religiosos discordantes.

A minha sugestão aos mediadores é que partam da minha última edição, se a considerarem razoavelmente neutra, pois uma das partes (Tat Sat) diz estar satisfeita com ela, e busquem alterações pontuais em acordo com Shakti.luz, sem desequilibrar o peso dado a cada argumento. A seção sensível do texto é "Histórico editorial da Autobiografia". abs Missionary, 02h32min de 3 de outubro de 2009 (UTC)

  • Boa noite, Missionary,

Eu fiquei bem satisfeita com a primeira edição que você fez. Mas a Shakti desfigurou o que você escreveu. O Dédi's me disse que eu poderia retirar todas as citações feitas com a tradução da SRF por causa do copyright. Além do mais, a página não é sobre o livro da SRF, mas sobre o livro que é publicado por 3 editoras em língua portuguesa. O que fiz agora foi tentar colocar outro ponto de vista, retirando um pouco das citações, mas sem mexer no que a Shakti escreveu. Eu sempre achei muito melhor uma pessoa isenta como você editar a página e fazer um limpeza no artigo, para que fique conciso e imparcial. Abs, obrigada, --Tat Sat (discussão) 03h38min de 3 de outubro de 2009 (UTC)

Novos problemas em 02-10 por Tat SatEditar

Várias modificações foram introduzidas por Tat Sat (que representa uma empresa Lotus do Saber Editora), intermediadas pelo Missionary e da maneira como ele justificou, eu considerei, olhando sob o ponto de vista neutro e as complementei com a versão do outro lado. Todas as alterações que fiz foram justificadas na página de discussão do artigo [1].

Uma das modificações inseridas por Missionary e com a qual concordei, foi relacionada à disputas editorias/judiciais em torno do livro nos EUA. No dia 21/09 o Missionary voltou a modificar, porém inseriu uma informação inverdadeira de Tat Sat. Corrigi com a devida comprovação e acrescentei ao item "disputas editoriais, a disputa que ocorreu recentemente no Brasil, envolvendo o mesmo livro e retirada de um site jurídico, com a Lotus do Saber editora. [2].Porém hoje, esse usuário surgiu com nova controvérsia, tentando impedir que esse fato seja informado, uma vez que envolve a empresa que nitidamente representa. Difama com especulações, a organização de yoga, Self-Realization Fellowship fundada pelo autor e legítima herdeira do autor da Autobiografia de um Iogue, mas esbraveja contra qualquer controvérsia em relação a sua própria empresa (Lotus do Saber Editora) relacionada ao livro.

A questão toda, é que essa empresa foi representante da Self-Realization e vendia o livro Oficial até 2005; perdeu o contrato e começou a publicar a primeira edição em domínio público de 1946, e passou a concorrer contra a Self no mercado, difamando a versão oficial que eles mesmos vendiam. Eles querem transformar a página num lixo difamatório, especulativo, para tentar valorizar sua edição em dominio público, tornada obsoleta e defasada pelo próprio autor. No artigo eu provo que houve outra versão atualizada pelo próprio autor em 1951.

Como venho insistentemente repetindo desde o começo, eles jamais serão neutros ou imparciais em se tratando de uma disputa comercial contra a organização do autor Paramahansa Yogananda, que inclusive não tem fins lucrativos e da qual, os próprios sócios da Lotus do Saber, foram membros de 1972 a 2005. (Está na petição do site juridico.) Como eu já li quase tudo de Yogananda e conheço a história, tenho tentando defender a verdade, sem qualquer outro interesse. Tudo o que posto é com fontes fiáveis e fidedignas. (Agora mesmo, está sendo produzido um documentário por um produtor premiado com um Oscar, sobre a Autobiografia de um Iogue, dentro das dependências da Self, mas sequer mencionei esse dado)

Por favor, leiam o artigo, as referencias, a página de discussão, quando outros logins identificados se pronunciaram. Vejam aqui na mediação os vínculos entre os IPs e o Tat Sat com a página do Tomaz Lima, sócio da Lotus. Continuo pedindo a presença de mediadores no caso, já que Tat Sat sequer esperou pela resposta do Missionary na página de discussão do artigo e retomou seus spams tendenciosamente difamatórios. E já vi esse usuário dizendo por aí que vai editar o artigo e retirar minhas referências, o que fez anteriormente várias vezes, gerando reversões automáticas pelos responsáveis e até mesmo bloqueio. Não concordarei com essa atitude, repetindo, que seu interesse é financeiro, enquanto eu, apenas alguém que vem tentando contribuir, inclusive para outros artigos.

Grata

Shakti Devi (discussão) 21h41min de 2 de outubro de 2009 (UTC)


Olá Shakti Devi. Esta mediação é sobre o artigo, não sobre o comportamento ou quem seja Tat Sat. Não nos interessa saber quais são os interesses deste usuário ou qual seu ponto de vista sobre as ideias de Tat Sat. Você não pode contestar a colaboração de Tat Sat ainda que ela seja mal vista pelos seus olhos. Eu o coloco em guarda e relembro que isto é uma enciclopédia: cuidado com os julgamentos de valor!! Você está afirmando muita coisa que não está referenciada. Sua pesquisa pela verdade simplesmente não tem interesse. Apresente seu ponto de vista no artigo, com as devidas referencias e a informação pode permanecer. Material não referenciado, exclua: Nada de pesquisa inédita.
Ao acrescentar uma informação, indique quem a considera verdadeira ou quem é o autor (quem a defende, simplesmente). Deixe a outra parte fazer o contra-ponto. Mas não é você ou a outra parte quem defende uma tese. Você tem apenas o direito de expor uma tese que já é consagrada, que foi publicada ou que foi objeto de referencia para outros artigos/estudos. Kim ®i©hard correio 22h33min de 2 de outubro de 2009 (UTC)
  • Minha posição sobre o tema sempre foi contra a ação da usuária Tat Sat de remover informação referenciada. Depois de ver esta edição me parece claro que a usuária tenta apenas posar de vitima e tenta se tornar dona do artigo. Esta versão do Missionary me parecia que resolvia parte do conflito. Mas penso que não seja este o interesse da usuária. Fabiano msg 23h52min de 2 de outubro de 2009 (UTC)
  • Meu envolvimento no caso começou após eu ter atendido a um pedido de bloqueio para a usuária Tat Sat solicitado em WP:PA, por ela estar removendo insistentemente grande parte de informação referenciada do artigo, mesmo após avisos. Durante o início do conflito, sugeri a ambas as partes (Shakti e Tat Sat) para discutirem o que deveria ou não ser modificado no artigo em suas respectivas páginas de discussão ou na discussão do artigo, para tentarem chegar a um acordo, mas infelizmente isso se espalhou por várias páginas da Wikipédia. O editor Missionary fez as melhoras no artigo, e me pareceu também que colocaria fim em parte do conflito, mas pelo que vejo ainda há uma certa disputa quanto a versão que deve ficar no artigo. Jeferson msg 04h15min de 3 de outubro de 2009 (UTC)

Determinando os pontos controversosEditar

Obrigado Jeferson e Fabiano, e mais acima Missionary, por seus pontos de vista. Vai ajudar a clarificar o cenário.
Eu também proporia que partamos da última versão do Missionary mas Tat sat já editou o artigo com as modificações feitas por Shakti. Assim, se esta versão é aceitável, podemos continuar a partir dela. As modificações feitas pelo Missionary podem ser recolocadas, Tat sat.
Tat sat, quando for editar o artigo, não o faça continuamente. Espere agora a resposta de Shakti para suas modificações e determinemos antes a partir de qual versão o artigo se estabelecerá.
Shakti, há algum problema nas últimas edições feitas por Tat sat? Por favor, queira listar os pontos polémicos abaixo (se possível indicando a passagem). Mas não edite ainda o artigo: 1° discutir -> consenso -> 2° modificar o artigo.
Edições agora no artigo apenas se não forem controversas. Kim ®i©hard correio 08h44min de 3 de outubro de 2009 (UTC)

Versão de partidaEditar

Por favor, indiquem a preferencia para a partir de qual versão desejam continuar: a atual ou última versão realizada pelo Missionary. Kim ®i©hard correio 09h00min de 3 de outubro de 2009 (UTC)
  • Bom dia, Kim

Minha preferência é pela edição [3] feita pelo Missionary às 05h13min de 14 de setembro de 2009, com a ressalva de transferir as citações para a Wikiquote. As últimas versões foram tentativas de remendar o texto alterado pela Shakti.

OBS quanto ao artigo atual: 1. Erro grave: não há disputas sobre a edição de 1946. As disputas editoriais e jurídicas têm como alvo exclusivamente o livro da SRF e devem ser transferidas para o subtítulo "Edições posteriores feitas pela SRF". 2. O texto das extensas citações refere-se à tradução com copyright do livro editado pela SRF e deve ser retirado. 3. A propaganda feita pela Shakti, com destaque e dirigida para a distribuidora e os livros publicados pela SRF, também deve ser retirada. A distribuidora já foi citada na referência à publicação do livro em língua portuguesa, junto com as outras duas. Cito o parágrafo: "Além da Autobiografia, Yogananda escreveu outras dezenas de livros. No Brasil e em Portugal, seu acervo completo pode ser encontrado através da Omnisciência, distribuidora autorizada da SRF."

Enquanto não chegamos a um consenso, posso mudar o texto das disputas de lugar? É só uma questão de ordem, não de conteúdo. Ou você poderia mudar o texto de lugar.

Abs, obrigada, --Tat Sat (discussão) 11h23min de 4 de outubro de 2009 (UTC)

Oi. A versão de partida mais antiga proposta é Edição de Missionary tal como às 04h42min de 21 de setembro de 2009. não aquela feita às 05h13min de 14 de setembro de 2009. Na edição de 21 de setembro, Missionary já transferiu as citação para o Wikiquote + correções quanto a neutralidade do artigo + corr. ortográficas. Não é questão de voltar à uma versão anterior a esta. Estou então revertendo para a edição de 21 de setembro como feita pelo Missionary. Modificações posteriores perdidas ficam gravadas no histórico.
  1. concordo em mover para uma seção específica as "Edições posteriores feitas pela SRF".
  2. sugiro não suprimir ainda conteúdo suspeito de violação de copyright. enquadre com <!-- --> afim de ocultar o texto. Se realmente é uma violação de copyright, deve ser apagado. Pode eventualmente permanecer se tiver a autorização do proprietário dos direitos legais sobre o texto, no caso a SRF. Para isso, podem me pedir que indicarei como proceder.
  3. a sentença " No Brasil e em Portugal, seu acervo completo pode ser encontrado através da Omnisciência, distribuidora autorizada da SRF." pode ser apagado por Wikipedia:Spam e a ligação externa referente ao site da Omnisciência, também apagada (ver Wikipedia:Ligações externas).
Estas modificações podem ser feitas pois independem de consenso. Kim ®i©hard correio 12h29min de 4 de outubro de 2009 (UTC)
  • Concordo com a reversão feita. Quanto às citações com copyright, também concordo em ocultá-las enquanto não se decide o que fazer em relação ao copyright e enquanto não se chegue a um consenso sobre qual das traduções usar, se obtivermos a autorização dos tres proprietários legais dos textos, pois existem tres traduções do mesmo livro com conteúdo e texto diferentes. O artigo trata do livro e não especificamente da tradução e da edição do livro da SRF. Depois faço novas sugestões. Fico muito grata pela sua mediação. Vou também procurar especificar no artigo a autoria das informações referendadas citadas, sem modificá-las. Abs, obrigada pela sua mediação, --Tat Sat (discussão) 16h37min de 4 de outubro de 2009 (UTC)
    • Estou retirando citações sem mudar o que a Shakti escreveu. Como a página diminuiu, tive de reduzir para 100 px duas fotos e agora, na previsão, aparece o seguinte: Erro de citação Código <ref> inválido; refs sem parâmetro de nome devem possuir conteúdo a elas associado.

Como encontrar a refs sem parâmetro? Obrigada, abs, --Tat Sat (discussão) 21h19min de 4 de outubro de 2009 (UTC)

Está corrigido. Kim ®i©hard correio 08h37min de 5 de outubro de 2009 (UTC)
Alguns comentários sobre o artigo que poderiam ser melhor trabalhados
  1. O artigo sofre de problemas endemicos de copyvio. Não se pode incluir texto protegido por direitos autorais na Wikipédia mas a informação pode ser reformulada de maneira original a fim de não violar os direitos autorais das publicações onde se originaram. A página « en:Wikipedia:Requesting copyright permission » dá instruções sobre como proceder para publicar material protegido por copyright.
  2. existencia de passagens não neutras
  3. falta separar bibliografia de referencias
  4. em Histórico editorial, talvez seria melhor abrir uma secção para descrever cada edição. Uma para a de 1946 como existe agora, e mais duas para as posteriores.
Kim ®i©hard correio 08h37min de 5 de outubro de 2009 (UTC)
  • Eu concordo novamente com você em todos os pontos. Será que um editor experiente não poderia agora ajudar a editar o artigo? O que fiz foi apenas um começo. Como ainda estou aprendendo a editar, não sei separar bibliografia de referências. Para referendar muitas informações que passarão a constar do "Histórico editorial", estou fazendo um scan do capítulo 49 da 3a. edição de 1951, em inglês, para postar no wikisource. Gostaria também de retirar as passagens não neutras e os links que tratam da SRF, e não do livro (retiros da SRF, centros de meditação da SRF, ensinamentos da SRF, etc).

Continuo contando com a sua orientação para que eu possa corrigir as minhas falhas de edição. Inclusive, tem informação repetida ao longo do texto, etc. O devo fazer agora? Obrigada, abs, --Tat Sat (discussão) 11h26min de 5 de outubro de 2009 (UTC)

Considero que suas edições até agora foram corretas e encorajo-a à perseguir este espírito de edição. A página Wikipedia:Princípio da imparcialidade traz um tutorial prático de como editar respeitando um ponto de vista neutro. Na bibliografia (abra uma nova seção ==== Bibliografia ==== embaixo das referencias) são incluídas todas as obras a que se fez referencia nas notas; mencionando também a data de edição, autor, casa de publicação, etc ; e nas notas pode-se usar uma forma curta para se referir a uma obra (por exemplo: Autor1, 1967). Você encontrará mais ajuda consultando a Ajuda:Página principal. Eu me limito a mediar eventuais conflitos no conteúdo do artigo. Não a editar o artigo. Kim ®i©hard correio 14h22min de 5 de outubro de 2009 (UTC)
  • Obrigada pelas explicações. Vou ler com atenção o tutorial e a ajuda.

Abs, obrigada, --Tat Sat (discussão) 15h05min de 5 de outubro de 2009 (UTC)

  • Boa noite, Kim -- Eu reescrevi o texto com copyright que você retirou, fiz algumas correções e inseri a assinatura de Yogananda e as disputas jurídicas e editoriais, sem mexer no ponto de vista da SRF. Veja, por favor, se ficou equilibrado. Eu não inseri a bibliografia pois o texto que eu escrevi se fundamenta nas 3 edições do livro, a de 1946, a de 1951 e a atual, da SRF.

Há um aviso de que o arquivo da página está muito grande. Abs, obrigada, --Tat Sat (discussão) 02h25min de 6 de outubro de 2009 (UTC)

Sim. Eu achei de grande qualidade as modificações feitas e noto que você captou muito bem o que se entende por imparcialidade. Há certo talvez alguns detalhes que escaparam, mas que relevam mais da nuance do texto do que um estilo de texto tendencioso. Em geral, o texto é satisfatório e de qualidade acadêmica. É só a opinião de um leigo pois eu mesmo não poder de decisão sobre o conteúdo ou conhecimento para editar nesse assunto. O melhor comentário que possa vir talvez seja de Shakti que não mais se pronunciou. Portanto, si não há contestação editorial, pode continuar editando. Obrigado! Kim ®i©hard correio 09h41min de 6 de outubro de 2009 (UTC)
  • Bom dia, Kim. Agradeço por estar atento ao artigo. Posso agora, como você sugeriu, abrir duas secções em Histórico editorial para descrever as edições de 1951 e a atual da SRF, que, num livro de cerca de 500 páginas, fez quase mil (literalmente) alterações no texto original (mesmo em relação à edição de 1951) e nas fotos. É esse o ponto principal das controvérsias a respeito do livro. Por mais que possamos tentar citar o mais resumidamente possível essas modificações, destacando somente as mais polêmicas, o texto vai aumentar.

Abs, --Tat Sat (discussão) 11h33min de 6 de outubro de 2009 (UTC)

Não há limite para o tamanho do artigo. Se por acaso ele se tornar excessivamente longo, pode-se dividi-lo ou transferir parte do conteúdo para um anexo. Kim ®i©hard correio 11h56min de 6 de outubro de 2009 (UTC)
  • Oi, Kim. Mudando totalmente de assunto, li por acaso ontem um artigo muito interessante e divertido escrito pelo Umberto Eco (aprecio muitíssimo Viagem na Irrealidade Cotidiana, O Nome da Rosa, etc.) e publicado no The New York Times. Intitula-se "Os arquivos sobre Eco no mundo virtual" [[4]]. Ele menciona a Wikipedia. Abs, --Tat Sat (discussão) 12h55min de 6 de outubro de 2009 (UTC)

Satisfação ShaktiEditar

Devido às minhas atividades pessoais, infelizmente não consegui retornar aqui antes e hoje só estou passando para uma breve satisfação. Sequer consegui ler a postagem daqui; e do artigo vi por alto, mas posso adiantar que, já vi sérios problemas referentes ao "conteúdo" (generalizações, falta de fontes, comentários que fogem ao tema do livro, além de deletarem grande parte do que escrevi há 3 meses).

Tentarei priorizar o meu retorno à mediação, tão logo eu consiga um espaço no meu tempo.

Enquanto isso, peço por favor, que se possível, paralisem as edições por Tat Sat - que abusa de especulações irresponsáveis na tentativa de antipatizar a Self-Realization, contra algum leitor desavisado. Como esta que li na mediação: " fez quase mil (literalmente) alterações no texto original (mesmo em relação à edição de 1951) e nas fotos." Tat Sat maldosamente e com o único objetivo comercial de promover uma edição em domínio público, abusa da inverdade, calúnia, (para os que conhecem a história), não informa que parte dessas quase dez, ou quase mil mudanças(não provadas mas só especuladas), foram feitas pelo próprio autor enquanto vivo em 1951, ao completar sua autobiografia e tornar obsoleta a primeira edição que lançou. Inclusive, eu abri um campo para mostrar apenas algumas mudanças feitas pelo autor e Tat Sat apagou.

Uma breve informação já repetida, p/conhecimentos de mediadores: A Self-Realization é um mosteiro, composto de monges renunciantes (com votos de pobreza e castidade), que viveram lado a lado do autor do livro mais de 30 anos; a atual presidente tem 95 anos e foi uma das primeiras discípulas dele. Trata-se de uma organização de Yoga respeitada em todo o mundo, seus mosteiros fazem parte até de roteiros turísticos. Há poucos meses o vice-presidente da India promoveu pessoalmente o lançamento de uma nova sede da organização. A Self funciona igual aos mosteiros do Dalai Lama, sem fins lucrativos e com uma proposta exclusivamente espiritual, além de abraçar inúmeras causas sociais. Análogamente, seria o mesmo que o Dalai Lama morrer hoje, e seus sucessores começarem a ser difamados por uma editora composta por dois sócios, por causa da concorrência em um livro em dominio público. É o que ocorre agora na Wikipédia.

Quando retornar me aterei exclusivamente ao artigo do livro, que se deixar ao bel prazer de Tat Sat, vira uma discussão em torno da organização (cujo histórico na atualidade, ele tb fez questão de deletar).

Boa noite e obrigada

Shakti Devi (discussão) 00h27min de 7 de outubro de 2009 (UTC)

Eu não vejo inconveniente a que reduzamos o ritmo da mediação caso precise de mais tempo. Você poderia indicar quais partes controversas estão dando problema e precisam ser revistas de modo que a outra parte possa continuar a editar o resto do artigo. Kim ®i©hard correio 12h12min de 7 de outubro de 2009 (UTC)
  • Kim, para que possamos chegar a algum consenso é importantíssimo que a Shakti pare de fazer acusações vagas e infundadas. Gostaria que ela indicasse objetivamente em que texto por mim escrito eu difamei algum membro (ou ex-membro) da SRF, como ela afirma na última postagem. Já seria um ponto de partida. Obrigada, abs, --Tat Sat (discussão) 14h41min de 7 de outubro de 2009 (UTC)


Eu   Concordo. Seria melhor se discutíssemos apenas sobre o artigo e ignorássemos mais os comentários nas entrelinhas. Eu não estou aqui para fazer estudos sociológicos. acho que Tat Sat como Shakti.luz são suficientemente maduras para saber passar por cima dessas rixas sem grande importância. De todo modo, agradeço não ter que perder meu tempo com rivalidades paralelas. Queiram por favor não dar cabo a qualquer acusação de insulto ou tentativa. Wikipedia:Assumir a boa-fé antes. Kim ®i©hard correio 15h58min de 7 de outubro de 2009 (UTC)

ImparcialidadeEditar

Uma descrição objetiva de fatos fundamentados a respeito de um livro não é um ataque a seitas ou tradições religiosas. Eu acredito na liberdade de religião. Estou terminando o scan do capítulo 49 da terceira edição para colocar no Wikisouce. Deve ficar pronto ainda hoje e esclarecerá o teor das mudanças feitas durante a vida e após a morte do autor. Abs, obrigada, --Tat Sat (discussão) 11h30min de 7 de outubro de 2009 (UTC)

  • Bom dia, Kim. Envio dois links em inglês: 1. [[5]] com todas as mudanças feitas no texto do Autobiografia durante e após a morte do autor. Os textos foram cuidadosamente cotejados. 2. Quanto à mudança da assinatura, eis o link: [[6]]. Não coloquei ainda os links no artigo, apesar de fundamentarem o texto; aguardo a sua orientação. Enquanto isso continuo a trabalhar no scan do cap. 49. Aviso assim que terminar. Obrigada, abs, --Tat Sat (discussão) 11h41min de 8 de outubro de 2009 (UTC)
As referências podem sim ser inseridas no artigo. Apenas cuidado em como inseri-las: as modificações, segundo a SRF, foram feitas pelo próprio autor, mas segundo outros (precisar quem) são fruto de (...) Seria bom deixar claro este ponto no texto, mostrando as divergências mas também o ponto de vista oposto. Bom trabalho com os scans! Kim ®i©hard correio 12h17min de 8 de outubro de 2009 (UTC)
  • Boa tarde, Kim. Já abri uma página no Wikisource com o título: Autobiography of a Yogi/Chapter 49. Estou quase terminando, mas está dando mais trabalho do que eu pensava. Aviso assim que terminar. Abs, obrigada, --Tat Sat (discussão) 17h03min de 9 de outubro de 2009 (UTC)
Que bom! Tome o tempo que lhe for necessário. Kim ®i©hard correio 19h13min de 10 de outubro de 2009 (UTC)
  • Boa tarde, Kim. Talvez termine hoje mesmo o capítulo 49 em inglês no Wikisource. Estou corrigindo a formatação. Inseridas no capítulo, há duas páginas: uma sobre a bandeira da Índia e a outra, um poema escrito pelo autor. Essas duas páginas vou colocar no final do capítulo. Se você tiver uma solução melhor, será bem-vinda. Obrigada, abs, --Tat Sat (discussão) 20h25min de 12 de outubro de 2009 (UTC)
Kim, terminei de inserir o cap. 49 no Wikisource [[7]]. Agora vai ser mais fácil continuar a editar a página, pois qualquer pessoa poderá cotejar o texto com a edição "completa" da SRF. Vou então colocar os links, tomando bastante cuidado, não se preocupe, em mostrar o ponto de vista oposto. Abs, --Tat Sat (discussão) 15h11min de 13 de outubro de 2009 (UTC)
  • Boa noite, Kim. A página do artigo sobre o Autobiografia ainda precisa ser revisada para corrigir solecismos e erros de digitação. Corrigi alguns e fiz certos esclarecimentos para tornar o texto mais claro e preciso. Por favor, queira verificar. Gostaria também de transferir os links de centros da SRF, grupos de meditação da SRF, retiro da SRF e sites de devotos da SRF para a página da SRF. Aguardo a sua orientação.

Obrigada, abs, --Tat Sat (discussão) 22h57min de 18 de outubro de 2009 (UTC)

Eu fiz uma rápida análise e constato que nenhuma passagem foi suprimida, e o que foi acrescentado esta bom. Também considero apropriado fazer essa transferência de ligações externas, a menos que elas estejam sendo usadas como referencias. Boas, Kim ®i©hard correio 07h08min de 19 de outubro de 2009 (UTC)
  • Bom dia, Kim. Obrigada pela análise. Editei um pouco mais o texto do artigo, traduzi um trecho do link sobre a Tara Mata inserido pela Shakti e mudei os links referentes à SRF para o artigo da SRF. Depois, se você achar necessário, poderia inserir mais alterações polêmicas efetuadas no texto após a morte de Yogananda. Abs, obrigada, --Tat Sat (discussão) 13h40min de 19 de outubro de 2009 (UTC)
  • Bom dia, Kim. Posso continuar a editar o artigo do livro Autobiografia de um Iogue? Estive vendo que no artigo sobre o autor, Paramahansa Yogananda, há informações que já estão no artigo sobre o livro; outras deveriam estar na página da Self-Realization Fellowship. Seria preciso redirecionar os links e retirar os textos com copyright da página de Yogananda, que foi muito melhorada pelo Missionary. Aguardo a sua orientação, abs, --Tat Sat (discussão) 09h57min de 3 de novembro de 2009 (UTC)
Olá! Pode sim. O artigo esta aberto para livre edição. Vou estar atento ao que fizer. Saudações, Kim ®i©hard correio 22h00min de 3 de novembro de 2009 (UTC)
  • Obrigada, Kim. Comecei a editar o artigo sobre Yogananda, inseri links, transferi texto para a página da SRF, retirei texto repetido que já consta do artigo do Autobiografia, ocultei texto com copyright mas ainda falta fazer muita coisa. É preciso tratar dos primeiros anos de Yogananda nos Estados Unidos, relacionar os livros publicou, enfim. Por favor, veja se estou no caminho correto. Abs, --Tat Sat (discussão) 00h55min de 4 de novembro de 2009 (UTC)
Concordo, mas isso deve ser feito no artigo sobre Yogananda não no livro. A menos que o conteúdo seja necessário para abordar um tema do livro. Não é necessário pedir minha autorização, eu no máximo posso dar a minha opinião mas como o sujeito me escapa, comento apenas sobre a estrutura e a forma em como a informação é apresentado. Aos editores de escolherem como abordar o conteúdo. Abraços Kim ®i©hard correio 11h57min de 14 de novembro de 2009 (UTC)
  • Entendi. Obrigada novamente. Enquanto isso estou fazendo uma pesquisa para melhorar a página do Autobiogafia de um Iogue com referências. Abs, --Tat Sat (discussão) 09h56min de 15 de novembro de 2009 (UTC)

Término de mediaçãoEditar

Creio que podemos parar a mediação por aqui. A edição do artigo tem sido feita sem conflitos. Kim ®i©hard correio 18h58min de 29 de novembro de 2009 (UTC)